Perguntas & Respostas: Os Artistas da Nova Energia

O MATERIAL DE TOBIAS
A Série do Professor:
SHOUD 11 "Os Artistas da Nova Energia"
Apresentando Kuthumi lal Sing
Canalizado por Geoffrey Hoppe 

Perguntas e Respostas
Apresentado ao Círculo Carmesim
2 de Junho de 2007




Nama-ma-ma-ma-mastê! (A platéia responde rindo: “Namastê!”) E assim retornamos todos... Eu, Kuthumi, e vocês, para a sessão de perguntas deste dia. Mas tomemos antes um momento para falarmos um pouco sobre sua galeria de arte viva - a própria vida de vocês - repleta de todas as suas experiências, esperanças, aspirações e tudo o que já realizaram. Ela não existe em algum lugar longínquo, mas aqui e agora, em sua própria realidade... Esta é a galeria de arte de vocês!

Talvez haja coisas, das quais não se orgulhem tanto, penduradas nas paredes... Lancem todavia a elas um Novo olhar durante os próximos poucos dias. Observem a riqueza das experiências que tiveram. Sim… talvez haja culpa ou vergonha envolvidas, mas procurem enxergar além da vivência em si: tudo aquilo que aprenderam para si mesmos e conquistaram em termos de sabedoria para suas almas. E descartem o julgamento...

E pode ser que atualmente também haja coisas em sua galeria de arte das quais vocês não gostem - empregos, companheiros de vida, outras pessoas... talvez até o mundo inteiro! (risadas) Esta é sua galeria de arte, mas vocês podem retirar dali aqueles quadros e colocá-los no porão ou no sótão da galeria e guardá-los fora das alas de exibição por algum tempo... Ou simplesmente munirem-se de suas ferramentas de Artistas da Nova Energia e criar algo Novo. Só porque há um pintura pendurada em sua galeria de arte viva não significa que ela obrigatoriamente deva ali permanecer. Vocês podem pintar por cima da tela e criar algo Novo para si mesmos. Se ela não está servindo vocês... se vocês ultrapassaram e esgotaram aquilo que poderiam aprender com tal experiência... se ela não está fazendo vocês felizes, nem lhes trazendo satisfação e realização, vocês podem mudá-la. E esta é uma bela e simples regra...

Como já lhes disse, atravessei muitas estafas mentais, chegando ao ponto de colapso... chegando ao ponto de dizer: “Não me importo mais... Não estou nem aí para mais nada…” - como diriam vocês. Pois tive minhas quotas de ansiedade e depressão. E então as liberei… Desapeguei-me dos conceitos e de tudo que eu já havia estudado. Libertei-me de cada estrutura que havia erigido em torno de meus pensamentos. Descartei toda a minha filosofia e toda a minha matemática, as quais me eram tão caras… Eu acreditava que a matemática me ajudaria a explicar como este mundo veio a existir, como nós mesmos chegamos até aqui e como funcionaria a ordem de todas as coisas... Mas a matemática não é a razão de estarmos aqui. Ela apenas nos ajuda a contemplarmos a matriz de nossas próprias energias...

Existe algo agora na vida de vocês de que vocês não gostem? Há alguma coisa que vocês gostariam de mudar em sua galeria de arte? Mudem-na pois! Liberem-na, transformem-na, façam-na de maneira diferente. Ela lhes pertence! Vocês descobrirão - sem precisarem de grandes lições em suas vidas, sem nem mesmo uma meta específica em termos de algo que devam fazer nesta existência... a tudo isso liberando - que são livres para verdadeiramente apreciarem cada momento e cada dia, sem a pressão e as expectativas, como almas genuinamente livres para mergulharem na Nova Energia...

Isto posto, adoraremos responder às perguntas de vocês!


PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 1 (lida da Internet por Linda): Eu lhes agradeço por sua assistência... Como se encaixam as alergias na Nova Energia? Seria de algum auxílio conscientizar ainda mais as pessoas relativamente às próprias alergias? Em minha percepção, estas podem ser equilibradas, mas de que maneiras? E haveria algo mais que eu precisaria dizer a mim mesmo/a?

KUTHUMI LAL SINGH: Vamos lhe dar uma resposta bem curta à sua... ‘alérgica’ pergunta. Se vocês fossem verdadeiramente capazes de respirar... vejam bem: as alergias e a respiração estão conectadas... o que significa que se vocês respirassem mais efetivamente, iriam além das alergias... Contudo, parte do problema é que, ao respirarem profundamente, a tendência é intensificar a própria alergia... Mas reconheçam que existe algo resistindo no interior de vocês, travando o fluxo... Tomemos como exemplo estas lindas flores (apontando para o vaso de flores no palco), este lindo buquê com seu aroma. Caso você seja alérgico/a a flores, considere a razão energética por detrás... Talvez você não esteja se permitindo apreciar a beleza da vida... a beleza de cheirar, tocar ou ver estas flores... Isso é o que causa algum tipo de bloqueio energético, que se manifesta na forma de uma alergia. Um momento ideal, portanto, para aproximar-se destas flores e inalar sua fragrância...

Vocês todos estão se tornando agora seres muito mais sensíveis e conscientes nesta Nova Energia, de forma que se encontram mais perceptivos das potentes energias presentes em todas as coisas, o que todavia não significa que isso tenha necessariamente que causar uma reação alérgica. Simplesmente inspirem as energias e liberem o que esteja causando a resistência... conscientizem-se daquilo que está causando essa resistência e perceberão que suas alergias naturalmente se desvanecerão. Se, entretanto, cobrirem suas alergias com medicamentos, estarão igualmente embotando sua sensibilidade e sensações e encobrindo a real causa-raiz de não estarem sendo capazes de apreciarem tudo em suas vidas, em especial a comida. Obrigado!

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 2 (uma mulher ao microfone): Olá, Kuthumi! É muito bom ter você aqui com a gente hoje... Mas para mim também é algo doloroso... E sinto estar falando em nome de muitos Shaumbra... Você sabe… mesmo havendo feito contato com meu Gnost e praticado respirar, permitir e aceitar, ainda assim... o fluxo contínuo e estável da abundância começa para mim e depois pára... e eu simplesmente não entendo... (Ela começa a chorar.) Você sabe, eu tenho essa idéia maravilhosa que me ocorreu, exceto o dinheiro para que ela deslanche. Eu me conectei novamente com o que é minha paixão na vida e simplesmente não entendo porque as coisas não estão fluindo... Você pode me dizer o quê está ‘pegando’?

KUTHUMI LAL SINGH: Certamente! Mais uma vez, serei simples e direto... O que está ‘pegando’ é... (e você sabe disso, pois acabamos de conversar sobre isso) a resistência a curtir sua vida plenamente. Você a está medindo através em termos de abundância material, o que lhe causa enorme estresse (o que você já sabe), mas ainda há algo dentro de você que não está se abrindo, de forma que você simplesmente se permita curtir a vida.

Sim, há questões relacionadas a vidas passadas e também problemas de auto-estima, mas você ainda não se permitiu apreciar a vida. Você diz que quando a abundância fluir, então você poderá curtir... Entretanto, o caminho é o inverso disso… Você pode apreciar sua vida agora? Você se permite dar a si mesma a abençoada dádiva de curtir a vida? Esquecendo-se inclusive de todas as demais coisas e, no seu caso especificamente, desapegar-se de todas aquelas coisas sobre as quais temos falado, como respirar e tudo o mais? No seu caso, é importante se perguntar repetidamente, “Eu posso me permitir apreciar a vida?” Uma parte de você diz “Sim”, mas outra parte continua a dizer “Não” e continua a ser cautelosa... não quer se machucar e que receia que, se você se abrisse, teria de deixar ruir as muralhas que construiu ao seu redor, com medo de se machucar...

Mas esta é a hora da verdade para você. E isto é algo em que eu gostaria que você trabalhasse e considerasse... não apenas por um ou dois dias, mas até que você verdadeiramente chegue à resposta... Você pode apreciar a vida? Procure pois ir além da mente e honestamente dizer “Sim” a si mesma, sinceramente compreendendo o que estou colocando aqui, porém não em função, por exemplo, do desespero em precisar dispor do dinheiro para pagar seu aluguel... Eu mesmo fui um ‘sem-teto’ por muito tempo, vagando por toda parte, sem querer quaisquer destas coisas, tendo descoberto que podia me sustentar de forma completa, como você também o pode. Desapegue-se das expectativas e pergunte-se continuamente se você pode verdadeiramente permitir-se curtir a vida, assim como estar na Terra e em seu corpo e em forma humana... Então sim… Todas as outras coisas virão até você…

Você também compreende o fato de que quando você tinha dinheiro, este por si só não lhe trouxe felicidade. Trouxe-lhe alívio, porém não felicidade... Quando você tinha a energia da abundância fluindo em sua vida, descobriu uma forma de inverter a situação e usá-la para, em verdade, auto-destruir-se, ou seja, inventou uma maneira de sabotar aquele fluxo...

Retornemos pois ao básico. Você pode curtir sua vida? Contemple várias vezes esta questão. Esqueça por ora esta fixação com a abundância material. Você terá o suficiente para passar bem até que possa responder àquela pergunta... E por favor, volte para nos contar!

SHAUMBRA 2: Obrigada!

KUTHUMI LAL SINGH: Obrigado a você!

LINDA: Conversei com várias pessoas nos últimos dias, inclusive nesta tarde, sobre assuntos que motivaram duas perguntas, uma delas em especial: Parece estar ‘rolando’ alguma energia realmente desafiadora e difícil... E, sendo Shaumbra, queremos ser realmente responsáveis e assumir toda a responsabilidade, sendo muito fácil ficar dizendo: “Que estou fazendo? Por que sinto toda essa energia?” Contudo, muitos Shaumbra acham que, de alguma forma, isso não tem a ver somente conosco, mas que há algo muito maior sendo posto em movimento e se aproximando, particularmente no fim de semana passado, em que sentimos alguma transformação enorme ocorrendo, embora não saibamos de que forma se processou e certamente não se trate apenas de nossas pequenas questões pessoais... (Pausa) Olá…?

KUTHUMI LAL SINGH: (A platéia e Kuthumi riem.) Fiquei fascinado com sua dissertação!

LINDA: Foi uma pergunta!

KUTHUMI LAL SINGH: Ah…! (mais riso) Oh! Agora percebo! (gracejando) Bem...

LINDA: Seja gentil.

KUTHUMI LAL SINGH: Estou agora recapitulando aqui comigo tudo sobre o que temos conversado com vocês por mais de sete anos... Vocês estão vivendo em um mundo de transformações, em que tudo está mudando... mudanças que não são pequenas, mas colossais. E como já disse durante nosso Shoud, tudo está oscilando agora... Nada é o que parece ser e nada mais é como ontem. E o que vocês estão sentindo, em grande parte, é a energia coletiva da humanidade tendo dificuldade em lidar com isso... As pessoas entram em pânico e sucumbem ao medo... E o medo é a principal coisa que vocês estão percebendo. As pessoas querem responsabilizar alguém ou colocar a culpa em alguma coisa... Passam a acreditar em conspirações e não se sentem seguras sobre o que fazer. Sentem-se perdidas e no caos. Mas vocês as compreendem, pois estiveram nessa situação há sete anos, ou mesmo cinco anos atrás. Vocês entendem como deve ser para os outros estar vivenciando todas essas mudanças em andamento...

Vocês literalmente passaram por elas em primeiro lugar e num nível bastante pessoal. Vocês passaram por mudanças internas… Terremotos e erupções vulcânicas e tempestades e furacões e tsunamis internos... Vocês passaram por todas estas transformações… E sim, usei estes termos relacionados às expressões de Gaia porque existe uma relação direta entre a consciência e o clima, ou seja, coisas como o aquecimento global, as tormentas e os padrões climáticos erráticos, como os que vocês testemunharão neste próximo verão... De forma que todas estas ocorrências estão se desenrolando agora ao seu redor, mas elas não mais têm a ver com vocês. Vocês as sentem, mas não as estão causando. Alguns até gostariam de se responsabilizar ou se culpar por tais coisas, mas não as estão causando. Vocês as estão sentindo, mas não necessariamente vivenciando-as novamente.

E este é o seu momento... a hora de todos vocês serem os Artistas da Nova Energia. E o que isso significa? Significa criar o que escolherem, sem fronteiras ou limitações, sem se aprisionarem em suas mentes, sem ficarem carregando por aí a velha bagagem. Vocês portanto continuarão a sentir tais coisas, pois se encontram agora, juntamente com toda a humanidade, no que descreverei como um certo tipo de “câmara de consciência”, mas vocês não precisam sujeitar-se a ela... Vocês não precisam se obrigar a aceitar que ela determine seus próprios caminhos, embora sintam sua influência.

Considerem como era a vida na Terra há quinhentos anos, quando a consciência era tão mais pesada e vagarosa, à semelhança de um cobertor muito pesado cobrindo a humanidade... Havia muito poucas centelhas de consciência... Muito poucos pontos brilhantes, raros e distantes entre si... Agora, porém, encontram-se por toda a parte! Tudo está mudando muito rapidamente e fazendo com que os seres humanos em geral obriguem-se a refletir sobre suas próprias questões e a olhar para as bagagens que carregam. Então, vocês estão de fato sentindo estas coisas, algo que estamos lhes dizendo há bastante tempo. Todo o desejo de Tobias era conseguir acessar Shaumbra e lhes dizer que vocês se encontram numa era de transformações. E vocês estão liderando as mudanças de consciência que resultarão em todas as demais mudanças na Terra.

LINDA: E você poderia nos atualizar sobre toda essa trepidação no Oriente Médio?

KUTHUMI LAL SINGH: Esta é uma das regiões mais sensíveis ao restante da consciência da humanidade, por causa das energias presentes no que vocês chamam de Oriente Médio, tanto na consciência local como no próprio solo de lá... Pois lembrem-se de que foi lá, nesta pequena parte do planeta, que lançaram suas raízes as principais religiões do mundo de hoje... Foi lá que tantas crenças floresceram e a consciência cresceu... Onde se consolidaram conceitos sobre espiritualidade e sobre Deus. Obviamente, portanto, se há trepidações ocorrendo na Terra agora, esta área certamente chacoalhará ainda mais. Mas uma oscilação não é necessariamente ‘ruim’. Ela significa que as coisas por lá estão se movendo para fora de sua antiga estrutura, assim criando o potencial para todo um novo tipo de aliança nesta região - um potencial de paz que não tem sido disponível, em verdade, desde que posso me lembrar... Obrigado.

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 3 (uma mulher ao microfone): Olá, Kuthumi! É muito bom lhe encontrar! Por vários anos tenho trabalhado numa série de aspectos... (Kuthumi pega uma bebida e gargareja enquanto a pessoa está falando, o que resulta em muitas gargalhadas.)

LINDA: Que ‘bonito’, hem? (rindo) Competindo com Saint-Germain?

SHAUMBRA 3: Nem chego perto! (mais risos)

LINDA: Foi quase rude, ouviu?

SHAUMBRA 3: Foi mesmo! (rindo)

KUTHUMI LAL SINGH: É que já faz um tempo que estive na Terra e alguns refrescos que vocês têm agora são muito interessantes!

SHAUMBRA 3: OK…

LINDA: Perdão, Rita!

SHAUMBRA 3: Ora, está tudo bem. A propósito, minha pergunta é sobre...

LINDA: Você ainda tem uma pergunta?

SHAUMBRA 3: Sim, vejamos… ah, tem a ver com relacionamentos e...

KUTHUMI LAL SINGH: Ah, não! (mais risadas)

SHAUMBRA 3: Eu - e sei que todos nós - temos trabalhado em aspectos de nós próprios, dos quais quisemos nos desapegar ao longo dos últimos anos e, no meu caso pessoal, creio haver liberado várias coisas que não funcionam mais para mim. Entretanto, uma delas continua obviamente vindo à tona, qual seja: Como evitar perder nosso poder pessoal e a nós mesmos em nossos relacionamentos românticos?

KUTHUMI LAL SINGH: Veneno seria uma boa maneira! (muitas risadas)

SHAUMBRA 3: Muito bem, vou tentar! (mais riso) Essa é uma solução!

KUTHUMI LAL SINGH: (gracejando) Estou na verdade rindo de Cauldre ficando tão nervoso... (várias risadas enquanto Linda lhe oferece outro gole de refrigerante, mas ele recusa.) Você tentou me enganar, hem…?!

Bem, vou lhe dar uma resposta que talvez você não queira ouvir, mas se você estabelecer primeiro seu relacionamento consigo mesma, nenhuma outra relação poderá subtrair nada de você. Você estará tão fundamentada em si mesma, que se outro ser humano aparecer em seu caminho, tentando lhe alimentar com alguma energia ou sugar alguma energia de você, não será capaz de fazê-lo. Por outro lado, quantos humanos atualmente na Terra estão buscando um relacionamento sem quererem alimentar certas energias ou serem alimentados por elas? Realmente muito poucos, o que limita o número total de parceiros disponíveis que você gostaria de ter. Então... (Alguém na platéia diz: “E assim chegamos a zero”, com Kuthumi e a platéia rindo muito.) Belushi, pare com isso! (mais riso) Canalizando através de Shaumbra! Mal posso acreditar…

De forma que terei de afirmar algo que talvez você não queira ouvir, mas como uma Shaumbra vivendo no dia de hoje nesta época, vocês precisará aceitar o fato de que possivelmente tenha de contar somente com o relacionamento consigo mesma e que talvez você não encontre aquele alguém com quem você possa compartilhar a vida num nível mais elevado. Outra opção é deixar muito bem claros os termos para um relacionamento, desde o seu início.

Na verdade, Cauldre e eu estamos tendo agora uma pequena discussão. Ele está me perguntando “se não terei sido celibatário nas minhas últimas dez vidas...” (risos) Sinto dizer que isso é verdade e aqui estou eu dando conselhos como um padre... (muitas gargalhadas da platéia e risadinhas de Kuthumi)

Portanto, estabeleça de forma bastante clara, com a pessoa com quem pretenda vir a ter um relacionamento, quais são os seus “termos de equilíbrio energético” para a relação, o que talvez, ao ser verbalizado por você, possa soar um pouco egoísta, mas em verdade estará deixando bem claro para o outro: “Não há chance de haver dependência energética em nossa relação.”

SHAUMBRA 3: OK, muito bom! Obrigada!

KUTHUMI LAL SINGH: Obrigado a você!

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 4 (lida da Internet por Linda): Tobias [sic], Qual é a relação entre a ‘Ferida de Ísis’ e Lilith, a primeira companheira de Adão, a primeira mulher antes de Eva? Lilith era uma igual com Adão e, tendo se recusado a ocupar posição subordinada, deixou o Jardim do Éden. Mas sinto haver mais nesta estória do que contam as escrituras. Ao escutar os CD’s da ‘Ferida de Ísis’, pude sentir que Lilith é de fato a própria Ferida de Ísis’, sendo aquela que se sentiu responsável por furtar energias de Adão, suponho, deixando seu lar em meio a um sentimento de culpa e criando portanto a primeira ferida cármica da existência. Também acho que quando equilibramos nossas energias masculinas e femininas interiores, estamos de fato curando esta antiga ferida cármica, fazendo com que Lilith assim retorne ao lar. Estarei percebendo isto corretamente? Você poderia nos contar a real estória de Lilith e o que está acontecendo agora com ela?

KUTHUMI LAL SINGH: Até parece um livro! E bem poderia ser um livro fascinante, que discorresse sobre as energias masculina e feminina. Quanto à estória de Lilith, trata-se apenas de uma interpretação, ou seja, uma forma de explicar como trabalham as energias. Como Lilith não teria aceito certos termos em função de seu comprometimento com a energia de Ísis, outro aspecto de Ísis veio a se manifestar, tornando-se aquela a quem vocês chamaram Eva, a qual teria assumido a culpa e a responsabilidade por tudo o que aconteceu desde então. Em verdade, a assim chamada energia de Eva foi estabelecida pelas religiões e igrejas, numa tentativa de suprimir a energia de Ísis...

Num certo sentido, é interessante explorar as energias da história, ou a história da energia, mas sob um outro aspecto não faz realmente muita diferença, pois você pode ficar preso nesta armadilha intelectual... O que é importante lembrar é que o masculino, o feminino, a dualidade e os aspectos desta oposição estão querendo se reunir agora. E esta é a única coisa importante. Cada parte de vocês e cada parte do reflexo de si mesmos desejam se reintegrar. Vocês não precisam de duas partes de si mesmos para compreenderem à pergunta “Quem Sou Eu?”, pois esta é respondida neste exato momento do Agora, tendo a ver com esta completa integração.

Portanto, redija o livro se você assim escolher, explore a mitologia, os significados e as simbologias subjacentes, mas não caia naquela armadilha profunda, porque o que é realmente importante hoje é que as energias desejam se reunir e reintegrar-se.

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 5 (uma mulher ao microfone): Olá! Sei que quando nossa vida trepida, o conselho é respirar, mas o que acontece comigo quando a coisa pega pra valer é que começo a hiperventilar e fica realmente difícil me lembrar de como respirar direito. Há algum jeito, fácil e gracioso, de simplesmente me lembrar de respirar, ou alguma técnica diferente que possa ser usada em tal situação?

KUTHUMI LAL SINGH: Respirar não deveria ser difícil de se lembrar, pois é algo muito natural. Mas quando você perceber sua energia se desequilibrando ou acelerando, ou apenas desejar trazer mais energia ao seu momento presente, a respiração consciente intensificará a oscilação, fazendo com a energia dance ainda mais. Porém, seu bamboleio será gracioso, com o significado implícito de estar contribuindo para romper parte da velha estrutura, literalmente removendo-a de seus ossos, pulmões ou mente e chacoalhando tudo...

Portanto, a oscilação da energia, diversamente de uma colisão, não é necessariamente algo ruim em vocês, pois significa que vocês estão se tornando mais flexíveis e expandidos. Não duros e rígidos como uma rocha, mas abertos às energias multidimensionais. Desse modo, apenas o fato de você haver declarado isso sobre a respiração significa que você se lembrará de respirar de qualquer maneira. Obrigado!

SHAUMBRA 5: Obrigada a você!

KUTHUMI LAL SINGH: E como diria Tobias, “Mantenha a coisa simples!”

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 6 (lida da Internet por Linda): Espero que esta pergunta chegue até vocês... Já a fiz antes e tentarei refazê-la de forma mais clara. Quando participei do encontro de Tobias em Amsterdã, senti que me ajudavam a remover algum velho padrão que bloqueava meu fluxo de energia. Ouvi de outros participantes do encontro que isso também lhes havia ocorrido. Infelizmente, não consegui permanecer nestes novos padrões da Nova Energia e, após algum tempo, reapareceram os problemas físicos devidos àquela Velha Energia estagnada, o que me dá a sensação, desde que entrei para o Círculo Carmesim no evento de Amsterdã, de que preciso continuamente me atualizar e acompanhar vocês, embora não saiba como, e é o que sentem também outros Shaumbra com quem tenho conversado aqui na Holanda. Minha pergunta é portanto múltipla. Quando nos sintonizamos na Internet para um Shoud ao vivo, há algum anjo nos auxiliando em nosso ambiente pessoal, auxiliando a liberar alguma Velha Energia? E quando nos sintonizamos com a energia do Shoud em algum outro dia, mês ou ano, como se faz tal conexão e como ela é mantida? Agradeço...

KUTHUMI LAL SINGH: A transição para a Nova Energia é um processo gradual. Não acontece num simples piscar de olhos ou num relâmpago. E assim é de propósito, de forma a não exaurir suas mentes e corpos ou mesmo o espírito de vocês. A Nova Energia está agora se fundindo com a Velha Energia, e nessa fusão se dá uma completa transformação da própria física, bem como dos processos através dos quais todas as coisas funcionam. Portanto, a fim de evitar que a toda a Terra venha a explodir ou simplesmente enlouquecer, esta integração está sendo realizada vagarosamente.

Assim, quando forem a um workshop ou escutarem um Shoud como esse, estarão basicamente se movendo para mais um nível de expansão, de forma graciosa e fácil (mesmo que alguns de vocês não pensem deste jeito) e certamente de maneira muito mais fácil do que se tudo isso acontecesse de uma só vez.

Quando vocês se encontram na energia de um Shoud como este, os seres angélicos e todos aqueles do Círculo Carmesim podem se aproximar muito mais facilmente e certamente há e haverá um trabalho sendo realizado neste sentido. E este é o porquê de tão freqüentemente vocês sentirem uma sensação diferente ao irem embora deste espaço ou ao desligarem seus computadores. Vocês não têm bem certeza do que é... e não podem defini-lo com palavras, mas sabem que algo acabou de acontecer, porque nos permitiram que trabalhássemos com vocês.

Há literalmente ajustes processando-se no interior de seus corpos e DNA... até mesmo naquele computador fluido a que vocês chamam de mente, pois assim como há uma matriz energética para a consciência da massa, também existe toda uma grade bastante elaborada para a consciência pessoal de cada um de vocês, a qual, durante este período de tempo em que nos reunimos nesta energia muito segura, nos possibilita, com a permissão de vocês, que lhes ajudemos a processar aqueles ajustes, um pouco a cada vez e não todos de uma só vez. Portanto, se fizerem a retrospectiva de onde se encontravam há um ano ou há cinco anos, perceberão como e quanto se transformaram e cresceram e, provavelmente, mais que tudo, como se simplificaram... Como se tornaram simples... Obrigado!

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 7 (uma mulher ao microfone): Saudações, Ku... thumi?!

KUTHUMI LAL SINGH: Sou eu! Sim?!

SHAUMBRA 7: Vim aqui pela primeira vez para participar do Shoud do mês passado e senti ter sempre estado aqui… Mas o que mais me surpreendeu foi sentir, enquanto estive aqui sentada, uma intensa energia me dizendo: “Mude-se para a Califórnia.” E não encontro razão para fazer isso. O que significa? Que simplesmente devo encher meu carro com minhas coisas, minha barraca, meus gatos e lá vou eu...? E que eu tenha confiança?

KUTHUMI LAL SINGH: Essa é uma pergunta que você própria deve responder, mas houve de fato uma razão para que tenha sentido o que sentiu. Há algo atraindo você, algo que eu gostaria que descobrisse por si mesma... E adoraria que você tomasse essa decisão, simplesmente desapegando-se do que você já possui por aqui, seguindo o chamado de seu próprio coração...

Contudo, não é fácil abrir mão da segurança e das coisas que lhe têm sido próximas, mas creio que todos os Shaumbra aqui hoje lhe dirão, ao conversarem com você ao término deste dia, sobre como ouviram chamados similares... E compreenda que não se trata de nenhum de nós lhe dizendo o que fazer. Não é Tobias lhe dizendo que você precisa se mudar para lá e tampouco eu, Kuthumi, lhe pedindo para ir para lá, mas algo que existe em seu próprio coração... Então, que tal ser uma desbravadora e uma Artista da Nova Energia e descobrir o que é? Agora é com você!

SHAUMBRA 7: Obrigada!

KUTHUMI LAL SINGH: Vou acrescentar só uma coisa: Confie em sua intuição!

SHAUMBRA 7: Muito obrigada!

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 8 (lida da Internet por Linda): Sou professor do Curso DreamWalker e faço minha pergunta em meu próprio nome e em nome de todos os outros professores do DreamWalker e das SES [‘Sessões sobre a Energia Sexual’] aqui na América do Norte. Como podemos divulgar mais nosso trabalho, de forma a preencher as vagas para os cursos? Nossos alunos são “gatos pingados”, enquanto as aulas parecem estar “bombando” na Europa. Tenho utilizado as abordagens convencionais de divulgação e também, é claro, me conectado com meu Gnost, permitindo e respirando... Mas precisamos de algumas iscas 3D de informação para nos colocarmos em evidência... Cheguei até mesmo a escrever para a Oprah Winfrey [apresentadora da TV americana] sobre o DreamWalking, mas como vocês podem ver, nem eu nem qualquer outro Shaumbra foi convidado a participar do programa dela. Amo vocês e qualquer dica que me possam passar será enormemente apreciada.

KUTHUMI LAL SINGH: E eu lhe pergunto: Você realmente deseja e se dispõe a realizar este trabalho, ou seja, o magistério da Nova Energia, sem expectativas?

LINDA: Não! (risadas de Kuthumi e da platéia)

KUTHUMI LAL SINGH: OK! Se vocês liberarem agora as expectativas de que toda turma do curso ‘tem’ de estar repleta, vocês liberarão as energias de seu trabalho... Vocês podem começar apenas com um aluno, ou quem sabe dois ou três... Contudo, contemplem mais uma vez sua galeria de arte viva! O que realmente está acontecendo aqui? O que vocês estão experimentando e vivenciando? Que propósito criaram para si mesmos?

Se vocês colocarem seu foco em coisas como o tamanho da turma e as quantias em dinheiro, a partir da perspectiva dos seres espirituais e divinos que vocês são, ou se os focos principais de suas vidas forem coisas como o saldo de sua conta bancária ou quantas pessoas leem seus livros, vocês simplesmente perderam o fio da meada, pois todas estas coisas são secundárias e não são o foco de sua energia. O foco de sua energia é criarem a arte da Nova Energia, as escolas, os livros, as experiências... e permitirem que estes se manifestem a partir do simples iniciar do fluxo... Observem o que acontece com aquela partícula de energia com a qual vocês começaram e como ela passa a se expandir... E eu adoraria saber notícias suas novamente daqui a um ano, sobre o que houver acontecido com a evolução de suas escolas e cursos. Obrigado!

LINDA: Eu estava apenas provocando sobre as expectativas...

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 9 (uma mulher ao microfone): Oi, Kuthumi! Gostaria de saber se você pode me oferecer algum ‘insight’ sobre o que está acontecendo com minhas costas e meu pescoço, que parecem estar bastante desalinhados e... você sabe, problemas relacionados a músculos fracos... Fico me perguntando se isso não teria a ver com o fato de “os tecidos da Nova Energia estarem substituindo nossos músculos”, assunto sobre o qual Tobias chegou a comentar há vários meses e não mencionou novamente desde então. Eu gostaria portanto de saber mais sobre isso e se você ou Tobias futuramente farão alguma canalização especial sobre as mudanças pelas quais nossos corpos estão passando...

LINDA: Esta é uma boa ideia.

SHAUMBRA 9: Sim! E, se possível, com informações detalhadas e especificas? Obrigada!

KUTHUMI LAL SINGH: Certamente. Qualquer dificuldade que você tenha com suas costas e coluna vertebral constitui sólido indicador de que este trabalho de reajuste para a Nova Energia está em andamento, pois se trata literalmente de sua sustentação física, ou seja, da própria estrutura que lhe dá o maior suporte no sentido de propiciar a própria presença da energia de seu espírito aqui na Terra...

Presentemente, tanto os ossos como as vias neurais estão sendo reconfigurados, embora de forma gradual, para que os velhos sistemas não se estilhassem totalmente. Vocês estão literalmente construindo um Novo sistema, enquanto o velho ainda está lá, o que ocasiona certo grau de estresse e às vezes dor no nível físico, por causa do trabalho que está sendo feito. Mas compreendam e utilizem isto como um indicador de que vocês agora estão verdadeiramente permitindo que o processo da Nova Energia lhes ajude a recriarem sua própria biologia.

Seus corpos sabem como se manterem absolutamente equilibrados e sãos. O que eles não necessariamente conhecem é o resultado daquilo a que chamaremos de "reconstrução físico-biológica da Nova Energia". O corpo humano se compreende bem em termos da Velha Energia, mas ainda está aprendendo como se adaptar à Nova Energia. Eis portanto uma interessantíssima combinação de elementos acontecendo agora no ser físico de vocês. O corpo está descobrindo seu Novo ‘eu’ e isto às vezes causa o que vocês vivenciam como dores ou preocupações relativamente ao corpo. A melhor coisa que você pode fazer é se conectar energeticamente com seu interior e encorajar seu corpo a prosseguir neste caminho de recriação e reconstrução de si próprio.

E sempre que qualquer um de vocês especificamente tiver problemas nos ombros, isso se relaciona ao movimento do que vocês chamariam de "energia da responsabilidade", ou tem a ver com coisas que vocês têm carregado nos ombros pela vida afora, como responsabilidades que assumiram para si mesmos em suas existências passadas, ou responsabilidades por outras pessoas em suas vidas agora, as quais vocês estão transmutando, de forma que sentem os efeitos disso em seus ombros e pescoço. E a respiração consciente, sobre a qual continuamente lhes falamos, é o que permite que a energia continue se movendo, inclusive a energia de todas essas coisas compactadas na região de seus ombros e pescoço... Um maravilhoso processo de liberação!

E em resposta à sua segunda pergunta... Sim, planejamos realizar uma sessão extensiva sobre algumas das mudanças biológicas em andamento, mas ela se dará daqui a cerca de um ano.

SHAUMBRA 9: Obrigada!

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 10 (lida da Internet por Linda): Minha pergunta é: Posso restaurar uma cavidade dentária com a “Standard Technology” [Tecnologia ‘Standard’ ou Padrão] ou devo simplesmente visitar o dentista? (risadas de Kuthumi e da platéia)

KUTHUMI LAL SINGH: Recomendaremos que você vá ao dentista munida da Tecnologia "Standard". Em outras palavras, exerça ambas as escolhas. Vocês hoje dispõem de maravilhosos e modernos sistemas médicos, que têm a capacidade de reparar e rejuvenescer, mas a Tecnologia "Standard" ou Padrão significa cuidar de seu corpo e assumir a responsabilidade por ele. Portanto, quando visitar o/a dentista, não coloque sobre ele ou ela toda a responsabilidade. Compreenda que, ao visitar o consultório odontológico, estará ativamente participando do processo de rejuvenescimento de seu corpo, mesmo que seja apenas um implante, ou o que quer que seja, pois energeticamente, ao receber uma obturação ou ponte, esta ainda não constitui parte de sua biologia. Mas se você assumir a responsabilidade por sua biologia, integrará energeticamente aquela obturação, ponte ou implante (ou o que quer que seja) ao seu próprio fluxo biológico. E, ao invés de serem meros elementos estranhos, tornar-se-ão parte de você. E isto é a Tecnologia ‘Standard’ em ação.

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 11 (lida da Internet por Linda): Estou pronto/a para iniciar meu magistério como Professor/a da Nova Energia. Mas quando expando minha consciência, têm-me chegado informações sobre vegetais, legumes e fórmulas matemáticas... Desculpem-me, mas não consigo encontrar a resposta para “brócolis + dois”... (risadas)

KUTHUMI LAL SINGH: À medida em que você expande sua consciência para estes outros domínios além da mente, deparar-se-á com uma série de símbolos - símbolos energéticos. Não os tome literalmente. Adentre a energia deles, ao invés de tentar compreendê-los apenas como ‘brócolis’ ou ‘matemática’. O que se percebe aqui é uma combinação... Você está chegando a novos entendimentos básicos sobre como as energias trabalham e usando ‘brócolis’ como um tipo de símbolo, seja este nutricional, alimentício ou energético, mas embasado com um tipo de estrutura matemática da Nova Energia que lhe habilita a funcionar nesta realidade. Não tome as coisas muito literalmente ao se expandir para estes outros domínios...

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 12 (lida da Internet por Linda): Meu marido é obcecado com o “Planeta X”. Dêem-me por favor pistas mais claras sobre o significado disso...

KUTHUMI LAL SINGH: Simplesmente direi que o Planeta X, o planeta invisível... o qual, sim, possui certas características energéticas e qualidades bastante realísticas, havendo uma razão para ele estar lá... Pois ele é um tipo de reflexo... não somente da Terra, como também de alguns dos potenciais da Nova Terra...

O Planeta X não é uma conspiração nem faz parte de alguma agenda alienígena e muito menos de alguma tentativa de invasão da Terra. É muito fácil cair presa de todas essas coisas… O Planeta X é na verdade um tipo de espelho ou túnel energético que conduz da Terra à Nova Terra. Não fiquem por demais fascinados com tais coisas. O importante é o que vocês fazendo aqui neste momento. O que vocês estão realizando como criadores? Que estão fazendo para se integrarem aqui na Terra? Não no Planeta X ou qualquer outro planeta… Obrigado!

Estas tendem a ser belas distrações, mas ao fim do dia, continuam sendo meras distrações...

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 13 (lida da Internet por Linda): Sei que vocês já comentaram que vários Shaumbra vêm desejando deixar a Terra ao longo dos últimos poucos meses e eu pessoalmente venho tendo problemas com isso... Parece que, a cada dia, tem ficado mais difícil lidar com outros seres humanos e viver na dualidade. Sinto-me oprimido/a e chateado/a todos os dias e estou achando que partir do planeta é a única solução. Não quero realmente morrer, mas não sei quanto mais posso suportar... Entretanto, sei que não sou a única pessoa me debatendo com esta confusão. Vocês podem por favor me ajudar?

KUTHUMI LAL SINGH: Certamente! E este conselho está sendo transmitido por Belushi: Não deixe o planeta! A Terra é, em última instância, a mais bela das experiências! Tem seus altos e baixos e também suas dores, mas é absolutamente uma dádiva! Pois aqui na Terra vocês podem compreender como é serem criadores por excelência, pois se encontram num dos ambientes mais difíceis e desafiadores, com sua dualidade, solidez e materialidade. Contudo, ela lhes oferece inúmeras e belíssimas dádivas… as dádivas da própria vida...

Como é, por exemplo, descobrir-se encarnando seu espírito em matéria... como é, por exemplo, não somente poder ver outros anjos, agora disfarçados em forma humana, como também neles trombar e amá-los, beijá-los... e festejar e compartilhar experiências com eles... Nada disso podemos ter nos outros domínios, como as dimensões angelicais onde Belushi e eu, Kuthumi, agora estamos... domínios estes que são etéreos e de fato magníficos, onde não se requer que lidemos com as demandas de corpos físicos, mas onde não se pode mergulhar na profundidade da experiência de viver, a qual é possível em qualquer lugar da Terra...

E mesmo quando vocês passam pela transição para o lado de cá, também vivenciam um período de tempo durante o qual deixam seu velho ‘eu’ e a própria Velha Energia. Estar com outros seres humanos pode ser às vezes difícil... Concentrar-se num emprego mundano, trabalhando para outra pessoa, é também muito difícil. Mas quando ultrapassam aquele período de transição, vocês retornam àquele ponto de percepção onde se conscientizam da pura e absoluta beleza que é viver na Terra. Nada há como a vida aqui... onde existe o potencial para adquirir profundidade de alma... E a compreensão do que verdadeiramente significa ser um criador somente pode ser obtida aqui na Terra. O conselho de Belushi é, portanto: Permaneça aqui! E quando você retornar a este outro lado do véu, perceberá o quanto realmente sentirá falta deste lugar chamado Terra...

LINDA: A pergunta seguinte foi feita por Kat, de Utah.

PERGUNTA FEITA POR SHAUMBRA 14 (lida da Internet por Linda): Vocês podem por favor falar-nos sobre Deus? Qual é a natureza de Deus? Deus se relaciona conosco nesta experiência tridimensional? Em caso afirmativo, de que maneiras? Tenho interesse em compreender mais claramente minha relação com Deus. Vocês podem me ajudar?

LINDA: Esta, a propósito, será a última pergunta.

KUTHUMI LAL SINGH: Realmente uma forma maravilhosa de concluirmos nosso dia... “Deus” é uma invenção do ser humano... “Deus” é um conceito mental... “Deus”, como já o disse Saint-Germain - eu nunca ousaria dizê-lo, mas - “Deus” nada mais é que o vírus da energia sexual em ação.

“Deus”... todo este conceito é, na verdade, relativamente recente. Não era conhecido nos tempos de Lemúria ou mesmo Atlântida. Deus foi “manufaturado” pela humanidade para tentar explicar o inexplicável. Mas com isso, o conceito de Deus absorveu todos os atributos e qualidades dos próprios homens e mulheres... E é por isso que agora vocês têm um Deus que se mostra distante, afastado, irado e julgador... um Deus que não escuta suas orações; um Deus que é muito mais um mecanismo de controle do que um companheiro e parceiro.

E quando lhes digo que vocês são os Artistas da Nova Energia, uma das coisas mais importantes que vocês estão fazendo, talvez possamos igualmente afirmar que uma das cosias mais desafiadoras e arriscadas que vocês também realizarão é apresentar ao mundo o Novo Deus! Um Deus que não está na Bíblia. Um Deus que não tem raiva. Um Deus que não é nenhum ser todo-poderoso e onisciente... Um Deus simples e puro... Um Deus sem agendas... Um Deus que não se importa se vocês vão para o céu ou o inferno, pois sabe que estas são criações de vocês... e não de Deus.

Eu posso lhes dizer o que Deus não é, mas só vocês podem experimentar o conceito do que Deus é. Se eu tentasse explicá-lo em palavras, vocês imediatamente entrariam num modo mental, ficando aprisionados em suas próprias mentes, as quais então distorceriam e perverteriam a pureza e a simplicidade de toda esta coisa chamada Deus. Portanto lhes peço que se permitam experimentar a energia de Deus, ou seja, de vocês próprios, em suas vidas; vivenciá-lo em suas vivas e vívidas galerias de arte; permitam que a energia de Deus se aproxime, porém sem expectativas...

Existem tantas expectativas sobre o que seja Deus! Mas Shaumbra, vocês podem liberar “Deus”? Desapegar-se de todo e cada pensamento, noção e conceito sobre o que pensavam fosse Deus? Vocês podem absolutamente desprender-se de tudo isso? Este é um passo corajoso e ousado. E então? Vocês podem ensinar aos outros a beleza de liberarem “Deus”...?

Sei que estas palavras soam como uma blasfêmia, ameaçando aqueles que se apegam tão tenazmente ao ‘conceito Velha Energia de Deus’, que lutariam e mesmo matariam por ele... Mas talvez isso seja exatamente parte do problema do mundo atual e talvez - apenas talvez - seja esta a próxima fronteira para a Consciência: o Novo Deus na Terra. Quanto ao velho Deus… é chegada sua hora de partir… Em tempos idos vocês tiveram milhares e dezenas de milhares de deuses, cujas expressões foram reunidas num ‘deus único’, o qual se transformou num Deus por demais humano em suas características... E agora é o tempo de moverem-se em direção àquele Novo Deus, mas é com vocês escolherem experimentá-lo por si próprios...


Foi um deleite para mim, Kuthumi, estar com vocês aqui hoje! E retornarei por ocasião do Salto Quântico... ou mesmo antes! Namastê!



Tradução para o Português: Estêvão Veríssimo estevao@teacher.com

Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, com o pseudônimo de "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com. O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.

O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.

Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.

As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.

O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.

Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.

Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com todo este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. Veja a pagina de contatos no website http://www.crimsoncircle.com/

© Copyright 2007 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.