Perguntas & Respostas: Agradeça a Si Mesmo

TOBIAS E O CONSELHO CARMESIM

17 de junho de 2001 - Série dos Criadores

Lição 11: Agradeça a Si Mesmo

Perguntas e Respostas



Tobias: E assim é, queridos amigos, que prosseguimos neste círculo para este momento de perguntas e respostas. Mais uma vez, como fizemos em nosso último encontro, vamos pedir a vocês que ouçam estas perguntas e procurem as respostas dentro de si mesmos. Não tanto com a mente, mas em seus corações, o lugar do saber. Seja também a pessoa que responde a elas. Responda por si mesmo. Aprenda a ouvir este espaço interior. Aprenda a ouvir neste espaço da verdade, este espaço da Divindade dentro de si. Enquanto as perguntas forem se apresentando neste dia, permita que esta verdade surja dentro de você.

E então eu, Tobias, responderei a todos que estão reunidos aqui hoje. Entenda que nossas respostas não irão ter necessariamente as mesmas palavras que as suas respostas, mas conterão a mesma energia, a mesma energia. Então ouçam cuidadosamente a resposta que surge dentro de você.

Caros amigos, enquanto passamos por esta Série dos Criadores, enquanto chegamos ao final desta décima primeira lição, entendam que um dos desafios aos humanos entrando na energia nova é o medo de criar. Há um medo no centro de todos os vocês. Ele vem de experiências passadas na Terra e antes de virem para cá. O resultado não foi o que você esperava. Ele vem de um sentimento de culpa – uma culpa espiritual – de que você fez algo errado quando partiu de Casa. Este medo vem de saber, no nível mais profundo, o quão poderoso você é, saber que tem o poder para criar tudo. Tudo é possível. Então o que acontece é que este velho medo, o velho medo espiritual, pisa no freio e não permite que você crie da maneira como verdadeiramente gostaria.

Estas são as questões centrais. Vocês concluíram suas outras questões básicas. Passaram por elas e as processaram. Estamos agora entrando na questão central. A questão do medo de ser Criador. Hoje falamos muito do ego, da energia masculina, da energia da batalha. Todas estas são questões atemorizantes que irão surgir.

De uma certa forma, você gostaria de ser um “criador junior” ou “sub-criador.” Você gostaria de ter uma energia superior e mais poderosa e acima de você que imponha controle ou limitação a amplitude de sua habilidade para criar. Queridos amigos, isto não é para ser assim! Não tem significado haver outro ser que seja superior. Como dissemos em nossa história de Jack, um dia Jack vai herdar o trono.

Nenhum outro ser irá restringir sua habilidade de criar. Há um medo central em você por não haver uma energia Pai/Deus externa que cuide e regule suas criações. Você tende a se refrear. Estamos dizendo agora a você que na energia nova isto é diferente. Seu próprio eu divino não permitirá que você crie inapropriadamente. Este equilíbrio divino vem de dentro de você. Vem da sabedoria de todas suas experiências passadas. Ela vem de seu Eu Verdadeiro.

Seu Eu Verdadeiro agora está despertando. Está emergindo do casulo onde dormiu por tanto tempo. Está despertando e surgindo. Mas de uma maneira interessante, mesmo que este seja um Eu mais completo, também é seu próprio filho que brilha lá dentro, uma Criança Crística. É sua para ser cuidada, educada e alimentada. É interessante que ela seja o você “Completo,” o Eu Verdadeiro, o Eu Divino. Você acharia, não acharia, que seria apropriado a você renunciar ao controle para seu Eu Verdadeiro? Você estava achando que isto seria a energia Deus Pai/Mãe voltando a você. Mas ao invés disto, é a Criança. É a energia da Criança. É sua criação. E precisa que você cuide dela.

Agora, falaremos disto outra hora. Mas com sua longa jornada até aqui, e para chegar até aqui e com todas as suas diversas experiências, você criou sua própria criança, chamada sua divindade, assim como o Rei e a Rainha através do amor criaram Jack. Isto vai dar o que pensar a você!

Agora, damos as boas-vindas a suas perguntas deste dia.


Pergunta: Tobias, por que tenho carregado tanta tristeza toda a minha vida? Isto é muito desencorajador. Será por isso que tenho tanta dificuldade em sentir meu coração? Onde está a alegria pra mim? Onde me encaixo neste mundo bizarro e neste universo?

Tobias: Todas as perguntas são boas e, no nível profundo de você, meu querido e todos vocês que experimentam este sentimento, esta profunda tristeza é especificamente do que falamos há pouco. Você clareou suas outras questões que se baseavam no carma de sua alma. Hoje falamos de aclarar seu carma ancestral. Mas sua questão central, sua tristeza fundamental vem de quando saiu de Casa. Esta foi uma experiência traumática. Quando você atravessou a Muralha de Fogo, se estilhaçou em bilhões de fragmentos. Você ficou num estado de total fragmentação pelo o que pareceu dezenas de milhares de anos.

Quando você saiu da Muralha de fogo, você entrou num vácuo. Não havia nada. Você sentiu frio. Achou que tinha sido banido do Reino. Foi separado do Espírito, de seus próprios pais espirituais. Você foi separado de Deus. Jamais havia sentido algo parecido. Foi o mais ínfimo dos sentimentos. Isto é o que vocês chamam o pecado original. Vocês o chamam de pecado, nós não; nós o conhecemos melhor. Mas este sentimento de perda e separação seria como o sentimento de uma criança que é abandonada por seus pais e imagina porque não é merecedora de amor, porque a deixaram no frio. Você achou que tinha perdido a conexão amorosa entre mãe e filho. Você achou que havia perdido a conexão com o amor paterno.

Você fez muitos aclaramentos nesta vida, e agora é a vez desta questão central final. A questão central é a tristeza por ter partido de Casa. Será um desafio pra você, mas bem mais tranqüilo se compreender primeiro o que acionou esta tristeza. Temos estado trabalhando com Cauldre (Geoffrey Hoppe) e com os doutores e com Linda (Benyo) numa maneira de trazer o Shaumbra a estas questões, ajudar você a olhar para este tempo de separação, ajudá-lo a ver com o mesmo amor com que o vemos. Queridos amigos, nós podemos criar um espaço sagrado para ajuda-lo a voltar ao ponto da partida de Casa, a fim de ajudá-lo a compreender o verdadeiro amor envolvido nesta partida.

A jornada de Shaumbra pode ser muito difícil. Você está saindo de velhas, e talvez de alguma forma confortáveis energias. Sair da velha energia e entrar na energia nova freqüentemente requer separar-se de coisas próximas e queridas como um trabalho, a família, pessoas que lhe são queridas, amigos, uma casa na qual viveu por um longo tempo, e até maneiras de pensar. É uma jornada difícil.

Quando você sentar com um estudante que venha a sua porta, pedindo ajuda e orientação, queridos amigos, você olhará pra eles e verá que estão a ponto de embarcar numa jornada muito difícil. Você saberá que eles devem faze-la por si mesmos. Como seu professor, você vai querer que eles compreendam que não é o que pensam que será. Oh, é realmente maravilhosa. É descobrir novamente sua Divindade. Mas queridos amigos, como sabe, ela é difícil e desafiadora. É a coisa mais difícil que jamais realizaram em qualquer uma de suas vidas. Em outras vidas, talvez você tenha tido desafios, mas jamais um desafio ao nível deste em que se encontra agora mesmo. Você está atravessando a Ponte das Espadas. Você está passando pelo abismo da velha energia para a nova, e esta fazendo isto sozinho, sem seus guias.

Sentado diante de seu estudante, você tentará explicar que esta será a jornada mais desafiadora de todas. Você vai dar uma risadinha para si mesmo enquanto eles se sentam com seus olhos brilhantes e um grande sorriso, dizendo a si mesmos, “Oh, não vai ser lá muito difícil, posso fazer qualquer coisa.” Você vai sorrir, sabendo que será a mais difícil e também a coisa mais recompensadora que eles jamais terão experimentado.

Respondendo diretamente a sua pergunta, meu querido, você está experimentando a dor da separação. Há uma cura acontecendo em você. Há cura nas palavras que falamos a você. Mas chegará a um ponto quando você vai enfrentar isto diretamente. A propósito, você está fazendo um bom progresso. Não desista, mas não lute tanto – a resposta virá a você.

Pergunta: Um bocado de trabalhadores da luz estão experimentando muita dor e outras dificuldades dentro de nossa biologia. Podemos usar Reiki para curar? Se não, como curamos?

Tobias: Estas dores e sofrimentos do corpo são sintomas da entrada na energia nova. São sintomas de uma mudança ocorrendo nos níveis mais profundo de seu ser, mais profundos do que até mesmo seu DNA. Esta mudanças e estas dores e sofrimentos vão continuar por um tempo. Há muitos, muitos bons métodos para aliviar isso, e nossa recomendação é que descubra o que melhor funciona pra você. Não precisa lutar com isso. Se você acha que Reiki lhe dá conforto e alívio, então ele é apropriado. Outros há que podem encontrar alívio simplesmente passando o tempo na natureza, caminhando tranqüilamente entre as árvores, nas montanhas, a beira-mar. Muitas vezes a própria Terra ajuda a equilibrar estas energias. Outros verão que banhos de água salgada, como discutimos, vão ajudar. Pedimos que olhem todas estas técnicas. Novamente aprendemos com vocês. Estamos coletando informações sobre o que você acha que funciona. Mas tem que ser sabido que estas dores no corpo são apenas um sintoma da entrada na energia nova e de todas as mudanças acontecendo no fundo de si mesmo.

Pergunta: Tobias, ainda continuo com a questão do peso e aí me sinto culpada pelo tempo e energias que gasto me preocupando e planejando como perder peso, quando deveria estar mais concentrada nas coisas espirituais. Como posso tanto perder peso quanto acabar com esta minha necessidade de perdê-lo? Obrigada.

Tobias: Minha querida, esta é uma questão que desafia muitos, muitos de vocês e há algumas razões pra isto. Primeiro de todas, o peso em si mesmo é um fator de mitigação face às mudanças por que passam nos níveis mais profundos. O peso extra literalmente ajuda a amortecer as mudanças que estão ocorrendo. Não recomendamos que fique com raiva de si mesma por causa disto. Seu corpo sabe bem como regular a si próprio. Ele está dizendo que é apropriado ter este peso.

Ficamos bem confusos com você e outros que não amam a si mesmos por tudo que são. Esta imagem do ser biológico perfeito, criada pelos humanos, tem se tornado tão importante que vocês não amam a si mesmos quando se olham no espelho. Ligando este assunto a Lição Onze que discutimos hoje, dê graças a si mesma. Agradeça a si mesma por tudo que é, pelos milagres que realiza, por sua criação. Agradeça seu corpo por ter a sabedoria de ter certas proteções e por criar certos equilíbrios por ele mesmo. Ficamos tristes de ver que há tanta culpa de sua parte e tanta luta para obter esta visão ideal. Aceite a si mesma pelo o quê você é. Quando assim o fizer, e quando não houver tanta luta interna, o peso irá para o próximo nível de equilíbrio. Isto significa que seu corpo pode baixar o peso que vem carregando pra proteger a si mesmo de você, e de seus pensamentos de culpa.

Pergunta: Tobias, nos fale sobre sexo. Qual é a energia em torno dele? (risadas)

Tobias: Hummm,hummm. Vamos contar uma história aqui que Cauldre não gosta muito que partilhemos. (risadas) Em nosso lado do véu falamos muito de sexo, tanto quanto vocês. Conversamos sobre suas vidas sexuais (risadas) e sim, às vezes queridos amigos, estamos aí quando vocês fazem amor. Oh, ficamos em volta e sorrimos. (muitas risadas) Às vezes há uma tremenda sinfonia de energia entre as duas pessoas que se gostam. E ao que fez a pergunta agora (em pensamento), não nos importa nem um pouco se é um homem e uma mulher, ou duas pessoas do mesmo sexo. Não temos preconceitos quanto a isto. O que nos deleita é o amor realizado entre os humanos. Oh, é como sua melhor música, e gostamos de observar. (risadas) Mas não do jeito voyerístico que imaginam. Ele nos arrebata e ficamos espantados com o que vocês criam nestes momentos. As expressões de amor, os sentimentos de ternura, tudo é espantoso.

Queridos amigos, como dissemos mais cedo, quando o Espírito e Tudo Que É refletiram por um breve momento sobre “Quem sou Eu?” , isto criou instantaneamente dois seres separados, o Rei e a Rainha. Eles se olharam nos olhos e estabeleceram uma conexão no coração e se amaram tanto que criaram um rebento chamado Jack. Você é Jack. Do amor do Espírito você surgiu. Você trouxe este atributo para a Terra de uma maneira biológica. Quando dois humanos se amam eles podem criar um rebento como o Espírito os criou. Mesmo quando um rebento não é gerado, há um tremendo amor e uma tremenda energia sendo gerada.

A energia criada pelo ato amoroso entre dois humanos não sai para o ar suave e depois se dissolve. A energia, queridos amigos, do amor realizado entre os humanos, é coletada por Anjos. Depois é entregue da maneira apropriada na nova criação, o novo universo que vocês estão criando até mesmo neste exato momento. Esta é a mais potente de todas as energias utilizadas na criação do segundo círculo em que estão. Vocês começaram com um vácuo, agora estão construindo um segundo círculo, a segunda criação que constroem agora. A mais potente energia para esta construção é quando dois humanos fazem amor. É por isso que gostamos de olhar! (risadas)

Inversamente, queridos amigos, quando há sexo sem amor envolvido, e quando há sexo que envolve abuso e controle sobre o outro; quando há uma dominação de um pelo outro e há vício, isto também atrai energia. Não atrai uma com a qual os Anjos e entidades gostem de trabalhar. Atrai aqueles que são bem restritos a terra, aqueles cujas energias vocês não gostariam muito. Vocês o chamariam de “obscuro.” Eles vão convergir para este tipo de sexo controlador e se alimentarão desta energia.

Novamente, nós advertimos sobre o uso dos termos aqui, porque falamos muitas vezes por símbolos. Mas neste tipo de sexo, neste tipo de situação, uma energia é produzida e vai alimentar o que chamariam entidades obscuras. E nós agradecemos a você por esta pergunta. E não fiquem tão preocupados que entremos em seu quarto o tempo todo. (risadas)

Pergunta: Tobias, fui convidada a participar num grupo de cura por superposição das mãos. Todos têm formação numa terapia ou outra. Eu não tenho nenhuma formação. Eles ainda estão na “velha energia.” Se me juntar a este grupo, a coisa vai funcionar, e é para eu estar lá com a energia nova?

Tobias: É precisamente isto o que estão lhe pedindo. Há um saber interno da parte deles que você traz algo novo. Você irá desafiar muito de seus sistemas de crenças, nós não temos uma bola de cristal aqui e não fazemos profecias, mas conhecemos uma situação quando vemos uma. E há uma engrenagem aí que vai levar você a mostrar a muitos destes curandeiros uma nova maneira. Mas também deve compreender que eles também podem te despachar imediatamente! Você será um desafio pra eles, vai balançar suas velhas maneiras de pensar e crer. Então não leve a coisas para o lado pessoal, mas entenda que é apenas uma coisa para a qual eles a chamam. Mas também é possível que fiquem zangados com você. Oh, você vai achar esta situação muito interessante e estamos ansiosos por receber notícias de você. (risadas)]

Pergunta: Tobias, porque você não fala primeiro (antes dos oradores convidados às reuniões do Círculo Carmesim). Fiz uma longa viagem para chegar aqui, e hoje muitos oradores eram da “velha energia.”

Tobias: Queridos amigos, a escolha é de Cauldre e nós o honramos pelo que diz. Muitas vezes a gente não concorda muito e falamos com ele. Ele sabe ser teimoso! Era teimoso mesmo quando era filho (risadas). E é ele quem escolhe. Não temos sido muito empáticos com ele sobre isto, mas nós permitimos que seja assim. Nós te agradecemos pela pergunta, mas você vai ter que falar com ele sobre isto. (risadas)

Pergunta: E sobre o crédito a coisas que percebemos como uma criação ruim? De quem é a culpa?

Tobias: Esta é uma questão excelente pois no esquema das coisas, quando todas as coisas são consideradas, não há uma criação ruim. E vocês já estão ouvindo isto dentro de vocês. De sua parte há julgamento do que é bom e ruim. Vamos dar um exemplo: Há um trabalhador da luz, que não está sentado nesta sala hoje, mas que vai ler este material. Este trabalhador da luz, este Shaumbra, foi responsável pela morte, de uma forma horrenda, de muitas pessoas numa vida passada. Desde então, isto tem perseguido este membro da família. Esta pessoa passou então por um caminho muito difícil com tremendos sentimentos de culpa, tremendos sentimentos de remorso, sentimentos mais terríveis que nunca de desconexão com o Espírito. Este trabalhador da luz até recentemente acreditava no mais fundo de si, que iria para o inferno. Ele começa a entender novas coisas. Será um dos mais poderosos, um dos melhores professores de todos. Se elevará rápido e terá insights e experiências que muitos outros jamais chegarão perto de ter. Ele escolheu, e aqueles que foram trucidados por esta pessoa escolheram, ter esta tremenda experiência. Eles escolheram passar por um pouco do mais tenebroso da escuridão.

Queridos amigos, para verdadeiramente levar as coisas adiante, há seres que escolhem ser voluntários para entrar na escuridão das escuridões. Eles se tornam voluntários para viver na sarjeta. Eles se oferecem para ver como é que é lá no fundo. Há honra em todo este trabalho. Então não deveria haver suposições ou julgamento sobre o que é certo ou errado.

Pedimos que vejam desta maneira. Você ao julgar, apenas não viu a cena inteira e o grande benefício para todos. Nós olhamos para suas criações, olhamos para suas ações em todas as coisas e compreendemos que há uma tapeçaria espantosamente bela, mas complexa na composição disto tudo. O que você consideraria como uma criação ruim, má, o que consideraria uma má ação, todas são parte de uma bela tapeçaria.

Você simplesmente está agora chegando ao ponto em sua iluminação onde pode começar a ver as coisas como elas são, e fazendo isto, e tendo uma maior visão espiritual das coisas, há algumas que escolheria não fazer mais. Há profundezas onde não escolheria ir porque não precisa ir. Você está chegando a novos caminhos de compreensão de como as peças desta criação de vocês se reúnem.

Pergunta: Querido Tobias, é correto que a sociedade tire a vida de alguém que a tirou de outros? Se é assim, você pode explicar porquê, se não, você pode explicar como indivíduos iluminados podem trazer uma mudança a este respeito?

Tobias: (fazendo uma pausa) Estamos fazendo uma pausa para que a resposta também possa vir de dentro de vocês.

Há várias maneiras de olhar para esta questão. Primeiro, não existe vida e morte como a conhecem. Quando a vida de uma pessoa é tirada pelas mãos de outra, como você fala, elas simplesmente retornam para nosso lado do véu e passam por um período de cura. Passam por um período de reflexão e depois retornam à Terra. Vocês não as estão condenando ao céu ou ao inferno. Vocês estão apenas liberando-as um pouco mais cedo do que elas teriam escolhido.

Não fazemos nenhum julgamento sobre o apropriado deste tipo de ação. Mas nós lhes dizemos que quando ocorre, quando há pessoas que condenam outra, estão acrescentando isto ao seu balde cármico. Poderia ser todos os envolvidos no processo do julgamento, do juiz ao júri e seu oficiais da lei, e até mesmo o público. Até os que lêem nos jornais e decidem se a pessoa estava certa ou errada, ser morta ou deixar viver. Há uma reação cármica a isto dentro de sua alma. Assim que pedimos que tenham cautela antes de condenar ou julgar.

Ao nível filosófico, a questão real não é sobre um homem matando o outro. É sobre mudar a sociedade. É sobre entrar num tempo de iluminação e capacitação para o poder pessoal e a divindade. Todo o trabalho que cada um aqui está realizando, está tendo muito mais efeito na mudança da consciência deste planeta, do que a publicidade em torno de uma execução em seus jornais.

A questão real é o que se deveria fazer com a sociedade e não o que se deveria fazer com o indivíduo. O que deveria ser feito para se ter uma humanidade mais iluminada. Então, vocês matariam toda a sociedade? Não, achamos que não. Vocês matariam um homem? Vocês respondem.

Pergunta: Como tratamos nossos pais demasiadamente masculinos e da velha energia?

Tobias: É muito desafiador. Entendemos realmente. Alguns de vocês vão simplesmente escolher cair fora desta situação. Alguns escolheriam se dissociar destes pais. Vão achar melhor não tentar mudar este pai tão paternal, sequer tentar emendar e curar o passado, porque já tentaram e não funcionou, funcionou? A coisa sempre volta a vocês.

Há momentos quando você simplesmente precisa sair fora pelo bem de seu próprio ser. Vai ser difícil mudá-lo porque ele escolheu assim. Se não pode ficar em sua presença e aceitar esta energia, talvez seja o momento de sair fora. Mas é muito desafiador, nós compreendemos. Esta situação faz com que você olhe outras áreas dentro de si mesmo porque você também carrega as energias do pai muito fortes e isto o desafia. Seu reflexo faz com que olhe para dentro de si mesmo profundamente. Talvez um período fora desta situação fosse bom agora.

Pergunta: Tobias, como se forma o ego? Fiquei surpreso ao ouvi-lo dizer que mesmo objetos inanimados possuem um ego. Como o ferro, por exemplo, tem um ego?

Tobias: Todos eles têm identificação energética, a qual é um pouco diferente de um ego. Um objeto inanimado como um cabide, como uma tigela ou um ferro, todos eles têm padrões de vibração. Como que impressões digitais de vibração. Eles não têm o tipo de energia espiritual que vocês possuem. Não têm a habilidade de ser um criador como vocês. Não têm o tipo de livre vontade que um dia vocês tiveram (risadas), e não detêm a habilidade para expandir sua divindade própria.

Mas objetos inanimados contêm uma certa quantidade de vibração e inteligência. É fácil se comunicar com eles. Às vezes temos que coçar nossa cabeça e imaginar porque é que vocês não falam com mais árvores, tigelas, rochas e com as coisas. É muito gostoso falar com elas! Às vezes mais agradável do que falar com humanos.(risadas)

Todas as coisas têm seu próprio tipo de vibração e força vital. Todas se conectam. Vocês são separados – cada um de vocês é separado e independente – mas ainda assim, todos estão conectados de uma maneira. Não pense nestes objetos inanimados tendo um ego como o de vocês, mas pense neles como tendo uma identidade separada. Eles não podem tomar o tipo de decisões que vocês podem, ele não tem inteligência espiritual como vocês, e não podem crescer e expandir sua divindade como vocês podem. Mas no centro, no fundo todos vem do mesmo lugar, e portanto, vocês podem curtir com eles.

Pergunta: Querido Tobias, tenho sofrido de depressão praticamente toda a minha vida adulta. Encontro alívio com medicação e fico pensando se a medicação inibe meu crescimento espiritual.

Tobias: Bem, Cauldre nos pede para não dar conselhos médicos, mas vamos ignorá-lo aqui! (risadas) Queridos amigos, e você especificamente que fez esta pergunta, muitos de vocês usaram esta medicações como uma camada de proteção, para sair da intensidade em que vive sua própria mente. Nós podemos dizer a vocês, do que temos observado, que para realmente entrar em sua divindade terão, precisarão e vão desejar liberar essas drogas. Elas fornecem a vocês uma coberta. Elas fornecem uma barreira que os têm protegido de suas próprias velhas maneiras energéticas.

Precisarão liberá-las para seguir adiante. Agora, infelizmente os resíduos continuarão dentro de vocês por um período de tempo. Quando você parar de tomá-las, elas não vão sair imediatamente. Há uma construção química em seu corpo, mas mais que isto, elas causaram uma cobertura emocional que vai dar um pouco de trabalho para liberar. Há uma camada que precisará de muito amor e muita atenção para liberar. Sugerimos a você e a todos os que vem tomando drogas anti-depressivas e qualquer tipo de drogas psicológicas, que encontrem um jeito de liberá-las. Não estamos dizendo que sejam ruins, mas continuarão a manter uma barreira entre você e sua divindade.

Sugerimos que tenham um grupo de apoio de Shaumbra para conversar, pois passarão por alguma dificuldade e tempos de desafio para liberar estas drogas. Você vai estar expondo partes de si mesmo que tem tentado manter fechadas com estas drogas. Vai ser um tempo difícil e desafiador. Tenha o apoio do grupo de Shaumbra. Se não estão em sua região, mude-se para uma área onde estejam! Aprenda a trabalhar com eles e quando lhe dão tempo, atenção e amor, e o ajudam em sua jornada, dê a eles também; ajude-os com as coisas. Tem que haver uma troca equilibrada de energia.

Em nosso lado do véu não temos dinheiro como vocês, mas sempre trocamos energia. Quando você de início atravessou a Muralha de Fogo e entrou no vazio havia aqueles que tentavam tirar a energia dos outros, achando que roubando a energia dos outros, achando que roubando a energia de alguém, poderiam ter então o combustível e o segredo de como voltar pro Reino. Foi assim que pela primeira vez começou o roubo de energia!

Então, de volta a questão. Aqueles que estão em seu grupo de apoio, que estão trabalhando com você, alimentando-o e amando-o, devolva energia a eles. Ajude-os na limpeza de suas casas, se for necessário. Ajude-os com os trabalhos caseiros, faça-lhes um favor, mas retorne a energia. Nós trabalhamos com energia equilibrada deste lado. Façam o mesmo na Terra. Nós vimos como foi ter outros roubando energia e não devolvendo.

Estas drogas forneceram almofadas e talvez tenham sido apropriadas mas vemos que, para aqueles que estão entrando na energia nova, será uma coisa que vão querer liberar. Cauldre também pode sentir nossas emoções e sabe que não gostamos muito dessas drogas! Com essas drogas você está se escondendo do problema ao invés de dar atenção a ele. O trabalho de um bom facilitador da nova energia fará mais para equilibrar e curar, do que essas drogas podem fazer. Há questões centrais que tentam sair aqui. Seus médicos e conselheiros da energia nova podem ajudar você a trabalhar estas profundas questões internas, que estão causando o desequilíbrio.

Pergunta: Tobias, coisas significativas podem acontecer as pessoas que param de tomar drogas psicológicas.

Tobias: Nós entendemos. Você está falando em geral, das pessoas que ainda caminham na velha energia. Nós estamos falando daqueles entrando na energia nova e que são Shaumbra. Nós entendemos que isto – Cauldre nos interrompe freqüentemente, mas vamos prosseguir – compreendemos que há implicações na retirada desses medicamentos. Mas não entendemos ainda o tipo de reação que um trabalhador da luz da energia nova terá quando liberar estas medicações. A reação será muito diferente daquela de um humano caminhando na velha energia. Sim, eles precisarão estar sob supervisão, é por isso que dissemos que eles precisarão de um grupo de apoio. Vão necessitar de orientação e conselhos de doutores e facilitadores qualificados da energia nova. Mas caros amigos, vocês não podem entrar na energia nova com um complexo químico que altera os processos naturais e divinos que estão ocorrendo em vocês. Ponto!

(Nota de Geoffrey Hope: Eu lembro de me sentir muito desconfortável com esta linha de questionamento durante o canal. E lembro que Tobias era muito enfático em sua resposta, apesar de minhas objeções a seu conselho “médico.” Ele insiste em que estas drogas inibem a integração natural da divindade. Quando nós falamos sobre este assunto após o canal, ele reconheceu o benefício de drogas como o Prozac, mas acrescentou que os trabalhadores da luz podem finalmente sair destas drogas ao liberar os traumas energéticos desta vida e de vidas passadas. Ele também desafiou os Shaumbra a desenvolver programas de transição para aqueles que escolhem sair destas drogas. Isto poderia incluir uma combinação de remédios homeopáticos, aconselhamento extensivo, grupos de apoio e “jornadas de cura.” [como as oferecidas na Escola I do Círculo Carmesim] Gostaria de ter uma idéia preliminar de quantos Shaumbra estão atualmente usando anti-depressivos ou outras drogas psicológicas. Por favor, envie um e-mail sucinto para mim em Cauldre@aol.com . Vocês não precisam incluir seu nome ou outra informação pessoal. Apenas façam saber que tipo de medicamento e por quanto tempo vêm tomando. Sua correspondência será mantida estritamente confidencial. Após acessar os padrões gerais de uso, poderemos reunir um grupo médico de doutores homeopatas e psicólogos da energia nova para dar atenção à situação e começar a criar soluções. Me comprometo a ajudar os Shaumbra que escolherem sair destas drogas. )

Pergunta: Tobias, através da maioria das canalizações você tem falado sobre mudanças no corpo físico e na biologia. Eu não tenho percebido nenhuma destas mudanças ou transformações, nem mesmo a gripe "nova era." Por favor comente sobre a resposta de nossa biologia a energia nova.

Tobias: Você é um dos afortunados que escolheu uma biologia que não é muito afetada por esta mudança para a energia nova. Considere-se um sortudo. Esta mudança não é uma coisa muito agradável como a maioria dos Shaumbra pode atestar. Você é um dos que possui um sistema biológico excelente no processamento de energia desnecessária e na distribuição de energia de uma maneira física e não-física.

Pergunta: A minha carreira vai envolver um centro de cura que James e eu criamos?

Tobias: Não somos profetas, não fazemos predições. Vocês é que são os criadores. Procure dentro de você o que gostaria de fazer. Procure aí dentro o tipo de trabalho, o tipo de ensinamento, o tipo de realização que lhe é necessária. Nós a apoiaremos no trabalho que realizar, e se sente no fundo de seu ser que um centro de cura é apropriado, que assim seja. Crie-o!

É interessante que faça esta pergunta. É interessante que pense que há algo escrito num livro, O Livro da Vida que diga que você vai criar um centro de cura. O Livro da Vida, para você e para todos que são Shaumbra, está em branco. Nós passamos por onze lições com vocês na Série dos Criadores. Você têm agora o quadro, todas as ferramentas em suas mãos para criar seus próprios desejos nestas páginas em branco. Nós sabemos que o medo humano diz, "Mas o que acontece se não for pra eu criar um centro de cura?" Quem é alguém para dizer o que você deve ou não fazer? Qual é a música em seu coração? O que você escolhe criar?

Estamos desafiando a cada um de vocês. Não há regras, não há coisas predeterminadas em sua vida como criador. As páginas estão vazias. Se você sente o desejo e a paixão de ter um centro de cura – talvez para curar as mesmas pessoas que passam pelo processo de liberação destas químicas no cérebro – se você sente paixão por um centro para eles ou para aqueles lutando com suas próprias energias masculinas, ou que estão lutando com suas energias femininas, se tem o desejo por criar um centro de cura para qualquer uma destas pessoas, faça-o! Crie-o!

A todos os presente, a todos os Shaumbra, não estamos puxando os cordões. Vocês não estão mais ligados pelo passado, presos ao carma. O futuro é seu para criar. E sabem o quê, queridos amigos? Você são tão poderosos que podem criar qualquer coisa. Mas você tem que dar o primeiro passo. Não pode ficar esperando que o Espírito entregue em seu colo. O Espírito espera que você inicie a ação. E quando assim fizer, e quando você criar algo de que se orgulhe, dê graças a si mesmo!

E assim é.



Tobias é canalizado por Geoffrey Hoppe, P. O. Box 7392, CO, 80403. E-mail: Cauldre@aol.com <mailto:Cauldre@aol.com> - O Círculo Carmesim se reúne mensalmente em Denver, Colorado, para partilhar amor, informação e risos. Para maiores informações sobre o Círculo Carmesim, envie mensagens a Michele Machale em Mmachale@aol.com <mailto:Mmachale@aol.com> - Partes desta mensagem foram editadas a partir da versão original gravada em viva voz para maior clareza e compreensão. Por favor, distribua livremente este texto em material não comercial. - Visite o site do Círculo: www.crimsoncircle.com <http://www.crimsoncircle.com/> para maiores informações. - Agradecimentos especiais a todas as maravilhosas almas no Círculo Carmesim, mais Kryon, Lee Carroll, Jan Tober, Dra. Melanie Wolf, Tobias e o amor do Espírito. - Agradecimentos especiais a Dra. Mindy Reynolds por seu amor e paciência na transcrição de muitas e muitas horas de fitas de Tobias. - Direitos autorais Y2000 Geoffrey Hoppe, Golden, CO, USA. Todos os direitos reservados.

Tradução para o português: Sonia Gentil / Bahia / junho 2002