As Histórias de Tobias: Adão e Isis

(...) Vou falar metaforicamente aqui, mas, na verdade, há muito da realidade. Falamos antes sobre como vocês têm diversas energias diferentes em vocês – a luz, a escuridão; o yin, o yang; o masculino, o feminino. Vamos voltar, neste caso, à história de Ísis e Adão, que é, basicamente, o masculino e o feminino dentro de vocês. Mas também quero usar essa história para falar de outro conceito de dualidade, e que foram as expressões do interior e do exterior de sua alma.

Há muito tempo, quando vocês deixaram o Tudo que Foi, quando vocês atravessaram a Muralha de Fogo em sua jornada que os trouxe para a Terra, vocês criaram a separação original, o que gerou o espírito da visão interior, que agora vocês chamam de alma, seu lado divino, e sua expressão externa, a parte de vocês que faria a jornada para o vácuo e criaria a realidade. É a expressão externa que, por fim, faz o caminho, através da Ordem do Arco, até este planeta Terra, para a completude e realização.

Usando os conceitos de dualidade, a metáfora, falaremos de Ísis e Adão, mas entendam que essa metáfora está relacionada ao interior e ao exterior do eu – a luz e a escuridão, cada dualidade em oposição.

Quando a energia de Adão deixou Ísis, isso criou uma dor tremenda, pois as duas energias são, essencialmente, a mesma. Sempre se supôs que ficariam juntas. Sempre se amariam. Então, quando a separação aconteceu entre Ísis e Adão, vocês podem imaginar a dor que isso causou. Vocês também podem imaginar a raiva gerada, uma vez que uma parte de vocês saía numa jornada e deixava a outra dentro de si, causando a dor do amor e da separação, mas também, pode-se dizer, uma espécie de raiva – “Por que está partindo? Por que está permitindo a separação?”

Desse modo, a energia do masculino, de Adão, ou a energia da expressão externa do eu, foi embora, sabendo – ambas as partes de vocês sabiam – que vocês se juntariam de novo, no momento certo e no lugar certo. Esta parte de vocês – vamos chamá-la de energia de Adão... Adão saiu em busca das coisas. Adão saiu à procura de novas soluções, ah, como resultado do amor absoluto por Ísis. Queria criar um lugar que fosse tão perfeito que Ísis iria querer ficar com ele de novo.

Então, Adão começou, pode-se dizer, a criar ou construir o castelo perfeito, o lar perfeito, o espaço perfeito. E, enquanto construía, através da imaginação e da expressão criativa, ele continuava se perguntando se Ísis realmente iria gostar – será que ela vai gostar das cores, do estilo? – e começou a duvidar tremendamente de si mesmo. Ficava se perguntando se Ísis se sentiria confortável lá. Ficava se perguntando se só estava fazendo isso por ele ou se seria realmente apropriado para Ísis.

Ele continuava se perguntando se Ísis realmente sentia falta dele e o amava. Continuava se perguntando se, talvez, esse não era o plano de Ísis para se livrar dele. Ele se perguntava, às vezes, se Ísis estava fazendo isso, de propósito, para acabar com ele, para escravizá-lo, para torná-lo insignificante. E podia-se ver a miríade de energias opostas fluindo de Adão todas as vezes que ele trabalhava na construção desse castelo dos sonhos perfeito para Ísis.

É claro que o castelo nunca ficou bom o suficiente. Ah, é espetacular, na minha opinião, mas Adão ainda está trabalhando nele. É um castelo que nunca fica completo porque, queridos Shaumbra, no coração um tanto desequilibrado de Adão, ele teme convidar Ísis e ela não aceitar o convite.

O que significa ela não aceitá-lo. Significa nada de reunião. Significa não seguir em frente. Então, se ele continua construindo e modificando o castelo e duvidando de si mesmo, ele continua jogando o jogo, nunca precisa enfrentar a questão: Ele é merecedor do retorno de Ísis? Ele é digno?

E Ísis, o tempo inteiro, fica se perguntando: “O que aconteceu com Adão? Por que ele não ligou? Talvez ele não me ame mais. Talvez tenha encontrado outra. Talvez tenha me traído. Talvez esteja tentando assumir o poder e acumular mais. Talvez esteja tentando me destruir totalmente. Talvez eu não seja bonita o bastante pra ele. Talvez tenha descoberto algo dentro dele com qualidades superiores às que tenho. Talvez eu nem mereça receber o amor de Adão. Talvez eu lhe dê as costas. Vou esconder minhas lágrimas pra que nunca tenha que enfrentar a questão: Será que Adão está me chamando? Será que ele me aceita de volta? Então, vou me distrair, fazer qualquer coisa, menos procurar isso.”

Queridos Shaumbra, esta é a história de Ísis e Adão. É também sua história. Uma história da expressão interior e da expressão exterior. É a história do eu humano e do divino. Talvez vocês não achem que sejam merecedores, que tenham construído uma casa boa o suficiente para o divino se juntar a vocês aqui, então, vocês continuando tentando construir essa casa. E talvez seu lado divino, bem neste momento, esteja se perguntando: “Como ainda não recebi um telefonema? Como ainda não fui convidado para esse lugar sagrado chamado existência?” Talvez o divino esteja pensando que vocês o traíram.

Então, o jogo continua. A decepção continua e a separação continua, porque, e se, apenas, e se o humano não gostar do divino? E se ficou desapontado com a parte mais íntima de si mesmo? E se teve tantas experiências e tantos amores em todas as existências que não o quer mais? E se...?

Vocês enfrentam, agora, uma das questões mais importantes de sua existência. Vocês enfrentam as questões da completude e da aceitação. A grande energia escura chega neste momento e diz: “E se o divino não gostar de mim? E se ele achar que eu construí uma casa impura? Que não sou digno? E se o divino vier e me disser que tenho, pelo menos, mais uma dúzia de existências antes de sequer cogitar uma hipótese qualquer?” E isso é a sabotagem. É artificial, e nós, que estamos em nosso próprio Terceiro Círculo podemos lhes dizer que essa é a maior desilusão e decepção que vocês podem conferir a si mesmos. Mas é também o maior presente.




Tradução para o Português: Inês Fernandes mariainesfernandes@globo.com

Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, com o pseudônimo de "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com. O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.

O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.

Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.

As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.

O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.

Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.

Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com todo este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. Veja a pagina de contatos no website http://www.crimsoncircle.com/

© Copyright 2009 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.