Perguntas & Respostas: A Linguagem do Ah!

TOBIAS E O CONSELHO CARMESIM

Círculo Carmesim, 3 de novembro de 2001 - Série da Ascensão

Lição 4: A Linguagem do Ah!

Perguntas & Respostas



Tobias: E assim é, queridos amigos, que retornamos a este círculo com vocês. Retornamos a esta energia. Energia que está preenchida com amor, compaixão e transformação. É algo não só para este momento. Pode ser levada com você. Pode ser sentida em outros momentos. Pode ser partilhada com outros. Quando chegarmos ao ponto da discussão onde trataremos com vocês como partilhá-la com outros, certamente, como sabem, isto ocorrerá na linguagem de que falamos hoje (durante a canalização da Lição Quatro).

Sua divindade é como uma criança que começa a nascer dentro de você. É o cumprir de sua jornada desde sua partida de Casa. Você está chegando ao ponto onde pode dar à luz, através de si mesmo, a seu próprio eu Deus, a divindade interna. Isto é completude. É por isto que você está passando.

Caso você falasse numa linguagem verbal, seja em inglês, espanhol ou em qualquer outra língua ao se comunicar com uma criancinha, ela não entenderia nenhuma palavra sua. Ela não o entenderia. Quando você se comunica com uma criancinha, o faz em outros níveis.

É por isso que tem despendido enormes esforços para se comunicar com sua própria divindade, com seu próprio Eu e para se fundir com ele. Isto porque os velhos métodos não funcionam. Há uma outra linguagem, e ela não passa pela mente. Não é expressa em palavras. Você não a ouvirá com seus ouvidos, pelo menos não de início. É algo um pouco difícil de descrever, mas que precisa ser adotado. Você precisa praticar. Você vai encontrar esse espaço.

Agora, temos que dizer que essa linguagem de que falamos – a linguagem divina – é nova. Não foi muito utilizada antes. Não tem sido estudada e usada por outros grupos de humanos. Sem o conhecimento de Cauldre (Geoffrey Hoppe), quando entramos e começamos a trabalhar com ele, esta era a linguagem que iniciamos com ele. Esta é a maneira como “falávamos.” Ele não é muito mediúnico! (dando uma risadinha) Ele realmente não é sensitivo. Mesmo quando o conheci na forma física, ele tinha dificuldade em passar o dia por conta própria! (risadas) então, ele não possui um dom especial. E isto foi parte do acordo com ele. Nós entraríamos e nos comunicaríamos num nível diferente. Foi por isso que ele levou vários anos para integrar.

Começamos a nos comunicar com ele nesta nova linguagem, onde ela tocava sua própria divindade que despertava, e demorou um bom tempo até que ele realmente começasse a compreender o que dizíamos. Mas depois ela começou a brotar. Realmente, no início ele se sentiu frustrado porque não sabia como receber a informação ou compreendê-la. Mas, com paciência e com trabalho de ambas as partes, ela começou a surgir e um dia realmente ele usou a própria palavra “Ah!” Ele compreendeu. Ele captou.

Trabalhando diligentemente e praticando – tanto ele quanto nós – começamos a usar essa nova linguagem nestas próprias canalizações. Não fazemos como os outros. Não quer dizer que haja um jeito certo ou errado, apenas observamos aqui que falamos através dele de uma maneira diferente. Nós entramos através dessa nova linguagem. A maior parte dela não é processada na mente. Entretanto, uma pequena parte tem que ser interpretada com palavras de maneira que chegue apropriadamente a vocês. Mas, isso não é comunicação ou canalização no sentido convencional como os outros fazem. É realmente o uso da Linguagem do Ah.

Quando falamos a vocês nestes encontros, muito é expresso na nova linguagem. É por isso que alguns de vocês entram na “zona.” É por isso que alguns estão tão agudamente cientes, quase hiper-sensíveis, porque estamos usando essa nova linguagem para comunicar, primeiramente sentindo, lendo seus pensamentos, e depois introduzindo-os e mostrando-os através de Cauldre. Essa é a nova maneira. Finalmente você vai compreender como introduzi-la e traduzir a linguagem do Ah em palavras humanas. Mas isso vai levar um tempo.

Inicialmente, enquanto estiver trabalhando nela, lembre-se que sua divindade é como uma criancinha. Não tente falar com ela como a uma humano adulto. Ela se encontra num nível diferente. Está num nível diferente. Vai dar um pouco de trabalho.

Com isso, ficaríamos contentes em responder quaisquer perguntas neste dia, mas mais uma vez, pedimos que ouçam as perguntas feitas e permitam que passem por seu Centro Divino. Permitam que a Linguagem do Ah produza expressão pra você. E você não vai necessariamente ouvi-la na mente, nem em seus ouvidos. Ela vem de um novo lugar.

Pergunta: Querido Tobias, você poderia falar sobre a transformação no casamento e nos relacionamentos entre as pessoas? Obrigado.

Tobias: Essa é uma área que está recebendo a maior quantidade de energia e a maior quantidade de transformação agora, mas é uma área que causa a maior preocupação para os humanos. Vocês foram ensinados que uma cerimônia se realiza. Foram ensinados que há certas regras que vocês devem cumprir. Relacionamentos e casamentos, tudo isso... essa é uma área que está causando a maior quantidade de culpa dentro dos humanos nesta época.

De uma certa maneira você pode ver o casamento como uma das primeiras cerimônias de dualidade. Você pega um homem e uma mulher – junta e os prende, amarra-os e faz com que fiquem juntos. Algumas de suas igrejas sequer permitem que se separem, dizendo que Deus vai ficar zangado se você partir! Mas que tipo de inferno é este, se você não está feliz?!(risadas) Pra nós não faz o menor sentido que você tenha que ficar com alguém de quem não goste mais.

Agora, a coisa mais elevada que podem fazer com os relacionamentos nesta época é liberar, ser livre, depois permitir que retornem numa nova expressão. E, se você escolher não partir, honre o(a) parceiro (a) com quem escolheu estar. Mas libere-o(a) se não lhe faz bem e não está fazendo bem ao outro, se você não estiver feliz.

Por um período de tempo haverá menos relacionamentos na Nova energia. Sua primeira relação será consigo mesmo. Nós dissemos que algumas vezes haveria solidão. Você está buscando a integração com o Eu. É difícil de realizar, em alguns casos, se o(a) parceiro (a) não compreende bem seu processo. Na Nova Energia as relações serão com o Eu por um período de tempo.

E, quando novos relacionamentos se desenvolverem com outras pessoas não haverá mais tantas regras. As relações serão mais abertas. Serão mais baseadas na confiança do que na lei. Elas se fundamentarão no amor, ao invés de regras e regulamentos. É possível, queridos amigos, que você venha a ter uma gama de relacionamentos de uma só vez. É possível que seus relacionamentos com pessoas do mesmo sexo se tornem menos inibidos, e que vocês não tenham tanto medo. Serão mais abertos porque estarão se comunicando com seus parceiros numa linguagem nova.

Não é mais sobre dualidade. Há uma nova linguagem que permite você compreender seus parceiros e suas divindades, e que eles compreendam você e sua divindade. Por que você precisaria de regras? Por que necessitaria de contratos e carmas quando está funcionando neste nível maior de amor e integridade?

Relacionamentos são um dos maiores desastres da Nova Energia. Isso é verdade porque o relacionamento homem/mulher foi criado e fundamentado em muita dualidade. Foi uma das primeiras expressões da dualidade.

Falando nisso, temos dito a vocês em nossos últimos encontros que o problema real na Terra nesta época não é as guerras entre as religiões, ou de países contra países. A questão energética real e central é o desequilíbrio masculino/feminino. Agora, talvez você vá entender porque os relacionamentos estão um desastre. Mas eles também têm o maior potencial para uma nova consciência nesta Nova energia. Agradecemos a você pela excelente pergunta.

Pergunta: Tobias não fui muito afetado emocionalmente pelos ataques de 11 de setembro. Pensei estar perdendo minha compaixão, até que um acontecimento menor me levou as lágrimas. Ultimamente tenho me sentido frustrado pelo modo como os Estados Unidos está reagindo. Não temos nos perguntado que responsabilidade temos pelos ataques que nos fizeram. Parece que estamos usando os acontecimentos para limitar nossas liberdades. Você poderia comentar?

Tobias: Primeiro de tudo, não é para ficar preocupado porque os eventos não tiveram um impacto imediato sobre você. Sempre há humanos que se apresentam como uma força de base firme, servindo como equilíbrio para os outros por um determinado tempo. Você simplesmente é um dos que mantiveram uma energia de equilíbrio. Você não poderia ao mesmo tempo partir para uma transformação! Causaria um tremendo desequilíbrio. Mas agora ela aflige você. Agora você está trabalhando suas próprias questões. Você é reverenciado como humano que permaneceu num espaço firme e equilibrado durante todo este acontecimento.

Agora, sobre sua questão política. Nesta questão, fique por detrás da mureta por um tempo. Sabemos que para vocês nos Estados Unidos e no mundo livre, fazer isto é difícil. Mas fique por detrás da mureta e compreenda o que está realmente acontecendo. Entenda que não há certo ou errado. É muito fácil tomar partido. É muito fácil ficar com raiva diante destes acontecimentos. Fique por detrás da mureta e compreenda que algo precisava ser liberado... em algum lugar. Energias tremendas tiveram suas comportas abertas, e elas teriam que passar por um lugar ou por outro.

Houve uma tremenda transformação de consciência em toda a Terra. Como Trabalhadores da Luz, pedimos que continuem com este processo de transformação. Há muitos humanos, agora que este acontecimento já passou, que esqueceram o impacto causado e voltaram a suas velhas rotinas. Não estamos falando dos Shaumbra porque sabemos que não são vocês. Mas pedimos que continuem este trabalho de transformação que se iniciou em 11 de setembro.

Como falamos em nosso último encontro, simplesmente explodir seu inimigo – tentando matar a serpente na estrada – não vai funcionar. Faria com que as pessoas se sentissem seguras por um tempo. Faria com que algumas pessoas se sentissem satisfeitas por terem tido algum tipo de vingança, mas em última instância, queridos amigos, não resolve o problema. O problema deve ser visto através da compreensão do quê precisa ser liberado.

Cada um de vocês pode causar um tremendo impacto nesta questão, usando a Linguagem do Ah e perguntando no nível divino, o quê precisa ser liberado. Depois aguarde a resposta. Não espere que surja de imediato. Se ouvir uma resposta em sua cabeça quando estiver fazendo a pergunta, ela não estará vindo do espaço da verdade maior e de maior integridade. Vai demorar um pouco para usar esta linguagem. Ela não entrará em sua cabeça como uma resposta direta. Você não a ouvirá. Mas, então numa questão de tempo... “Ah!” Você vai sacar. Virá de um novo lugar em você. A resposta, a solução, a compreensão e a compaixão por esta situação mundial virão a você. E sabe o que mais? Quando acontecer... quando você disser “Ah,” você também irá compreender como você pode fazer diferença, como você pode utilizar a transformação.

Pergunta: Tobias, como você para ou se livra de algo que tem sido sua própria natureza desde o nascimento? Eu fiz todas estas três coisas que você mencionou – ver, ouvir e sentir. Por favor, ajude.

Tobias: Estamos olhando para a energia real por trás desta pergunta. Há padrões em que você entra, todos vocês, que são difíceis de mudar. Coisas acontecem numa tentativa de tirá-los deste tipo de rotina. Nós as chamamos “pontos de trauma.” São coisas que acontecem em sua vida. Poderia ser um tipo de acidente que ocorre. Um acontecimento como o seu 11 de setembro. É um ponto traumático. Faz uma transformação se realizar. Faz mudança. Põe você num novo modo de consciência.

No caso de sua situação em particular, a que você se refere, você e nós, não queremos que passe por uma situação traumática para fazer uma mudança, pois às vezes estes pontos de trauma machucam muito. Às vezes, correr de encontro a parede não é muito legal. Um ponto de trauma cria um caminho para se fazer uma mudança rápida na consciência, mas não é um jeito muito divertido.

Então como você muda velhas maneiras? Como entra numa consciência nova sem ter que levar um tapa na cabeça? E, a propósito, para as pessoas que tem levado pancada na cabeça e nos joelhos ultimamente... isto é simplesmente sua energia tentando receber sua atenção, tentando com que você transforme sua velha rotina. Use a Linguagem do Ah para compreender.

Para você que fez a pergunta, use a Linguagem do Ah. Dentro estão contidas as respostas, as respostas que você procura. Na verdade, esta é a oportunidade perfeita para que você realize agora uma transformação em sua vida, para sair destas velhas maneiras e entrar no Novo. Vá dentro de si para achar as respostas. Elas estão aí. Elas estão aí. Também, da minha perspectiva posso dizer que você está pronto para mudanças. Mas faça isto agora. Faça esta transformação sem ter que chegar a um doloroso ponto traumático.

Pergunta: Última pergunta. Tobias, por que ir a primeira escola (Escola I do Círculo Carmesim) quando você não vai estar lá? Obrigada. (Tobias afirmou durante a canalização da Lição Quatro que ele e outras entidades não falariam conosco por 30 dias enquanto estivéssemos aprendendo a usar a Linguagem do Ah.)

Tobias: (dando uma risadinha enquanto todos riem) Você fez uma boa pergunta! E Cauldre (Geoffrey Hoppe) também está pensando sobre nisso! E, nós vamos lhe dar a resposta. Estamos – como dizer... estamos argumentado aqui com Cauldre. Ele acha que estamos trapaceando! (Durante o curso)Vamos literalmente tirá-los de sua realidade atual e levá-los de volta a um passado remoto. Então, num certo sentido, você não estará existindo no “agora” durante este período escolar. Você estará em outro lugar. Portanto, podemos trabalhar com vocês porque isto não é no “agora.” (risadas) É em outra dimensão.

Há mais, e depois você vai compreender quando chegar ao final deste período escolar. Você saberá mais sobre o que estivemos falando. Mas, a partir de momento que você chegar a escola nós o levaremos a um espaço diferente, para uma energia diferente que não é... que não está no “agora” que você conhece. Estaremos indo de volta a um passado longínquo.

Queridos amigos, usem este tempo de 30 dias. Utilize-o para entrar numa área jamais acessada, uma nova área. Vá até lá e não use a mente. Sabemos que vai ser difícil porque é assim que vocês processam as coisas. Mas, não use a mente neste caso. Entre profundamente. Sente-se num espaço tranqüilo e permita que sua divindade se comunique com você de maneira que você nunca, jamais experimentou antes. Permita que sua divindade partilhe seu Eu com você. Não funcione com o cérebro. Não processe em nenhum lugar que tenha utilizado anteriormente. Use esta oportunidade para permitir a sua divindade mostrar-se para você, não de uma maneira que sua mente possa imaginar, mas de uma maneira nova que sua divindade deseja para se comunicar com você. Lembre-se, ela é como uma criança. Ela não sabe sua língua. Ela não conhece seus atos. Ela sequer lê sua mente. Entre em si mesmo e escute neste novo nível. A Linguagem do Ah.

Para mim, Tobias, foi um prazer estar aqui sozinho com vocês hoje neste espaço. Faz um bom tempo não temos tidos a oportunidade de estarmos juntos dessa maneira. Todos vocês estão realizando maravilhosos progressos em seu caminho. Às vezes é difícil pra você reconhecer isso, mas você vai ter mais vislumbres sobre de onde vem e o quão longe viajou. Foi um prazer pra mim esta aqui hoje com você, ser – como dizer – tipo um guardião que caminha com você, seu treinador, um amigo de fato. Foi um prazer ouvir tantos de vocês conscientemente reafirmarem a continuação neste caminho, reconhecerem conscientemente que serão professores na Nova Energia. Isso me dá uma grande alegria.

No próximo mês nossos convidados retornarão. A sala será preenchida de energia mais uma vez, mas eu sempre me lembrarei de nossos momentos juntos aqui. Até breve, queridos amigos... Ah!

E assim é.



Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. A história de Tobias, do livro bíblico e Tobit, pode ser encontrada no site do Círculo Carmesim na rede – www.crimsoncircle.com O material de Tobias tem sido oferecido sem ônus aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra mundo afora desde agosto de 1999, data quando Tobias disse que a humanidade ultrapassou o potencial de destruição e entrou na Nova Energia.

O Círculo Carmesim é uma rede global de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Energia Nova. Passando pelas experiências, alegrias e desafios do status ascensional, eles ajudam outros humanos em sua jornada compartilhando, cuidando e guiando. A cada mês mais de 40.000 pessoas visitam o site do Círculo Carmesim para ler os últimos textos e para discutir suas próprias experiências.

O Círculo Carmesim realiza seus encontros mensais em Denver, Colorado, local onde Tobias apresenta as últimas informações através de Geoffrey Hoppe. Tobias afirma que ele e outras entidades do Conselho celestial Carmesim, estão na verdade canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles lêem nossas energias e traduzem nossa próprias informações de volta para nós de maneira que possamos vê-las de fora, enquanto as experimentamos por dentro. Os encontros de Círculo Carmesim são abertos ao público, embora RSVPs seja bem vindo. Não há custos ou taxas a pagar. O Círculo Carmesim recebe sua abundância através do amor aberto e da doação dos Shaumbra pelo mundo.

O propósito último do Círculo Carmesim é servir como guias humanos e professores de humanos que percorrem o caminho do despertar espiritual interior. Esta não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior guiará as pessoas a sua porta para compaixão e cuidado. Você saberá o que fazer neste momento, quando o humano único e precioso – prestes a embarcar na jornada da Ponte das Espadas – chegar a você.

Se você está lendo isso e sente a verdade e a conexão, então você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade floresça em seu interior neste momento e por todo o tempo a frente.Você nunca está só porque há a família ao redor do mundo e há os anjos nas esferas ao seu redor.

Por favor distribua estes texto livremente sem base comercial e sem cobrar. Por favor, inclua a informação em seu todo, inclusive as notas ao pé de página. Qualquer outra utilização precisa ser aprovada por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado @copyright 2001 Geoffrey Hoppe, POBox 7328, Golden, Colorado, CO 80403. E-mail: Tobias@crimsoncircle.com. Todos os direitos reservados

Tradução para o português: Sonia Gentil, novembro/2002