O Ser Radiante

TOBIAS E O CONSELHO CARMESIM

Círculo Carmesim, 4 de junho de 2005 - Série da Incorporação

SHOUD 11: “O Ser Radiante"

Apresentando Tobias e Adamus Saint Germain
 

  
Eu sou… e assim é (risadas da audiência) que nos reunimos nesta sala de aulas da Nova Energia onde os humanos estão re-descobrindo quem eles realmente são, onde este grupo especial que nós chamamos Shaumbra está abrindo portas, portas da Nova Energia, portas da nova percepção, e portas da nova consciência. É uma honra para mim, Tobias, e para Saint Germain estar aqui juntos simultaneamente, juntos incorporados com cada um de vocês, incorporados no nosso canalizador, Cauldre. Sim, nós dois tivemos que nos apertar no dia de hoje, não ficando muito espaço livre aqui (mais risadas)... verdadeiramente é a primeira vez que há uma canalização dual.

Vocês vão escutar em estéreo (mais risadas). Vocês vão sentir o amor e o calor de Tobias. E, vão sentir a arrogância e pompa de Saint Germain (mais risadas), juntas ao mesmo tempo. Vocês vão sentir a tradição e a história e o Judaísmo de Tobias. E, vocês vão sentir a natureza boêmia de Saint Germain. Assim vamos chamar à entidade do dia de hoje “Condessa Saint To-BEE-us” (muito mais risadas).

Nós concordamos que ambos vão falar a vocês no dia de hoje, de fazer o Shoud com vocês hoje, de fundir as energias juntas. Não tem que ser somente um de nós. Nem sequer têm que ser somente dois. Pode haver uma multidão de anjos de nosso lado canalizando os anjos ao seu lado, uma multidão de nós para ajudar a movimentar a energia dos Shaumbra para dentro e através.

Esta é a primeira vez que nós dois trabalhamos juntos simultaneamente desta forma. Isso está causando um pouco de confusão para Cauldre e para alguns de vocês que se encontram aqui, sentindo as energias provenientes de distintos níveis. Mas, vocês foram designados para funcionar desta forma, designados para funcionar em múltiplos níveis e dimensões ao mesmo tempo.

Nós chegamos a vocês nesta nova persona para lhes ajudar a compreender que não têm que ser lineares, de que podem ser bastante múltiplos. Podem existir em diferentes dimensões. Vocês podem receber de diferentes fontes todas ao mesmo tempo. E isto é mais fácil do que viver linearmente. É mais fácil que tentar manter seu foco e manter o controle de uma só dimensão. Vocês nunca foram designados para funcionar dessa maneira. Vocês nunca foram designados para criar dessa maneira.

O Espírito, a essência do Espírito, não cria em um só nível. O Espírito cria de forma simultânea em todos os níveis possíveis ao mesmo tempo. E, uma das coisas que vocês estão aprendendo como Shaumbra, como os professores da Nova Energia, é que podem ser muitas coisas ao mesmo tempo. Vocês podem estar desenvolvendo muitas histórias. E, não tem que ser algo negativo.

Oh, é obvio, histórias integradas… a diferença entre ter muitas histórias e ser – o que vocês chamariam – uma desordem de personalidade múltipla, é que as mesmas estão integradas. Elas sabem uma da outra. Elas provêm da mesma fonte ativa de energia. Elas se amam umas às outras. Elas honram os papéis que cada uma desempenha, enquanto que uma personalidade múltipla – em seu sentido psiquiátrico – brinca de esconde-esconde com os aspectos. Há uma negação tremenda. Mas, Shaumbra, uma das coisas que vocês já estão aprendendo é como operar nestes diferentes níveis.

Assim decidimos no dia de hoje nos apresentar desta maneira – múltiplo, estéreo, direções diferentes. Nós vamos estar nos movimentando ao seu redor em distintos níveis. Nós vamos... sim, vamos alarmar vocês (risadas) de muitas maneiras no dia de hoje (dito como se escuta do lado de fora do edifício uma sirene de ambulância ou da polícia). Assim, Shaumbra, certamente é uma honra para todos nós estar aqui.

E vejam, temos que dizer, que já passamos por isso. Já passamos por isso. Durante as últimas noites em seu sono e em seus sonhos nós passamos por este Shoud. Estivemos sentados juntos, com este mesmo grupo, aqueles que se encontram fisicamente presentes no salão, aqueles que estão escutando. Nós estivemos Shaudeando juntos, não somente duas ou três vozes, mas sim todo nosso grupo. Colocamos todas nossas energias juntas, e vejam... cantamos logo na voz de um e de muitos ao mesmo tempo. Fizemos isto em outros níveis, em outras – vocês as chamariam – dimensões, dimensões não físicas que têm muito pouca semelhança com a dimensão em que vocês existem como ser humano. Nós criamos esse potencial.

Criamos uma irradiação. E, “irradiação” é a palavra da nossa canalização do dia de hoje. Não foi uma surpresa que Andra tenha empregado isto durante sua respiração (que precedeu à canalização). É o título de nosso Shoud do dia de hoje, “O Ser Radiante”.

Há várias noites atrás estivemos sentados juntos e criamos uma irradiação. É uma vibração que vem de vocês, é energia que está se expandindo. Colocada junto com este grupo, a mesma irradiou. E agora vocês estão se banhando em sua energia. Vocês estiveram sentados nestas cadeiras. Vocês estão sentados em seus lares, ou no lar de algum amigo, escutando agora, banhando-se na mesma energia que vocês criaram há várias noites atrás.

É assombroso como isto funciona. Há uma tremenda, mas muito simples, física envolvida nisto tudo. No dia de hoje vamos aprender a tirar os controles. Vamos aprender a irradiar uma vez mais. Vamos compreender o que isto significa. Vamos compreender a física disto, os sentimentos disto, o amor disto.

Shaumbra, há tanto acontecendo em todo mundo atualmente, tanto que está acontecendo na consciência, tal como manifestamos recentemente. Se vocês lerem suas manchetes, ou escutarem suas notícias na televisão, isso dá a impressão de que as coisas vão pelo caminho errado. Mas, isso é uma ilusão. Nós temos que fazer vocês saberem que isto é um tipo de hipnose ou manto. E devido a este tipo de dramas criam o conjunto de leitores. Esses tipos de drama criam – como dizer – um tipo de vício energético.

Mas, vamos além disso. Vamos dar uma olhada no que realmente está acontecendo no mundo com as pessoas que vocês conhecem, com as pessoas com que trabalham, com sua família. Há um tremendo despertar em todo mundo, que não está refletido nas manchetes, não está refletido nas notícias. Há um tremendo emergir de Nova Energia abrindo seu caminho para este planeta – e para os humanos que estão dispostos e ansiosos para usá-la - que está começando a afetar cada um em diferentes níveis e de diferentes maneiras.

Alguns deles estão atravessando agora as mesmas coisas por que vocês atravessaram faz 5, 10, 20 anos atrás, a repentina destruição de seu estado hipnótico. Vocês chamam isso de o seu despertar. Eles estão passando por um tumulto em suas vidas, o que possivelmente está causando a eles o que eles consideram como dor e agonia emocional, dificuldades. Eles estão se questionando o que é que está acontecendo com eles.

Mas, todos nós sabemos, e vocês sabem. Isso é transformação. Esta sacudindo-os para tirá-los de sua hipnose. É abrindo-os para sua verdadeira essência. Esta abrindo-os para um tipo de paz, um tipo de amor dentro deles mesmos, o qual nunca podem conseguir através do dinheiro, ou poder, ou alguma das outras coisas. Vocês nunca poderão alcançar orando a um Deus externo, seguindo as regras de um grupo externo de humanos. Há um despertar que está acontecendo. Se vocês derem uma olhada no que há no seu Agora, nas pessoas que vocês conhecem, nas pessoas que começam a chegar a vocês, vocês verão isto.

Nós temos essa perspectiva do nosso lado do véu. Podemos ver as mudanças verdadeiras que estão se produzindo. Podemos ver o efeito do trabalho que vocês estão fazendo. Podemos ver o que está acontecendo em sua cultura. Podemos ver este belo florescimento de energia que está se produzindo.

Algumas vezes ele não parece tão belo porque é difícil deixar ir aquela velha história. Algumas vezes isto é muito difícil no humano. E, vocês sabem ao estar sentados com eles, por suas lágrimas, que eles acabam de perder um ser amado. Possivelmente acabam de perder tudo o que acreditavam possuir. Eles simplesmente tiveram algum tipo de enfermidade que se juntou ao seu corpo.

Mas, vocês sabem e nós sabemos, que simplesmente é uma mudança de curso. Isto simplesmente é o que alguns de vocês chamam “o cruzamento de caminhos”, o despertar que esta tomando lugar. Isto é difícil de aceitar para eles com os seus estados de consciência. Mas vocês sabem e nós sabemos, que as mudanças que se estão acontecendo são mudanças na verdade, mudanças na integração e fundindo o humano e o Espírito juntos.

Nós observamos o que está se passando em sua cultura. É assombroso. É assombroso e às vezes tão simples que vocês ao percebem isto.

Recentemente vocês tiveram a apresentação deste novo filme, as “Guerras das Estrelas”, à volta dos sombrios. Esta foi uma série incrível, abrangendo um período de quase 30 anos, quase 30 anos do seu período de despertar, Shaumbra. Tantos de vocês despertaram verdadeiramente, despertaram verdadeiramente quando viram este filme pela primeira vez. Possivelmente vocês nem sabiam conscientemente disso.

Mas, aí estava… ainda está aí... ou são os gatilhos que literalmente estão tecidos na trama energética deste filme, a recordação de como foi. Estes filmes são baseados mais em fatos do que na ficção. Embora isso tenha acontecido há tanto, tanto tempo atrás, parece como se fosse no futuro. O tempo se torna distorcido.

É uma história sobre o lado da luz e o lado da escuridão. É uma história a respeito de passar a explorar ambos. Vocês têm que, no final das contas, atravessar pelos dois lados e logo têm que re-integra-los para sua verdadeira compreensão. É uma história sobre o Espírito, que é chamado de “a força”. É uma história a respeito de suas jornadas. Muitos de vocês se relacionam tão de perto com isto, porque estas são as histórias das batalhas que vocês lutaram. Oh, vocês não tinham pequenas naves metálicas voadoras. Isto se deu nas realidades não físicas. Mas, Shaumbra, isso foi real.

No filme aquele que passa para o lado escuro, se torna o líder e o comandante do lado escuro, explorando como isto é. Há o outro, Luke, que trabalha do lado da luz. Vejam vocês, Luke esteve treinando para ser um guerreiro. Mas, quando chegou ao seu treinamento avançado, ele teve que esquecer tudo o que tinha aprendido em seu treinamento anterior. Ele teve que esquecer como segurar a espada da luz. Ele teve que esquecer todas as rotinas. Ele teve que se esquecer de todos os controles que tinha aprendido, para chegar a ter a disciplina de um guerreiro. Ele tinha que deixar ir aquilo.

Recordem quando ele se meteu em problemas, ele teve que escutar a voz que chegava a ele, a voz canalizada que lhe disse, “Sinta a força, Luke”. Ela não disse, “Pense a força, Luke”. Não disse, “Analise a força”. (risadas da audiência) Ela disse, “Sinta a força, Luke. Deixa que ela flua através de cada parte de seu ser. Saia da sua mente. Deixe ir os controles. Esqueça tudo o que aprendeu”.

E à princípio, Luke resistiu a isto, tal como fizeram vocês. Ele tinha aprendido tão bem seus controles. Ele tinha aprendido como lidar com si mesmo através da mente, como controlar suas ações, seus pensamentos. E se sentiu muito desconfortável ao deixar ir tudo isso.
Mas, quando fez isto, ele sentiu “a força” e permitiu que a mesma corresse através dele, permitindo que sua mente dirigisse as coisas que supunha que tinha que fazer, mas permitiu que “a força” fluísse através e houve esse sentimento dourado quando o fez pela primeira vez. Houve esse sentimento de euforia. Houve esse sentimento de recordação quando se conectou novamente com “a força”. E logo, isso fluiu. Ele sabia o que fazer antes de ter que fazer. Ele sabia o que seu oponente ia fazer, inclusive antes que seu oponente fizesse isso. Simplesmente estava lá. Fluía.

Shaumbra, muitos de vocês já experienciaram isto. Vocês experimentaram isso que nós chamaríamos de o conhecimento divino, o momento dourado que transcende o estado normal da consciência humana. Essa é a consciência cósmica. É o momento dourado onde justamente sabem. Vocês não podem explicar isto a ninguém. Nem sequer podem explicar a si mesmos. Simplesmente sabem.

Esse é aquele momento em que deixam ir os controles… algumas vezes porque têm que fazer isto. Luke teve que deixar ir os controles. Sabia que ia ser superado por seu oponente. Ele sabia que seria a morte certa se continuasse empregando suas velhas formas de guerreiro, suas formas controladas de guerreiro. Não tinha escolha. Tinha que deixar ir.

Vocês têm a escolha, é claro Vocês não se encontram em uma situação grave como a que se encontrava Luke. Mas, entretanto, há uma lição maravilhosa a ser aprendida a respeito de deixar ir o controle. Tobias falou a respeito disto o mês passado – deixar ir totalmente. Agora, vocês somente começaram a arranhar a superfície disso. Vocês tiveram suas primeiras experiências a respeito de deixar ir o controle. Nós vamos encorajá-los para que sigam deixando ir.

Há esta coisa; ela é chamada divindade. No filme “Guerras das Estrelas” ela era chamada “a força”. Mas é sua divindade. Ela está toda ao seu redor e dentro de você. Ela não pertence a nenhuma parte mais. Não é uma energia que foi removida. Ela é tão próxima e tão pessoal. Deixar ir o controle permite que a divindade penetre, permite a fusão entre o humano e o divino. Deixar ir o controle é um pouco atemorizante à principio. Requer que se acostume a isso.

E sabemos que muitos de vocês deixaram ir alguns controles. Vocês tiveram algumas experiências com isto durante os últimos 30 dias. À medida que vocês liberam os mesmos, vocês chegarão a possuir esta compreensão totalmente nova, este conhecimento divino, o fluxo... e chega a irradiação depois disso.

Tal como dissemos no Shoud do mês passado, o controle foi algo que vocês aprenderam… de forma similar como um oleiro aprende a controlar a argila... controlar a roda, a roda do oleiro... a velocidade da roda... controlar à argila mesma... e a trabalhar com suas mãos controlando em cima disto. Mas, o que o oleiro cria?... um pote... possivelmente uma escultura? Isso é estático. Simplesmente está aí. Ele é tirado da roda. Ele é colocado em um forno para secagem, processamento, endurecimento. Ele literalmente se encaixa dentro da energia em que originalmente foi formada. Ele agora está controlado. E o pote é pintado e posto em uma prateleira. E ele é controlado nesse estado de ser.

Assim, Shaumbra, o controle limita a habilidade da energia para expandir-se dentro de vocês. Vocês durante cada momento desta vida estiveram controlando sua energia. Vocês foram o oleiro, dando forma a sua história. Vocês a formaram bem. Vocês limparam muitas das superfícies ásperas. Vocês às vezes tornaram a formá-la para ser adequada a sua nova consciência. Mas, de certo sentido, ela ainda esta está controlada. Ainda esta formada dentro de um recipiente muito específico. Ela é chamada sua história.

Agora chegou o momento para tirar aqueles controles da sua história e de observar o que acontece em sua vida. Observem que novas sincronicidades chegarão à vocês. Chegou o momento para que esta irradiacão de energia tome lugar.

Agora, vamos falar um pouco novamente a respeito da física da energia. Tal como dissemos, a energia não existe. Não existe nos céus. Não há tal coisa, chamada energia. Não há forças opositoras de positivo e negativo. Tudo é somente um potencial neutro, esperando ser ativado.

Vocês ativam isto através da sua conexão com esta coisa chamada “o campo”. Logo, trazem isto para dentro dos diversos estados de realidades ou dimensões. Quando vocês a trazem para a Terra, ela é manipulada, formada e controlada e logo é posta a trabalhar para vocês. Vocês podem escolher qualquer grupo de potenciais. Vocês podem escolher que tenha uma expressão positiva ou uma expressão negativa, masculina ou feminina. Vocês estão escolhendo.

A energia por si mesma não existe. Simplesmente é um potencial esperando para ser expresso. Agora, vocês são os que estão formando isto. Vocês também são os que estão controlando isto. O controle limita a habilidade de qualquer uma de suas criações, incluindo a vocês mesmos e à sua história de irradiar. O que é que queremos dizer com isto? Bem, isso é o centro de nosso bate-papo do dia de hoje.

Cada ser Criador, cada ser-alma tem a habilidade de re-criar, de continuar perpetuando as criações, de novo mais e mais vezes. Esta habilidade Criadora não é inerente a objetos inanimados, em coisas tais como árvores e a maioria dos animais. A maior parte dos seus mascotes não possuem habilidades Criadoras. Eles não irradiam uma energia como vocês fazem.

Vocês são seres Criadores. Sua radiação é a extensão de sua criação. Mas, apesar disso, vocês estiveram vivendo neste recipiente tão controlado que esculpiram. E vocês já não estão irradiando mais, não no grau em que poderiam estar fazendo. Não há continuidade na sua energia.

Em outras palavras, vocês têm tudo tão amarrado na sua história, amarrado nas coberturas, os sistemas de crenças e a hipnose, que sua verdadeira energia Criadora não está livre. É como essa vasilha. É como a vasilha que foi criada pelo oleiro, posta na prateleira, contida, estruturada, limitada. Chegou o momento de abri-la. Chegou o momento para que comecem a irradiar sua energia.

Agora, vocês se acham sentados aqui agora, ou estão lendo no seu momento do Agora, e a maioria dos humanos, inclusive a maioria dos Shaumbras, estão irradiando, estão permitindo que suas energias Criadoras brilhem de uma forma muito limitada, muito limitada. Assim, o que acontece em suas vidas também é limitado. O que retorna a vocês é limitado.

Quando vocês tiram fora os controles, vocês irradiam esta bela energia. É uma energia vivente. É tão viva que cada coisa que vocês tocam, tudo com que vocês entram em contato, tudo em que pensam, é afetada por sua energia Criadora.

Imaginem-se a si mesmos como uma linda chama irradiando energia. Vocês não estão forçando isso a ninguém e a nada. Vocês simplesmente a estão irradiando. Isto é o que fazem os grandes arcanjos – eles simplesmente irradiam. É aqui onde alguns de vocês tiveram este – como dizer – sentimento ou percepção ou a imagem de uma chama, a chama de Miguel, ou inclusive a chama de Metatron, e de muitos outros. É a irradiação dos seus seres. E vocês notam que essa luz, essa chama... não é invasiva; não tenta mudar coisa qualquer. Simplesmente está irradiando o potencial de Nova Energia para qualquer um que esteja disposto a se ligar nela.

Shaumbra, vocês estiveram muito limitados em sua própria radiação devido aos controles, devido às ilusões. Agora chegou o momento para deixá-los ir.

Literalmente, quando vocês agarram um lápis em suas mãos, quando fisicamente tocam um lápis vocês estão irradiando sua energia nele. Esse lápis continuará mantendo sua energia, sentindo sua energia. Vocês estão irradiando energia constantemente, embora em níveis muito baixos atualmente. Mas, vocês estão irradiando energia para tudo. E novamente, quando nós falamos e dizemos “irradiação”, isso é como uma brilhante, uma expansiva, como uma energia dourada. Ela não esta tentando mudar; simplesmente está emitindo um potencial.

Por exemplo, vocês notam que sua radiação, sua divindade brilha sobre tudo. É por isso que inclusive seu carro, o automóvel que vocês dirigem, adquire essa energia, porque vocês literalmente o estão colorindo com sua divindade. Algumas vezes, vocês dão um nome ao seu carro. Ele assume você e seus atributos. Está repleto da sua energia.

Seus animais e mascotes estão preenchidos com a sua energia. Vocês estão irradiando-a para eles. Àqueles que se acham próximos de vocês em sua vida... vocês constantemente estão irradiando, brilhando e resplandecendo. E depois de um tempo algumas destas coisas, tanto sejam pessoas ou objetos, absorvem tantos dos seus atributos energéticos que inclusive começam a se parecer com vocês, a ressoar como vocês. Eles adquirem certa identidade sua. Vejam, o ser criador tem a capacidade de fazer isto. Estas cadeiras em que se acham sentados... absorvem a essência de sua força vital.

Vocês sabem que literalmente poderiam esculpir um modelo, esculpir o que chamariam de uma boneca. Vocês poderiam esculpir um ser a partir da argila, fazê-lo se parecer com um humano, seja o que for que queiram. E vocês poderiam pôr sua energia, irradiar sua energia, dentro desse pedaço de argila esculpida e literalmente poderiam trazê-lo à vida. É disso que se trata ao se falar da irradiação. Essa é a capacidade que vocês têm... sim, um objeto inanimado, um grande pedaço de argila modelada talvez em uma figura de um humano.

À medida que vocês inspiram e expiram, enquanto não utilizam nem força nem esforço, a não ser simplesmente a radiação, o pedaço de argila que vocês esculpiram dando a forma de um humano, na verdade pode chegar a ter vida. Essa é a verdade. Eu fiz isso antes. Na verdade ela pode começar a respirar com vocês. Vocês podem provar isso. Leva um certo tempo. Leva uma certa compreensão da simplicidade do místico e uma compreensão de sua própria irradiação.
Mas, vocês podem respirar dentro disso, respirar com isso e isso chegará a ter vida. Vocês verão. Oh, pode ser que leve muito, muito tempo, mas verão que começará a respirar. Algum dia começará a se mover. E, algum dia na verdade começará a se levantar. Algum dia vai começar a falar.

Sim, isto é o que são capazes de fazer bem agora. Novamente, vai levar um certo esforço porque... estão nos pedindo que não empreguemos a palavra “esforço”. Vai ser preciso paciência. Vai se precisar de paciência para aprender como fazer isto. Não estamos sugerindo que todos saiam correndo para fazer isto. Mas nós estamos utilizando isto como um exemplo extremo de como a energia trabalha, como sua energia trabalha. Vocês estão constantemente irradiando energia para tudo.

Agora, nós mencionamos isto como uma parte tão importante da física da Nova Energia. Nós mencionamos isso porque está acontecendo de todo jeito. Está acontecendo neste momento.
Mas, seus níveis de radiação são muito baixos. Não temos do nosso lado algo assim como uma escala de medição. Mas para ajudá-los a compreender, vamos utilizar uma escala de 1 a 10: 1 sendo um humano com uma irradiação muito, muito, muito baixa, muito pouco da energia divina do Espírito fluindo deles; 10 sendo o mais elevado aonde simplesmente está fluindo mesmo, sem obstruções, sem inibições, fluindo aberta e pura, possuindo a maior força vital que se possa ter.

A maioria dos humanos estão operando entre 3 a 5, muito baixo. Seu nível de irradiação é muito baixo devido às limitações, os controles e as restrições que colocaram neles mesmos, os sistemas de crenças que tem. Eles estão encerrados dentro dessa escultura de barro. Eles se endureceram dentro dela. Eles estão tão apoiados em sua história.
Atualmente a maioria dos Shaumbra está irradiando a um nível de 4 a 6. A irradiação de vocês é maior e mais brilhante. Mas, ainda há muitos controles, ainda há muitos velhos sistemas de crenças que os estão limitando, que os estão retendo.

A importância desta irradiação de energia é múltipla, multi-dimensional. Em primeiro lugar, quando vocês permitem à sua energia divina que irradie, isso significa que não a estão prendendo dentro do seu corpo ou da sua realidade. Vocês estão deixando que ela flua. E cada energia é designada a fluir. Não está destinada a ser amontoada, encerrada nesse recipiente, nessa escultura do seu corpo. Foi destinada à fluir.

Quando vocês estão irradiando energia, então são verdadeiros Criadores. O que estão fazendo é deixar que o potencial flua para dentro de todas as coisas. Vocês estão expandindo sua energia. Quando estão irradiando energia, vejam, o que têm feito é dar a si mesmos e a cada uma de suas criações a liberdade e o direito de continuar evoluindo.

A maioria dos Criadores humanos, a maioria dos seres humanos, não dá a nada o direito de continuar se expandindo e vivendo. Eles criam algo, e o limitam e restringem. E, então isso nunca flui. Nunca é... é como o vaso – o colocam em uma prateleira. Vejam, nunca se muda mesmo a natureza do vaso. A maioria dos humanos cria algo, controla isso, e para o processo da criação. A maioria de vocês tem feito isto extensivamente no passado. A maioria de vocês tropeça e erra na criação por causa disto.

A verdadeira criação é dar a luz à algo… dar a luz à uma idéia, um sentimento, um conceito... dar a luz a ela... e logo lhe conceder a “existência”... deixando que continue a evoluir... deixando-a continuar crescer... não retendo-a. Uma parte de vocês se sente um pouco estranho a respeito, porque pensam que quando criam algo então têm que limitá-la. Então, vocês têm uma responsabilidade e uma obrigação com ela. E, ela tem uma responsabilidade e uma obrigação para vocês. Mas não é assim.

Um verdadeiro Criador cria e deixa ir. Ela sempre vai continuar sendo sua criação. Mas, agora vai adotar sua própria vida. Ela vai continuar a se expandir e a crescer. Vai continuar à redefinir a si mesma mais e mais vezes no lugar de ser um pedaço de argila transformado em vaso e posto sobre uma prateleira. Ela vai ser um pedaço de argila transformado em uma energia viva que em um momento pode ser um vaso... o próximo momento pode ser uma árvore... e no próximo momento pode ser um pássaro... e num outro momento pode voltar às suas origens de argila.

Isto é alquimia. Isto é transmutação. Esta é a natureza completa da energia. Isso soa familiar, nós sabemos, porque nós já discutimos sobre isto. Já estivemos trabalhando com isso. Vocês estão trabalhando com isso. E isso os faz voltar para certas energias de Criação originais delas que não foram obscurecidas pelos controles e pelas limitações ou pelos medos de criação.

Esta é a verdadeira irradiação. Isto é tudo que o Espírito faz – irradiar, nada de controles nem limitações. Isto é a graça. Este é o fluxo, Shaumbra. Isto é o que está acontecendo com vocês em suas vidas.

Agora, enquanto vocês irradiam energia, vocês fazem brilhar um potencial que não tem agenda. Simplesmente é um potencial divino. À medida que vocês criam coisas, trazem-nas para a realidade, e logo dão a elas seu próprio direito de seguir evoluindo, isto também muda todo o fluxo de retorno para vocês. Isto é uma peça muito simples da física da Nova Energia: quando vocês controlam à energia que vem de vocês, a energia será controlada quando retornar a vocês. Vocês poderiam dizer que quase literalmente o omniverso é literal. Ele é literal.

Assim, se vocês controlarem, então estarão controlados. Se vocês controlarem à energia dentro de vocês e que sai fluindo de vocês, tudo vai retornar a vocês como controle. Quando vocês se abrem, tiram seus próprios controles e começam este novo tipo de graciosa criação irradiante, e tudo retorna a vocês como uma criação graciosa e irradiante.

Isto é tão simples, tão simples que alguns de vocês diriam, “Mas, porquê não nos disse isto há cinco anos atrás? Porque tivemos que passar por todos estes Shouds? Porque tivemos que estar sentados durante estas prolongadas reuniões e passar por estas dificuldades em nossos processos?”

Primeiro, Shaumbra, porque nós adoramos vir aqui visitá-los (algumas risadas). Isto nos dá um motivo para estar aqui pelo menos uma vez por mês. E em segundo lugar, vocês não tiveram a base para compreender isto naquele tempo. Vocês nos disseram isso; estes são os seus Shouds. Vocês quiseram ir passo a passo, peça por peça para que tudo tivesse sentido; para que tudo fluísse e se integrasse junto. Tudo foi harmonioso.

Assim, novamente, compreendendo a física da energia: a energia é potencial trazido para a expressão na sua realidade, empregada para a nave-Criadora. Vocês agora criam sem controles. E, vocês permitem que ela flua. Vocês dão vida a ela. Vocês a abençoam. Vocês dão vida a ela e permitem que continue a evoluir e expandir e expandir.

Agora, o que retorna a vocês é uma energia de fluxo livre que lhes serve totalmente, serve totalmente a toda necessidade e desejo que vocês tenham. Vem de retorno à vocês tão clara e tão pura como vocês permitiram que ela saísse de vocês. É a natureza total da nave-Criadora – tomando um potencial cru, trazendo-o para a forma energética, criando com ele e dando vida a ele.

Aí onde tantos de vocês se deparam com dificuldades é que estão começando a compreender a natureza da energia e a natureza do poder Criativo, mas vocês ainda continuam limitando suas criações. Vocês não estão permitindo a elas a sua expressão. Vocês estão tentando limitar, restringir e manter a propriedade sobre elas. Deixem-nas ir, Shaumbra. Deixem-nas ir. Observem como se produz este fluxo totalmente novo. Observem como as sincronicidades transformam a maneira de viver, bem mais do que a exceção de vida.
Agora, há uma coisa difícil aqui, uma área que muitos de vocês tem tido dificuldades, tido problemas. É todo este conceito agora do desejo divino versus o desejo humano. E parece haver tanta contradição em sua vida, que ocorre porque o humano deseja uma coisa e o que vocês chamariam o divino ou o Espírito parece ter outro conceito.

O que acontece com tantos de vocês em suas vidas, vocês vão orar, vão pedir coisas, vão criar coisas. E depois elas não acontecem. Então se zangam com o Espírito ou com vocês mesmos. Vocês sentem que não são verdadeiros Criadores. Até bem recentemente o divino e o humano estiveram separados. Vocês os trataram em forma separada. Vocês puseram um muro entre eles e disseram, “Eu sou humano aqui, e eu sei que a divindade se encontra do outro lado, mas não estamos conectados”.

Bem, estão se reunindo novamente. Há uma reunião ou uma integração dos dois. Isto toma lugar nesta realidade. Não está se produzindo nos éteres. Está tomando lugar no seu momento do Agora. Os dois estão voltando a se reunir. Vocês vão começar a compreender que esse foi um velho desejo humano – um desejo muito limitado – e que foi o desejo, o pedido, o amor de sua alma, do seu espírito.

Deixe-nos dar um exemplo à vocês. O humano, a história em que se acham enquadrados atualmente, não quer mais morrer. Ela quer continuar. Quer viver e viver e viver. Os humanos durante éons de tempo tem buscado a vida eterna estando ainda em corpo humano. E algumas vezes, os humanos irão dizer, “Bem, então criarei que não haja morte para mim. Vou criar que vou viver sempre e para sempre”. Mas, entretanto vocês morrem. Vocês vão morrer. Vocês têm feito isto muitas vezes antes. Estão ficando bons nisto (certas risadas).

E parece haver uma contradição entre o que dizem em sua nave-Criadora, sua capacidade humana de Criadores, e o que dizem como Criadores divinos. Algumas vezes há tanta diferença entre as duas que isso causa uma grande confusão. Vocês não sabem para que caminho se dirigem. Os dois estão voltando a se fundir. Vocês estão começando a ter um panorama. Vocês estão começando a ter a compreensão do plano divino, o desejo divino versus o humano.

O desejo humano algumas vezes se achava tão envolto em uma história limitada. Estava envolto nos sistemas de crenças que não serviam ao propósito maior do ser. Nós do nosso lado algumas vezes dizemos – o desejo humano versus o desejo divino, mais elevado. E, como uma regra, as necessidades divinas prevaleceram sobre as humanas porque vocês querem morrer mais cedo ou mais tarde, já que de outra forma ficam muito presos em sua própria velha historia. É muito difícil sair dela. Vocês planejaram a morte. Vocês planejaram a morte para poderem ser liberados, para não ficarem presos e enquadrados nestas histórias. Assim este é um exemplo de como o desejo humano e o desejo divino às vezes parecem não se unir.

Mas há uma razão e um propósito. Algumas vezes vocês se questionam o porquê não têm um ser amado em sua vida, um companheiro com quem compartilhar as coisas. Vocês ficam preocupados. Vocês se zangam com isso. Às vezes as necessidades e os desejos divinos prevalecem sobre os humanos. Algumas vezes é importante que disponham de um tempo sozinhos, para descobrir quem vocês são, para compreender quem verdadeiramente são. O divino compreende que vocês se distrairiam se houvesse outro ser humano em sua vida.

Algumas vezes vocês se questionam quem realmente é quem decide. Mas, o que acontece é que quando vocês se abrem, Shaumbra, à medida que o humano e o divino voltam a se fundir novamente, vocês sentem um desejo que abrange tudo, um total fluxo. Vocês não se vêem pegos nas limitações humanas. Vocês não se vêem pegos no que poderia se considerar como necessidades insignificantes. Mas sim vocês se dirigem para as necessidades mais elevadas, o propósito grandioso mais elevado.

Assim nós sabemos que há muitas vezes quando conscientemente vocês estão tentando criar e que se deparam com estas pedras no caminho e estes problemas. Mas com esta integração e fusão vão começar a perceber mais o sentido de tudo isto. Vocês tiram fora os controles. Vocês irradiam sua energia. Vocês abençoam as suas criações. E elas tomam vida. A energia retorna para servir à vocês. A energia retorna para servir vocês em novas formas grandiosas. Isto se chama a “vida sincrônica”.

De certa maneira poderia se dizer, que na vida sincrônica não há necessidades. Tudo já se encontra ali. Vocês não têm que lutar por isso. Já não têm que lutar com a vida. Simplesmente está aí. De certa maneira, na vida sincrônica não há criação forçada.

Vocês nem sequer precisam definir o que precisam. Vocês nunca têm que se preocupar com essa coisa que chamam abundância ou saúde ou qualquer delas. Simplesmente estão aí. Na vida sincrônica não há necessidades porque tudo já foi provido. Há um fluxo que os envolve que lhes permite simplesmente alcançar e conseguir o que precisam naquele momento.

Na vida sincrônica, tal como dissemos antes, as respostas estão lá antes que as perguntas tenham sido formuladas. Na vida sincrônica há uma constante reunião que se produz entre sua divindade e seu Espírito. Você não tem que tentar forçar. Vocês não que tentar pela força de vontade. Simplesmente se encontra ali. Simplesmente flui.

Para chegar à vida sincrônica, Shaumbra – ela não se encontra tão longe – para ir lá, é simplesmente uma questão de deixar ir os controles. Isso acontece naturalmente. Nós dissemos há muito tempo atrás – a melhor coisa a fazer, o melhor que podem fazer é simplesmente sair dos seus modos. Os controles estão em seu caminho. Os controles fornecem um tipo de véu ou barreira, uma separação entre vocês e o divino, entre vocês e a sincronicidade.

Soltem os controles e os medos e os sistemas de crenças, deixem ir tudo isso. Então a vida sincrônica começa a se conectar imediatamente, a ocorrer em sua vida. Tudo está aí. É difícil de descrever porque não é uma fórmula. Simplesmente é um estilo de ser. Na vida sincrônica é onde há esse fluxo.

Sim, é assim; vocês ainda continuam vivendo na realidade humana. Vocês continuam ainda tendo que se levantar de manhã, se escolherem isto. Ainda continuam tendo que participar do mundo material. Mas, isto se torna tão mais fácil. Não há estresse. Não há empurrões. Não há batalhas mentais.

A vida sincrônica flui. As pessoas estão aí, simplesmente acontece que estão aí. As ferramentas e os recursos simplesmente estão aí. Vocês nem sequer têm que tentar planejar. Não têm que tentar lutar com elas. Não têm que rezar por elas. Elas simplesmente aparecem.

Vocês vão começar a se dar conta de que à medida que entram na vida sincrônica, vocês vão ver que todas essas coisas já estavam ali. Vocês não as viam. Vocês vão bater a mão na testa e se questionarão como é que não perceberam isto. Vocês começarão a se dar conta de que cada recurso, ferramenta, pessoa, energia, cura, amor já estavam aí. Vocês simplesmente não viam isso.

Vocês estiveram tão ocupados focalizando-se na sua história, tão ocupados focalizando-se em tentar criar suas realidades. Vocês estão tão ocupados em ser humano que simplesmente não viram isso. Mas, isso sempre esteve aí. Neste momento Está bem aí pronto para servir à vocês neste momento, pronto para entrar.

A vida sincrônica… pode se dizer que não tem expectativas. Não tem necessidades. Agora, nós não estamos dizendo, “Vão e joguem fora ou dêem de presente todas suas posses terrestres”. Isso novamente seria uma atividade forçada. Vocês não têm que forçar. Na vida sincrônica vocês descobrirão que não têm necessidade alguma, por exemplo, de ter um novo carro, ou uma nova casa. Vocês não sentirão a necessidade de ter pessoas que os amem, pessoas que sejam divertidas para se estar, porque isso já está aí.

Vejam, quando isso já se encontra aí, como é que poderia ser possivelmente uma necessidade? O lugar adequado para viver, o veículo adequado para vocês já vai estar aí. A necessidade será satisfeita inclusive antes que vocês saibam. Esse é o fluxo! Isso é sincronicidade! Isto não é um tipo de mágica agitando as mãos. Isto não é um tipo de atividade psíquica. Isso é graça, uma graça divina que vocês introduzem a suas vidas.

Vocês descobrirão que já nem sequer vão precisar de um plano já que o plano se encontra aí antes que vocês sequer saibam. Tudo aparece antes que a necessidade seja estabelecida... vejam vocês. A vida sincrônica muda toda a relação da necessidade e do tempo e da realidade. Ela muda a relação da vida linear de tal forma que a necessidade é satisfeita antes que nem sequer a tenham percebido... vejam só. É um tipo de viver dinâmico, expandido, circular, crescente, em sua vida.

As necessidades são tratadas por vocês… por vocês, não pelo Espírito, nem por nós. As necessidades serão cuidadas inclusive antes que se dêem conta de que vocês necessitam delas. Essa é a vida em sincronicidade: não mais buscas, nem sequer a busca de respostas porque as respostas estão aí antes que sequer se dêem conta que tinham uma pergunta... não mais busca do Espírito porque o Espírito está justamente aí... não mais busca dos anjos porque eles estão aí – vocês sabem, eles sempre estiveram aí – não mais busca dos seus aspectos de vidas passadas porque vocês criaram um espaço tal que as mesmas já estão aí.

A vida sincrônica é uma grande consciência espiritual no presente momento. E, novamente, não se requer força ou esforço para chegar ali, Shaumbra. Não há esboço ou currículo ou diretrizes que têm que seguir para chegar aí. Isto pode acontecer justo bem agora. Isso pode acontecer no momento em que conscientemente liberam os velhos sistemas de crenças. Acontecer no momento em que liberam os controles em suas vidas. De certa maneira, tal como vocês sabem dos nossos bate-papos muitas noites atrás, isto já aconteceu. Já aconteceu.

A vida sincrônica é uma vida que os outros não compreenderão durante muito tempo. Aqueles que ainda se encontram no mundo da dualidade... não compreenderão mesmo. Eles invejarão isso. Eles invejarão a vocês à ponto de desprezá-los, de rejeitá-los ou possivelmente tentar prejudicá-los, para descobrir o segredo, o elixir. Eles desejam isso. Eles desejam tão fortemente, mas eles não compreendem o que há verdadeiramente nisso.

Eles desejam fazer que sua velha história seja somente uma história um pouco maior e melhor. Eles querem ser um super-humano, no lugar de um humano divino. E aí há uma diferença enorme. Eles querem super-poderes em lugar do ser divino. Eles desejam criar e controlar, em vez de criar e abençoar e permitir, permitir às suas criações a sua própria existência.

Vocês sabem que cada vida passada que criaram continua vivendo. Vocês concederam a elas a sua existência. E elas continuam vivendo em outras dimensões... não aqui na Terra, na maior parte, ocasionalmente, mas não geralmente. Seus aspectos das vidas passadas continuam vivendo, vivendo e vivendo. Elas não são seres Criadores como vocês. Elas não podem criar Nova Energia, novo espaço, mas elas continuam rodopiando, para se expandir nas mesmas energias que vocês lhes concederam.

Assim, os outros humanos não vão compreender esta coisa chamada vida sincrônica, pelo menos durante um tempo até que eles atravessem alguns dos processos que vocês atravessaram: a aprendizagem... a compreensão... a liberação... o deixar ir... o dar-se conta de que vocês são um ser espiritual e que tudo já está aí... o dar-se conta de que vocês também são Deus. Eles não vão compreender como sua vida funciona sem tanto esforço. Eles não vão compreender como é que vocês consomem tão pouca energia e conseguem tanto.

Shaumbra, tantos de vocês estiveram experimentando ultimamente todo este – como dizer – fenômeno de ser expulso do mundo da dualidade, de seus empregos e de suas famílias e dessas outras coisas, saltando fora daí já que sua energia já não é mais compatível com aquele meio ambiente. Mas, vocês estão criando um novo meio ambiente de vida sincrônica para vocês mesmos. Vocês tiveram que ser expulsos da velha forma para que pudessem descobrir a nova. Vocês puderam descobrir que ela já se encontrava aí.

Isto não é um jogo psicológico. Mais que algo, não é um jogo mental. Nós não queremos que vocês saiam depois de escutar ou ler este Shoud e que tentem fazer jogos com sua mente, dizendo, “Já se encontra aí. Já se encontra aí”. Isso é forçar a energia. Isso é tentar enganar a si mesmos por um sistema de crenças que é muito difícil se manifestar dessa maneira. Mas, é de preferência o conhecimento do que já se encontra aí, o conhecimento do coração, a aceitação de que já está aí, tudo, a aceitação de que a vida sincrônica já se encontra aqui.

Quando vocês se deparam com problemas com isso, mas não sentem que isto está de acordo com vocês, quando sentirem que vocês se estão deslizando de novo para dentro da velha dualidade, em primeiro lugar dêem uma olhada nos controles que podem estar limitando vocês, os controles que estão inibindo vocês de experimentar isto em sua vida. Como foi dito no último Shoud, isso requer uma tremenda, tremenda confiança para deixar ir os controles, uma tremenda confiança em si mesmos para viver em sincronicidade, para saber que absolutamente tudo já foi cuidado, para saber que seu corpo físico pode se curar, que sua mente pode voltar a se equilibrar. Tudo o que vocês necessitam em sua vida já chegou a vocês. Isso requer uma confiança tremenda. Mais que tudo, este é o ponto que vocês, que nós estamos agora, a confiança em si mesmos, a grande liberação, a grande liberação.

Assim, sentados aqui como um grupo no dia de hoje, sintamos isso e experimentemos isso por nós mesmos – a grande liberação dos controles, a grande confiança no próprio ser. Agora vamos fazer isto como um grupo. Não queremos que ninguém force esta energia. Novamente, o forçar a energia retornará a vocês como uma força. Assim simplesmente vamos permitir a liberação, a confiança, o deixar ir os controles, estando em um estado de vida sincrônica. Isto não envolve expectativas, nem necessidades ou desejos.

Portanto, realizamos isto simplesmente mediante a respiração. Inspirem e permitam a si mesmos dar esse salto de confiança, inclusive deixando ir os medos, deixando ir as preocupações. Quando dizemos deixar ir, isso não significa tentar bloqueá-los do lado de fora. Simplesmente deixem-nos ir. Caminhem diretamente através deles.

Isto é sobre o conhecimento de que são tão divinos. Vocês são Criadores tão abençoados que podem viver aqui na Terra nesta condição humana. Vocês podem ser um Criador de Novas Energias, de novos conceitos. Vocês podem conceder a elas o estado de ser. Vocês podem conceder a elas a sua própria existência e que logo retorna tudo a vocês, graciosa, pura.

Isso se trata de estar sentados neste momento e não mais tentar definir o que se supõe que a vida seja, já não mais tentar definir quem se supõe que vocês são, sentados aqui neste momento de confiança divina, não tentando definir nem sequer o que o “espiritual” é, ou de definir o que o “humano” é. Estando aqui neste momento puro, nem sequer temos que definir suas necessidades. Vocês foram além disso. Vocês não precisam definir; vocês não precisam limitar; vocês não têm que forçar as coisas que são apropriadas em sua vida. Elas já estão aí. Vocês não têm que desejá-las ou orar por elas.

Estando juntos neste momento puro sem expectativas como este, literalmente permite a vocês ir em espiral e transformar-se para um novo nível de vida, um nível ao qual não podiam compreender na sua mente humana da Velha Energia. Essa mente humana da Velha Energia sempre queria saber dos detalhes, estruturas, controles. Essa mente humana da Velha Energia sempre queria ter tudo definido através do cérebro. Vocês transcenderam isso.

Simplesmente fiquemos sentados aqui neste momento, sem tentar fazer nada, sem tentar forçar algo. À medida que vocês fazem isto neste estado de ser sagrado, a irradiação, a sua irradiação, se expande. O seu divino penetra e se funde com o seu humano. Tudo começa a se expandir, a resplandecer, a irradiar.

Nós podemos ver isso agora. Vocês deixaram os controles. Vocês soltaram as barreiras e os escudos. Vocês derrubaram suas defesas porque já não necessitam mais delas. Agora, vocês estão irradiando. Agora, vocês são a chama. Vocês são a chama. Vocês sempre foram.

Vocês estavam esperando por nós. Vocês estavam esperando que o Espírito lhes desse uma chama. Mas, ela sempre foi vocês. Agora vocês a estão irradiando. Sua energia está saindo. Ela flui. Ela dança, faz círculos, espirais, brinca. Ela vai toda ao seu redor, não somente na realidade física, mas em todas as dimensões. É uma forma de vida tão mais fácil, Shaumbra. Vocês simplesmente deixam que a energia flua através de vocês. Vocês estão deixando a criação emanar de vocês.

Há uma coisa engraçada a respeito da criação... é quase a antítese do que a maioria dos humanos tem pensado que fosse. Vocês pensavam que a criação estava estendendo sua mão e manifestando o ouro do nada. Vocês pensavam que isso era a criação.

A verdadeira criação é totalmente diferente. A verdadeira criação, tal como Adamus descobriu... vocês nem sequer, nunca, têm que estender sua mão; o ouro simplesmente está aí. Vocês nunca têm que tentar criar. Isto simplesmente está aí. A energia da criação poderia trazer lágrimas aos seus olhos, lágrimas aos seus olhos; é tão fácil. É assim no momento presente e tão perfeita.

Vocês estão irradiando agora, Shaumbra, à medida que estamos falando com vocês. Vocês obtiveram sua chama novamente em movimento. Vocês saíram da sua cabeça. Vejam – permitam a si mesmos imaginar aqui – vocês vêem como os raios da sua chama estão se movimentando. Eles não estão tentando mudar nada. Vocês não estão tentando mudar o clima. Porquê? O clima está perfeito. Vocês não estão tentando mudar a sua realidade. Ela sempre foi perfeita. Vocês simplesmente estiveram vendo possivelmente um pequeno – o que vocês consideraram – aspecto imperfeito. Mas, na grandiosa natureza das coisas, foi perfeito.

Vocês estão irradiando energia. Vocês a estão deixando simplesmente dançar. Vocês não estão tentando fazer que ela vá a algum lugar especifico. Não estão tentando fazer que ela faça algo. Ela nem sequer tem que ser de uma certa cor. Não precisa ter um certo alcance de freqüência. Simplesmente está irradiando. Isto... isto... isto é criação. Isto é pura criação porque o que vocês estão irradiando, brilhando para que todos recebam, brilhando, cantando para que todos a recebam, esse anjo que vocês são, o divino que vocês são agora retorna a vocês. Agora, tudo chega de retorno a vocês para preencher, para servir vocês.

Shaumbra, é assim fácil. Vocês têm feito que isto fosse duro. Vocês desejaram ver o que significava ser duro. Chegou o momento de deixar isso ir. É assim simples. E, se vocês ficarem presos em sua cabeça, vocês ficam presos em todas as regras e regulamentos, vocês ficam presos na técnica, então estão fazendo isso da forma errada. Vamos voltar por um momento, façam uma inspiração profunda. Vocês são a chama. Vocês sempre foram. Vocês estão irradiando pura energia de criação.

Agora, não tentem sequer definir o que estão criando. Vocês pensam que o Espírito se senta na casa do espírito e tenta definir? O Espírito simplesmente cria e abençoa com energia viva.

Vocês são a chama. Vocês estão criando. Vocês abençoam a sua irradiação. Vocês abençoam suas energias que saem com vitalidade. Logo, a mudança, ou a volta, a transmutação – como é que queiram chamar – ocorre à medida que a chama simplesmente se irradia, simplesmente brilha, simplesmente se regozija na criação. Então, tudo retorna a vocês.

Essa é a vida sincrônica. Vocês nunca têm que defini-la. Vocês nunca têm que estruturá-la. Vocês nunca têm que se preocupar com ela. É assim simples.

Certamente, vocês sairão daqui. Vocês retornarão ao seu mundo de dualidade. Vocês serão assaltados por todo o peso, todas as contradições e tudo o mais. Lembrem-se da sua chama. Relembrem como ela brilha, brilha com compaixão, e traz de volta tudo o que precisam.

Assim, as energias de Tobias e Saint Germain desejaram estar aqui com vocês no dia de hoje para esta simples entrega de energia que tínhamos para vocês. Palavras foram ditas, mas elas significaram tão pouco. A energia foi entregue, e ela era de vocês. Em primeiro lugar era a sua.

Nós estamos nesta Série da Incorporação, a incorporação de sua divindade, a incorporação de cada aspecto seu dentro desta realidade, a aceitação total, a aceitação sem medos, a compreensão de que o aspecto que conheceram como vocês mesmos nesta vida era simplesmente uma história, uma bela e maravilhosa história que vocês concederam para uma grandiosa existência. Vocês a deixam ir também. Logo vocês retornam às raízes de quem realmente vocês são.

Esperamos com prazer que chegue a reunião do nosso próximo Shoud, o Shoud 12, o final desta série. Esperamos com prazer culminar todas as energias que juntamos durante este ano, reunindo-as em um ponto muito sagrado, uma energia muito sagrada. Oh, isso nos permite então continuar avançando em grande velocidade dentro da próxima série.

Nós os amamos profundamente. Nós estamos sempre, sempre trabalhando com vocês, estando com vocês, compartilhando com vocês. Realmente, vocês nunca estão sozinhos.

E assim é!



Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, vulgo "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com. O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.
O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.
Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.
As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.
O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.
Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.
Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado.
© Copyright 2003 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.

www.crimsoncircle.com


Tradução para o português: Silvia Tognato Magini - Julho de 2005 - silvia.tm@uol.com.br