SES: Introdução à Escola de Energias Sexuais

Apresentando Tobias
Canalizado por Geoffrey Hoppe
Assistido por Linda Benyo
Golden, Colorado, EUA 12 de Julho de 2009


LINDA: Bem-vindos a este segmento muito especial com Tobias. Este é realmente um momento muito íntimo e muito especial. Tobias se ofereceu para nos dar uma última atualização sobre a Escola de Energias Sexuais e desse material relacionado para nós antes que ele nos deixasse. Então esta é a nossa última palestra muito especial, específica para as energias sexuais. Eu sou Linda Benyo; Geoff Hoppe está aqui comigo, canalizando Tobias. Vamos abrir este momento para Tobias e então receber muito mais do que podemos compreender, mas aqui temos algumas questões muito interessantes para acompanhar e nos permitir sermos até mesmo melhores e maravilhosos inspiradores de consciência, especificamente da Escola de Energias Sexuais.

Então Tobias, quando estiver pronto, nós estamos ansiosos por esse segmento muito especial da Escola de Energias Sexuais. Obrigada.

TOBIAS: E assim é. Nós vamos ter um momento aqui para reunir todas as energias dos Shaumbra, especialmente dos Shaumbra que frequentaram a Escola de Energia Sexual e aos professores da Escola de Energia Sexual em todo o mundo.

Enquanto preparamos a energia aqui, eu convido cada um de vocês a tomar uma respiração profunda comigo ...

(pausa)

... sinta essa respiração enquanto a envolve dentro de você, à medida que ela circula em seu corpo inteiro. Sinta como você a libera. Sinta a liberação de qualquer uma das questões que têm a ver com amar a si mesmo, ou talvez a dificuldade e os desafios de amar a si mesmo.

Esta é a última sessão habitual gravada que eu, Tobias, vou fazer – a última sessão para quaisquer das escolas ou das discussões habituais que vamos ter – e é certamente apropriado que esta seja sobre as energias sexuais. Essa energia é uma das principais razões pelas quais eu quis voltar para a Terra em minha próxima encarnação como Sam – para experienciar esta integração do masculino e do feminino dentro de mim. Eu não estarei apenas falando sobre ela, mas eu vou fazer isso como Sam, durante minha próxima vida na Terra. Como vocês, eu também vou me permitir experienciar alguns dos seus desafios, algumas das suas alegrias, algumas das suas belezas. Mas quando eu começar a amadurecer mais no próximo ano ou depois, eu vou trazer os aspectos do masculino/feminino em mim, para esse corpo físico que eu chamo de Sam.

Essa experiência vai ser profunda, uma mudança de vida E depois disso, com essa energia dentro de mim, eu vou começar a ensinar. Quando eu crescer, quando eu sair para o mundo eu vou ensinar esta coisa chamada de energia sexual, porque eu sinto que ela talvez seja a questão mais importante que qualquer ser humano enfrenta – a compreensão do equilíbrio de todas as partes de si mesmo. Porque quando você realmente entende o equilíbrio do masculino /feminino e o que elas realmente são – não apenas a definição de um texto de livro, mas a própria definição que usamos na Escola de Energia Sexual, e muito mais do que isso, quando você entra na essência das energias sexuais – compreendendo o masculino e feminino – e realmente sente o que elas são – não se trata apenas de um menino e menina, homem e mulher – mas quando você chega a uma verdadeira compreensão dessas energias, você também vai entender a dualidade que existe dentro da luz e da escuridão, dentro do que vocês chamam de bem e mal. Você vai começar a entender a dualidade de todas as coisas. Então não é apenas sobre as energias sexuais, e nem só sobre o masculino / feminino ou Adão e Ísis, mas é sobre cada parte de você compreendendo a sua dualidade, trazendo isso de volta em uníssono.

Assim é muito apropriado que esta seja uma das minhas últimas conversas gravadas, muito apropriado também que eu possa captar a essência das perguntas que muitos de vocês têm sobre as energias sexuais – baseadas em suas próprias experiências, baseadas no que vocês têm ensinado aos outros.

A única coisa que eu vou pedir a cada um de vocês é que se lembrem de amar a si mesmos. Talvez esse seja o maior desafio para um ser humano, porque o humano foi muito programado para não se amar. Você se deu a experiência de não amar a si mesmo para que você possa experimentar a vida de todos os lados, mas agora chegou a hora de trazer esse amor de volta. Sim, isso significa abrir mão de qualquer um desses conceitos negativos que você teve sobre si mesmo, abandonar todas essas coisas que você tem que fazer para se tornar perfeito, ou que assim você pensa, deixando para trás todos estes objetivos que são quase inatingíveis, e amar a si mesmo absolutamente – neste momento, e em cada e todo momento.

E por favor, não faça isso apenas como um exercício mental. Se você olhar em um espelho ou se deitar em sua cama e dizer: "Eu me amo. Eu me amo”, se isso for só no mental, isso vai criar um conflito ainda maior para você, porque há uma parte de você que não acredita nisso. Mas eu estou falando sobre realmente amar verdadeiramente e completamente a si mesmo – tudo – não apenas as coisas boas. Não é suficiente apenas dizer: "Eu posso amar uma parte de mim e as outras partes eu tenho que trabalhar nelas." Não estou dizendo, "Eu amo a mim mesmo quando estou menos ocupado, ou quando eu tiver resolvido ..." qualquer que seja o caos que aconteça de você estar passando em sua vida, mas realmente amar a si mesmo agora – mesmo se você esteja sem grana, quebrado. mesmo se você estiver tendo problemas emocionais, problemas mentais. Deixe-se amar quem você é agora, sem reparar, sem tentar corrigir nada, sem procrastinar, mas fazê-lo neste momento, exatamente agora onde quer que você esteja, seja o que for que estiver enfrentando. Absolutamente ame isto.

Então, com isso eu gostaria de responder às perguntas que todos vocês prepararam. Eu adoraria que cada um de vocês se sentisse dentro de cada própria pergunta em si. Entenda que ela não vem só de um Shaumbra ou de um professor, ela está vindo de tantos de vocês. Sinta-se na própria questão e vamos nos unir nesta sessão em toda a nossa sabedoria – não apenas eu, Tobias – mas em toda a nossa sabedoria. E vamos passar por isso e chegar, criar as novas respostas para essas perguntas. Obrigado.

LINDA: Obrigada.

(Todas as perguntas são lidas por Linda)


PERGUNTA 1: O problema surgiu. Nós temos visto o conceito na prática da Aliyah, o amor-próprio, facilmente, sumariamente, etiquetado e julgado como masturbação. Seus insights, por favor.

TOBIAS: Sim, você está absolutamente correto. Esta não é uma questão, esta é uma afirmação, e você está absolutamente certo. Nós falamos sobre isso em nossas aulas originais. Há uma energia muito negativa sobre amar a si mesmo tão profundamente enraizada no corpo humano e mente e até mesmo o espírito que qualquer pensamento de tocar a si mesmo, qualquer ... se você conversar com outras pessoas sobre isso, então muitos vão ficar com medo e chama-la de coisas como masturbação.

Meu conselho – deixe estar. Deixe que as pessoas chamem-na do que quiserem. Não fuja dela. Não se esconda dela. Não a defenda. Se masturbação for amar a si mesmo, se ela estiver levando a oportunidade de tocar a si mesmo, que assim seja. Chame-a como quiser.

Há aqueles, sim, aqueles que vão rir, mas por que eles estão rindo sob a respiração deles? Porque estão envergonhados deles mesmos. Eles estão envergonhados porque ou eles não podem se tocar ou estão envergonhados porque o ato de amar a si mesmo se tornou tão distorcido e pervertido, eles têm de evocar amantes imaginários, eles têm olhar para pornografias, e muitos deles realmente ficam bem distorcidos e perturbados.

Eu acho que muitos de vocês ficariam absolutamente espantados se pudessem ver a energia de uma pessoa – em muitas, muitas pessoas – e ver quantos realmente têm o que poderíamos classificar como um desvio da energia sexual razoavelmente grave. Oh, eles se escondem muito bem. Eles podem ir para seus empregos. Eles podem trabalhar na comunidade. Mas o que acontece atrás de portas fechadas? O que está acontecendo na psique de tantas pessoas?

É uma energia muito sedutora, mas também é potencialmente muito desequilibrante, porque eles tentam esconder isso, mas ainda assim eles são seduzidos por ela. Eles têm medo de falar sobre isso com os outros porque sentem que ela é escura – e então ela se torna escura. E quando ela se torna escura, fica ainda mais sedutora. Então, eles estão em sua própria armadilha. Há assim então, muitos humanos que morrem sem a resolução de suas energias sexuais, de sua real falta de amor por si mesmos. Eles atravessam para o outro lado carregando uma bagagem muito grande.

Então, sim, vai haver aqueles que riem. E deixe-me lembrá-los, há aqueles que riram de Jesus, e havia aqueles que riram dos discípulos, porque eles falavam do amor-próprio, de amar a si mesmo. Não está escrito nas Escrituras Sagradas como tal. Ela não fala sobre acariciar seu corpo. Isso nunca foi escrito, e se tivesse sido, já teria sido retirado há muito tempo. Há aqueles como Maria Madalena que ensinou as mulheres como trazer o espírito ao tocar em si mesmas.

Então, é masturbação? Chame-a do que você quiser. Eu gosto de chamá-la de Aliyah – retornar para casa, se apaixonar por si mesmo. Há alguns que vão rir, mas há muitos que irão ouvir isso, muitos que chegarão a entender esta coisa muito simples. Queridos seres humanos – queridos humanos, o qual eu estou prestes a me tornar um – por que há vergonha em tocar a si mesmo? Por que há vergonha em dar a si mesmo a bênção de um orgasmo? O que há de errado com isso?

Toda essa energia retorcida, todas essas eras desta energia que está afastando você para longe de si mesmo – é uma cobertura. Eu não gosto de usar a palavra "mentira" muitas vezes, mas todo o retorcer e todo o desvio das energias sexuais é uma grande mentira – uma mentira que está apenas na consciência humana em geral. E isso é uma mentira promíscua, o que significa que há aqueles que continuam suas energias conscientemente. Oh, eles dizem que é em nome de Deus. Eles dizem: "Deus não quer você fazendo o que quer que seja." Mas é um Deus muito humano que está falando. Na verdade, é o Deus dos medos deles.

Chame isso de masturbação, chame isso de amar a si mesmo chame isso de Aliyah, mas caros amigos, é hora de amar a si mesmo novamente. Obrigado.


PERGUNTA 2: Quando a SES é ensinada em nossas aulas percebemos que potencialmente há mais informações e orientação que você poderia nos dar em relação ao ensino de Aliyah.

TOBIAS: Oh humanos queridos, vocês querem mais livros, você querem mais cursos, vamos simplesmente cortar isso imediatamente. Trata-se de amar a si mesmo. Amar a si mesmo implica em aceitar tudo sobre si mesmo. Isso começa, na verdade, em um estado mental, porque é aí que tantos humanos operam. Aceitando-se a partir da mente, e não apenas sobre sua atividade mental, mas a respeito de tudo sobre você.

Em seguida isso chega ao seu espírito – a aceitação do seu espírito – o que a maioria dos humanos não chega nem perto de fazer. Eles não compreendem o seu espírito. Eles estão satisfeitos em manter o espírito fora de si. Eles estão realmente permitindo que outras pessoas mantenham-no para eles – as igrejas, as religiões, até mesmo a nova era. Eles estão deixando os outros manterem a espiritualidade deles. Então como eles poderiam amá-lo? Quando muitos seres humanos tentam trazer o amor do Espírito para as suas vidas, sentem que talvez seu próprio espírito e divindade não vai aceitá-los porque eles são um ser humano manchado, assim eles o mantém afastado.

E a terceira coisa que acontece é que os humanos realmente não amam seus corpos. Muito poucos o fazem. Agora, há poucos tipos narcisistas que são apaixonados, encantados pela sua aparência física, mas eles realmente amam seu corpo? Eles amam cada parte deles, dentro e fora?

Então é realmente muito simples Shaumbra. Não se trata de chegar com mais textos, mais discussão. Você já sabe a resposta – amar a si mesmo. Tentando chegar com volumes de novas informações, volumes de páginas, para ler sobre a energia sexual vai apenas te pegar no mental e vai realmente distraí-lo de uma coisa simples que eu estou pedindo a você – amar a si mesmo.

É a coisa sobre qual Yeshua falou. É a coisa que Maria Madalena ensinou de forma brilhante e bela. Você acha que Maria Madalena estava interessada em livros e livros e livros sobre amar a si mesma? Eu acho que ela iria lançar um livro e dizer, "Pare de ler sobre isso e apenas faça. Pare de tentar criar mais práticas ao seu redor e apenas faça amar."

Ame a si mesmo. O que isso se parece? Se parece como parar nesse exato agora – exato agora enquanto nós falamos. A sua vida tende a ir tão rápido e ser tão ocupada. A sua vida tende a ser uma de muitas vontades e desejos, um monte de objetivos e um monte de coisas que você quer fazer, mas nenhuma dessas importa. Você sabe, quando você chegar ao final de sua vida, você for olhar para trás, ou enquanto você estiver deitado em seu leito de morte, ou quando você for para o outro lado. Você vai dar uma olhada para trás, e isso não vai ser sobre as metas que você conseguiu. Não vai ser sobre o que você realizou mais do que outros seres humanos.

Você vai se perguntar uma questão: "Será que eu amei quem eu era?" Vai ser assim tão simples. Não vai ser sobre o seu acumulo financeiro, quantas aulas você ensinou, quantas pessoas você impressionou com a sua espiritualidade. Vai ser sobre como você amou a si mesmo.

Posso dizer por experiência própria, em minhas vidas na Terra e passando pelos processos de minha morte, que foi a única coisa que voltava a cada vez que eu estava enfrentando a morte, ou quando eu simplesmente tinha feito a passagem. Era como uma pergunta que eu tinha enterrado para mim mesmo antes de outra vida começar. E foi uma das primeiras perguntas que surgiram quando eu sabia que a morte era inevitável. Eu me amava?

Então eu lhe pergunto agora – você não tem que morrer para enfrentar a questão – você esta amando a si mesmo?

Amar é aceitação. Amar é se cuidar, acarinhar, nutrir o corpo de vocês. Eu não estou falando sobre vir com todos os tipos de dietas exóticas, eu estou falando sobre cada mordida do alimento que você dá, amar a si mesmo. Eu não me importo se é carne ou se é barra de aveia e mel. Eu não me importo se ela é vegetariana, não me importo se é junk food. Você está amando a si mesmo? Você está amando esse corpo?

De onde você acha que o câncer vem? Quando você não está se amando, tantas vezes isso afeta o corpo. Há um câncer da mente, há também um câncer do espírito, e essas são outras discussões que Adamus terá com vocês. Quando você não ama seu corpo, ela desencadeia um processo de morte que você conhece como câncer. Quando você ama a si mesmo, você faz milagres com seu corpo e sua mente e seu espírito.

Então não vamos nos preocupar com as informações que Tobias não falou. Ah, eu tenho histórias, de fato, mas vocês estão melhores na verdade. Tenho muitas coisas que eu poderia dizer sobre amar a si mesmo, mas tudo vai dar em nada a não ser que você esteja realmente fazendo isso.

Você volta a esta pergunta sobre o porquê que os alunos não estão aparecendo nas aulas como você gostaria que eles aparecessem? Ela remete para a questão, o que você não ama a seu respeito, não ama sobre si mesmo? Isso é que é importante. Não há informação escondida, registros desconhecidos. Vai haver pessoas que chegam dizendo: "Aqui estão as informações não reveladas sobre a SES." Não há nada não revelado, não dito. Amando a si mesmo ... quando você ama a si mesmo isso naturalmente chama de volta a energia de Adão e de Isis – o masculino e o feminino. Isso naturalmente estabelece um padrão para os outros seres humanos e seres angélicos sentirem a ressonância e a energia e a consciência de uma pessoa que ama a si próprio.

Eu falo sobre amar a si mesmo e eu compreendo, por ter vivido na Terra, por voltar agora como Sam, que parece que quase tudo tenta impedi-lo de amar a si próprio. Outros seres humanos dizem a você para ser humilde. Bem, isso significa apenas colocar-se para baixo. Por que não ter orgulho do que você faz? Por que não ter alegria sobre o que realiza?

Há toda essa coisa, que você não deveria falar com as pessoas sobre o seu dinheiro. Por que não? Por que não? E então, imediatamente você vê, você sente essa energia de "Mas estaria eu me gabando", ou não? E se você simplesmente soubesse que o dinheiro era um fluxo e ele estava exatamente ali e você estava permitindo que ele estivesse em sua vida. Isso é se gabar?

E se você falar sobre o seu corpo como se ele fosse seu melhor amigo? Ah, sim, alguns vão levantar as sobrancelhas, mas, queridos Shaumbra, esta é a razão pela qual você escolheu para estar aqui na Terra – se colocando como um standard, saindo do comum. Sim, chocando algumas pessoas de vez em quando. Não intencionalmente, não para roubar a energia deles, mas para despertá-los para fora desse sono profundo em que eles estão. Você escolheu vir aqui para a Terra para ser um pioneiro e não para se para esconder em um pacote, não para ficar constrangido quando você fala sobre o quanto você ama a si mesmo.

Sim, as pessoas vão testá-lo. Eles vão querer saber de onde você vem. Mas quando eles veem que isso é genuíno – Eu Sou O Que Sou – quando você pode dizer essas palavras e dizer com significado, não só pensando isso em seu cérebro, mas na verdade querendo mesmo dizer, isso faz a maior diferença na consciência.

Então, de fato, vamos esquecer por um momento sobre todos os detalhes e os fatos e imagens e números sobre a SES. É sobre amar você. Quando você terminar de ouvir isso, faça um favor a si mesmo. Tome algum tempo em silêncio – 15 minutos, uma hora, o que quer que seja – e ame a si mesmo. Você não tem nem mesmo que se tocar fisicamente. Vá se amar um pouco. Volte para dentro dessa energia.

Ah, e esqueça se é para você comer uvas ou morangos, se você supõe que é para respirar primeiro ou se tocar em primeiro lugar. Você vê como o vírus da energia sexual ainda trabalha em você, ainda entra em sua mente, ainda tem você pensando que há mais que você tem que aprender? Não há nada que você tenha que aprender. Não há nenhum sistema ou estruturas. Não há nada sobre a SES que você já não saiba. Agora, você pode apenas ser isso? Obrigado.


LINDA: Obrigada pela beleza disso.


PERGUNTA 3: As aulas vêm sendo ensinadas há muitos anos. Existe um efeito observável que pode ser visto do seu lado sobre o trabalho que tem sido feito desde que este começou a ser apresentado?

TOBIAS: Bem, eu vou usar uma frase que eu usei recentemente na Câmara do Rei da Grande Pirâmide no Egito. Isso não importa.

Você vê, esta é também uma outra distração. Você começa, assim, estamos fazendo a diferença? Eu vou lhe dar uma resposta em um momento, mas eu quero ter essa discussão mais ampla em primeiro lugar. Não importa, não importa, sobre a consciência aumentada de 3.100 a 3.150 ou 3.800? Veja, isso é objetivo orientado. Isso é também um pouco de ter este complexo que, para que ela seja um benefício, ela tem que mudar tudo ao seu redor. A única coisa que importa – ela teve um impacto sobre você? É a sua vida ... deixe-me colocar desta forma, o seu relacionamento com você esta diferente? Mais expandido? Mais fácil? Qualquer termo que você deseje usar. Tem feito uma mudança dentro de você?

Ao nós observarmos você, os outros que fizeram a SES, os professores, a nossa resposta é absolutamente sim. Como nós quantificamos isso? Como medimos isso? Isso não importa. Nós vemos realmente a diferença no seu campo de energia? Absolutamente. Nós vemos você ser pego, puxado de volta para a dualidade, esquecendo-se de passar um tempo para amar a si mesmo? Absolutamente. Vemos que você pratica Aliyah algumas vezes e pensa que deveria haver um milagre em sua vida? Infelizmente, sim. Porque quando você começou a trabalhar com ela, você estava seguindo um sistema. Fazia parte do programa. Muitos de vocês pensaram, "Bem, eu vou fazer Aliyah e então eu vou estar melhor." Mas você se esqueceu de amar a si mesmo ao fazer. Você estava seguindo um método.

Agora eu quero que você, por favor, esqueça-se sobre o método, ame a si mesma. Esqueça o que está escrito no papel ou colocado em suas gravações. Não tente seguir um sistema. Apenas ame a si mesmo.

A resposta é sim para a sua pergunta, mas há muitos, muitos, muitos fatores que estão influenciando a mudança de consciência. O medo tem sido um deles, na verdade. A SES tem sido um fator. As pessoas estão se cansando de tudo o que eu chamaria de programas não tão autênticos. As pessoas estão se cansando de ir a um workshop após o outro e não ter nenhum efeito real sobre a sua vida. Isso é tudo o que faz a diferença.

Mais pessoas estão abrindo seus corações, permitindo-se ser quem elas são, deixando-se relembrar – isso está fazendo uma diferença na Terra agora. Pessoas dizendo: "É hora de mudar." Agora, eles não têm que ser religiosos ou espirituais para dizer isso, mas eles estão dizendo "É hora de uma mudança." Isso cria o potencial de mudança. É aí que a sua consciência, sua ressonância entra para servir como um modelo ou um standard para a mudança.

Eu vou pedir a você neste momento para entender que realmente não importa. Não é uma meta. Não é o que estamos tentando fazer, veja você. Isso é uma coisa tão difícil. Sim, o trabalho que você tem feito, o período – como Shaumbra, como professor, como alguém que está trabalhando com a SES – sim, fez uma diferença. Com certeza fez a diferença na Terra. Os próximos anos ainda vão ser inteiramente um esforço para a humanidade já que eles estão saindo de um sono muito antigo, profundo e alguns de sistemas de crenças distorcidos muito, muito antigos.

Então, se você diz: "Mas qual é a evidencia hoje?" Bem, ela ainda vai ser um pouco caótica lá fora, mas o importante é o que está acontecendo dentro de você agora. Não se deixe pegar em sistemas de medição. Não coloque isso em primeiro lugar. Você vai observar isso mais tarde. Obrigado.

LINDA: Obrigada.


PERGUNTA 4: Querido Tobias, você tem algumas atualizações para nós sobre a Ferida de Adão conforme você apresentou no workshop da SES? Você disse na época que Adão não estava ciente de sua ferida ainda, mas que isso estava por vir. À luz das recentes grandes mudanças globais, que começou com os bancos, as finanças e o mercado imobiliário que têm sido os bastiões da dominação masculina por um longo tempo e um domínio forte para o vírus, talvez Adão agora esteja pronto para enfrentar a ferida de Adão.

TOBIAS: Sim, e vamos lembrar que o que chamamos de Adão, a energia masculina, é arquetípica. É simbólica. Então vamos falar sobre a energia de Adão na Terra agora.

A melhor maneira de descrever Adão é o choque e desespero, a perda da esperança. Esta energia de Adão tem sido tão forte por tanto tempo, e de repente – de repente, apenas há alguns anos – Adão começou a “conduzir isso pelo verso.” Tantas das fundações e os muros e os templos, metaforicamente falando, que Adão construiu vêm desmoronando, e sua energia não entende o porquê. Isso o leva a sentir uma grande variedade de reações, que alguns de vocês também chamariam de emoções.

Agora, a energia feminina sempre foi associada com o que vocês chamariam mais de um estado emocional. Então aqui está o Adão, sentindo as seguintes emoções: o fracasso, perda de esperança, raiva, amargura, culpa, desespero, tormento, desafio, e confusão. A lista poderia continuar e continuar, mas Adão sente que tudo que ele trabalhou está sendo arrancado debaixo dele. Sua energia protetora não está mais fazendo o seu trabalho. Sua energia de defensor não está mais funcionando.

Imagine – bem, eu realmente sei que muitos de vocês podem imaginar – quando todas as ferramentas e os truques que você usou no passado não estão mais funcionando. Isso está causando um enorme aumento da energia emocional dentro de Adão e ele realmente não sabe como lidar com isso. Ele está sobrecarregado. Ele esta super intimidado e isso está causando muito estresse, muita confusão. Mas na verdade é um processo maravilhoso, porque isso vai fazer com que Adão reavalie. Ah, ele vai ficar com raiva primeiro, como você viu. Ele vai tentar revidar, mas seus instrumentos de luta antiga, metaforicamente falando, não vão funcionar. Então, o que ele vai fazer?

Ele vai vir para a energia de Isis. Ele sabe que Isis sabe como lidar com a emoção e sentimento e consciência, e ele virá para Isis da sua maneira desajeitada, em sua própria maneira um tanto controladora, exigente, realmente tentando descobrir o que está acontecendo. Por que não está mais funcionando? Isso vai tornar Adão humilde. Isso vai fazer com que ele se sinta realmente envergonhado e ainda mais furioso. Mas algo está para acontecer, e eu sei disso porque já esta acontecendo.

Quando Adão for até Isis, confuso e atormentado e irritado e amargo, mas desesperado, desesperado, ele vai assumir que Isis vai usar esse tempo para bater nele um pouco para fazê-lo pagar por seus pecados do passado. Ele vai assumir que Ísis terá aquele olhar orgulhoso no rosto que ele viu antes – o olhar "eu te disse". Agora, não é esse justamente o pior olhar que você pode receber de alguém? "Eu avisei." Mas isso não vai acontecer. Não é o que está acontecendo.

Isis vai amá-lo, vai ter compaixão, é assim que vai saudar Adão de volta, e isso vai trazer lágrimas aos olhos dele. Ah, e quase traz lágrimas aos meus olhos, como Tobias. Como eu adoraria que alguém escrevesse isso em uma história.

Vai trazer lágrimas aos olhos dele ao perceber que seu amor sempre esteve lá, que Isis não é o parceiro adversário, que Isis não está lá para fazer ele se sentir menor. Isis não está lá para tentar tirar alguma coisa dele, não esta lá para roubar sua energia, ou o seu poder ou qualquer outra coisa. Ela vai recebê-lo com braços amorosos, e este será, oh, um enorme e belo ato simbólico. Vai ser um ponto de transformação para a energia masculina e feminina.

Então, sim, você está vendo que o mundo está mudando, e por baixo de tudo isso – e você pode analisar todo o dia, você pode ter aqueles que escrevem longos artigos ou longos livros sobre a transformação da Terra a partir de um ponto de vista espiritual ou não espiritual -– mas o que está acontecendo na Terra agora é que a ferida de Adão está saindo e está doendo, e ele não pode colocá-la mais de lado. Ele não pode fingir que ela não está lá. Ele não pode ir para a batalha para tentar esquecê-la. Então ele volta a Isis.

É onde estamos agora – em um turbilhão de emoções e sentimentos, e na aceitação final. Isso vai acontecer. Mas isso acontece dentro de você em primeiro lugar. Isso não acontece entre o urso e o veado e os elefantes e os leões, acontece dentro de você. Seu próprio masculino, em suas mãos e de joelhos, humilhado, pedindo perdão, ferido e com raiva, vem até a sua energia feminina, porque não sabe o que fazer. E sua energia feminina diz: "Eu te amo. Eu sou você. Como eu poderia fazer outra coisa senão olhar para você e te amar, porque você é eu." Obrigado.

LINDA: Obrigada.


PERGUNTA 5: Parece haver uma ligação significativa entre o material da energia sexual e o material de Aspectologia, é claro. Você poderia, por favor, falar sobre isso?

TOBIAS: Sim, absolutamente. É muito simples – os aspectos originais eram masculino e feminino, de modo que este foi o início da criação dos aspectos. Na nossa escola da Jornada dos Anjos, falamos sobre quando o eu exterior saiu para se expressar e experienciar, o eu interior saiu para um olhar interior mais profundo. Este eu exterior tinha o dom natural de ser capaz de criar os aspectos, e isso é o que ele fez de imediato, o aspecto da sua – a sua – energia masculina e feminina.

Portanto, estão absolutamente relacionados, e desde então você está criando aspectos. Você vem colocando peças e partes de si mesmo. Por quê? Para expressar seu espírito. De que outra forma você faz isso? Ao constantemente expandir, ao constantemente criar aspectos que estão ali para servi-lo e reconhecer que existem muitos que foram feridos que estão querendo voltar para casa agora para serem integrados.

Agora lembre-se, você vai continuar a criar aspectos. Você não precisa parar de fazer isso. Mas eles permanecem integrados, o que vocês chamariam de saudáveis aspectos equilibrados.

Portanto, absolutamente o lugar que a energia do aspecto funciona no mais profundo e, por vezes, no nível mais traumático tem a ver com a SES, com o seu masculino e feminino, com jogando fora o equilíbrio de alguns desses aspectos seus. Eles trabalham lado a lado uns com os outros. Quando você ama a si mesmo e proporciona o espaço para a integração dos aspectos originais, o masculino / feminino, que estabelece toda a energia, todo o processo, aí isso permite que seja mais fácil de integrar seus outros aspectos.

Então, na verdade, eles trabalham de mãos dadas. Assim como a morte e o nascimento são realmente quase a mesma energia com pouco menos de um grau de diferença entre sua energia, você poderia dizer que o mesmo é verdade sobre a Aspectologia e a SES. Elas são quase exatamente a mesma, mas é esse um grau de diferença que faz ambos dignos de discussão.


PERGUNTA 6: Fazer a SES em primeiro lugar facilita a integração dos aspectos?

TOBIAS: Eu diria que há uma compreensão mais profunda, mas eu quero ser muito cauteloso aqui em fazer essa afirmação, porque haverá a tendência de criar regras e dizer: "Você deve fazer isso antes de fazer isso." O que acontece, aí mais uma vez é que você vai para o mental. É a SES. É o vírus no trabalho – você ficar mental ao invés de ficar em quem você realmente é. Então não vamos criar regras duras e rápidas. Mas deixe-me dizer que se eu estivesse para fazer os cursos, que haveria uma chance muito boa de que eu faria, que eu vou fazer a SES primeiro.

LINDA: Eu, pessoalmente, vou comentar o fato de que nós mesmos temos observado quando estamos fazendo workshops que Geoff e eu especificamente podemos realmente perceber a diferença entre pessoas que fizeram a SES e as que não fizeram, isso parece realmente fazer uma diferença significativa. Assim eu posso ver por que as pessoas descobrem uma certa satisfação no ensino dela e em experiencia-la, porque nós realmente podemos ver essa diferença.

TOBIAS: Sim, e eu realmente sinto que a SES é uma base, um alicerce. É um dos principais entendimentos energéticos do âmago, porque isso volta, repetidas vezes, para você e para amar a si mesmo. Então você pode fazer Aspectologia sem ter que tomar a SES, mas estaria faltando esse real elemento do âmago, de amar a si mesmo. Uma vez que você ama a si mesmo, você cria um espaço seguro para os seus aspectos retornarem. Então, na verdade é um caminho maravilhoso, maravilhoso para ir, mas não vamos torná-lo uma exigência.

LINDA: Não, certamente. Já que estamos chegando aos últimos poucos minutos do tempo que tínhamos para isso, eu vou me dirigir para o fato de que havia um grande grupo de questões de professores na verdade, bem como de alguns dos alunos relacionados com a o fato de que Aliyah não funciona para eles e eles começaram a ficar com dor em algum lugar ou algo de que não se sentem bem, ou eles simplesmente não podiam mais fazer isso. Você poderia nos dar alguma orientação ou algum insight sobre o que está criando essas distrações e problemas com Aliyah? Esta questão foi levantada um numero de diferentes épocas em uma série de formatos diferentes.

TOBIAS: Certamente. Não vamos usar a palavra Aliyah por um momento aqui. Não vamos culpar Aliyah, em outras palavras. O que vocês estão enfrentando são as questões sobre amar a si mesmo. Vocês têm algumas energias muito inflexíveis e muito, muito profundas dentro de vocês. Então, quando chega a hora de amar a si mesmo, você configura um tipo de dinâmica – uma dor no corpo físico.

Agora, você já deveria saber as respostas para estas perguntas. Por que o corpo desenvolve a dor quando você está amando a si mesmo? Porque há uma resistência, porque há aspectos que ainda estão muito, muito confusos e distorcidos, porque o próprio vírus da SES ainda está trabalhando em você. Ele diz: "Eu estou indo ativar essa dor dentro de você" e então você vai parar de fazer isso. Você vai dizer: "Bem, eu não pude fazer Aliyah porque a minha bexiga se descontrolou. Eu não pude fazer porque meu coração palpitaria e isso me assustou. Eu não poderia fazê-la ... "- e eu ouço o que já ouvimos muito – "Eu não poderia fazê-la porque tenho dores de cabeça enormes." Interessante, não é? Interessante que quando você toma um pouco de tempo para amar a si mesmo, ele dispara algumas destas questões.

Esta é também a energia que está presa dentro de você em seu corpo físico que pode se transformar em coisas como insuficiência cardíaca, câncer, uma variedade de diferentes doenças, doenças do sangue. Ao ter amor por si mesmo e reconhecer que existe uma dor que teve acerca de amar a si mesmo que se manifesta de uma forma física, esse amor vai finalmente transformar essa energia. Ele vai tirar essa coisa presa em seu corpo que se transforma em uma doença – uma doença dolorosa, a propósito. Ele vai liberá-la para voltar à energia pura e natural.

Nós conversamos sobre isso durante as próprias escolas. Nós dissemos: "Você vai encontrar distrações." E nós falamos especificamente sobre dizer que vai haver coisas em seu corpo em alguns de vocês, que podem reagir a isso. Olhe para qual é essa parte do corpo. Por exemplo, se você começar a trabalhar com Aliyah e de repente suas pernas ficam dormentes, por isso? Porque você não está deixando a energia fluir bem fundo. Você se corta bem no meio de Aliyah. Você está entorpecendo seus órgãos sexuais e vai direto para seus pés. Isso também significa que você não esta ficando ligado à Terra. Você não está ficando aterrado.

Se você começar a trabalhar com Aliyah e você começa a ter dores de cabeça, o que está acontecendo? Você ainda está sendo muito mental. Você está abrindo as portas agora para algumas, que vocês chamariam, energias mais emocionais ou sentimentais, mas você não está acostumado a fazer isso. Você tem medo de que isso esteja criando uma dor de cabeça.

Alguns de vocês dizem: "Eu continuo caindo no sono." Eu acho que é a segunda coisa mais comum que tenho ouvido. “Eu continuo a adormecer por isso que obviamente não esta funcionando." Sério? Ou será que você está caindo no sono, porque você está relaxado? Você está caindo no sono, enquanto se deixa amar a si mesmo? Sim.

Agora alguns de vocês, na verdade, estão usando o sono como uma maneira de bloquear as energias de amar a si mesmo. Mas muitos de vocês estão tão relaxados que estão se deixando dormir. E o que há de errado com isso? Lembre-se: isto não é um concurso. Nós não estamos tentando atingir um orgasmo. É sobre amar a si mesmo.

Então outros de vocês têm notado que depois que começaram a trabalhar com Aliyah, as coisas em sua vida lá fora pareceram começar a dar errado. Bem, sim, porque você está mudando as suas energias. É então reajustando ou reorientando as energias em sua vida, então as coisas que estão prontas para sair de sua vida começam a sair. Parece um pouco caótico no início e um pouco desconcertante ter coisas começando a mudar, mas não é isso que você pediu?

Mudança? Não é para trabalhar com as energias de mudança que você está aqui, em primeiro lugar dentro de si mesmo? Não seria de bom senso que quando você começa a amar a si mesmo, isso muda a sua dinâmica vibracional e energética e da consciência? Tipo de como todas as energias espirituais dentro de você estão ressoando, e isso começa a limpar algumas coisas?

Algumas destas são distrações. Algumas destas são porque você está encontrando dificuldades para se amar. Algumas é porque você está limpando as velhas energias. Mas você vai deixar de amar a si mesmo porque seu pé começa a doer ou porque você tem diarréia? Você vai deixar de amar a si mesmo, porque você está liberando as velhas energias de seu corpo? Alguns de vocês ... poucos de vocês ganharam erupções cutâneas. Você vai deixar de amar a si mesmo por causa do que a Velha Energia está fazendo à maneira dela sair de seu corpo através da pele através de uma erupção cutânea que pode durar uma semana ou um mês ou o que quer que seja?

É uma liberação de energia, e quanto mais você amar a si mesmo, quanto mais você liberar menos desse desafio você vai passar. Você chega a um lugar de clarificação, de amar a si mesmo.


PERGUNTA 8: Muitas pessoas tiveram um problema com o fato de que a classe estava relacionada ao abuso sexual quando tantas pessoas que se beneficiariam com esta aula não se percebem como vítimas de abuso sexual. Você tem alguns insights ou qualquer coisa que você queira compartilhar sobre esse assunto?

TOBIAS: Certamente. E houve um ponto onde Cauldre quis mudar o nome desta escola, e eu tive que intervir, o que raramente faço. Ele foi escolhido deliberadamente.

Primeiro de tudo, o sexo é uma coisa comum para quase todos os seres humanos e a maioria das outras espécies. É uma coisa natural e bonita, mas as suas energias foram distorcidas. Você diz palavra "sexo" e todo mundo fica desconfortável e talvez até um pouco suados. Eles não deveriam. Você deveria ser capaz de dizer "sexo." Você deveria ser capaz de falar sobre o masculino e o feminino e Aliyah e se tocar. Então, muito deliberadamente, eu pedi que esta palavra estivesse lá. Porque há pessoas que dizem que eles não têm qualquer problema sexual ou que não houve abuso, mas eu até o momento encontrei o humano face a face, em todas as minhas vidas na Terra, e eu ainda não vi muitos da minha perspectiva do outro lado, que não tiveram um abuso que, eventualmente, eventualmente, volte a entrar em sua vida sexual. Poderia ser um abuso psíquico, mas depois ele ainda volta sexualmente, não é? Tudo isso tira o amar a si mesmo.

Assim, portanto, quem não está se amando totalmente esta passando por um tipo de abuso, e tem sua sede na sexualidade, e isso tira o relacionamento sexual interpessoal do ser humano. Lembre-se, sexo não se trata apenas sobre do corpo. O sexo está na mente. O sexo esta no espírito. Relacionamento consigo mesmo não esta apenas em seu corpo físico, está em cada parte de você.

Assim, portanto, sim, absolutamente, que é sobre as energias sexuais, e não importa o que as pessoas dizem ou fazem, somente este título as toca – toca em algo dentro delas. Não foi colocado ali para tentar atrair um grande número de pessoas, ele foi colocado ali para tocar em uma questão muito, muito fundamental.

Eu vou perguntar isso para os professores – os professores de energia sexual – Quantos de vocês ainda ficam envergonhados quando dizem?: "Eu sou um professor de energias sexuais". Quantos de vocês vem com um nome diferente? Quantos de vocês encontram uma maneira de contornar isso? Como muitos de vocês secretamente adorariam se nós mudássemos o titilo e o chamássemos de algo como ... algo assim mesmo tão inócuo como "A Escola de Aliyah?"

Quantos de vocês gostariam se nós apenas falássemos sobre a alimentação de energia? Eu sei que muitos de vocês gostariam se nós a chamássemos de a Escola do Vampiro!

LINDA: Na verdade, a sugestão foi, por que não a chamamos de "A Escola de Tobias do Amor Próprio – Reunindo o Masculino / Feminino?"

TOBIAS: Esse é muito longo, (rindo), porque chega um ponto, também, nestes títulos, onde se torna intelectual ou mental, e ‘sexo’, 'sexual', qualquer um desses termos, não é nada. Ele toca as emoções, quando você diz isso. Ele toca muito rapidamente. Então, sim, de fato, tem sido o meu desejo inflexível de ter esta permanecendo ser chamada de "Escola de Energia Sexual." Não se sintam constrangidos com isso. Não fujam deste titulo. Obviamente, ele vai levantar algumas sobrancelhas, mas o que é uma oportunidade perfeita para falar sobre o que está envolvido nisso, a sua própria experiência e sobre amar a si mesmo.


LINDA: Última pergunta e houve várias questões relacionadas a esta.


PERGUNTA 9: Baseado no que você disse um pouco antes e as perguntas que foram feitas, é possível realmente na verdade acabar com o vírus da energia sexual? E o comentário que você fez anteriormente levaria a crer que esse vírus não tem um final, por assim dizer.

TOBIAS: Bem, o vírus está na consciência. É pontilhada por toda a matriz, e é como já falamos antes, é muito sorrateiro. Ele entra e sai da consciência e de aparência, mas está em toda parte – em todo o mundo ao seu redor. É até mesmo afetou o reino animal e afetou a própria natureza porque ele é tanto uma parte da natureza humana.

Assim, em resposta à sua pergunta, com certeza. Se você está amando a si mesmo, verdadeiramente amando a si mesmo, o vírus não tem nada para se alimentar em você. Nada. Se você está amando a si mesmo, ninguém mais pode se alimentar de você, você não precisa tirar a energia de outra pessoa, você se torna auto-sustentável. Não só isso, mas você se torna um recipiente para trazer a Nova Energia.

A Nova Energia é um conceito sobre o qual você fala e você pensa, mas isso tem sido sobretudo intelectual. É muito difícil para a Nova Energia fazer o seu caminho para a sua realidade e se integrar com você, se há todos esses bloqueios, todas essas coisas que não estão funcionando.

Assim, em resposta à pergunta, com certeza. Se você está amando a si mesmo, você não terá o vírus da energia sexual em sua vida. Não há nada lá. Ele nem vai vê-lo. Ele nem mesmo vai perceber você. Muitos de vocês foram para a classe de aula ou trabalharam com Aliyah por algumas semanas ou talvez um mês e depois desistiram. Você parou de trabalhar com ela. Isso é como dizer, "Eu tentei me amar e não deu certo, então eu vou parar de fazer isso."

É cada respiração que você toma. É cada momento que você vive. É quebrar velhos, velhos padrões. Isso não vai necessariamente acontecer durante a noite, e, estranhamente, isso não acontece com o esforço ou disciplina. Isso acontece com a aceitação. Você pode ir além desta coisa dizendo: "Ah, isso esta certo. Eu tenho que fazer meu tempo de Aliyah agora." Bem, isso é configurá-lo como uma luta. Deveria ser no ponto em que você ama fazê-lo, onde você quer ter esse tempo, onde nem sequer significa necessariamente se deitar na banheira ou na sua cama; isso poderia significar que o seu tempo de Aliyah seja na natureza, onde você não tem que se tocar fisicamente, mas você está amando cada parte de si mesmo fisicamente.

Aliyah é uma consciência, é uma energia. Ela começa, sim, com o que expusemos nas aulas, mas você poderia fazer Aliyah amando a si mesmo, enquanto você está dirigindo pela estrada. Começamos com Aliyah no corpo físico, porque (a), estas foi a coisa que aprendemos na Atlântida, e (b) porque o corpo é o lugar onde você rejeita a si mesmo. Muitos de vocês podem entrar em sua mente e pensar sobre amar a si mesmo, mas então você cria um obstáculo ou bloqueio quando o pensamento chega ao seu corpo. Vocês se podam. Vocês se amam na mente, mas vocês não estão realmente levando esse amor para dentro do seu corpo.

Então não se preocupem se vamos erradicar o vírus da Terra. Isso não importa. Trata-se de: Você está amando a si mesmo? Você está curtindo a vida? Você está aqui porque você se ama? Você é capaz de manifestar o desejo do seu coração em sua vida? Você está aqui em alegria ou você está apenas ocupando espaço na Terra nesse corpo físico, tentando passar para uma outra vida, pensando que vai descobrir tudo quando chegar ao outro lado?

Lamento dizer que o vírus da energia sexual está do outro lado também, nos reinos próximos à Terra, e há apenas uma pequena porcentagem das pessoas que vêm para o outro lado que realmente obtém a iluminação. A maioria dos que se cruzam e vagueiam nos reinos próximos da Terra nunca obtém as respostas, nunca conseguem ter todas as peças do quebra-cabeça montado novamente. Então são eles que depois tem que correr de volta à Terra pensando que a resposta deve estar aqui novamente. Isso é o que causa os ciclos de encarnações, uma após a outra, repetindo os mesmos erros, repetindo os mesmos processos, repetindo a mesma consciência.

Vocês, Shaumbra, vocês que estão ouvindo isto, tomaram uma decisão consciente, se foi nesta vida ou em outra, de romper os ciclos, e agora vocês estão fazendo isso. Vocês estão liberando um monte de Velha Energia, e vocês estão finalmente encontrando o maior desafio que vocês jamais, jamais, tiveram como um ser humano na Terra -– amar a si mesmo.

E com isso, agradeço a vocês pela nossa jornada juntos. Agradeço por trabalharem em conjunto comigo e com os outros do Conselho Carmesim para trazer a SES à Terra. Não parem agora. Não deixem de amar a si mesmos. Não parem de querer compartilhar isso com os outros. Não vão até a mente tentando descobrir a resposta. A resposta está aí. Está em suas mãos. Está aos seus pés. Está em seus corações. A resposta é amar a si mesmo.

E assim é.


Tradução: Silvia Tognato Magini 
© 2005 Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. Todos os direitos reservados.
Não duplique, copie ou distribua sem permissão por escrito do proprietário dos direitos autorais.