A Ilusão do Poder II

O MATERIAL DE TOBIAS

Série do Humano Divino
Shoud 8: "A Ilusão do Poder II"

Apresentado ao Circulo Carmesim
1 de Março 2003

 


Tobias: E assim é, queridos amigos e Shaumbra, que unimos nossas energias neste tempo sagrado, neste espaço sagrado. Eu, Tobias, fico esperando, desde nosso último encontro, para voltar e aproveitar este tempo com a família. Eu fico esperando estar com vocês, esperando ouvi-los no Shoud.


Vocês estão canalizando conhecimentos profundos nos Shouds, queridos amigos, conhecimentos que estamos estudando aqui deste lado do véu. Vocês estão chegando a novas compreensões profundas, embora simples, de quem vocês são. Vocês estão alcançando entendimentos provenientes do coração, não da mente.


Ah, são tantos os livros sobre religião e espiritualidade que foram escritos com a mente... Mas, queridos Shaumbra, vocês estão trazendo seus sentimentos. Vocês entenderão melhor isso nos próximos meses e anos. Mas essa é a diferença que vemos. Não há enormes e detalhadas listas de regulamentos. Não há materiais difíceis que precisam ser estudados. Shaumbra, vocês estão mantendo a simplicidade da coisa, a profundidade e a sabedoria.


Em nosso encontro do mês passado, quando vocês disseram que o poder era uma ilusão... isso foi, de certa forma, um avanço de proporções quânticas. Muitos, inclusive Cauldre (Geoffrey Hoppe), ainda não percebem as implicações disso. Mas esse é o material básico e essencial para a Nova Energia. Não são apenas palavras que vocês emitem para preencher um tempo ou um espaço. Essa é a nova consciência.


É por isso que todos nós, os anjos deste lado do véu, viemos correndo ficar com vocês, escutá-los, senti-los, compartilhar o momento junto de vocês. Deixem-nos fazer isto agora. Deixem-nos compartilhar o momento. Deixem-nos começar, Shaumbra, para o mundo inteiro. Deixem-nos compartilhar uma única e simples respiração. Permitam que ela toque sua divindade. Permitam-se serem destemidos.


Vamos todos nos permitir estar neste momento em silêncio e sentir isso. Para todos vocês que estão escutando hoje [pela Internet], não há nada errado com seu computador. Pode haver depois que acabarmos [risos da platéia], mas, por um instante, aqui, permitam-se sentir, no agora, a união com todos os Shaumbra.


[Pausa]


Muita coisa pode ser compartilhada aqui neste momento de união. Muitos sentimentos afloram. Muito de dentro de vocês se revela. Sim, realmente, é necessário que um anjo humano ousado e corajoso esteja no presente, totalmente centrado no Agora, e sinta. É necessário que um humano ousado e corajoso se abra para seus sentimentos uma vez mais. É aí que está a essência. É onde está a informação real. É daí que a divindade pode surgir brilhando.


Vemos que vocês têm arrancado as camadas, camadas e camadas que os afastavam do sentimento. Essas camadas os mantinham afastados do entendimento verdadeiro de quem vocês são. Sim, de fato, é necessário um humano ousado e corajoso para se abrir dessa forma.


Em nosso encontro do mês passado, vocês reconheceram que o poder era uma ilusão. Portanto, queridos amigos, quando vocês se abrem, quando se permitem sentir novamente, vocês não precisam se preocupar com alguém invadindo seu espaço ou sua energia. Vejam bem, vocês se fecharam demais. Vocês colocaram aquelas barreiras para que outras entidades não pudessem controlá-los, consumi-los, para que não roubassem sua energia, controlassem sua mente, sua vida ou os escravizassem de algum modo.


Vocês todos passaram por isso. Foram escravos e escravizaram outros, não só em existências nesta Terra como até mesmo antes de serem humanos. Vocês sentiram o que era alguém tirar seu poder. Sentiram o que era ter o poder sobre a vida dos outros. Ao fazer isso, vocês se fecharam. Esconderam de si mesmos os próprios sentimentos.


Agora, vocês voltam a perceber que o poder era uma ilusão. Só o que existe é energia, energia com a qual brincarem do jeito que quiserem, energia para criarem o que quiserem. Mas o poder é uma ilusão; portanto, vocês nunca podem realmente escravizar ninguém. Vocês nunca podem realmente dominar ninguém. E ninguém pode controlar vocês.


Queridos amigos, no seu nível atual de conhecimento e compreensão, não existe força que possa controlá-los ou dominá-los... a menos que vocês queiram. Assim, esta é uma época apropriada para serem ousados e corajosos. Abram seus sentimentos e saibam que nada pode chegar... nada.... nada pode se aproximar e absorvê-los.


Esta é a época para a Nova Energia ser vivida verdadeiramente, ser vivida verdadeiramente.


Vamos inspirar juntos novamente aqui. Enquanto isso, nós viremos correndo nos aproximar de seu espaço, de seus sentimentos. Pedimos que sintam, todos nós... sim, inclusive nosso convidado especial de hoje. [Risos da platéia porque agora é Tobias quem provoca os Shaumbra – antes da canalização a provocação foi feita por Cauldre – sobre quem será o convidado especial.] Sim, muita curiosidade em torno disso! Apresentaremos nosso convidado daqui a pouco.


Muitos de vocês conhecem este convidado. Vocês trabalharam com esta entidade de diversas maneiras. Suas vidas foram influenciadas por esta entidade de muitas, muitas formas. Um ser grandioso!


Mas antes de apresentarmos nosso querido convidado... também um grande amigo meu... sim, eu tenho muitos amigos deste lado. [Risos da platéia] Eu digo para aquela pessoa que me viu na placa do carro... que não era eu no carro! E, para Cauldre, nem sempre eu acho você engraçado, mas hoje, hoje você esteve um pouquinho engraçado. [Mais risada porque Tobias está se referindo aqui a quando Cauldre o estava provocando antes, dizendo a todos que ele ficava imaginando Tobias dirigindo um carrão, a toda velocidade...] Mas quero dizer, querido amigo, que a placa que você viu não existe naquele carro. Ele tem uma placa normal com letras normais, como vocês diriam. Mas você estava me sentindo. Seu coração estava aberto. Eu estava do seu lado. Estávamos conversando. E quando você olhou, viu nada mais, nada menos do que “Tobias” escrito na placa do automóvel, Tobias dirigindo no tráfego... sim, na verdade, dirigindo com você.


Queridos amigos, vamos falar um pouco sobre esta era em que vocês estão, esta Nova Energia para a qual estão se movendo e esta suposta dualidade entre o Velho e o Novo. Vamos falar um pouco sobre as religiões. Já falamos sobre elas antes. Gostaríamos de falar sobre elas novamente hoje antes de apresentarmos nosso convidado.


As religiões de seu mundo estão, neste exato momento, passando por um caos interno. Estão passando por muitas mudanças. Ainda que partes delas se prendam ao Velho. Essas partes não querem mudar. Sentem medo da mudança. Mais do que qualquer outra coisa, pensam – lembrem-se dessa palavra, pensam – que Deus não quer que elas mudem as Velhas maneiras, de modo que elas se contêm, desesperadamente, apesar de tudo lhes mostrar que é hora de mudar.


Em termos de pessoas que participam das cerimônias, o número está caindo. Mas, ainda assim, eles não compreendem por quê. Estudam, fazem grandes reuniões para saber por que os números estão minguando. Muitas vezes, culpam a humanidade, culpam o fato de que os humanos estão perdendo o senso de espiritualidade.


Isso é engraçado do nosso lado. Achamos graça disso. Os humanos não estão perdendo sua espiritualidade. Eles têm mais senso de espiritualidade do que nunca. Está acontecendo um grande despertar neste planeta, um despertar da consciência que resultará no salto quântico de suas existências... grandes mudanças varrendo as regiões.


As religiões estão se agarrando ao Velho. Estão tentando encontrar meios de se manterem vivas. Nos próximos anos, vocês irão ver suas paredes desabarem, literal e metaforicamente. Com muitas delas, as paredes vão ruir de dentro para fora. Vocês continuarão a ver muito caos nas igrejas do mundo inteiro.


As guerras que vocês têm agora se baseiam na religião. Não na economia. Não no petróleo. Tem a ver com as religiões. É o velho karma em ação aqui. São os conflitos entre o Cristianismo e o Islamismo. São os conflitos entre todas as igrejas. Estão chegando ao ponto culminante agora. E isso é apropriado. É apropriado.


Queridos amigos, é por isso que vocês estão na Terra agora, e é por isso que são Shaumbra. Sim, entendam... foram vocês que criaram essas igrejas. Foram vocês que criaram o Novo Pensamento muito tempo atrás. Vocês ajudaram a desenvolver as religiões.


Em algum momento da alma, vocês sabiam que era hora de se liberarem e se permitirem alcançar uma nova verdade e um novo entendimento. Vocês viram como o verbo divino foi distorcido, deturpado e alterado para propósitos humanos. E isso os entristeceu. Ainda os entristece no seu âmago. Muitos de vocês fugiram não só das religiões, mas também da vida. Vocês sabem do que estou falando.


Vocês voltaram em recentes encarnações, mas levaram vidas solitárias. Ficaram desiludidos com o que vocês tinham criado e com o que as igrejas tinham se tornado, desiludidos com as guerras, a falta de compaixão e amor. Estavam desiludidos com as energias que foram criadas por intermédio das igrejas, que saíram por aí afora tentando conquistar o mundo. Outros tantos estavam envolvidos, em vidas passadas, com alguma das muitas, muitas, muitas cruzadas, não só cruzadas cristãs, mas cruzadas islâmicas e cruzadas de muitas outras religiões.


Vocês largaram as mesmas igrejas que vocês amaram tanto, as mesmas igrejas que vocês tinham ajudado a construir. Então, vocês se isolaram. Tentaram esquecer quem eram. Vocês viram o resultado do que tinham tentado criar. E não gostaram nada disso. Então, vocês se esconderam. Seguiram numa jornada solitária... alguns de vocês aqui por muitas, muitas existências... dúzias de existências... sozinhos... isolados.


Vocês sabiam, dentro de seu ser, que tinham o poder e o entendimento. Vocês sabiam que podiam influenciar muitas coisas, mas ainda assim se esconderam. Vocês não se permitiram revelarem-se. Vocês não foram ousados. Vocês não foram corajosos. Vocês saíram de cena.


Mas vocês também sabiam, no nível de alma, que chegaria o tempo em que vocês se revelariam, expressariam sua divindade, seriam os professores e os orientadores para as outras pessoas, mas não na Velha maneira, não com as velhas igrejas. Vocês seriam os pioneiros e os desbravadores.


Isso provocou muitos desafios nesta sua existência. Vocês sabiam que essa era a existência da ascensão e união com vocês mesmos.


Queridos amigos, quando vocês olham este conceito da Universidade Shaumbra sendo construída na Terra, vocês se apavoram. Vocês se recordam e dizem: “Mas eu ajudei a criar as igrejas. Olhe o que elas fizeram.” Queridos amigos, isso era o Velho e serviu a um propósito. As igrejas levaram a humanidade pelo caminho do despertar da divindade.


Como já dissemos antes, o Arcanjo Gabriel soou as trombetas para vocês voltarem de novo... para vocês serem os professores... para vocês seguirem adiante... não para criar uma religião, mas para criar uma consciência. O chamado aconteceu, não para terem documentos e livros longos sobre como a vida deve ser vivida, mas para simplesmente revelarem sua própria divindade, trazerem-na para sua vida. Estar no Agora como um Humano Divino é o melhor exemplo, a melhor maneira de mostrar isso aos outros.


Eles virão até vocês. Eles virão, não para decorar longas instruções, não para tentar seguir enormes listas de regulamentos. Eles virão até vocês para sentir o brilho de sua divindade e, depois, revelar o brilho deles também. Eles virão até vocês para ver que é possível ser um anjo divino aqui na Terra.


Assim, nós lhes dizemos hoje que vocês continuarão a ver muitas mudanças em todas as igrejas. Elas irão proclamar, cada vez mais, que estão certas, que são o caminho. Elas irão se agarrar às Velhas maneiras. Depois, suas paredes vão ruir.


Será que vocês vêem, queridos Shaumbra, por que é tão importante que estejam aqui agora? Quando as paredes das igrejas vierem abaixo, para onde irão as pessoas? Para quem elas se voltarão? Elas estarão desiludidas, como vocês estiveram. Elas precisarão da orientação de alguém que encontrou a iluminação interior. Não a partir de um livro, não seguindo regras, mas descobrindo-a em seu interior.


É por isso que vocês estão aqui. É por isso que nós lhes pedimos para serem ousados e corajosos em sua vida neste exato momento. Apresentem-se, apresentem-se, queridos Shaumbra, saiam de onde quer que estejam se escondendo! [Risos da platéia] Nós iremos continuar a encorajá-los a seguir em frente na vida. Sabemos que ainda estão se escondendo. Sabemos que ainda estão um tanto tímidos. Mas agora é o momento de darem um passo à frente.


Com isso, gostaríamos de trazer-lhes nosso convidado de hoje. Queridos amigos, pedimos que sintam a energia. É bastante familiar para muitos de vocês. Nosso convidado, nosso convidado os ama demais. [Risos da platéia enquanto Tobias continua a fazer suspense quanto ao convidado.]


Nosso convidado é alguém que... [mais e mais risadas enquanto Tobias continua provocando a platéia!] que caminhou na forma humana e ganhou notoriedade em diversas ocasiões diferentes. Nosso convidado se manteve de pé diante do arbusto em chamas e ouviu as palavras de Deus. Nosso convidado subiu ao topo de uma montanha certo dia, sentiu os céus se abrirem e inspirou-se de um modo que mudou o mundo e ainda o influencia até hoje. Nosso convidado levou uma mensagem a seu povo.


Gostaríamos de apresentar-lhes Moshe – Moisés. Ele veio visitá-los hoje. Veio estar com vocês. E, sim, respondendo à pergunta que alguém que acabou de formular mentalmente, ele gostou do filme. Ele gostou do Charlton Heston fazendo o papel. [Muita risada da platéia] Os humanos fazem perguntas estranhas, particularmente em épocas como esta! [Mais risada]


A energia de Moisés chega para ficar conosco agora. Sim, ele foi humano. Ele sabe como é. Ele libertou seu povo da escravidão, deu liberdade às pessoas numa época em que elas estavam tão pra baixo. Elas eram tão reprimidas. Eram escravos dos egípcios, dos grandes ditadores da época.


Quando criança, Moisés teria sido morto se seus pais não o tivessem escondido e entregado a uma família real. Ele cresceu sem saber que era judeu até que descobriu, mais tarde, que sua linhagem era judia, que tinha sido salvo e protegido. Através dessa experiência, ele levantou as mãos para Deus em agradecimento por tê-lo salvo.


Moisés passou por muitas coisas em sua existência como humano, experiências semelhantes as que muitos de vocês tiveram no passado ou talvez nesta vida. Ele estudou. Graduou-se nas mais altas categorias e ordens da sociedade da época.


Um dia, Moisés viu um guarda bater em um escravo judeu até a morte. Em troca, ele matou o guarda. A raiva e o amor por seu povo vieram à tona. Ele partiu e se escondeu por muitos, muitos anos depois disso, como muitos de vocês fizeram, escondendo-se de seu passado, escondendo-se de seu passado.


Mas ele manteve uma conexão tão forte com o Espírito e com sua própria divindade nessa existência que não conseguiu se esconder de fato, assim como vocês também não conseguiram. Vocês não podem se esconder de sua divindade e de quem vocês são. Então, um dia, de frente para o arbusto em chamas, Moisés recebeu a mensagem novamente, uma mensagem de que havia trabalho para ele realizar, acabar com a escravidão de seu povo.


Queridos amigos, Moshe – Moisés – era gago. Ele gaguejava. E disse: “Querido Deus, como posso eu ser um líder? Como posso tirar meu povo da escravidão se eu gaguejo?”


Ele estava tentando fugir do que sabia que era seu trabalho, sua missão. Assim, na verdade, o Espírito, trabalhando através de Gabriel e Miguel, plantou a idéia de fazer com que o irmão dele falasse por ele, porque, no fundo, ele ainda tinha de medo de aparecer, ainda temia ser ousado e corajoso.


Queridos Shaumbra, vocês entendem o que Moisés está lhes dizendo?


Em dado momento, Moisés foi ao topo do Monte Sinai. Meditando e orando, pediu ao Espírito a compreensão de como guiar e liderar seu povo. Foi então que ele recebeu os Dez Mandamentos. De certa forma, pode-se dizer que não eram mandamentos. Eram compromissos entregues por Deus... compromissos para Moisés... compromissos para seu povo... e compromissos para todos os humanos na Terra.


É interessante como as igrejas que vocês ajudaram a criar transformaram esses compromissos em mandamentos. Por que Deus teria mandamentos? Deus tem compromissos. O Espírito tem compromissos com vocês. Nós falaremos sobre eles daqui a pouco.


Assim, queridos amigos, Moisés ajudou a tirar seu povo da escravidão. Ele conduziu as pessoas em uma longa jornada pelo deserto, uma metáfora maravilhosa... e, em parte, verdadeira. Ele as conduziu em uma longa, longa jornada pelo deserto, pelo próprio esclarecimento, pela própria noite escura da alma. Ele conduziu uma raça inteira. Moisés e a consciência dos judeus na época criaram, então, o novo estado de Israel. E vocês conhecem bem o resto da história.


Moisés ajudou a criar novas diretrizes para os humanos na época. Ele ajudou-os a entender como viver uma vida moral melhor, bem como uma vida espiritual melhor. Ele ajudou a criar regras que eram necessárias na época, regras que ajudariam as pessoas a entenderem seu lugar na comunidade, seu lugar na família e seu lugar junto de Deus. Ele deu esperança a toda uma nova nação.


Suas palavras ainda têm muita influência ao redor do mundo, particularmente entre os cristãos e os judeus. O que Moisés iniciou há quase 4.000 anos ainda tem uma forte influência no mundo. Moisés ajudou a fazer despertar a Era dos Cristos, uma época em que os humanos podiam começar a trazer sua divindade dos reinos distantes para a Terra a fim de integrá-la à sua característica humana. Moisés foi o provocador, o executor disso, trabalhando com muitos de vocês.


Sim, muitos de vocês caminharam com Moisés. Ah, vocês o achavam um ditador rígido, velho. E ele foi. Ele foi severo naquela época. Ele tinha que ser. Ele estava tentando mostrar-lhes e mostrar aos outros o caminho para a própria divindade. Foi muito difícil na época. A consciência era tão diferente do que é agora.


Depois de levar uma vida longa e um tanto desafiadora, embora muito gratificante, Moisés deixou a Terra. Ele viu o que estava começando a acontecer, as mudanças devastando as terras. Mas ele também viu que havia um desequilíbrio. Ele viu que havia outro grupo de pessoas tratadas como escravos... que não tinham esperança, que não tinham orientação. Elas precisavam de uma mensagem diferente na época para seu grupo.


Assim, o querido Moisés retornou à Terra, aceitando outro desafio, sendo ousado e corajoso novamente e voltando à Terra como Maomé.


Moisés e Maomé... a mesma... a mesma entidade. A pergunta foi feita em nosso último encontro: “Quando Maomé virá como um convidado do Círculo Carmesim?” Tivemos que rir, então, pois sabíamos desta visita. E nós lhes dissemos, então, que tínhamos uma surpresinha.


Moisés voltou como Maomé para criar o Islamismo. O Islamismo, a renúncia, a liberação, o deixar ir. As pessoas da região da Arábia tinham um velho karma que precisava ser liberado. Elas precisavam de alguém para orientá-los para fora das prisões de suas almas.


Moisés e Maomé tiveram uma tremenda influência na sociedade. Então, imaginem como ele se sente bem agora quando vê esta dualidade, quando vê o conflito entre Cristianismo, Judaísmo e Islamismo. Agora, vocês podem achar que ele está triste com estes eventos. Mas, queridos amigos, ele tem uma grande, grande compaixão pelos humanos.


Moisés e Maomé entendem o que está acontecendo no mundo neste exato momento. Ele entende que a humanidade está numa época de grandes mudanças. Ele entende que as religiões que foram apropriadas lá atrás, não são mais apropriadas agora.


Moisés vem aqui hoje para encorajá-los em seu trabalho. Ele os encoraja, queridos amigos, a permanecerem diante do arbusto em chamas, a ouvirem as palavras de Deus dentro de vocês. Ele os encoraja a ficarem na montanha, como estão fazendo bem agora – não no Monte Sinai, mas no Coal Creek Canyon [risos da platéia] – para entenderem o compromisso que o Espírito tem com vocês, o compromisso que vocês têm com seu espírito.


Ele vem aqui agora pedir-lhes que sejam ousados e corajosos como ele foi. Moisés, o gago, aquele que não conseguia proferir as palavras, mas que ainda assim seguiu seu coração para mudar o mundo. Moisés, que retornou como Maomé para ajudar a tirar um outro grupo da escravidão, para ajudar a elevar sua consciência, para ajudar a liberar este grupo do passado.


Assim, é um prazer ter Moisés – Maomé – aqui hoje para ficarmos juntos, para estarmos no presente Agora.


Nós lhes pedimos que inspirem e permitam que esta energia de Moisés/Maomé esteja com vocês, sorria para vocês e agradeça pelo trabalho que vocês fazem. Ele tem empatia e compaixão, pois caminhou no lugar de vocês várias vezes, atravessando um território novo, derrubando os velhos sistemas, permanecendo em sua verdade.


Moisés disse que... [pausa] Queridos amigos, ele está nos dizendo que os Dez Mandamentos foram apropriados, embora de certa forma mal formulados, pois eles realmente eram dez compromissos. Mas Moisés nos diz que, se ele fosse escrever algo agora para a Nova Energia... se ele fosse trabalhar com os Shaumbra bem agora, haveria uma nova série de compromissos. Eis o que Moisés/Maomé escreveria como compromissos da Nova Energia:


Em primeiro lugar, queridos amigos, Moisés diz: “Vocês são Deus também. Vocês são Deus também.” Honrem isto. Aceitem isto. Amem isto. Sintam Deus dentro de vocês. Vocês são Deus também.


Número 2, Moisés/Maomé diz que é para permanecerem no presente Agora com Deus, o Deus dentro de vocês, o Deus que está em todas as coisas. Permitam-se senti-lo. Estejam neste espaço. Em outra época, ele teria pedido para guardarem o Sabbath (sábado), para honrarem um único dia. Ah, foi um grande desafio no tempo dele fazer com que as pessoas parassem por um dia para sentir o Espírito. O que ele diz agora é: “Estejam no presente com o Espírito, com seu Eu. Sintam isso.” Vocês não precisam reservar um único dia. Vocês podem estar no amor do Espírito a cada momento.


Número 3, Moisés/Maomé diz: “Honrem sua linhagem. Honrem seus ancestrais. Honrem seu passado.” Vocês passaram por muitas existências e encarnações para chegar a este ponto. Às vezes, vocês nem mesmo querem reconhecer quem vocês foram. Por que vocês acham que se esquecem de suas vidas passadas? Porque vocês as colocam embaixo do tapete. Vocês tentam escondê-las. Honrem tudo que fizeram, mesmo naquelas vidas que considerariam desprezíveis. Honrem-se e honrem seu passado. Há quase 4.000 anos, Moisés disse: “Honrem pai e mãe.” Agora, ele diz: “Honrem sua linhagem. Honrem quem vocês foram. Honrem quem vocês são hoje, efetivamente.”


Número 4, Moshe diz: “Queridos amigos, estejam na sua verdade. Estejam na sua verdade o tempo inteiro.” Os humanos evitam sua própria verdade. Sim, de fato, eles contam mentiras porque não gostam de ver sua própria verdade. Agora, estejam na sua verdade. Isso dará origem a uma nova consciência dentro de vocês. Isso os ajudará a sentir, a entender e até mesmo ouvir as verdadeiras palavras de sua divindade.


Se vocês estiverem no Agora e em sua verdade, queridos amigos, isso lhes dará tudo de que precisam. Quando vocês tentam evitar a verdade de quem foram no passado, ou mesmo do que fizeram nesta vida, isso distorce a realidade. De certo modo, vocês vivem em um estado alterado. Vocês saem do Agora. Estejam na sua verdade. Tenham orgulho de quem vocês são. Admitam todas as suas ações e assumam a responsabilidade por sua vida. Estejam na sua verdade, queridos amigos.


Número 5, Moshe: “Vocês são os criadores. Vocês podem criar sua própria riqueza de vida. Vocês são os criadores de tudo do qual precisam no momento. Novamente, assumam a responsabilidade.”


Nos dias do Velho, ele teria dito: “Não furtem. Não cobicem os bens do próximo.” Mas agora ele diz: “Vocês são os criadores. Vocês não precisam de nada do que os outros possuem. Vocês podem criar para si... tudo... tudo em sua vida.” Não olhem para os outros com inveja da vida que eles levam e das coisas boas que eles aparentam ter, pois vocês não entendem de fato os desafios pelos quais eles estão passando. Sejam os criadores de sua própria vida. Assumam a responsabilidade.


E, por último, Moshe diz: “Queridos amigos, celebrem a vida. Respirem vida. Sejam ousados e corajosos. Sintam a vida.” Digam para vocês mesmos: “Sim, eu escolho a vida. Eu escolho viver. Eu escolho estar aqui neste planeta Terra, no exato momento, totalmente consciente de quem eu sou, totalmente consciente do que estou fazendo aqui.”


Assim, isto é o que Maomé e Moisés escreveriam nas tábuas agora para vocês. É bem simples. Talvez ele faça um filme sobre isso! [Risos da platéia]


Queridos amigos, a energia de Moisés e Maomé volta para a Terra muito forte agora. Ele ficará aqui por um tempo, particularmente durante o tempo de transição das igrejas. Ele ficará aqui por um tempo.


A energia de Moisés continuará aqui – e, sim, para quem acabou de perguntar – sim, realmente existiram o que pareciam milagres criados naqueles tempos... a separação do Mar Vermelho, que não foi bem um milagre, embora naquela época parecesse dessa forma. E, sim, para aqueles que estão se perguntando – ele irá limpar o caminho nas estradas para vocês esta noite. [Este comentário se refere à contínua e pesada precipitação de neve cobrindo as estradas que os Shaumbra teriam que pegar para chegar em casa hoje após a canalização.] Ele estará sentado ao lado de vocês. Ele estará sentado ao lado de vocês e vai limpar o caminho.
Antes de começarmos com o Shoud, vamos falar um pouco sobre um conceito. Pedimos que sintam, pois vocês tenderão a levar isto para o lado intelectual. Nós chamamos a atenção de vocês neste momento. E achamos graça. Pedimos que vocês SINTAM o que vamos dizer.


Falaremos um pouco sobre o Agora Expandido, o Agora Expandido, e o que ele significa, as implicações em sua vida, como é diferente do que apenas o momento do Agora. O Agora Expandido... pedimos que o sintam.


Existe o potencial para muita discussão na Internet sobre isso. Pedimos que sejam ousados e corajosos enquanto os Shaumbra dissecam de maneira detalhada e complexa o que dizemos aqui. Lembrem as pessoas de voltarem aos SENTIMENTOS. Vocês entenderão bem mais através dos sentimentos, em vez de tentarem intelectualizar o conceito.


[Pausa]


Neste momento, estamos em um Agora Expandido. Isso inclui vocês neste momento, totalmente presentes conosco. Mas é expandido, porque não são apenas vocês, humanos, sentados nas cadeiras ou deitados no sofá, ou no chão. Não é apenas essa parte de vocês.


Entendam, vocês expandem. Vocês abrem seus campos de energia para incluir outras coisas no seu momento. Vocês incluem Moisés e me incluem, Tobias, mesmo que sejamos dois velhos judeus mortos. [Risos da platéia] Vocês nos incluem no seu momento.


No Agora Expandido, vocês não têm que deixar seu corpo ou sua realidade para ir a outras dimensões nos visitarem. Vocês não estão negando sua qualidade de humanos nem o momento presente em que vocês estão. Mas vocês estão abrindo sua energia. Vocês estão expandindo seu campo de energia para nos incluir.


Enquanto expandem o campo de energia, vocês também incluem todos os aspectos de quem vocês foram em vidas passadas. Vocês estão incluindo toda essa energia no seu Agora. Enquanto estamos aqui neste momento, a maioria de vocês não tem medo de se abrir. Vocês estão na energia sagrada de sua divindade e da família Shaumbra. Assim, vocês podem se abrir para incluir todas as experiências de suas vidas passadas. Vocês podem se abrir para incluir os outros reinos.


É um Agora Expandido porque vocês estão completamente presentes. Vocês são o ancoradouro. Vocês são o ponto focal. Vocês são a fonte.


Vejam bem, no passado, vocês tentariam sair do momento Agora e de seu corpo. Vocês tentariam negar o Agora e ir a outro lugar. É o que Moshe quis dizer quando falou “Estejam na sua verdade”. A sua verdade é que vocês são humanos. Vocês estão aqui agora. Não tentem partir. Esse é o Agora Expandido.


O Agora Expandido é a Nova Energia. É uma das leis naturais da Nova Energia. Vocês podem estar totalmente presentes e ainda incluir tudo mais. Quando vocês não têm medo de que um outro alguém possa consumi-los ou controlá-los, então, vocês podem abrir esses campos de energia no Agora Expandido.


Sua consciência se expande nos níveis multidimensionais em que vocês estão no Agora Expandido. Sua energia não só se expande em seu mundo tridimensional, mas agora ela também atravessa para outras dimensões. Vocês vão para camadas multidimensionais do que chamamos de “espaço entre o espaço” dos átomos. O espaço entre o espaço é onde vocês acessam essas camadas multidimensionais.


Nós lhes daremos um pequeno exemplo para ajudá-los a entender. Imaginem um lago enorme, enorme. É um lindo lago, rodeado de montanhas. O lago é muito bonito e muito tranqüilo. É cristalino.


Vocês começam a levar seu barco do cais a uma ponta do lago. Vocês seguem em linha reta até a costa do outro lado. Mas vocês não conseguem ver a costa. Vocês presumem que ela está lá.


Vocês vão muito rápido pelas águas cristalinas. Quando olham para trás, vocês vêem um rastro. Vocês vêem as ondas criadas pelo movimento do barco.


Nesta metáfora, as ondas atrás de vocês são como todas as experiências de suas vidas passadas. Vocês criaram algo. Vocês criaram o movimento, aqui representado pelas ondas. As ondas têm uma vida e uma energia própria, assim como as energias de suas vidas passadas têm identidade própria. Elas não criam como vocês. Mas suas vidas passadas continuam a existir. Nós já falamos sobre isso. Quando vocês as liberam, elas vão para os planos cósmicos e continuam a ter uma vida própria. As ondas atrás do barco são todas as experiências e toda a energia do seu passado.


Mas quando vocês vão para o Agora Expandido em que estão neste momento, o barco pára. O barco pára, mas as ondas continuam. Elas têm vida própria. Elas voltam e atravessam o barco. Elas voltam. As ondas voltam e atravessam o barco.


No Agora Expandido, vocês não só estão na superfície do lago, como também em toda a profundidade dele. Vocês não são apenas um barco na superfície, mas também um submarino no fundo. Entendam, enquanto vocês pensavam que estavam levando uma vida bem linear, muito estava acontecendo em outros níveis.


O lago é muito, muito profundo. O que vocês criam é mais do que uma onda na superfície. Vocês estavam mudando todas as coisas no universo. Vocês só enxergavam a superfície. Vocês só enxergavam as ondas. Nunca viram a costa ou o que estava abaixo da superfície da água.


No Agora Expandido em que estão, vocês têm total acesso a toda a profundidade do lago, a todas as experiências que foram criadas na superfície com as ondas. Tudo volta a vocês. Não há necessidade de cruzar o lago às pressas em seu barco.


Tudo vem a vocês... tudo. O Agora Expandido inclui todas as energias do passado, todo o trabalho interdimensional que vocês têm feito. Isso volta a vocês agora. Vem até vocês de novo.


Vocês irão perceber muitas coisas. Irão entender essas coisas que chamam de Desordens de Múltipla Personalidade. Entenderão que elas são aspectos de vocês mesmos. Vocês estavam vivenciando “vislumbres de outras vidas”.
Muitos de vocês estão vivenciando agora coisas como Desordens de Múltipla Personalidade. Vocês se perguntam o que está acontecendo com sua mente. Vocês têm sensações. Têm visões e conseguem imagens do passado, de aspectos multidimensionais de vocês mesmos. Eles estão se aproximando. Não há nada errado. Permaneçam ligados no momento do Agora Expandido e entenderão o que é isso tudo.


Coisas estão acontecendo e vocês esgotarão a mente perguntando-se, por exemplo, sobre uma placa de automóvel que viram, perguntando-se por que, por um instante, acharam que sofreriam um horrendo acidente de carro, dando por si do outro lado da rua, na direção certa do tráfego, totalmente seguros. Vocês se perguntam o que aconteceu nesses momentos de “ausência”. Não foram os anjos que fizeram isso. Foram vocês. Foram vocês no Momento Expandido, escolhendo um potencial diferente.


Nós vamos falar sobre o Agora Expandido, as implicações e como ele afeta sua vida nas próximas reuniões de Shaumbra. Daremos mais detalhes.


Enquanto isso, sabemos que alguns de vocês já estão fazendo anotações, tentando compreender tudo. Queridos amigos, sintam. Simplesmente, sintam. Estejam no Momento Expandido. Na verdade, tudo vem até vocês. Tudo vem a vocês. São as leis naturais da Nova Energia.


Agora, queridos Shaumbra, é hora do Shoud. É hora unir todas as suas energias. É hora de falar em uma só voz. É hora de fazer Moshe e eu nos sentarmos e escutarmos vocês... Eu me sento e escuto vocês... eu me sento aqui e ouço suas palavras... sinto emanar o amor de vocês.


Levaremos um tempo para trocar as energias. E o que ouvirmos depois é o que vem de vocês.


E, queridos amigos, antes de começarmos... sejam corajosos. Abram-se. Acrescentem sua energia ao Shoud.


[Pausa enquanto Cauldre se prepara para canalizar os Shaumbra no Shoud.]


Shoud: Nós somos Shaumbra. Nós somos uma só família. Somos uma família ao redor do mundo e do universo. Somos uma voz e muitas vozes neste dia.


Temos satisfação em estar aqui com Moisés, e Maomé, e Tobias. Temos grande satisfação de falar com nosso coração e nossos sentimentos. Temos prazer em expressar os caminhos da Nova Energia.


Mês passado, quando nos reunimos no Shoud, falamos sobre a ilusão do poder e o fato de não haver poder realmente. Só o que existe é energia. Trabalhamos com energia. Criamos com energia.


Como este novo entendimento, sabemos que em nosso Momento Expandido, em nossa realidade, não existe luz e escuridão. Não existem forças trabalhando umas contra as outras. Agora, os elementos trabalham uns com os outros.


Com esta percepção, nós podemos curar. Podemos equilibrar nosso próprio corpo físico. Se existirem doenças dentro de nós, elas agora trabalham com os elementos que tentam nos curar, as forças imunes, as partes de nossa biologia que tentam nos restaurar.


Agora, não existem duas forças dentro de nós, batalhando de um lado para o outro. Existe apenas uma. Todas trabalham em conjunto de comum acordo. Todas trabalham juntas para nos manter equilibrados na Nova Energia.


Nós não precisamos nos preocupar em pegar germes ou doenças de outras pessoas. Nós podemos ficar no ambiente de trabalho com pessoas gripadas e resfriadas e não nos preocuparmos que esses germes vão nos deixar para baixo. Podemos nos abrir e permitir que todas as energias entrem em nossa realidade, em nossas vidas, mesmo em nosso corpo, porque uma vez que entrem em nosso corpo, todas as energias trabalham juntas. Elas se combinam na Nova Energia por um equilíbrio inteiramente novo.


Não existe um poder do resfriado nem um poder do corpo para se curar. Isso era uma ilusão. Agora, tudo se reúne em unidade. No Momento Expandido, nós rejuvenescemos. Enquanto Shaumbra, percebemos que não temos que lutar. Não temos que lutar com o que consideramos energias escuras, energias das doenças, energias prejudiciais, pois elas eram uma ilusão.


Não precisamos nos preocupar com emoções desequilibradas, emoções negativas, pois agora todas as nossas emoções trabalham juntas. No passado, nós estávamos sempre batalhando com nossos demônios, com nossa própria escuridão. Isto foi apropriado porque nos deu a energia para continuarmos prosseguindo em nossa jornada.

 
Mas, agora, liberando a ilusão do poder, liberando o julgamento sobre luz e escuridão, todas essas coisas podem trabalhar juntas. Podemos ser os criadores e escolher nossa realidade, e todas as energias darão suporte às nossas escolhas.


Nós não precisamos nos preocupar que vibrações negativas das outras pessoas nos afetem. Podem entrar em nossos campos energéticos esses sentimentos negativos, esses aspectos negativos que vêm de outras pessoas. Eles não têm que nos deixar para baixo. É apenas energia e ela pode nos alimentar. Podemos ficar equilibrados. Podemos ser preenchidos com compaixão e amor até no meio de grupos enormes de pessoas zangadas ou deprimidas.


Liberando a ilusão do poder, abrimos um reino inteiramente novo de energias para apoiar nossas escolhas como criadores. Podemos trazer quaisquer energias para nosso ser. Uma transmutação ocorrerá, um processo que reúne todas as coisas para apoiar os deuses que nós somos.
Lutar com a escuridão, como fazíamos, só fortaleceu a escuridão. A escuridão, tentando aniquilar a luz, só deu força e esperança à luz.


Agora, liberamos os julgamentos de energia. Liberamos a ilusão do poder, de modo que tudo isso possa trabalhar junto.


Para nos curarmos, nós nos abrimos a todas as coisas. Para curarmos nossos corpos, permitimos que todas as energias se juntem. De certa forma, pode-se dizer que nós não precisamos desses antibióticos. Nós não precisamos de todas essas coisas que tentam eliminar o negativo. Nós aceitamos e apreciamos que todas as energias entrem.


Através do trabalho que estamos fazendo com St. Germain, nós nos tornamos “transmutadores”. Nós nos tornamos conversores de energias. Liberamos a velha carga dos elementos de luz e escuridão, de modo que ambos sejam apropriados, ambos trabalhem para nós enquanto criadores.


É assim que mudamos o mundo a partir do nosso interior. Nós mudamos o mundo, reunindo as energias e aceitado a oportunidade. Nós mudamos nossas próprias vidas, assumindo a responsabilidade por todos os aspectos do passado. Assumimos a responsabilidade até mesmo se nosso corpo estiver doente agora e nos permitimos transmutar isto para cura. Nós assumimos a responsabilidade por quaisquer desequilíbrios nas emoções.


E permitimos que as forças opositoras em nossa mente se unam, sem que uma escravize ou aniquile a outra, trabalhando em harmonia, misturando-se em uma nova dança, com a luz e a escuridão se juntando e criando uma Nova Energia, uma terceira energia.


O poder era apenas uma ilusão. Só existe energia.


Somos Shaumbra. Somos os viajantes. Somos os criadores.


E assim é.


[Pausa novamente enquanto Cauldre se prepara para que Tobias retorne.]


Tobias: Agora, eu, Tobias, e Moisés voltamos. Sim, nós realmente fazemos reuniões interessantes. Vocês provavelmente nunca pensaram que veriam isto na vida, que poderiam se sentar um dia com Yeshua, noutro com Moisés e com todos os outros que temos trazido. Mas, queridos amigos, vocês estão atraindo essas energias. Vocês estão atraindo o interesse dos anjos com o trabalho que vocês estão fazendo.


Nós sempre lhes dizemos e continuaremos a dizer mais e mais – nós honramos vocês. Vocês são seres grandiosos. Vocês não enxergam abaixo da superfície do lago. Vocês não vêem o que realmente estão fazendo. Vocês tendem a olhar para trás e dizer: “Mas a única coisa que eu fiz foi criar ondas!” [Risos da platéia]


O que vocês têm feito mudou a estrutura da consciência humana. Vocês mudaram igualmente a estrutura da consciência universal. É por isso que sempre temos a honra de compartilhar nosso amor com vocês, de trazer os anjos e os Mestres. Nós honramos vocês como os verdadeiros Mestres da Nova Energia.


Aliás, nós lhes pedimos para serem destemidos em suas vidas. Apresentem-se, queridos Shaumbra. Apresentem-se para jogar. Apresentem-se para criar. Apresentem-se para serem os faróis de luz para todas as outras pessoas.


Nós os amamos demais. E continuaremos a estar com vocês.


Shaumbra, os maiores anjos do universo estão observando vocês. Eles os amam e os apóiam nesta incrível jornada. Vocês nunca estão sozinhos.


E assim é!




Tradução para o português: Inês Fernandes    mariainesfernandes@globo.com
 

Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, vulgo "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com <http://www.crimsoncircle.com> . O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.

O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.

Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.

As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.

O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.

Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.

Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado.
© Copyright 2002 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.