As Histórias de Tobias: Crie em Amplas Pinceladas

(...) Vamos continuar a história de príncipe Jack e sua jornada que o levou a Terra. Usamos a história de Jack para descrever o que aconteceu a vocês, pois são os príncipes e princesas do reino da Primeira Criação. Estamos trazendo uma parte de cada vez para ajudá-los a absorver e compreender quem realmente são. Há mais ainda para se contar do que diremos esta noite. Continuaremos a falar disto por algum tempo. 

Temos que dizer que alguns humanos talvez não gostem desta parte. Haverá levantar de sobrancelhas e até de alguns de seu grupo, chamados Trabalhadores de Luz. Pedimos a Cauldre que fique fora do caminho enquanto apresentamos esta informação. Ele sabe o que está vindo, e não está muito satisfeito pelo fato de abrirmos esta lata de minhocas! (risadinha)

Jack era um príncipe no reino de sIAM. Era um grande viajante, um grande explorador e um grande criador. Aborrecia-se facilmente. Ele viajou aos limites do reino de onde levantou velas pelas águas. Jack chegou a Muralha de Fogo, que significava o limite de toda a criação conhecida. Isto o aterrorizou. Ele tentou voltar para o reino, mas a não-energia e o vácuo, e a sucção por parte da Muralha de Fogo o puxou.

O período em que permaneceu nesta Muralha de Fogo pareceu uma eternidade. Ele foi sendo fragmentado, quebrado em milhares e milhares de pedaços. Algumas destas partes foram para dentro de um tipo de "casulo" para um longo período de sono, para uma experiência interior. Jack sempre tinha sido um ser, um criador com vistas ao exterior. Parte da energia de Jack não foi para este casulo, para dentro desta energia de observação interna. Parte dele continuou a viajar.

Bem, Jack não foi direto para a Terra. Houve um entrementes. Isto é meio difícil de explicar, mas vamos tentar trabalhando junto com Cauldre. Além da Muralha de Fogo não havia nada, era um vazio, escuridão total. Era um vazio que mais tarde se tornou seu universo físico. Quando Jack entrou neste vácuo, não havia estrelas. Não havia galáxias. Não havia energias presentes. Havia simplesmente um nada.

Energeticamente Jack não estava em seu corpo de luz que conhecia de seu reino, mas também não estava ainda numa densa forma física. Sua energia girava mais rápido do que a dos humanos na Terra, mas significativamente mais devagar do que quando ele se encontrava na Primeira Criação. Não estamos falando de vibração ou quociente de amor. Jack não era sólido. Jack não era "luz." Estava entre os dois (risadinha), no que chamariam um estado gasoso.

Quando Jack (você) saltou através da Muralha de Fogo, ele viu seu oposto. Ele viu seu espelho. Ele começou a ter experiências, primeiro consigo mesmo e depois com outras entidades. Estas experiências iniciais criaram uma energia que se filtrou a partir dele (você) e depois estabeleceu estruturas e padrões de energia no universo que havia sido antes um vazio. Jack (você) estava passando por experiências que então criaram teceduras, tapeçarias, fundações que mais tarde se tornariam suas estrelas e suas galáxias e seu sistema solar. Foi um período de tempo muito interessante para Jack (você).

Através de suas experiências, Jack começou a tomar uma nova auto-identidade. Começou a se agrupar com outras energias similares de entidades que também haviam transposto a Muralha de Fogo. Ele começou a se ligar com outros e formar grupos de "energia." Estes grupos de energia família viajaram, num certo sentido, residiram em certas partes do universo. E como podem saber a partir de suas experiências atuais com famílias, houve lutas internas. Jack e os outros começaram a brigar. Houve guerras. Os grupos que haviam se formado partiram-se e racharam.

Foi um tempo muito caótico. Jack ainda estava aprendendo a ajustar-se a sua transição através da Muralha de Fogo. Ele nunca antes havia sentido algo assim. Ele tentava lembrar-se e descobrir quem era, mas estava tomando novos atributos com os quais sequer conseguia relacionar-se. Começava a ter estranhas sensações e vibrações sobre sua própria energia. Onde antes ele tinha sido apenas luz, agora começava a tornar-se espesso, um ser com um peso que ulteriormente seria um corpo.

Jack não gostou muito disso. Ele não gostou da sensação de diminuição de sua energia, a queda de pensamento para luz para elétron. Ele não gostou nem um pouco. Tentou sair dessa, mas não sabia como. Ele se tornava cada vez mais sólido. E tornando-se sólido, também seu universo foi se tornando mais sólido. Planetas começaram a tomar forma e a se formar e ter massa.

Oh, queridos amigos, Jack – você – não gostou de nada disto. Vocês sentiram como se estivessem caindo cada vez mais. Sua energia e vibrações diminuíam. Você lutou contra isto. Sentiu em um certo ponto que jamais se lembraria quem foi, ou de onde veio. Tentava desesperadamente manter-se na vibração do reino. Amaldiçoou a passagem através da Muralha de Fogo!

Vocês estavam no caos. Houve terríveis guerras em seu universo. Foi um tempo onde o conceito de matar e de morte surgiu pela primeira vez. Havia raiva contra os outros e contra si mesmo. Houve grupos que erraram pelo universo em constante solidificação, tentando tomar o poder dos outros. Achavam que se tomassem o poder e a energia de outro ser, elevariam a sua própria e isto os enviaria de volta pra casa para o reino.

Vocês começaram a viajar em grupos, alguns bem grandes, outros pequenos. E quando fizeram isto, de uma certa maneira, quando se deram as mãos e ligaram suas energias, começou a haver ao seu redor uma energia "nave." Vocês viveram dentro dela e viajaram por todos os lugares e tiveram muitas e muitas experiências. Era interessante, porque podiam viajar muito bem em corredores de energia que estavam se desenvolvendo em seu universo. Vocês sabiam como ir de uma parte a outra, que poderia estar a milhões até bilhões de anos luz de distância, utilizando seu sistema de medida atual. Gastavam nestas viagens apenas um instante. Vocês eram hábeis nisto.

Mas durante todo este tempo, cada um de vocês resistia a diminuir a marcha, resistindo a esta solidificação acontecendo em vocês, em seu universo inteiro. Começaram a ter estranhas experiências. Vocês começaram a colidir em coisas! Não passavam mais através dos objetos. A energia não passava através de energia. As coisa estavam se tornando sólidas, iam mais lentas, vocês na verdade se achavam colidindo com estrelas, planetas, meteoros e asteroides. Isto os surpreendeu e os deixou deprimidos. As guerras continuavam. As batalhas se intensificaram. Não foi um bom tempo. Havia bolsões de vocês tentando achar o caminho de volta pra Casa, tentando encontrar a vibração apropriada, descobrindo coisas sobre as energias do amor e da luz. Mas na maior parte, as coisas estavam desacelerando.

Em um dado momento aconteceu o que já comentamos antes, um impasse. As coisas não podiam continuar daquele jeito. Os conflitos, as batalhas entre o que vocês chamariam a luz e a escuridão chegaram a um empate. O universo, como o conheciam, chegou até a parar de crescer. E naquele momento foi tomada uma decisão, houve consenso, um acordo, o acordo de vir para este lugar Terra, e de uma vez todos atravessaram o véu final. Vocês concordaram em passar a barreira final, para literalmente tomar uma forma densa humana, ter o seu ser dentro desta forma que conhecem como seu corpo. Concordaram em viver em total esquecimento de quem eram, caminhar através de ciclos de vida e morte, e do que chamam carma, para chegar ao giro completo do círculo novamente, para relembrar quem eram antes de sequer passar pela Muralha de Fogo.

É por isto que estão aqui! É por isto que estão aqui há centenas e centenas de ciclos de vida. Estiveram caminhando pelos ciclos de vida da Terra num acordo para trazer as coisas a um círculo completo. É um acordo para curar todo o passado, para curar este tempo de passagem pela Muralha de Fogo, para a cura deste tempo de construção do vazio, a criação de seu universo como o conhecem. Vocês passaram todas estas vidas para curar e redescobrir.





Tobias é canalizado por Geoffrey Hoppe, P. O. Box 7392, CO, 80403. E-mail: Cauldre@aol.com <mailto:Cauldre@aol.com> - O Círculo Carmesim se reúne mensalmente em Denver, Colorado, para partilhar amor, informação e risos. Para maiores informações sobre o Círculo Carmesim, envie mensagens a Michele Machale em Mmachale@aol.com <mailto:Mmachale@aol.com> - Partes desta mensagem foram editadas a partir da versão original gravada em viva voz para maior clareza e compreensão. Por favor, distribua livremente este texto em material não comercial. - Visite o site do Círculo: www.crimsoncircle.com <http://www.crimsoncircle.com/> para maiores informações. - Agradecimentos especiais a todas as maravilhosas almas no Círculo Carmesim, mais Kryon, Lee Carroll, Jan Tober, Dra. Melanie Wolf, Tobias e o amor do Espírito. - Agradecimentos especiais a Dra. Mindy Reynolds por seu amor e paciência na transcrição de muitas e muitas horas de fitas de Tobias. - Direitos autorais Y2000 Geoffrey Hoppe, Golden, CO, USA. Todos os direitos reservados.