Energia em Movimento

O MATERIAL DE TOBIAS

Série do Professor:

SHOUD 10:  "Energia em Movimento"

Apresentando Adamus Saint-Germain canalizado por Geoffrey Hoppe 

Apresentado ao Círculo Carmesim
5 de Maio de 2007

 
 
 
(cantando) Ninguém faz melhor...! (risos da platéia)
 
Eu sou o que sou, Adamus Saint-Germain, e ninguém faz melhor do que eu! (muitos risos)
 
Bem vindos, Shaumbra! Aqui estou eu de volta após mais um curso bem sucedido - a “Escola da Ascensão” - na qual tenho mostrado aos seres humanos como fazer o melhor destas suas últimas [atuais] vidas sobre a Terra. Tobias está para os lados das terras da Romênia, preparando-se para os Shouds Romenos que acontecerão por lá. Kuthumi... ah sim, ocupadíssimo com os muitos dentre vocês que estão escrevendo livros com ele, investindo seu tempo na assistência a todo este processo que envolve preparar-se para mais um novo empreendimento editorial, ou seja, os livros de Shaumbra e Kuthumi. Fui portanto requisitado a estar aqui hoje, para lhes falar sobre um assunto simples, porém muito importante.
 
 
Em Perfeita Ordem
 
Antes de começarmos eu vou... expressar minha curiosidade sobre o porquê de David [o mestre de cerimônias dos encontros mensais] não ter mencionado o significado do evento que está para ocorrer amanhã, às 2:34 horas da data de 5/6/07... [6 de Maio de 2007, pois nos EUA o mês é indicado antes do dia] Pois todos esses números se alinham! (risos) Anteriormente já ouvimos David falar dos números, alinhamentos e significados dos dias no porvir do calendário... Mas é claro que não há significado algum, mas a simples coincidência de que todos esses números estejam se alinhando! (risadas) E vocês até ficaram pensando que haveria algum profundo significado oculto...

Em verdade, há um quê de verdade nisso, pois todas as vezes em que vocês se deparam com um óbvio alinhamento nas coisas, tal fato contribui para evidenciar a vocês que tudo no universo está em perfeita ordem. Ajuda vocês a perceberem que realmente podem conectar-se à própria energia do alinhamento destes dias e meses e horários, algo que não ocorre com muita freqüência, mas que se dará amanhã, contribuindo para que vocês reconheçam e compreendam haver ordem em tudo.  
 
Algo, aliás, sobre o que falei ao grupo de Shaumbra que estava em Kelowna [Canadá] há uma semana, quando conversávamos, durante o curso da Escola da Ascensão, acerca do fato de que o ‘omniverso’ está em perfeita ordem. Tudo está em ordem! Parece ser caótico às vezes - particularmente a partir da perspectiva de vocês aqui no planeta Terra, vinculados a estes corpos humanos e tantas vezes limitados pelo cérebro humano - embora tudo esteja de fato em perfeita ordem.
 
Vocês conseguem imaginar-se sabendo que todas as coisas se encontram em suas respectivas ordens, da forma que deveria ser? E que vocês podem simplesmente relaxar e desprender-se? O omniverso não vai entrar em colapso se vocês se desapegarem, ou “tirarem o dedo do buraco no muro” [provável referência de Adamus ao garoto holandês que impediu com as próprias mãos um vazamento num dique que protege os Países Baixos do mar], ou se vocês não estiverem tentando manter a integridade de tudo... Às vezes acho que vocês se tornam sérios demais acerca de sua própria relevância no universo! (risos) Vocês ficam tão sérios em sua crença de que precisariam manter todas as coisas em seus lugares, que tendem a negligenciar a ordem de suas próprias vidas... Mas isso é tudo pelo quê vocês são afinal responsáveis... Pois a única ordem pela qual vocês são, em última instância, responsáveis, é pelo próprio equilíbrio de si mesmos.
 
E tem havido aqui e ali todos estes debates sobre o omniverso, o universo, e seus aparentes caos e desordem... Todo o mundo se preocupando sobre o que vai se passar com o cosmos... Pois saibam que o universo tem passado muito bem desde o seu princípio, desdobrando-se da maneira que se supõe que ele evolua... Perfeito, de todas as maneiras... Distanciem-se por um momento. Vão para “detrás da mureta”, ou melhor, afastem-se para ainda mais longe dela. E vocês compreenderão que tudo está em perfeita ordem. Absoluta e perfeita ordem! Os seres humanos estão fazendo aquilo que estão escolhendo fazer e fazendo aquilo que estão escolhendo criar. Embora às vezes, talvez, possa não ser a coisa mais inteligente ou sensata... Às vezes, talvez, estejam escolhendo o jeito difícil em detrimento do jeito fácil, ou ainda escolhendo o esforço e o sofrimento ao invés da alegria e da realização, embora tudo continue em ordem... Pois é assim que eles desejam vivenciar as coisas... 
 
A Terra - tudo isso que vocês chamam de planeta Terra - também está perfeitamente bem. Às vezes vocês se preocupam... ah sim... vocês amarram suas próprias energias preocupando-se com coisas sobre as quais vocês não precisam se preocupar. Alguns de vocês se levantam pela manhã e já sentem aquele nó no estômago, preocupando-se com a própria sobrevivência da Terra, desesperando-se porque a temperatura do globo terrestre subiu 1/100 de grau ao longo de 100 anos... De fato, o planeta esquentou - em verdade bem mais que isso - mas vocês surtam de preocupação perguntando-se “se a Terra ainda existirá daqui a 20 ou 30 anos” ou “se as guerras assolarão os continentes” ou “se haverá comida suficiente”...
 
Retrocedam só por um instante. A Terra está em perfeita ordem. De fato está! Sim, existem aqueles que estão escolhendo vivenciar as experiências associadas a um aquecimento global... Entretanto, a Terra, a propósito, possui habilidades inatas para se purificar. A Terra sabe como cuidar de si própria, mesmo se seres humanos tolos tiverem alguma tendência para poluí-la ou para dela abusar. Mas a Terra é muito mais sábia do que isso. Ela sabe como curar-se - e curar-se rapidamente - ainda que às vezes às custas destes humanos tolos... Ela sabe, contudo, como cuidar de si mesma.
 
Há também aqueles dentre vocês que se preocupam com os governos e as leis. Vocês se preocupam com o crime, a violência e as guerras. Mas vocês sabem que, em verdade, preocupar-se é uma forma muito ineficiente de usar suas próprias energias. A preocupação não os leva a lugar algum, exceto talvez ficarem “girando e girando em sua máquina de lavar”, que nunca os deixa de fato limpos. Preocupar-se é uma coisa que realmente ata e empata grande parte da energia de vocês.
 
Portanto parem por um minuto e compreendam que tudo está em perfeita ordem. Absoluta e perfeita ordem. Liberem-se dessas responsabilidades de terem de se preocupar com a humanidade e com a Terra e com todas estas coisas. E ainda assim haverá muitos que ficarão se preocupando em seu lugar, se vocês escolherem não fazê-lo. Então, dêem um tempo para si mesmos...
 
E conforme lhes dissemos desde o início, vocês não são mais os ancoradores de energia [“energy holders”]. Vocês são os movimentadores de energia [“energy movers”]. Há aqueles que se encontram mais do que desejosos para assumirem os lugares de vocês, seja nas preocupações, seja no ancoramento de energia, ou em todas essas outras coisas que têm mantido amarrada a energia de vocês. Interiorizem-na. Interiorizem sua energia para que ela os purifique, de forma que vocês possam expandir-se e entrar em contato consigo próprios. Porque quando o fazem, este exemplo de vocês enquanto seres humanos integrados, ou seja, “aqueles que estão integrados em si mesmos”, fará mais por este planeta que sair por aí marchando em manifestações, redigindo cartas para jornais ou enviando dez dólares para esta ou aquela causa. Não que haja algo errado com tais coisas, mas porque é chegada a hora de a humanidade ter novos Padrões - os ‘Standards’ - aqueles que constituem exemplos.
 
 
Os Novos Líderes
 
Em minha opinião... em minha humilde opinião... Devo dizer isso... (Saint-Germain graceja e a platéia ri...) Estou aqui hoje como professor substituto de vocês, então devo enfatizar isso... (risadas de Saint-Germain e da platéia) Em minha humilde opinião, neste exato momento, o mundo carece de líderes. Há pouquíssimos líderes dinâmicos, carismáticos e verdadeiramente políticos no mundo. Atualmente, muito poucos. Aqueles que tinham boas intenções ao entrarem no sistema tornaram-se parte do sistema. Aqueles que tinham boas intenções para trazer mudanças foram mudados. O mundo tem, em minha humilde opinião, pouquíssimos líderes espirituais.
 
Aquele que sobem nos púlpitos, aqueles que aparecem na televisão, aqueles que se escondem atrás dos muros do Vaticano... caros amigos, eles estão apenas perpetuando algumas das maneiras muito antigas. Eles não são os verdadeiros líderes. Eles são “aqueles que já foram”, os desgastados... Eles são a própria Velha Energia - em minha humilde opinião. (risos)
 
Hoje o mundo e a humanidade buscam toda uma nova geração de líderes. Líderes que não tenham que se preocupar com lutas de poder, pois compreendem que o poder é uma ilusão. Líderes que não estejam buscando estufar seus próprios egos ao se postarem diante de centenas ou milhares ou milhões de pessoas. Líderes que não se alimentem da energia daqueles que lideram. Líderes que possam estar no exato nível de todos os demais, que não achem que precisam colocar-se sobre pedestais, mas que possam estar no mesmo nível e que, a partir deste mesmo nível, façam brilhar a luz que somente um ‘Standard’ pode irradiar - a luz do auto-discernimento, da iluminação, da realização, da paz interior, da inexistência de conflito e combate, como também a integração do masculino e do feminino, da luz e da sombra. E estes constituem a nova geração de líderes que o mundo está buscando, não aqueles que precisam exibir-se diante de milhares ou milhões, nem aqueles que desejam ser colocados sobre algum pedestal para daí serem mais tarde removidos, mas os genuínos líderes da Nova Energia. E este é o porquê de lhes estarmos falando disso, Shaumbra, sempre lhes encorajando a serem tudo o que vocês são, a serem os Standards que tornem efetivas, significativas e plenas as suas existências...  
 
 
Convidados de Hoje
 
Em nosso Shoud de hoje temos a presença de um estimado grupo de convidados. Estão conosco as energias de doze cientistas que estão vivendo na Terra atualmente. Eles se encontram trabalhando naquilo que vocês chamariam de certas abordagens sobre a ‘física da energia quântica’... em algumas das mais interessantes, desconcertantes e revolucionárias idéias... Eles não se conhecem pessoalmente ou, sob outra perspectiva, não se conheciam até que os trouxéssemos até aqui como nossos convidados. E muito embora sejam humanos, partes das energias deles, ou seja, suas energias expandidas, podem estar presentes neste Shoud neste exato momento.
 
E todos eles aqui hoje vêm também acompanhados por Nikola Tesla, o qual retorna. Conforme foi dito em Shoud anterior, a energia de Tesla se encontra muito presente aqui na Terra agora, ajudando-nos a trabalhar com os cientistas, físicos, médicos e até mesmo psicólogos, no sentido de desenvolver e trazer à Terra algumas das mais importantes e revolucionárias energias, as quais não têm sido vistas no planeta há muito tempo.
 
E se vocês avançarem no tempo para daqui a 20, 30, 40 anos, olhando para esta era atual, esta época na Terra será conhecida como a Nova Renascença. Não apenas o renascimento da estrutura social ou da estrutura artística, mas um renascimento da ciência e da física. E associado a todos estes haverá o renascimento de uma nova espiritualidade porque, como vocês sabem, todos estão conectados. A espiritualidade, ou seja, a compreensão de si mesmo a partir das perspectivas do espírito e da ciência, da física e até mesmo da matemática, expressa todos estes aspectos em associação uns com os outros. 
 
E assim damos as boas-vindas a este grupo hoje - Tesla e seu grupo de doze cientistas, composto, a propósito, por seis homens e seis mulheres - vindos de diferentes partes do mundo, os quais compõem uma incrível e seleta amostra de alguns dos maiores talentos humanos atuais na Terra. Eles vêm a este encontro de Shaumbra porque se encontram estagnados. Eles estão buscando respostas, pois já tentaram expandir sua energia para tão longe quão mentalmente sabem fazer, a fim de tentarem resolver algumas das principais questões desta nossa época. Desafios energéticos, problemas relativos aos próprios “funcionamento” e atividade da energia em si, enfim, questionamentos sobre o que realmente vem a ser a energia. Considerações e perguntas que vão muito além até daquelas feitas por um dos maiores cientistas contemporâneos: Einstein. Questões que se extrapolam para todo um novo nível de entendimento.
 
Mas eles se depararam consigo mesmos, chegando a certo ponto em suas pesquisas e ponderações, em que “colidiram com uma parede”. Intuitivamente, podiam sentir que estavam prestes a descobrir algo. Sabem que existe algo “lá fora”, mas mentalmente se bloqueiam, porque a mente não consegue decifrar e concluir o restante da fórmula. Eles então ficaram desesperados. E pessoas desesperadas fazem coisas desesperadas!
 
E clamaram ao desconhecido. Mesmo estes cientistas que não necessariamente acreditam em Deus (alguns deles) clamaram ao desconhecido porque intuitivamente sabem que existe um algo mais além... Talvez achem ser um tipo de energia mental ou a própria “grande mente universal”, como alguns poucos deles erroneamente a denominaram. E eles clamaram por respostas, e é aí que vocês entram. E é por isso que eles nos visitam hoje. É aí que se encaixa o Shoud do mês passado e todo este conceito de “sans definition” - sem definição - ou seja, algo que existe além...
 
Então nós convocamos e reunimos parte do que vocês chamariam a energia expandida deles. Vocês sabem… toda vez que algum ser se permite imaginar ou vagar nos outros domínios... vocês todos fazem isso, aliás... toda vez que vocês se deparam com questões, problemas ou desafios mais prementes, e não podem encontrar a resposta, todos vocês fazem algo: ou saem para um passeio ou permanecem acordados na cama até tarde da noite, basicamente irradiando para fora a energia de vocês... sem saberem para ‘onde’ nem compreenderem ‘o porquê’, mas permitindo-se experimentar aquilo a que chamamos “vagar”. Então literalmente parte de vocês vaga… Parte de vocês vai para o que chamamos de domínios próximos à Terra. Parte de vocês vai até mesmo para o que vocês chamam de “os domínios cristalinos”. E tais partes são exatamente o que coletamos destes doze brilhantes cientistas e de Tesla.
 
Mas Tesla está consciente do que está acontecendo. Ele compreende a dinâmica da vida humana, do pós-vida, da Nova Energia e daquilo que vocês chamam espiritualidade. E assim a presença dele aqui hoje conosco ajuda a manter parcialmente aqui focada a energia destes doze cientistas que vagueiam. Ou seja, todos eles se encontram sonhando agora. Alguns dormem profundamente e outros tiram uma soneca em algum lugar, sendo que um deles, na verdade, acabou de cair no sono em seu próprio laboratório. Mas sua consciência ambulante está aqui para ouvir, prestar atenção, sentir a energia de vocês e, por sua vez, ajudá-los a compreenderem, não somente como ir além, assim como verdadeiramente permitirem-se vagar e expandir-se, embora a chave seja... trazer aquela energia de volta, percebem? Como trazer aquela energia de volta... a esta dimensão.
 
Muitos de vocês já tiveram essa experiência. Vocês se abrem e deixam-se vagar e atingir os outros domínios, mas quando começam a focalizar novamente toda a sua consciência aqui na Terra, vocês a perdem. Vocês a esquecem. A mente assume o comando e não consegue compreender aquilo que foi trazido de volta por vocês a partir dos outros domínios... então vocês o perdem. E isso gera ainda mais frustração e agravamento, pois em algum nível vocês o sabem - no nível do conhecimento em si - que aquela energia está lá. Vocês sabem que a resposta está lá, porém não conseguem entender como trazê-la consigo. E é neste ponto que se encontra hoje nosso estimado grupo de cientistas - tentando sentir e saber as respostas, para então tentar levá-las de volta.
 
 
O Salto Quântico
 
Agora consideremos rapidamente o evento do Salto Quântico. Vamos dar uma olhada rápida no que está acontecendo ao redor do globo, à medida em que nos aproximamos da data de 18 de Setembro de 2007. Todos vocês aqui sabem disso, mas nós estamos compartilhando essa informação com nossos cientistas neste instante, de forma que alguns deles já estão mais do que depressa anotando: “18 de Setembro? O que vai acontecer neste dia?” (risos) Bem, nada... e tudo… É assim que funciona a Nova Energia. Nada e tudo ao mesmo tempo...
 
Esta é a sala de aula da Nova Energia. Vocês são aqueles que passam por ela. Ah, sim, há muitos indivíduos, sim, pelo mundo. Mas enquanto um grupo, vocês são O grupo a atuar com nova consciência, a nova física que transcende a física tridimensional da velha dualidade conhecida de vocês por tanto tempo.
Se vocês pudessem medir a consciência humana, comparando-a ao longo dos milhões e milhões de anos em que anjos têm se encarnado na Terra, vocês veriam que há um tipo de... detesto usar estes termos tridimensionais, mas trata-se de um tipo de “tabela gráfica”. Vamos chamá-la de tabela ou gráfico, embora seja algo que também espirala, apresentando movimento circular ou espiralado. Além disso, associada a ela há um tipo de velocidade, de forma que vocês quase podem visualizar, numa de suas extremidades - aquela que vocês chamariam de lado esquerdo do gráfico - que a espiral se apresenta bastante pequena e compacta. Tal se deve ao fato de que, no princípio, a consciência dos seres humanos era bem reduzida. 
 
Entendam que este gráfico se compõe na verdade de muitos gráficos... pois ele é multidimensional. Todavia, para fins de seu entendimento aqui, vamos explicá-lo como se ele fosse um gráfico tridimensional. Entendam contudo que por detrás da versão tridimensional do gráfico existe uma enorme contraparte, aquela que chamaríamos de alma ou consciência espiritual da parte angelical de vocês mesmos, a qual não se encontra encarnada ou consciente nesta dimensão. Pois sempre há mais uma camada logo atrás do gráfico que mostra a interpretação tridimensional da consciência humana.
 
E aqui estamos nós, na era do “Início da Encarnação”, em que se vê esta pequenina e compacta espiral que representa a consciência - a consciência humana. E assim, à medida em que o tempo se desdobra ao longo de alguns milhões de anos, a espiral começa a se expandir, embora em ritmo muito vagaroso e bem calculado...
 
Então vocês atingem a época que chamamos de Atlântida, na qual a espiral dá um salto. Em meados, por assim dizer, da Era Atlante, nota-se que a espiral não mais segue o mesmo curso linear que antes seguia... Sua velocidade é maior. A espiral, subitamente, também parece crescer e dá um pulo. E esta é a época de Atlântida, ao término da qual, observando-se este gráfico da consciência humana, pode-se também subitamente perceber que a espiral agora se reduz em tamanho, porém não em velocidade. O tamanho da espiral se reduz, mas não sua velocidade... e isto representa os últimos dias de Atlântida, quando a consciência pareceu recolher-se sobre si mesma, embora isso não tenha ocorrido de fato. A velocidade se manteve... A taxa de aceleração criou um padrão que se estabeleceu, permitindo que a espiral continuasse fluindo sem colapsar...
 
Posteriormente, no que consideraríamos mais ou menos dez mil anos atrás, esta espiral estava crescendo num ritmo bastante previsível. Sua velocidade aumentava a uma taxa previsível. E eis que de repente pareceu realizar outro salto. Não tão grande, não o que consideraríamos um salto quântico, mas um salto que levou a uma mudança direcional... E aí, mais uma vez, a espiral se abriu, retornando pelo menos ao nível que apresentava nos tempos Atlantes, embora agora sua velocidade estivesse aumentando em ritmo mais rápido do que jamais havia sido experimentado em Atlântida. E esta é a consciência humana… 
 
E particularmente ao longo do período decorrente desde cerca de dez mil anos até mais ou menos oito mil anos atrás, a espiral da consciência humana continuou se expandindo e aumentando de velocidade a uma taxa bem consistente. Mas novamente, há dois mil anos, passou por outra mudança. A velocidade aumentou ainda mais, de forma que, de sua perspectiva humana, poder-se-ia dizer que vocês quase não podiam ver ou acompanhar a velocidade da espiral, de tão rápida que se tornou... E quanto mais se abria a espiral, mais as distâncias entre os círculos da espiral deixavam de ser consistentes...
 
Vejam vocês: a espiral, no passado, sempre mantivera um espaçamento bem padronizado ou bastante previsível entre cada ciclo da espiral. Isto se assemelha ao movimento de uma grande roda espiralada que muda de curso. Há dois mil anos, o espaçamento entre os círculos individuais internos modificou o próprio espaçamento geral da espiral. De forma que, há dois mil anos, havia distâncias muito maiores entre os níveis mais externos da espiral que entre seus círculos mais internos. E assim, mais uma vez, a velocidade deu um salto.
 
Estou aborrecendo e entediando vocês, não estou...? (Saint-Germain graceja.) Pelo menos o Cauldre! (Saint-Germain e a platéia riem.)
 
Agora, aqui estamos nós, no passado imediato destes sete anos mais recentes... Mais uma vez, a velocidade está aumentando e aumentando e aumentando. As espirais se tornam cada vez maiores. E isto é a consciência humana... Levados em consideração nesta medição estão fatores como: a atividade humana; a capacidade cerebral; aquilo que vocês chamariam consciência ou reconhecimento (percepção) espirituais; o relacionamento de um ser consigo mesmo; e o relacionamento de um ser com os outros seres em seu mundo exterior. Todos estes aspectos compõem o quociente da consciência humana.
 
E aqui estamos nós agora, a menos de cinco meses da próxima grande transformação. Mas esta espiral chamada consciência humana não vai simplesmente se expandir ainda mais, ou apenas apresentar mais diferenças entre os pontos internos da espiral, nem somente ganhar ainda mais velocidade. Ela muda sua própria natureza inteiramente, na qual a velocidade não mais se constitui em uma variável.
 
Pois a velocidade tende a ser algo linear e tridimensional. A velocidade não mais será um fator na Nova Energia. Não estamos falando apenas da velocidade de seus veículos ou de quão rapidamente vocês podem trabalhar num determinado dia. Estamos falando da própria capacidade de expansão - não somente em termos deste comportamento espiralado razoavelmente previsível que vem ocorrendo em sua realidade tridimensional. Pois agora, basicamente virá algo que vocês poderiam descrever como uma... explosão. Uma explosão, na data de 18 de Setembro de 2007… Nós temos mensurado isto… observando cuidadosamente… E, nesta data que se aproxima, a velocidade não mais importa. A própria espiral não mais importa… Elas somem do gráfico… 
 
É como se, num certo sentido… se vocês estivessem observando esta tabela gráfica da maneira que acabamos de descrever, parecerá que tudo desaparece, que a espiral não mais existe e que tudo pára. A propósito, é assim que pareceu aos Maias tempos atrás, quando contemplaram a progressão da consciência humana. Eles a viram desaparecendo… A previsão deles, aliás, era para o ano de 2012. Eles chegaram bem perto, mas não foram precisos. Outras coisas aconteceram... Isso não foi o “destino”, mas simplesmente um padrão. E padrões estão sujeitos a algumas mudanças... E em 18 de setembro de 2007 eles extrapolam a “tabela”...
 
 
A Nova Energia “Expansional”
 
A espiral, num certo sentido, ainda está lá, mas transformou-se numa energia que vocês não têm como representar graficamente com qualquer tipo de símbolo reconhecível. A energia da velha consciência era espiral, mas a nova consciência é “expansional”. E como se desenha algo “expansional”? Pois ela não se expande somente para fora ou para dentro, mas em todas as diferentes direções, entrando e saindo de cada uma das diferentes dimensões. 
 
Assim, literalmente - literalmente - pensamentos criadores e idéias criativas podem ser disparados para fora desta dimensão física para outro tipo de dimensão, “o domínio do não-definido”, não mais sendo reconhecíveis de forma óbvia, mas posteriormente encontrando o caminho de volta. A energia expansional, aliás, sempre encontra seu caminho de volta até vocês, ao ponto zero, ao Agora.
 
A energia expansional se origina no Agora. A Nova Energia se origina no Agora. Acionada, detonada e disparada em direção ao indefinível, para dentro de todo tipo de outras dimensões, dimensões sub-zero, dimensões negativas, as quais, aliás, também existem. Não apenas dimensões positivas. Assim como não há somente números positivos, mas também negativos. Ademais, não existem somente dimensões positivas e negativas, como também... absolutamente não há palavras que descrevam isso... pois também existem aquelas que chamaremos de dimensões imprevisíveis… 
 
Qualquer coisa, qualquer desejo, qualquer “quê” que vocês possam chamar de pensamento criativo pode ser disparado a partir do Agora em direção a estas outras dimensões, a tal ponto que pareça que nenhum deles ainda exista. É como se vocês tivessem perdido sua idéia ou pensamento e, enquanto humanos, podem frustrar-se por causa disso. Mas o que de fato está acontecendo é que eles estão lá “fora”... vagando e perambulando, mas não somente isso… eles estão saindo de foco para coletarem energias, recolherem informações, angariarem apoio, para poderem voltar diretamente para o Agora de vocês. Algo como um efeito-bumerangue. Vocês o lançam para longe e ele retorna. E, quando ele volta, parece diferente… com uma sensação diferente… Atrelado à energia de seu próprio Gnost e a de suas soluções... E então o desafio será certificar-se de que vocês as compreendem. Tudo retorna: todas as energias, todas as respostas, de volta ao Agora, mas vocês precisam reconhecê-las e ativá-las... Abordaremos isso em alguns instantes...
 
 
O Trabalho dos Cientistas Convidados
 
De maneira que o trabalho que Tesla realiza com os cientistas que estão conosco hoje e o trabalho que vocês estão realizando com eles os ajudam a perceberem algumas destas respostas que existem além, permitindo-lhes trazê-las de volta à Terra. Respostas que possam ser especificamente aplicadas aos recursos energéticos para o mundo - não a partir do petróleo - mas novos recursos de energia para este planeta Terra, os quais sejam sempre renováveis e que se tornarão realidade ao longo dos próximos dez anos. Pois se tais recursos se manifestassem nesta realidade a um ritmo chocante e alarmante, poderiam incapacitar e obliterar muito rapidamente alguns dos velhos sistemas financeiros e de distribuição de energia que existem aqui na Terra. Preparem-se para isso, Shaumbra, pois vocês o pediram!
 
Mas eles têm que começar a chegar agora. Precisam chegar. Pois a energia combustível que vocês utilizam está chegando ao fim. Tem que haver uma nova maneira. E será algo totalmente diferente, nem eólica e nem solar, mas totalmente diferente... algo tão simples que a humanidade se perguntará como pôde tê-lo negligenciado por milhares e milhares de anos... Mas a consciência não era apropriada e tampouco estava pronta.
 
Estes cientistas e pesquisadores estão buscando novas formas de facilitar o rejuvenescimento do corpo humano. Não necessariamente com o que vocês chamariam medicamentos ou diferentes abordagens médicas, mas um interessante tipo de terapia corporal. Mas eles estão se deparando com problemas, pois não se trata de algo previsível. Eles não conseguem entender porque às vezes funciona e às vezes não... E a comunidade científica e os sistemas jurídicos estão atados pelo que consideram resultados previsíveis e definíveis, ou seja, a expectativa de que se algo é feito uma vez, deverá ser replicado repetida e indefinidamente.
 
Mas a medicina da Nova Energia é diferente. [não falo aqui de “hocus pocus” com as mãos, mas da medicina da Nova Energia] E por que ela é diferente? (Alguém na platéia grita “Porque é uma Nova Energia!”) Obrigado! Sim! É uma Nova Energia e (Saint-Germain graceja) também tem a ver com o desejo - ou com aquilo que vocês chamam de intenção - dos pacientes, daqueles que se encontram enfermos. Tem a ver com a habilidade deles em escolherem participar desta nova abordagem e de seu projeto de cura.
 
Algumas destas coisas já estão sendo testadas agora, particularmente em pacientes com câncer, mas os resultados são totalmente imprevisíveis, porque os experimentadores não atentaram ainda para o mais básico e simples elemento fundamental em qualquer processo de rejuvenescimento: o desejo e a responsabilidade do paciente. Quando o paciente não assume a responsabilidade por si mesmo e por seu próprio corpo, torna-se muito difícil para que este novo tipo de medicina funcione. Então eles chegarão a essa (óbvia) conclusão de que é importante ter-se também a energia do paciente.

E alguns de vocês estarão de fato trabalhando nesta área. Não necessariamente na parte médica em si, mas com a simples tarefa de ajudarem seus clientes a compreenderem que eles podem influenciar as mudanças e o rejuvenescimento dentro de si mesmos. Tobias apresentará um workshop (Saint-Germain graceja), tão logo o tempo permita, evidentemente, que tratará de como orientar os seres humanos que queiram ajudar outros seres humanos a rejuvenescerem através de alguns destes mesmos métodos, incluindo como se postar ao lado de seus leitos e ajudá-los a assumirem sua responsabilidade.
 
Portanto, outro aspecto em que estes cientistas estão trabalhando também tem a ver com a produção de alimentos. Sim, de comida. Atualmente, na verdade, a produção de todo alimento, desde as carnes, passando pelos grãos até às frutas, é relativamente grosseira. Não há uma verdadeira compreensão intuitiva acerca da dinâmica existente entre a Terra, o Sol, a Lua e como as plantas crescem. Existe algum entendimento básico dos solos, mas somente num nível muito limitado e numa abordagem com base na Velha Energia, como o de que “se algo plantado num terreno for regado e receber um pouco de luz solar, talvez venha a crescer ou não.”
 
Mas virá toda uma nova compreensão da relação existente entre todas estas coisas, ou seja, entre a energia em si, as plantas e os alimentos, a tal ponto que, nos próximos vinte anos, toda família que disponha de uma pequena horta ou jardim possa produzir comida suficiente para todos os seus membros e também para todos os seus vizinhos. Comida que contenha nutrientes e vitaminas e energia pura, em quantidades suficientes para sustentar o corpo físico, de modo que vocês não tenham que ingerir estes enormes volumes de alimentos. Observo como algumas pessoas, particularmente neste continente, abarrotam seus pratos, tentando obter o máximo de nutrição que puderem...

Mas a maior parte deste volume de comida não se constitui em efetiva nutrição, pois a maioria dos alimentos hoje em dia vem com pouquíssima energia da força vital. Mesmo os alimentos colhidos frescos nas hortas e pomares chegam com um fator de apenas “dois” em termos de nutrição e energia de força vital, quando poderiam facilmente oferecer um fator de “trinta” ou “quarenta”. A comida que vocês vêm ingerindo tem, em verdade, surtido pouquíssimo efeito sobre seus organismos, de maneira que vocês tenham que comer de cinco a seis vezes ao dia. 
 
Mas o corpo e o alimento ingerido não compreendem tudo isso… A própria comida foi levada a acreditar que ela requer um certo tipo de base para seu armazenamento e sua utilização. Os alimentos poderiam ser de fato mais inteligentes. E estamos em verdade nos encaminhando para isso, algo em que está especificamente trabalhando um de nossos cientistas aqui presentes: alimentos inteligentes que carregam um alto nível daquilo que vocês chamariam energia da força vital, assim como a inteligência de como nutrir e redistribuir-se a si mesma por todo o organismo, além de nele armazenar as quantidades apropriadas de nutrientes, para que durem dias e mesmos semanas sem que se tenha que comer novamente e sem armazenar as substâncias na forma de gordura. Isto está chegando, Shaumbra. Algo prestes a tornar-se lugar comum.
 
E há muitos e vários outros avanços acontecendo com este grupo de cientistas que estão conosco aqui hoje. Avanços que serão divulgados após 18 de Setembro de 2007. Não necessariamente em 19 de Setembro, mas ao longo dos próximos poucos anos... Rápidos desenvolvimentos e avanços tecnológicos; rápidas mudanças na medicina; rápidas mudanças no campo da energia; rápidas mudanças na espiritualidade. Sim… todos eles estão conectados e associados uns aos outros. E começarão a se manifestar e a evidenciar-se após 18 de setembro. Eles se encontram em estado potencial, no estágio de incubação, por ora... E este grupo de cientistas ainda se sente estagnado e travado mentalmente... estagnados porque ainda não compreendem todo este conceito de serem capazes de visitar o indefinido e trazer sua energia de volta a esta dimensão. 
 
Shaumbra, vocês estão ajudando a facilitar este processo. Não apenas porque vocês permitiram que estes cientistas participassem de nosso encontro hoje, sentissem sua energia, fizessem conosco esta jornada que estamos iniciando agora e compreendessem esta coisa chamada consciência quântica. Não somente por causa de tudo isso, mas porque, enquanto estiverem realizando o trabalho deles e obtiverem novos avanços, precisarão de quem os auxilie a colocar este desenvolvimento em prática.
 
Pois quem ensinará aos outros seres humanos como permitir curar o próprio corpo através destas novas tecnologias? Quem lhes ajudará a estruturar e definir, de uma maneira realmente ‘Nova Energia’, algumas de suas novas aplicações, como esta fonte de energia não proveniente de combustíveis? Quem lhes ajudará e, particularmente, aconselhará os seres humanos nesta nova espiritualidade, que não tem a ver com religião ou técnicas, não se vale da execução de antigas cerimônias nem mesmo de um diferente conjunto de regras, mas de uma espiritualidade verdadeiramente nova que permita às pessoas integrarem a essência de sua humanidade com a absoluta e pura essência de sua divindade, sem desagregar-se mentalmente?
 
Shaumbra, vocês sabem, a partir de tudo pelo que vivenciaram aqui, ao longo destes anos, que este é o desafio, que este é o campo de batalha. Sim, este é o campo de batalha. Vocês têm, de um lado, sua humanidade, com todos os seus maravilhosos atributos e, de outro, suas limitações, porém com sua beleza. A condição humana é bela. É belíssimo ser capaz de sentir as coisas de uma maneira que nenhum anjo pode... A habilidade de experimentá-las e vivenciá-las de um jeito muito real e físico, de formas que nenhum anjo jamais poderia. Uma experiência tão profunda, tão real, tão sólida e que tem tanta beleza em si... Intrínseca beleza. Mas quando vocês tentam mesclar o que chamamos ‘o divino’, a essência de vocês, sua verdade, sua pureza e sua absoluta confiança... quando tentam colocar estas duas coisas juntas, isso cria um conflito e uma colisão, os quais acontecem na mente. Em sua mente... E este é o campo de batalha.
 
Em última instância, este choque pode afetar o corpo, mas ele tem seu lugar na mente, na forma de incerteza, medo, controle, escuridão e solidão. A falta de entendimento sobre como isso funciona é que gera o terror nas mentes humanas. A percepção e a sensação que a mente tem de... ‘estar-se lançando em algum tipo de profundo inferno e num pesadelo’, em função desta batalha que se desenrola...
 
Quem ensinará aos seres humanos como utilizar algumas das modalidades da - como a chamaremos? - nova tecnologia espiritual? Quem lhes ensinará como inspirar suas próprias consciências, de forma que seus cérebros não se sobrecarreguem e eles não acabem no consultório de algum psicólogo da Velha Energia e de lá saiam tomando medicamentos extremamente ineficazes, os quais também destroem a vontade interna, a própria vontade divina no ser humano e sua própria divindade? Quem ensinará a este seres humanos, Shaumbra? Este é o motivo pelo qual nos dirigimos a vocês, afirmando que a mudança chegou. Está aqui. E a hora é agora...
 
 
Energia em Movimento
 
Mas o que está acontecendo hoje na Terra, e a razão pela qual vocês têm sentido tantas coisas e vivenciado tantas experiências é que a energia está em movimento. As energias estão em movimento neste exato momento. Não o velho e conhecido movimento da velocidade e da expansão, mas um movimento em direção ao que está além... Uma movimentação em direção a áreas onde os seres humanos jamais estiveram antes, enquanto se encontram em sua condição humana. A energia está em movimento por todo o mundo e às vezes vocês acham que o mundo está ficando louco ou, se o mundo não está enlouquecendo, pelo menos vocês estariam. Compreendam que se trata apenas de energia em movimento, afetando tudo, inclusive as pessoas que não entendem quaisquer destes conceitos. E isto é mais difícil para elas, em certo sentido, pois não têm a mínima idéia do que está acontecendo. Elas não sabem o porquê de tudo agora parecer tão turbulento e multifacetado. 
 
Os seres humanos estão muito acostumados a observarem apenas uma específica camada dimensional de energia e ficam confortáveis com isso, tornando-se “gordos e felizes”... É claro que reclamam e gritam o tempo todo querendo se libertar, mas quando a energia se movimenta como agora, de uma forma nunca antes experimentada, eles se sentem bastante desconfortáveis. E o que acontece como resultado disso? Quando seres humanos não compreendem nem assimilam energias em movimento num sentido multidimensional, começam a enlouquecer... Tiroteios em escolas, seqüestros, atividades terroristas, suicídios, depressão e todas estas outras coisas. Fúria, violência e, provavelmente pior que qualquer dentre todas estas coisas, uma [in]compreensão bastante pervertida e distorcida de sua energia sexual. Porque quando a energia está em movimento, sendo a mente o campo de batalha, adivinhem o que se insinua? O vírus da sexual energia se aproveita para pervertê-la, contorcê-la e sugá-la. É o que está ocorrendo agora no mundo. A energia está em movimento...
 
E está acontecendo em cada um dos diferentes níveis, inclusive naquilo que vocês chamariam níveis religiosos. Temos falado muito das religiões, pois a religião tenta possuir a consciência. Não estamos falando aqui de qualquer religião específica, mas das religiões em geral... as religiões são meramente criações fabricadas pelos seres humanos. Nada têm a ver com Deus. Elas não compreendem Deus. O “Deus” delas é um homem com atributos humanos. Nesta época atual, as pessoas estão em melhor situação sendo atéias que religiosas, pois as religiões não compreendem a verdadeira definição de Deus. Nunca se aventuraram no domínio indefinido do “sans definition” e continuam tentando definir Deus, embora o tenham feito por milhares e milhares de anos, à imagem delas próprias e também à imagem das limitações de suas próprias mentes... 
 
O mundo têm agora portanto várias religiões, as quais controlam de setenta a oitenta por cento dos seres humanos - e praticamente toda a consciência humana - sobre a Terra. E estas religiões, pelo menos as principais, têm aguardado o retorno do Messias. Têm esperado a volta de Jesus. Aquele que deverá salvá-los… E têm estado esperando… esperando... e esperando... geração após geração após geração...
 
É natural supor que, em algumas daquelas gerações, alguém sábio se levante e diga: “Mas isso não aconteceu com você, papai... O Messias não veio até você, vovô... O Messias não apareceu para nosso tataravô… Talvez - apenas talvez - o Messias nunca venha...” (risos da platéia) “Talvez o Messias tenha ficado realmente esperto, abandonado este planeta, atravessado a “Ponte das Flores” [descrição de Shaumbra para a transição entre esta vida terrena e as dimensões angelicais] e dito adeus à família...” (mais risadas) Talvez o Messias, havendo concluído a missão dele em sua última vida na Terra, tenha dito: “Agora é com vocês. Não me chamem de volta, pois vou para o meu Terceiro Círculo. Tcha-aau!” (Saint-Germain ri, a platéia aplaude e cai na risada...)
 
Devo admitir que ainda estou um pouco “alto” após nossa Escola da Ascensão, onde chamei alguma atenção por fazer algumas coisas bastante... incomuns. E se vocês acham que Tobias é o “bad boy” da nova era... (muitas risadas da platéia e gracejos de Saint-Germain, que se refere a uma entrevista de jornal com Geoffrey Hoppe, cuja manchete chama Tobias de o “Bad Boy” da Nova Era.) Então, Shaumbra (Saint-Germain ainda rindo...), como eu disse, hoje eu sou apenas o professor substituto...!
 
Mas eis que aí estão as religiões aprisionando a consciência e aguardando o Messias... Mas o Messias não está vindo. Essa foi uma promessa velha e barata que a igreja lançou, para que as pessoas continuassem esperando e fossem mantidas no controle. O Messias não voltará. Ou melhor, se vocês preferirem ver a coisa pelo ângulo mais otimista, vocês podem dizer-se seu próprio Messias. Vocês são sua própria semente crística. Vocês são a Nova Energia. E se quiserem considerar o tema sob uma luz ainda mais otimista, pode-se dizer que o Messias não foi uma pessoa, mas um evento. O Messias é um salto quântico da consciência da humanidade. Isto é o Messias. Mas não esperem que algum barbudo venha perambulando montado num asno para salvar o mundo…! (muitas risadas) Muito bem... Continuemos a conduzir Cauldre para os domínios exteriores sem definição...
 
Enfim, o que ocorre agora é que a consciência humana esteve por muito tempo em um tipo muito longo de torpor. Também esteve se movendo e expandindo e, contudo, cochilando... Esteve dormindo e está despertando deste sono agora. De forma que por todo o mundo há energia em movimento, energia em transformação e transição. E esta é a razão pela qual vocês vêm sentindo tantas destas coisas que podem ser interpretadas como ansiedade ou tensão. Vocês podem interpretá-las como sinais da cada vez mais rápida aceleração de tudo, o que às vezes pode ser difícil de acompanhar.
 
Ultimamente muitos de vocês têm experimentado a sensação de que “Algo chegou e está bem aqui, mas não sei bem o que é... Não tenho certeza de como acessar essa energia, mas sei que ela está aqui...” Muitos de vocês têm tido a sensação de estarem prontos para deixarem partir o que é velho, desapegarem-se dos modos antigos, mas não sabem exatamente como... Alguns de vocês até percebem quando conseguem liberar algo velho, mas esse algo continua “grudado”. Não quer partir... E isto é real porque, num certo sentido, estes velhos aspectos foram investidos de autoridade, posse e poder.
 
A Velha Energia de vocês e seu ‘velho eu’ estão investidos em si mesmos e não querem ir embora. Desejam continuar a ficar por aí, mesmo que já tenhamos essa coisa tremenda chegando, chamada Nova Energia. E em movimento estão muitos diferentes níveis de energia, cada nível em seu próprio movimento, algo que está acontecendo, a propósito, não apenas na Terra. A energia está em movimento agora até mesmo nos domínios celestiais e nas dimensões próximas à Terra. Alguns de vocês vão até lá, particularmente durante suas jornadas oníricas [sonhos] e sabem que há algo diferente lá. A energia está em movimento…
 
Vocês gostam de visitar as dimensões e os domínios próximos à Terra e, no caso de alguns, em seus pequenos espaços próprios... onde alguns de vocês construíram pequenos chalés ao estilo de Tobias. Alguns de vocês têm belos gramados... E outros poucos têm até seu próprio e especial pico de montanha nos domínios próximos, e gostam de ir até lá simplesmente para relaxarem... Mas recentemente, quando vocês viajam até lá, não é mais tão relaxante. Pois em seu belo e pequenino refúgio no alto da montanha, aonde gostariam de chegar, o vento agora sopra forte... As nuvens vêm se acumulando e, a despeito do que vocês tentem para afastá-las - dizendo “Esta é minha realidade, caramba!” - começa a chover... (risos da platéia) Tudo isso porque vocês estão sentindo os atuais efeitos da energia em movimento...
 
É como se, mesmo agora, num dia qualquer, brilhante e ensolarado, radiante com a sensação da Nova Energia, as nuvens possam se insinuar e acumular... As nuvens da Velha Energia podem sombrear ou escurecer um belo ‘Dia de Nova Energia’, ou pelo menos dar a vocês a impressão de que assim é... Mas lembrem-se… Se vocês expandirem sua energia além das nuvens, o que está por detrás delas? O Sol! A Nova Energia!
 
Mas tudo faz parte da atual dinâmica da energia em movimento. Tudo pode parecer a vocês estar revirado e de cabeça para baixo, quando nada parece estar funcionando e vocês tentam recompor-se... Mas esse é um processo natural e apropriado, que tem a ver com sua própria energia pessoal em movimento agora... com as mudanças internas e corporais pelas quais vêm passando.
 
Seus corpos estão despertando agora, Shaumbra. Eles têm estado em suas próprias versões de estagnação ou marasmo... num tipo de estado conscientemente anestesiado, no qual seus organismos não sabem nem mesmo o que fazer. E é por isso que eles não têm rejuvenescido como verdadeiramente sabem fazer. Todavia estão agora despertando e percebendo que dispõem de sua própria energia rejuvenescedora. E sabem muito bem como serem eficientes em termos de fluxo de energia.
 
Seus corpos, neste exato momento em que me dirijo a vocês, estão em verdade clamando... Eles conhecem a biologia da Nova Energia, que não é física, mas um atributo de consciência... quase como uma contraparte paralela de sua biologia física. Ela existe e seus corpos físicos sabem disso. E é para ela que eles clamam, pois desejam a ela integrar-se. Querem unir-se a ela. E sabem que ela pode se curar de uma maneira completamente nova. Portanto seus corpos a ela clamam, dizendo: “Olá! Há alguém aí?” (risos) “Venha... Eu sei que você está aí… Aproxime-se. Esteja comigo agora em tudo isso.” Eis aí, mais uma vez, onde nos deparamos com nossa ‘pedra de tropeço’. Bem aí… Nova Energia, nova consciência, novas invenções, nova espiritualidade... tudo isso está aí, mas como vocês chegam ao último estágio, à fusão final? Como atingi-los...?
 
 
“Sans Definition” - Sem Definição
 
Com dois simples passos… dois simples passos… O primeiro é o que Tobias falou acerca da dimensão ‘sans definition’ [sem definição]: sair da mente e ir além. Porque no momento em que vocês começam a tentar anexar-lhe palavras, ela desaparece de novo. Ainda está lá; ainda existe; apenas sai do foco de sua percepção consciente. No instante em que vocês tentam formar sobre ela idéias mentais, ela desaparece. É realmente um jogo de esconde-esconde muito estranho… Não que ela queira, mas ela sabe demais para se deixar prender por sua mente. E isso ela não vai... Ela sabe como não chegar até esse ponto. Não pela ‘porta da frente’, pelo menos. Ela contudo virá de lindas formas, em que a mente e as limitações humanas não tentem sufocá-la. Pois ela não pode ser aprisionada ou pega numa armadilha. Ela pode ser integrada, porém nunca, nunca pode ser sufocada.
 
E é por isso que ela parece desaparecer assim que se chega perto dela, justamente quando vocês se sentem prontos para uma grande transformação. Se a mente de vocês tenta jogar sua rede ao redor dela, ela desliza para longe... Mas quando adentrarem o que Tobias chama de espaço sem definição, um espaço de abertura e pureza, onde vocês e sua consciência possam se expandir, indo ao encontro do grande indefinido de si mesmos, poderão os dois dançar e casar-se e co-existir juntos neste momento do Agora...
 
E lá vamos nós... agora! Vocês têm praticado, é claro... diligentemente feito todos os dias seu dever de casa com a ‘sans definition’... E é para lá que nós vamos agora. Jodie, música, por favor, na flauta? (Alguém na platéia diz “oh-oh…”) Oh-oh, sim senhores! Vocês deveriam estar preparados para isto… (Saint-Germain graceja…) E agora solicito que nossa querida moderadora toque música, mesmo sem ter sido previamente avisada sobre isso... Notas suaves... você saberá exatamente o que tocar. Estarei movendo seus dedos junto com você, que estará respirando comigo também...
 
Então, Shaumbra, respiremos profundamente…
 
Estou pedindo música porque esta música em particular, que foi tocada hoje, é ‘sans definition’, sem definição... Aberta... Muito aberta…
 
Ouçamos a música e permitam-se ser audazes e ir para onde não há necessidade de definição...
 
(A música começa a ser tocada na flauta…)
 
Continuem respirando...
 
(Pausa)
 
Convidemos nossos doze cientistas e Nikola Tesla para que se unam a nós, prosseguindo todos nós para estes domínios exteriores...
 
(Pausa)
  
... onde a mente não tem que prosseguir...
 
... agora permitam-se vagar por lá...
 
(Pausa)
  
Aqui fora é lindo... perfeito...
 
(Pausa)
  
Continuem respirando... 
   
(Longa pausa após o término da música)
 
Obrigado a vocês!
 
Viram só? É de fato muito simples. Vocês não precisam se estressar ou se esforçar para isso. Uma vez que realmente se permitam o seu próprio ‘ir além’, não é tão difícil. E o descobrirão ser rejuvenescedor e refrescante. Em verdade seus pensamentos e sua mente apreciarão este descanso que lhes derem. E sua mente rapidamente compreenderá que não precisa controlar essa parte de vocês, nem formular sequer uma palavra, pensamento ou idéia
ao redor deste espaço sem definição.

  
Vocês descobrirão que há muito mais acerca de si mesmos do que jamais souberam, existindo em outros domínios, aos quais não tinham acesso, mas que sempre esteve lá... Sempre a “meia respiração” de distância apenas... Embora tenha parecido estar a milhões de anos-luz... Assim, parecendo que jamais encontrariam sua divindade, vocês criaram seus próprios falsos deuses e aquilo a que eu chamaria falsas religiões, venerando coisas como almas-gêmeas e cristais... Vocês tentaram de tudo, pois estavam por demais desesperados e saudosos... E lhes pareceu que vocês nunca chegariam lá, criando até mesmo alguns conceitos muito estranhos sobre o que seriam Deus e a divindade...
  
Mas agora, à medida em que se permitem ir ao domínio do indefinido... o seu próprio indefinido... o seu próprio eu indefinido... à medida em que aprenderem a desapegar-se da necessidade de aplicar pensamentos ou estruturas ao redor dele, verdadeiramente virão a conhecer-se e, neste conhecimento de si mesmos, saberão cada resposta para toda e cada pergunta que qualquer de seus aspectos humanos já expressaram. Tão simples e tão belo…
 
 
Trazendo a Energia de Volta à Terra
 
E agora a próxima parte. Vocês adentram estes domínios sem definição, onde existem as respostas. E estas são potenciais, aí jazendo neutras ou latentes. Tudo aqui é - e está - disponível. Toda a questão é… como trazê-las de volta para esta dimensão aqui na Terra?
 
Em primeiro lugar, vocês devem ser capazes de irem até lá. Se vocês nunca ultrapassarem a consciência da Velha Energia, jamais compreenderão realmente quão facilmente as respostas podem ser trazidas de lá para cá. Assim, essa percepção é o primeiro passo - a percepção consciente de que o domínio sem definição existe... A percepção consciente de que ele existe, talvez não numa forma que vocês esperavam que ele existisse ou devesse existir, pois isso em si mesmo constitui uma limitação. Ele existe lá fora, mas numa forma simples, ingenuamente inocente e simples, mas que vocês podem trazer até aqui.
 
Mas... e se vocês se perguntarem, “Mas ‘o que’ estou trazendo comigo de volta? Tenho de saber o que há nestas caixas e pacotes e em tudo o mais que eu trouxe de lá.” Não... nada disso... Agora vocês simplesmente se perderam... Isso é tão simples quanto respirar. Tão simples quanto o reconhecimento consciente de que vocês estão permitindo que o que existe lá possa vir para o seu espaço seguro aqui. Se a energia de vocês não for segura, ele não virá... Tobias - e eu também, em alguma medida - lhes temos falado extensivamente sobre o seu espaço seguro. Não daquele que criamos para vocês, mas o seu próprio espaço seguro.
 
E esta energia é a Nova Energia. Sua nova consciência está aqui, pronta para chegar, mas se vocês não têm um espaço seguro, uma morada segura; se vocês estão zunindo frenéticos por aí, loucos e preocupados e irritados e todas essas outras coisas; se vocês estão sendo alimentados pelo vírus da energia sexual e portanto se alimentando da energia de outros, vocês não têm um espaço seguro.
  
Se vocês não sabem como respirar profunda e conscientemente, vocês não têm um espaço seguro. Se vocês não conseguem sustentar uma respiração profunda e consciente - o hálito do conhecimento de si mesmos, o qual também é o alento da aceitação de si mesmos - vocês não têm um espaço seguro. E não importará o quanto vocês tentem trazer esta energia de volta... ela não estará disponível nem desejosa em vir com vocês...
 
Trata-se portanto da compreensão consciente, da respiração e da segurança - segurança significando a aceitação de si mesmos e de Tudo O Que É. Então aquela energia estará pronta para ser trazida, e de forma muito simples. Verdadeiramente simples. E ela pode ser trazida tão simplesmente quanto tocar um dedo em seu terceiro olho. Qualquer dedo que vocês quiserem… não importa. (A platéia ri pois Saint-Germain usa primeiro seu dedo médio e depois um outro dedo.) Um único dedo. Ora, isso não é tão especial... um dedo tocando seu terceiro olho. Vocês não o estão realmente - ou necessariamente - ativando, mas realizando um ato de conscientização: “Eu estou pronto para isso.” É este seu dizer ‘que estão prontos’ que traz essa energia até aqui, pois vocês estão prontos para aceitá-la em sua vida. Vocês estão prontos para conhecê-la e recebê-la. Então que assim seja. Permitam que ela se desdobre e se expanda naturalmente em sua vida. Não tentem forçá-la nem tenham todas essas expectativas. E ela virá… nas formas mais belas e simples e fáceis… 
 
E é simples assim, Shaumbra. Simples - levamos sete anos para isso - mas é de fato simples assim. E assim quisemos que este grupo de cientistas e Tesla estivessem aqui hoje para entender a simplicidade de tudo isso, para compreender que a física da Nova Energia é absolutamente simples e autêntica. A Velha Energia não é autêntica. Bem que eu poderia me engajar em todo um Shoud sobre isso… “A Nova Energia é simples e autêntica.” E vocês podem trazê-la facilmente, sem estresse ou expectativas. Pois ela está aí, simplesmente… E ela começará a se integrar com vocês e com tudo o que acontece dentro de vocês, de maneira fácil e simples. E, mais uma vez, por favor liberem as expectativas do que acham que ela fará... Ao invés, observem e sejam parte do que ela estiver fazendo.
 
 
Façam Algo
 
Muito bem. Isso nos leva à parte seguinte e final desta discussão. Vocês acabaram de trazer sua Nova Energia, o que quer que tenha acontecido. Ela está aí com vocês agora, em sua realidade. Não é mais uma sombra nem uma realidade paralela. Ela se encontra agora integrada. 
 
Então, Shaumbra, isso é importante: façam algo. Façam alguma coisa. Se a energia simplesmente ficar lá parada, ou ela se tornará dormente, ou se desvanecerá de sua efetiva realidade nesta dimensão ou, em alguns casos, irá implodir em vocês. A Nova Energia é energia em movimento. Façam algo em sua vida. Escrevam um livro, comecem um negócio, corram uma maratona, todas as opções acima, mas façam alguma coisa. Levantem-se de sua cadeira-preguiçosa. (risos) Se vocês têm alguma cadeira reclinável, joguem-na fora - hoje mesmo! Este é um gesto simbólico do desapego a algumas das velhas maneiras “traseiro gordo” de ficarem sentados sem nada fazerem, Shaumbra. E levantem-se dessa cadeira-preguiçosa... sim, eu disse isso!
 
Façam algo, Shaumbra. Façam qualquer coisa que vocês escolherem. Façam aquilo que faz seu coração cantar. Toquem flauta diante de um grupo. Escrevam um livro, publiquem-no e divulguem-no ao mundo. Atravessem seu país a pé. Façam algo que vocês nunca fizeram antes. Arrumem um trailer e vão passear na neve. O que quer que seja, mas façam alguma coisa. E esta é a época magnífica e este é o momento absolutamente essencial, para que vocês façam uso de sua energia criativa.
 
Parem de reclamar de seu emprego. Demitam-se. Parem de se perguntar onde estará a abundância de vocês. Manifestem-na. Parem de usar seus cônjuges ou companheiros ou filhos como razão para não se realizarem. Pois este não é um motivo nobre, nem belo. Portanto façam alguma coisa.
 
Eu sei que todos vocês têm sonhos e aspirações. Muitos de vocês falaram eloqüentemente no passado diante de outras pessoas sobre as grandes coisas que iriam realizar. Agora façam-nas. Executem-nas. Movam a energia dentro de si mesmos. Isso permite que o novo se molde e se mescle com a totalidade de vocês. Permite que a energia continue em movimento. Permite que a eficiência se expresse. Façam algo. Reclamar não conta; reclamar não é ‘fazer alguma coisa’. Façam algo em suas vidas que lhes satisfaça em primeiro lugar e também realize e preencha vocês. Vocês não estão fazendo isso por outras pessoas. Vocês não estão fazendo isso por qualquer outras razão que não seja a criativa expressão da expansão da energia...
 
Tobias, Kuthumi e eu estaremos todos reforçando este ponto repetida e continuamente. Façam algo imediatamente. Qualquer coisa. Integrem e movimentem a energia. Se vocês o fizerem, se vocês permitirem que esta energia venha até a sua realidade, notarão sua alegria e sua realização e quão facilmente ela funciona e flui... E vocês se perguntarão o porquê de não lhes termos dito isso antes. E então lhes diremos que já lhes dissemos sim para que fizessem isso antes... Portanto, Shaumbra, mantenham a energia em movimento.
 
 
Dever de Casa
 
Um ponto final. Um último ponto - meu dever de casa para você - como seu professor substituto. Seu dever de casa deste mês é um pouco incomum e diferente, mas você verá a beleza dele. [falando para cada um de nós, individualmente] Leve você mesmo para jantar fora. Só você. Saia. Não fique em casa. Vá a um restaurante. Leve você mesmo para jantar. Converse consigo mesmo/a, porém não muito alto… (risos) mas compartilhe consigo esta experiência de jantar com você mesmo/a. E observe: É confortável estar com você mesmo/a ou não? Ah sim… providencie duas cadeiras livres lá… certamente! Leve você mesmo/a para jantar. Você paga, a propósito. (muito riso) E fique sabendo como é estar consigo mesmo/a. E logo, logo, você estará cantando, tal qual eu faço: “Ninguém faz melhor do que eu...”
 
Eu sou Adamus Saint-Germain, e assim é…



Tradução para o Português:  Estêvão Veríssimo     estevao@teacher.com



Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, com o pseudônimo de "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com. O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.

O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.

Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.
 
As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.

O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.

Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.

Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com todo este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. Veja a pagina de contatos no website http://www.crimsoncircle.com/

 © Copyright 2007 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.