Desconectar - Parte 2

O MATERIAL DE TOBIAS


Série da Clareza:
SHOUD 8: "Desconectar - Parte 2"
Apresentando Tobias, canalizado por Geoffrey Hoppe

Apresentado ao Círculo Carmesim
4 de março de 2006





E assim é, queridos Shaumbra, que eu, Tobias, retorno ao meu legítimo lugar (risadas). Enquanto estávamos nos preparando para surgir inteiramente para Cauldre e Linda, à todos vocês, hoje, ah, estávamos prontos para entrar silenciosamente e furtivamente de uma forma diferente. Mas enquanto nos preparávamos estávamos brincando entre nós mesmos deste lado, sobre como é ser um professor sentado diante de uma audiência de mestres. E é como... como vocês são os que sabem muito, que tem passado por tanto. Nós simplesmente estamos ajudando a facilitar o processo, mas vocês certamente são os professores. Vocês são aqueles que são os mestres, como nós temos chamado vocês, e como vocês talvez possam se lembrar, um mestre é aquele que permite que a energia o sirva. 


Nós temos que rir de nós mesmos porque vocês olham para nós às vezes como se fossemos os que sustentam ou carregam a sabedoria – e isso é verdadeiramente vocês que fazem. Nós estamos simplesmente aqui para ajudar vocês a se relembrarem de suas jornadas aqui na Terra neste momento. É tão fácil ficar preso dentro de todas estas energias e processos e até mesmo dos detalhes de viver na Terra. 


Não é algo fácil de se fazer. Os jovens, sem duvida, que chegam agora mesmo, têm muito à frente deles. Assim muito mais em suas vidas esta chegando para acontecer. Afortunadamente, eles têm professores, mestres, como vocês, que estão se preparando para ser seus pais, que ajudarão a guiá-los. 


Shaumbra, lentamente... lentamente vocês estão despertando e relembrando porque vieram para cá no principio. Relembrando quem verdadeiramente são, os Grandes. Dizemos isto sem tentar adulá-los. Dizemos isto, na verdade, para que tenham um momento aqui para permitir que isto chegue. Vão além do ego. Permitam que isso penetre. Vocês são os Grandes. Podem aceitar isto? 


Algumas vezes vocês têm um desafio porque pensam que ao se permitir sentir isto ou acreditar que são Magníficos, que o seu ego sairá fora de controle, que vocês farão todos os tipos de coisas malucas. Vocês se tornarão obsessivos. Desejarão mais e mais poder. Desejarão mais e mais gratificação. Vocês estão bem mais além disso. 


De fato, esta coisa que vocês chamam de ego tem restringido vocês. Vocês não se deixaram aceitar à si mesmos completamente ou relembrarem-se completamente da sua própria grandiosidade, a mera razão de terem vindo a Terra, as famílias celestiais das quais descendem, as grandes coisas que fizeram em outras vidas. Vocês se contêm às vezes. Dizem, “Não é possível que seja eu. Eu sou só um humano sem valor. Sou só um humano desequilibrado”. E enquanto continuam a acreditar nisto, vocês vão continuar a agir desta maneira.


Todos nós que trabalhamos com vocês neste momento – Saint Germain, Kuthumi, eu Tobias, todos eles – todos nós – conhecemos a sua grandeza. Sabemos que há registros na história desta Terra, registros da história que também foram perdidos na Terra, e registros nos reinos angélicos que proclamam o seu nome. Têm se escrito a respeito de vocês. Vocês têm sido estudados. Têm se falado de vocês nas faculdades e universidades angélicas, se assim as quiserem chamar. Vocês são Os Grandes. 


Talvez em algumas das suas próprias modalidades de cura – alguns dos seus próprios trabalhos que fazem com si mesmos – talvez possam trabalhar em aceitar isto. Tentem ouvir nossas palavras conforme acabamos de falar, conforme proclamamos que vocês são os mestres e Os Grandes. Deixem isto ir ao ultrapassar este muro que chamam de ego, mas não é isso, é simplesmente um muro da mente. É um jogo que vocês jogam. Podem aceitar isto? Eu tenho conhecido vocês, cada um de vocês, que estão aqui, ou ouvindo, ou lendo isto. Nós conhecemos vocês de uma forma ou de outra como Os Grandes. Os outros estão seguindo vocês. 


É uma tremenda responsabilidade. Alguns de vocês não se sentem merecedores de carregar esta responsabilidade. Desejam saber de onde vem o desequilíbrio de vocês. Querem saber de onde vêm suas – como chamam – as suas próprias percepções distorcidas, algumas das suas próprias questões surgem, porque muitas vezes vocês têm problemas em aceitar a grandeza que são. Mas estamos aqui hoje durante nossa sessão para compartilhar isto, para pedir à vocês para se relembrarem. Não se preocupem com o ego. Vejam, vocês caem dentro de toda esta batalha – “Não posso permitir à mim mesmo aceitar isso”, dizem. Tentem isso. Tentem algo diferente hoje. Tentem aceitar isto. 


Aceitem isto exatamente dentro do seu coração. Vamos passar direto por cima da mente aqui, vamos direto ao seu coração. Talvez se vocês se lembrassem do quanto na verdade são grandes e históricos, talvez isto ajudasse a colocar algumas destas questões novamente em equilíbrio. Deem-se um retrato mais claro de quem são. Deixem de se esconderem do que vocês consideram o peso da responsabilidade. Porque na verdade... na verdade o que os tem tornado notórios é por não aceitarem tanta responsabilidade. Vocês têm feito isto como um processo para si mesmos, sem tentar salvar o mundo ou o universo ou quem quer que seja. Vocês não têm feito isto nem mesmo por suas famílias espirituais. Vocês têm feito isto porque isso ressoa dentro de vocês. 


Deixem ir a responsabilidade. Deixem de se atormentarem sobre dar o passo errado ou de tentar impedir as coisas porque ficarão arrogantes – com o ego inflado. Isto é outra das grandes mentiras e grandes coberturas. Ao longo do caminho, houve algo na natureza humana que criou toda esta cobertura que diz que não podem permitir a si mesmos serem grandes. Vocês constantemente se rebaixam, se menosprezam... e assim fazem. Que tal se fizessem algo diferente hoje e tirassem esta cobertura? 


Deixem-se ser grandes. Permitam-se se lembrar de quem vocês verdadeiramente são. Foi por isto que hoje tivemos que de rir baixinho entre nós. Vocês, os anjos humanos, Os Grandes, fingindo que não estão pretendendo ter que passar por todos estes processos e procedimentos e mecanismos e mecânicas para liberar, para ter clareza. Bem, vocês não têm. Vocês simplesmente precisam permitir-se ter isto novamente. Não é um processo mental. Nem é um longo processo. É somente liberarem estas coberturas.


É um prazer para mim, Tobias, estar de volta à vocês, meus amados Shaumbra.


Vocês às vezes desejam saber por quê nós estamos sempre indo e vindo. Por que em um encontro é Saint-Germain, e na outra sou eu, com Kuthumi em segundo plano. Temos que deixar que saibam que nem sempre é fácil chegar tão perto. Tem ficado cada vez mais e mais fácil para nós, mas por exemplo, se estivermos fazendo uma reunião intensiva com vocês onde teríamos que romper novamente o céu e a terra, algumas vezes é muito difícil manter nossa energia tão próxima.


Assim, por exemplo, no recente workshop que tivemos sobre abusos de energia, depois de ter me deslocado totalmente dentro de Cauldre, de cada um dos assistentes, dentro da equipe, minhas próprias energias se sentiram esgotadas. Assim, tanto se for eu, ou qualquer um dos outros anjos, nós descobrimos que temos que nos retirar por um curto tempo. Nós temos que fazer nossas próprias formas de revitalização. 


Não é como se estivéssemos descansando. Nós definitivamente não vamos – como dizer – para outros facilitadores. Nós sabemos como encontrar um espaço no nosso interior, o espaço que chamamos de Alento Único, o espaço dos nossos próprios reinos cristalinos, para revitalizar nossas energias. 


A Terra é muito exaustiva – esgotando desnecessariamente muita, muita, qualquer energia. Não é apenas o magnetismo da Terra, não é só estar na matéria. Mas, na forma como a Terra e os humanos e aqueles que estão nos reinos próximos se alimentam um dos outros. Isto se torna muito desgastante. 


Quando introduzimos a nossa energia em um espaço fechado, nos sentimos com se estivéssemos presos, não nas questões dos Shaumbra, mas, neste momento literalmente como eu, Tobias, estou aqui falando com vocês, eu posso sentir o peso da Terra. Posso sentir o dreno da consciência de massa. Quando eu estou em uma situação como esta com vocês, existem aqueles que estão nos reinos próximos – eles não estão encarnados – mas eles mesmos entram. E eles tentam obter energia. 


Estar nesta situação pode ser muito desgastante. E um estado que não e natural para um anjo estar na forma física. Pode ser desgastante. Assim achamos que trabalhamos juntos, como uma equipe deste lado. Um grupo todo de nós – o Conselho Carmesim – continuamente trabalhando com vocês, continuamente vindo, expandindo nossas energias no seu espaço, mas depois, nós também temos que bater em retirada de vez em quando. 


Trouxemos este assunto porque é muito importante para cada um de vocês. Vocês estão trabalhando arduamente nas realidades humanas neste momento. Vocês estão tentando coisas na vida humana simplesmente para manter a sua vida caminhando e vocês estão atravessando uma incrível transformação completa na sua vida espiritual. É muito exaustivo para as suas energias. 


É muito importante encontrarem um tempo para vocês, para se afastarem de tudo. Não atendam ao telefone. Não entrem no computador, que isto não e retroceder. Estarão efetivamente pulando direto para dentro de uma malha de informações e uma grade que irá sugar as suas energias. Isto energiza vocês de certa forma. Para alguns de vocês que ficam até tarde da noite, trabalhando em seus computadores, vocês sentem uma onda de energia porque estão ligados na rede de informações. Mas no mesmo sinal, esta mesma rede de informações – Internet – drenará as suas energias de uma outra forma, vejam vocês. É por isto que talvez no dia seguinte se sintam particularmente cansados. Então desejarão retornar ao computador e para a sua Internet para obterem uma determinada energia, mas então ficarão ainda mais cansados no dia seguinte. É um ciclo interessante. Não estamos dizendo que há algo errado com a Internet, mas estamos dizendo que se estão se preparando para encontrar um tempo e um espaço para si mesmos, saiam totalmente fora disto por si mesmos.


Uma das energias mais puras que um humano pode estar, sem ter sua energia tirada é na verdade Gaia. Gaia é um espírito. Gaia neste momento está incorporada nesta coisa que vocês chamam planeta Terra, mas Gaia é um espírito exatamente como vocês são ou como eu sou. Não muito diferente. Gaia é um espírito composto de muitas, muitas entidades diferentes que juntam todas as suas energias. Talvez possam senti-las quase cercando a Terra, ajudando a manter esta energia de Gaia. Gaia essencialmente significa “suporte de vida” ou “dádiva da vida”.


As energias de Gaia e aqueles que dão suporte a esta entidade estão continuamente fluindo energias dentro da Terra. Assim se vocês saem a sós para uma caminhada na natureza, para uma respirada – não importa se é um dia ensolarado ou nublado – não faz diferença de forma alguma. É uma forma maravilhosa de se rejuvenescerem. Até mesmo nós, os anjos do nosso lado, acham isto necessário para se recarregarem, é muito importante que façam isto.


Eu, Tobias, volto para o meu chalé, um lugar imaginário que construí com minha imaginação e minhas energias cristalinas. E vocês podem fazer o mesmo. Tirem um tempo para vocês, Shaumbra. E tão importante neste momento em que as coisas estão se movendo rapidamente, à medida que as coisas estão literalmente drenando as energias. E é muito importante neste momento deste processo todo que vocês estão atravessando de desconexão. 


Desconectar... nós chegaremos a isto no momento certo. Mas eu gostaria de introduzir nosso convidado deste Shoud, um convidado que estará conosco nos próximos Shouds. É a energia de um ser amado que já esteve conosco antes. De fato ele até mesmo pediu para falar com vocês em pessoa. Não neste encontro, mas em uma reunião que esta para vir em breve. Nós estamos notificando Cauldre aqui antecipadamente (pequenas risadas). É a energia do nosso querido amigo Rafa - Arcanjo Rafael – que veio hoje. 


Agora, estamos pedindo que precisamente inspirem a energia de Rafael. Todos vocês trabalharam com ele... e não é de fato um “ele”, que gostaríamos que conhecessem, mas referindo-se a “ele/ela” desta maneira neste Shoud. Rafael chega, como sabem, como um dos que ajudam a transmutar os medos, a mover-se para alem dos medos.


Rafael é uma parte muito importante em toda a estória de Tobit, muito familiar para ambos, eu mesmo e Cauldre. Ele chega quando há novos desafios e velhos bloqueios. Rafael se junta a nós agora e isto deveria ser uma indicação para vocês, uma dica, que exatamente agora vocês atravessarão – caminharão através – de muitos dos seus próprios medos, e bloqueios e limitações. 


Este conceito todo de desconexão traz medo, traz dúvida e ansiedade. Rafa chega hoje para ajudá-los, pessoalmente, à medida que vocês passam através de algumas destas questões.


Há um medo tremendo em toda parte ao se deixar ir as velhas maneiras. Maneiras que eram seguras, entendidas, mesmo se não fossem as mais prazerosas, ao menos vocês as entendiam. E Rafa irá se juntar a nós nos próximos meses. Sua presença também deveria ser uma indicação que acontecerão coisas na Terra neste período – deslocamentos e mudanças – que tenderiam a despertar o medo também.


Se vocês retornarem atrás para o nosso Shoud no começo desta série – a Série da Clareza – falamos a respeito desta grande quantidade, grande volume, de energias escuras chegando a Terra todas de uma vez. Energia grande que foi trazida por alguns pensamentos muito escuros da consciência, da humanidade na Terra, particularmente, por aqueles que estão se agarrando em métodos de religião muito velhos. Há muito medo associado com as próprias mudanças eles estão passando. E se recordarem imediatamente após esta energia escura ter chegado, houve furacões tremendos, desastres naturais, todas manifestações que esta energia escura trouxe.


De certa maneira, poderiam dizer que é apropriado, porque a energia escura ajuda a movimentar... ajuda a mudança das energias que querem se deslocar. Mas também cria muito medo, e quanto mais medo essas pessoas têm, os humanos têm, mais eles tendem a hesitar, mais eles tendem a resistir ao que está naturalmente ocorrendo e à mudanças tão belas. E então as mudanças se tornam muito difíceis, sem duvida, muito difíceis de serem resolvidas.


Ao longo dos próximos meses, nós iremos uma vez mais ver evidências de um nível crescente de mudanças na Terra. Este não é um cenário de medo, Shaumbra, é um cenário de mudança. Um dos propósitos de Rafael estar aqui neste momento é ajudá-los a compreender que vocês podem ultrapassar o medo. 


O medo, ao seu nível central, é só energia. É só energia. Tem se presumido que ela seja uma energia má. O medo é semelhante a uma cobertura que no mesmo instante, literalmente paralisa as pessoas em seu caminho. Induz a que façam coisas que normalmente não fariam. O medo é isto... bem, simplesmente sintam a energia do medo por um momento. O medo é o demônio. O medo é o destruidor. O medo é a escuridão e o desconhecido, pelo menos no conceito ou nas coberturas que vocês têm neste momento. Mas quando vocês realmente tocam dentro dele, o medo é apenas uma energia. É tudo o que ele é. É tudo o que ele é.


Se vocês se permitirem penetrar dentro do medo... penetrarem direto dentro da energia dele... quando vocês chegam lá, e, como um grande presidente falecido disse, “não há nada que temer a não ser o próprio medo... ” quando vocês permitem a si mesmos entrar diretamente dentro da energia do medo, perceberão que não há nada a temer dele. Ele e apenas energia de transmutação e mudança. Somente energia que está disponível para vocês, se necessitarem ou desejarem usá-la. 


A medida que vocês passam por seus próprios processos de desconexão, não apenas da consciência de massa, mas do Campo e da grade, isto cria medo dentro de vocês. Em vez de fugirem do medo, em vez de se desanimarem por causa dele, entrem diretamente dentro dele. Não para os dois lutarem. Vocês já sabem o que acontece quando lutam contra o medo. Ele sempre ganha. Ele sempre ganha, porque ele é justamente uma parte de vocês para qual estão dando a sua energia. Estão permitindo que ele cresça. Estão permitindo que ele se torne um monstro, e ele sempre ganhará. Mas, Shaumbra, se vocês entrarem diretamente dentro do medo sem lutar, sem tentar manipulá-lo, vocês descobrirão que realmente ele não é o monstro que pensavam. 


Portanto Rafael estará conosco por alguns próximos meses. Vocês podem invocar suas energias, ele trabalhará com vocês. Ele não tirará o medo de vocês. Ele não lutará com o medo por vocês. Mas ele pegara vocês pelas mãos, e caminhará com vocês para dentro disso, e ele mostrará algumas coisas sobre o medo, que vocês talvez nunca teriam percebido antes. 


Assim... Deixe-nos falar por um momento sobre esta vida de vocês. Esta existência não é simplesmente outra vida. Não é semelhante a nenhuma outra vida que já tiveram. Esta vida é muito, muito especial. Vocês escolheram esta vida, este período de tempo... ambos em termos de tempo terreno, mas também o espaço ou a energia da sua própria evolução... vocês escolheram esta para ser a vida da ascensão. Para ser a vida de entender como e ter que passar por todo este processo de se tornar humano, e depois precisamente transformar este ser humano em um anjo humano divino.


Esta vida não é aquela acerca de somente darem à si mesmos uma experiência. Esta vida é sobre a consolidação e a liberação de todas as outras energias de vidas passadas que já tiveram. Limpeza total, como chamariam isto. Liberando. Deixando ir. 


Esta vida é muito especial, porque é o tempo que vocês escolheram para moverem-se para o próximo nível. Ela esta indo muito mais rápido de que qualquer outra vida que já tenham experienciado. Na verdade vocês estão mais conscientes nesta vida do que nas outras que experienciaram. Algumas vezes há uma tendência de voltarem atrás e pensar que as civilizações e sociedades antigas tinham as respostas, mas se tinham, por que vocês ainda estão aqui? Elas foram parte do progresso, uma evolução da alma de vocês, mas esta vida é diferente.


Dizemos isto porque vocês devem tratá-la com grande reverencia. VOCÊS devem ser tratados com grande reverencia e respeito e admiração. Esta vida é o auge de todas as outras vidas que vocês alguma vez já viveram. 


Para muitos aqui, por sua própria escolha, será a última vida na Terra que já viveram. É muito, muito especial. Esta vida é onde deixarão ir as energias de bloqueio e repressão das vidas passadas. Como sempre dizemos para vocês, o futuro é o passado curado, assim nesta vida estão curando ou liberando muito do passado. 


Esta existência é preciosa. Vocês passaram centenas ou milhares de outras vidas aqui. Esta não é uma vida que desejam desperdiçar. Não é uma vida para se tomar qualquer grau de – como dizer... alguns de vocês tomam a existência e dizem, “Mas se esta não funcionar, eu simplesmente terei uma outra”. E é verdade, mas, Shaumbra, vocês destinaram esta vida para ser especial. É a vida onde vocês têm clareza. É a vida onde vocês transcendem muitas das coberturas humanas.


Esta vida é sagrada e abençoada. Muito especial. É uma vida que vocês concordaram retornarem juntos e estar com – encontrar – outros Shaumbra... tanto sejam eles da sua área local, tanto vocês estejam conectados com eles através da Internet, ou tanto se vocês viajarem para outros lugares para encontrá-los... um tempo para juntar de novo as energias Shaumbra.


Também é a vida que escolheram, não somente para ter o seu próprio aprendizado, mas, também para ser o professor para outros. Isto esta escrito bem no topo dos desejos desta vida – serem os professores. Obviamente, que os professores terão que passar pelo processo de aprendizado deles mesmos. A propósito, vocês deram à si mesmos isto. Disseram, “Antes de sair e ensinar isto, eu quero experienciar isto por mim mesmo. Eu quero experienciar como é esta ascensão incorporado”. Em outras palavras, estar em um corpo físico e passar pela ascensão total, o que significa também se desconectar. 


Vocês disseram que queriam passar pela experiência por si mesmos e ter profunda compaixão e empatia, mesmo que vocês provavelmente pudessem omitir algumas etapas. Vocês provavelmente poderiam. Vocês quiseram a compaixão e a empatia, de modo que quando vocês trabalhassem com os outros, isto não seria somente admitido como certo. Vocês se relembraram de como foi passar por cada uma das etapas. Estamos realizando isto juntos há seis anos agora, cada uma das etapas. 


Assim uma das coisas que é muito, muito especial a respeito desta vida é o ensinamento. Ensinando de uma nova forma, é claro. Não somente se erguer em frente de um grupo e induzi-los dentro de um processo mental, mas ensinar através do exemplo. Ensinar através de conquistar a sua vida e fazendo o que escolheram fazer com ela. Que exemplo maravilhoso – fazendo o que escolheram fazer com a sua vida. Isto que é ensinamento! 


Dissemos aos Shaumbra do mundo todo que mais cedo ou mais tarde vocês iriam deixar os seus empregos onde são empregados por outras pessoas ou corporações. Vocês estão se preparando para se desconectar deles. Que exemplo maravilhoso para se mostrar a alguém. Vocês não precisam trabalhar por qualquer outra coisa, vocês estão simplesmente por si mesmos. Fazendo o que escolheram fazer. Vocês podem romper com alguns padrões de trabalho estabelecidos em determinado número de horas, com ir a algum certo número de reuniões, executando certas rotinas ou tarefas mundanas. Vocês podem romper com isto.


Nem sempre é fácil realizar isto porque há grande conforto e segurança em permanecer nestes empregos. No mínimo sabem o que esperar de cada dia. Quando rompem com isto, vocês estão dentro do desconhecido, mas também dentro da verdadeira alegria. E também onde são o verdadeiro exemplo, o professor dos outros.

Você é um professor quando vocês vivem pelo exemplo, criam as coisas que sentem em seu coração, que desejam criar, quando não caem em velhas armadilhas e limitações ou velhas coberturas da consciência, quando vocês escapam de tudo isto. Por si mesmos, é claro. Para ninguém mais, mas por vocês mesmos. Vocês são um professor quando passam por estes exemplos. Não dizendo palavras metafisicamente pomposas – palavras para impressionar os outros com o seu conhecimento de outros reinos. Porque, de certa maneira, estas palavras passarão por eles ou ficarão grudadas na cabeça deles. A maior coisa que vocês possivelmente podem ensinar a eles é através do exemplo da vida de vocês – o que estão fazendo na Terra neste momento para criarem o que escolheram. 


Esta vida é tão importante, especialmente para aqueles de vocês que estarão passando para a Nova Terra. O que deixam claro aqui e o que realizam aqui terá um tamanho impacto e um tamanho significado, portanto, no que vocês produzem na Nova Terra. Alguns de vocês se tornarão professores nas salas de aula da Nova Terra, ensinando aqueles seres angélicos que nunca estiveram na Terra anteriormente – nunca encarnaram na matéria física – ensinando a eles como é isto. Ajudando-os a compreenderem antes deles alcançarem lá.


Alguns de vocês estão indo para a Nova Terra, trabalharão com as novas energias, ajudando a entender o que elas verdadeiramente são, o que elas significam, como elas podem ser aplicadas na velha Terra – se os humanos estiverem interessados em fazer isto.


Alguns de vocês estarão indo para a Nova Terra por um tempo e depois escolherão ir mais longe, dentro do que nós chamamos o Terceiro Ciclo. Este é um reino que é muito difícil de descrever porque é onde vocês irão passar de um deus em treinamento para um Deus pleno, com todos os direitos. Todos os direitos. É difícil até mesmo de imaginar porque isto é muito extenso. Alguns de vocês irão para lá depois desta vida.


O que estamos dizendo é que isto é muito importante. Não estamos dizendo para ficarem sérios sobre isto, porque o serio tende a amortecer as energias. É maravilhoso permanecer na luz e constantemente evoluindo e movimentando as energias. Mas alguns de vocês chegaram ao ponto aonde tem dito, “Não está funcionando. Tentarei da próxima vez”. Vocês provavelmente estão pensando isto há vinte anos. Alguns de vocês ouvindo neste momento estão há oitenta anos, pensando nisto. Pensando que “Eu alcancei parte do caminho por lá, mas não todo o caminho”. 


Nos vamos pedir que revejam isto. Vamos perguntar a vocês o que verdadeiramente aprenderam nesta vida sobre si mesmos. A respeito de vocês mesmos. Não importa o quanto possuem, como é grande a casa que possuem e quantos carros vocês têm. Elas são coisas secundarias. Maravilhosas coisas sem importância, a propósito, mas coisas secundarias. É muito mais a respeito do quanto aprenderam nesta vida e como vocês tem crescido. Como estão chegando a um novo entendimento sobre si mesmos e do espírito, sobre suas jornadas, e a respeito de para onde escolheram ir na próxima. 


Esta vida é então muito preciosa. Ela tem sua própria ressonância, sua própria identidade. Tem sua própria absoluta energia sagrada que é baseada nas outras vidas, mas cujas energias estão sendo liberadas. Vejam vocês, em uma vida típica para um humano, esta existência é relativamente independente. É por si mesma, apoiando-se apenas em si mesma. Se vocês pegarem uma vida em particular, talvez 500 anos atrás, este aspecto ou estória de vocês estava justamente tentando expressar algo dentro desta estória. E vocês poderiam dizer que vocês, como um ser de Alma Elevada, permitiram a si mesmos ser aquilo. Mas aquela vida foi muito razoavelmente apenas a respeito daquela vida, a respeito de uma estória particular.


Esta vida é diferente. Ao invés de ser por si mesma ou justamente uma estória única, esta vida agora se tornou a coleção, a integração de todas as estórias, vejam vocês. É quase como vocês nesta existência estarem no centro. Todas as outras vidas que tiveram agora se tornaram parte dela. Elas todas se reintegram novamente ao mesmo tempo através de vocês nesta vida.


É por isto que dizemos, quando vocês liberam estas energias, elas fluem de volta para dentro de vocês. Vocês as liberam, deixam as energias daquelas estórias se irem, então as energias podem circular e retornar e servir a vocês novamente. Mas desta vez sem as limitações de uma estória. Esta vida é o auge. Ela é a graduação de si mesmos, vejam vocês. Tratem-na com grande compaixão, amor e respeito pelo que ela é. Ela não é como qualquer outra vida. Esta é A vida, Shaumbra. Esta única, neste momento, A vida para vocês.


E então... no Shoud do mês passado Adamus veio e falou a vocês sobre desconectar. O maior passo, o maior insight. Nos temos que rir baixinho algumas vezes, porque estamos aptos para sermos tão abertos com vocês e falar a respeito de algumas destas coisas como desconexão da grade, do Campo – um maior, maior marco, um ponto de referencia para os Shaumbra – como Saint-Germain disse a vocês no mês passado. Um maior evento.


Temos que rir às vezes, porque sabemos como deve ser difícil para vocês sair e explicar isto para uma pessoa comum na rua. Se tentarem explicar os conceitos, digam, “Sim, acabamos de ter o nosso Shoud mensal...” Eles deverão olhar estranhamente para vocês até mesmo por dizerem esta palavra (risadas no auditório). “.... e neste Shoud nós concordamos – eu concordei – me desconectar do Campo”. E eles provavelmente olharão em volta tentando encontrar o campo (risadas), coçando suas cabeças talvez, inclinando suas cabeças concordando e rapidamente saindo fora (mais risadas). Assim isso é um divertimento para nós, o quão longe vocês chegaram, que informações vocês são capazes de entender, que energias que vocês estão permitindo movimentar em si mesmos. 


Nós falamos sobre a desconexão do Campo. Saibam vocês, que nem mesmo os anjos fizeram isto. Eles continuam conectados a algum tipo de campo ou em alguma fonte de energia, vejam vocês. Não é como se eles tivessem feito antes de vocês. Completamente o oposto. Vocês são Os Grandes, serão os primeiros. Serão os primeiros. Estão se desconectando do Campo. 


Não houve, literalmente, nenhum grupo de humanos que tenha feito isto juntos. Houve apenas poucas entidades únicas, que estiveram na forma humana, que fizeram isto. E houve alguns que chegaram à uma parte do caminho, mas não terminaram em suas outras vidas, porque a energia na Terra não estava de acordo e/ou a nova energia não estava disponível. 


Há Os Iluminados, mestres iluminados como Buda, que passaram uma vida, realmente muitas vidas (Tobias dá um sorriso)... Brincamos com ele. Ele foi o grande sofredor de todos! Houve o Buda que renunciou tudo em sua vida como Gautama, ou Buda, e toda a sua tentativa foi de se desconectar do Campo. Ele fez isto primeiro ao se desconectar do plano físico e do seu corpo, e depois ele fez isso ao se desconectar da sua mente. Depois ele lentamente começou a se desconectar dos reinos cristalinos. Mas ele passou por muitas provas e tormentos para fazer isto. Ele puniu seu corpo e arruinou a sua mente. 


Ele finalmente chegou lá. Finalmente chegou lá depois de muitas, muitas, muitas vidas e muitas tentativas de desconectar. Mas ele foi capaz de fazer isto em um puro momento de brilho quando ele finalmente disse, “Eu desisto!” (risadas). Não foi nenhuma grande inspiração angélica, não foi à mão do Espírito descendo em sua direção. Quando ele finalmente disse “Eu desisto deste sofrimento e tentativa, e desisto desta disciplina”, neste momento sentado debaixo da árvore, ele teve a sua iluminação, e então os céus se abriram e nós aplaudimos e dissemos “Graças a Deus, finalmente!” (risadas). 


Yeshua. Yeshua – ou Jesus como muitos de vocês chamam este ser amado – é um ser composto, não um ser de alma. Ele veio – de certa maneira – ajudar a liderar o caminho para os Shaumbra, e para o mundo realmente, mas até mesmo quanto às pessoas dizem, “Bem Yeshua se desconectou do Campo?” Yeshua não é um ser de alma, ele não é como vocês. Ele é uma composição de muitas, muitas, muitas energias. Assim não se pode dizer que Yeshua se desconectou do Campo. Yeshua continua sendo uma parte muito importante do Campo, na verdade, particularmente na personalidade de Jesus.


Jesus está tão entrelaçado dentro do Campo neste momento! Vocês escutam as pessoas dizendo que vocês precisam se salvar através de Jesus. Isto significa que eles estão continuamente presos na grade, na rede, na matrix, seja lá o que quiserem chamar. Ele tem estado enroscado dentro disto. 


Agora, a energia de Jesus é um pouco diferente da de Yeshua. A Consciência tem criado isto... de fato o que chamamos de um ser de conto de fadas, Jesus. Nunca houve um Jesus. Este não foi o nome dele. Foi Yeshua, e a energia de Yeshua é bastante diferente. Mas até mesmo Yeshua não atravessou este processo de desconexão. 


Aquele que vocês conhecem como Ohamah... não podemos falar o outro nome, Cauldre está nos dizendo (Tobias sorrindo). Leis tolas... Aquele querido que vocês conhecem por R*****! Eu direi! (Risadas) Nunca tinha ouvido Cauldre xingar tanto. (Muitas risadas, Tobias rindo) Nós tivemos que cometer um deslize nesta aqui.


Esta energia de Ohamah... desculpem-nos, dissemos a palavra errada... Ohamah... esta energia de Ohamah foi capaz de se desconectar do Campo depois de uma tremenda raiva, depois de um tremendo sofrimento e de uma tremenda solidão. Ohamah se desconectou do Campo também, ao se tornar independente, um ser de alma nobre que teve de deixar ir todas as conexões – conexões de família, conexões dos seus guerreiros e seus exércitos, e até mesmo suas conexões com Deus, vocês sabem. E esta é a maior. Esta foi a maior que Ohamah teve que aprender. A maior que agora Ohamah gosta mesmo de falar a respeito. Desconectou-se de Deus, vejam vocês. A maior de todas. 


Os humanos verdadeiramente ficam com medo quando começam a falar nestes níveis, porque esta tão impregnado que Deus é este ser masculino todo-poderoso com um mau humor e uma forma de julgar – absolutamente sem compaixão – e que tem o domínio do céu, mas não do inferno, vejam vocês. Então ele é um bem grande... é um grande medo que os humanos têm.


Mas Ohamah disse, “Eu vou até mesmo me desconectar de Deus. Irei me desconectar de tudo porque eu não me importo”. Ele de fato pensou que iria morrer, de fato queria morrer. Ele estava tentando forçar a morte dele mesmo. Mas havia algo dentro dele que não permitia que isto acontecesse, que foi na verdade forçando-o a se desconectar de tudo. E ele fez isto. Ele fez. Ele tem estado em seu próprio ser desde então, retornando a Terra para trabalhar com os humanos agora na sua própria tempestuosa maneira, para ajudá-los a se desconectar.


Algumas vezes... seja Ohamah, seja Saint-Germain... algumas vezes eles dão um empurrão. Algumas vezes eles – como dizer – ficam um pouco – como dizer – arrogantes, para ajudar vocês a se moverem para mais longe, ajudá-los a deixar ir estas coisas que não lhes servem mais. 


Kuthumi, outro grande ser que NÃO TEVE problemas para se desconectar. Não foi um processo difícil para ele. Ele não teve que passar pelo sofrimento, ele simplesmente deixou ir. Ele se desligou, sem duvida, por sua própria conta, por um longo período. Manteve-se longe dos amigos e da família, se distanciou até mesmo da universidade da vida, a qual ele amava. Desligou-se por si mesmo e disse “vou fazer isto de maneira fácil, de maneira divertida, e se desconectou. Eu estou me preparando para ser o meu próprio ser”. E ele também deixou ir. Ele fez isto, de fato, com muito do amor e da compaixão de Gaia. Não conectado a Gaia, mas trabalhando aquelas energias de deixar ir. Então Kuthumi é um outro ser independente. Um supremo, ser de alma nobre que deixou ir todas as conexões e todas as formas de alimentação. 


Eu, Tobias, me desconectei. Eu fiz isto de uma forma dura. Eu passei por muitas, muitas vidas sendo muito piedoso, muito religioso, tentando seguir a Bíblia ao pé da letra. Muito honesto da minha própria maneira. Eu sentia como se estivesse ganhando meu caminho para Deus, estava tentando mostrar a Deus que eu era tão digno porque eu podia seguir cada uma das regras. Foi assim até que no ultimo minuto Deus disse, “Tobias, eu não tenho regras! De maneira nenhuma! Você as inventou todas. Você as leu em algum livro maluco escrito por alguns humanos desequilibrados (risadas) que tinham uma afinidade por regras”. Eu aprendi a desconectar, mas isso me tomou um longo tempo, muitas, muitas vidas.


Parte do processo chegou durante minha vida como Tobias. Era conhecido como Tobit e tive que passar pelo sofrimento... primeiro de tudo sofrendo por ser um escravo. Sofrendo por uma vida familiar interessante. (Tobias rindo serenamente). Não vamos entrar em detalhes aqui (risadas). Sofrendo por perder minha visão. Sofrendo por beber tanto, o que admiti recentemente na nossa discussão sobre vícios. Definitivamente viciado. Viciado na minha própria dor, na verdade, minha própria dor emocional. Tentando me afogar na bebida. 


Quando aquela vida terminou, eu me encontrei, inteiramente para meu horror, reencarnado novamente exatamente no mesmo lugar que havia acabado de deixar. De volta direto as terras de Israel, porque ela estava me chamando de volta. Ela queria a conclusão. Eu queria a conclusão. Então eu voltei de novo. Uma vez mais, bebendo um tanto demais, eu tenho que admitir agora. “Eu sou Tobias...” Eu diria em algumas das reuniões (muitas risadas, a medida que a audiência percebeu que Tobias estava se referindo a habitual introdução das reuniões dos Alcoólicos Anônimos). 


E me encontrando finalmente jogado numa prisão e nesta prisão odiando todos os dias, odiando cada pessoa, odiando Deus, odiando tudo acerca da vida. Até que no extremo final, no extremo final, em total desespero e sabendo que eu estava para morrer, eu finalmente encontrei minha liberação. Isso exigiu a prisão e exigiu todo aquele sofrimento para finalmente deixar ir. A compreensão de que verdadeiramente não havia nenhuma regra. Que não havia verdadeiramente nada que eu precisasse manter mais. Eu tinha perdido tudo, vejam vocês. Minha família, minhas terras, minha saúde e meu Deus. Eu tinha perdido tudo isto, então eu deixei ir. 


Não há muitos Seres que tenham verdadeiramente se desconectado. A lista é bem curta na verdade. Muitos Seres não se permitiram passar por este processo – um processo que neste momento vocês estão atravessando. Não é sobre – como dizer... todo este conceito de espiritualidade e religião é na verdade... deveria ser, na verdade... um de se desconectar. Mas o que as igrejas ensinam? Mais conexão. Mais devoção das suas energias. Mais dependência das suas energias. No mais simples dos ensinamentos se trata sobre se desconectar totalmente. È ai quando vocês se tornam seus próprios seres soberanos. 


Eu gostaria agora de fazer algo com este grupo Shaumbra, algo um pouco diferente. Saint-Germain disse que vocês iniciaram o processo de desconexão. Que vocês concordaram com isto, isto não é nada que estamos impondo. Vocês, como indivíduos e como grupo, disseram “Nós começaremos a deixar ir todas estas velhas coisas que nos tem alimentado, lentamente, sem sofrimento ou sem drama. Apenas começaremos a deixar ir. Vamos observar como elas lentamente, lentamente começam a se dissolver”.


Neste instante, gostaríamos de passar um momento com vocês deixando-os sentir isto e experienciar isto. Talvez vocês possam quase antever e sentir todas estas coisas que conectam vocês... conectam vocês ao Campo, a grade, até mesmo às suas famílias angélicas de muito tempo atrás, as coisas que conectam vocês a Terra e as pessoas daqui, até mesmo as coisas que conectam vocês aos Shaumbra e ao Espírito.


Vamos deixar vocês sentirem por um momento enquanto estas coisas fazem uma dança – como diriam – de liberação. Vocês não têm que... elas não serão arrancadas ou cortadas, mas gentilmente se desconectando de todas estas coisas. Vamos na pratica pedir, para que nos próximos minutos, nós experienciemos isto juntos. E gostaríamos de ter alguma música tocando, que pode ser o próximo segmento musical – canção – esta música que trouxeram hoje. Será muito apropriada. Ela se chama “Have A Little Faith In Me” (“Tenha um Pouco de Fé em Mim”), e nos sentaremos e a escutaremos para que e apenas sintamos como as mudanças, as desconexões, gentilmente e amorosamente acontecem.


Vamos respirar profundamente (pausa) e sintam este processo de desconexão enquanto tocamos um pouco de música.


(Música tocando ao fundo)



Este é um processo natural... processo fácil...


(A música continua)


Sintam como Kuthumi simplesmente deixou isto acontecer... sem medo... sem sofrimento...


(A música termina)


(pausa)


Saint-Germain é outro ser que se desconectou... forçado a isso – forçado depois de se encontrar literalmente preso dentro de um cristal, tanto como um estado de consciência e como algo que ele permitiu ser manifestado. Mas ao não conhecer outra saída, nem vivo e nem morto, mas ao se encontrar encerrado neste cristal foi seu caminho de aprender a se desconectar. Ele diz que passou uns cem mil anos... de tão longo foi o tempo, isto o forçou a se dirigir ao seu interior e buscar a resposta, o caminho, naquela sua vida. Para se desconectar de todas as outras coisas e para perceber que durante todo tempo ele verdadeiramente tinha a resposta. Ele verdadeiramente sabia como sair fora.


Como dissemos há uma lista de seres, não muito longa, que passaram por este processo e agora voltamos à vocês – todos nós, nós estivemos vivendo na forma humana antes – nós viemos à vocês para ajudá-los a passar pelo processo, ajudar a mostrar a vocês que isto pode ser feito. Vocês podem se permitir se desconectar. Desconectar de todas estas coisas que vem alimentando e abastecendo vocês, que vem influenciando vocês. Desconectar para descobrir a sua própria independência e natureza soberana. 


Todos nós passamos por este processo, de uma forma ou de outra, passamos por ele com grande medo. Medo do desconhecido, medo do – e da incerteza do – que acontece se liberamos totalmente. Deixando ir totalmente. O que acontece quando de repente se inundam com o vazio, com a escuridão – vocês conscientemente cortaram sua conexão com Deus? Vocês fizeram uma besteira ou se enganaram? Todos estes medos surgem. 


Nós passamos por isto antes. Nós entendemos com o que estas coisas se parecem. Foi por isto que chamamos a energia de Rafael neste momento, para ajudá-los a olhar os seus medos. Sem brigar ou lutar com eles, mas para olhar para eles. E olhar dentro de vocês, de vocês mesmos, pelo que sentem como certo. Não baseado no que eu, Tobias, ou qualquer outro está dizendo, mas o que sentem ser correto. Para darem uma olhada aonde querem ficar e o que querem fazer. Dar uma olhada em todo este conceito de desconexão, se como algo que querem mesmo continuar. 


Assim Rafael chega para ajudá-los a olhar estes medos, olhar para os bloqueios em sua vida, olhar para estas coisas que estão prendendo vocês e os restringindo. 

Esta é uma hora muito importante neste momento na vida de vocês, e esta é uma vida muito importante. Vocês estão entrando dentro de algumas mais novas – o que vocês poderiam dizer – áreas inovadoras da Nova Energia neste momento, em áreas onde poucos, se alguém, alguma vez tenha andado anteriormente. Território novo. É por isto que vocês vem pedindo, por isto que vocês têm se planejado, que vocês planejaram para esta vida. Neste momento, atravessaram as principais etapas. 


Queremos estar ai para apoiá-los e amá-los e ajudá-los a entender porque estão passando por certos sintomas que parecem estar passando neste momento. Sintomas semelhantes a um cansaço inesperado. Isto acontece porque, conforme vocês se desconectam das velhas formas que estavam alimentando vocês, precisam trazer algo novo para dentro de vocês. Estão na transição da velha forma de obter a sua energia para a nova. Assim, de tempos em tempos ficarão muito cansados inesperadamente, quando menos estiverem esperando.


Terão diferentes padrões para dormir, porque conforme o seu novo ser cristalino chega para se conectar, por assim dizer, dentro de vocês, não precisarão do velho padrão de dormir por oito horas. Tudo começa a mudar. A comida que comem muda, porque vocês estão se suprindo de forma diferente. 

Seus relacionamentos e conexões com outras pessoas mudam, novamente. Elas já tinham mudado, mas elas mudam uma vez mais. A forma como se empregam.... o trabalho que fazem, até mesmo como são pagos... começa a mudar. Vocês estão acostumados às formas muito velhas de receberem um pagamento; por exemplo, por hora. Deveria ser pela expansão criativa do que fazem, e não por hora. 


Os sintomas desta desconexão acontecem e acontecem e acontecem. Eles são muito similares aos sintomas originais Shaumbra – Os Sintomas do Despertar – mas há alguns diferentes. Sim, diferentes dores no corpo. e agora dores muitas vezes nas pernas. Onde antes estavam sentindo nos ombros e nas costas, agora começaram a sentir certas dores nas pernas. É porque a energia está correndo dentro e através de vocês de maneira diferente agora. 


Vocês estão, de certa maneira, se desenterrando da velha forma de como vocês se ancoravam, e agora há uma nova forma de ancorar a energia de vocês. Uma nova forma até mesmo de operar com as energias de Gaia. Há toda uma diferença e há mudanças prosseguindo neste momento em quase todos os aspectos da vida de vocês. Seus sonhos são outro reflexo de todo este processo de desconexão. 


A maneira que vocês estão respirando muda. Muitos de vocês perceberam isto. A respiração muda conforme vocês se desconectam. Estão revigorando seus corpos de uma forma toda diferente através da respiração. Tudo começa a mudar. 


Isto algumas vezes principia o medo. O medo surge porque vocês não estão certos do que está acontecendo. Pensam que ele está além do seu controle, mas, Shaumbra, apenas entendam; é o processo de desconexão. 


Algumas vezes se encontram muito, muito irritados e não sabem porque, e tentam controlar com a mente. Tentam até mesmo coisas como atribuir a culpa a alguém (algumas risadas), ou por estarem trabalhando duro, ou em geral simplesmente à Nova Energia. Mas, Shaumbra, é porque estão se desconectando, e algumas vezes isto causa um tipo de irritação na rede de energia do corpo de vocês. Assim ele continua mudando.


Agora, a boa notícia é que em outras vezes, se encontrarão cheios de uma enorme quantidade de energia. Terão tremendas explosões de criatividade e intuição. O seu processo mental passará de muito linear ou analítico para muito criativo, e encontrarão soluções para questões muito rapidamente, e também elas serão grandes soluções. 


Vocês se encontrarão muito intuitivos sobre outras pessoas, e se encontrarão, muito mais do que nada, sugerindo entendimentos muito simples, mas profundos. Simples – significando que vocês vêem o básico, qualidade simples da vida. Vêem o núcleo da energia das coisas. Não precisão ficar confusos mentalmente com todas as análises diferentes que acontecem. Podem ver muito simples e muito claramente e profundamente. 


Vocês se descobrirão não ter mais que absorver energia de outras pessoas ou absorver energias externas para si próprios. Portanto, não estarão nem mesmo se comprometendo ou sacrificando para obterem o que precisam. 

Muito da vida humana neste momento, com a maioria dos humanos, é todo este jogo de comprometimento, de dar ou tomar, de tentar encontrar novas formas de obter energia e limitadas formas de dá-las em retorno. É um jogo constante que continua e continua entre os humanos. Podem se imaginar, Shaumbra, não ter que jogar este jogo? Não ter que contar com ninguém ou com nada mais para a sua energia, para o seu alimento? Simplesmente tendo isto dentro de vocês mesmos. 


Nem mesmo ter que jogar jogos com os anjos ou o espírito. Não ter que querer saber se têm muitos pecados na sua lista, se fizeram à coisa certa ou a coisa errada. Não ter que depender dos anjos ou guias para dizer a vocês o que fazer ou ter que dar a vocês pacotes de energia. Imaginem ser tão independentes que terão tudo isto dentro de vocês. Que benção. É para onde vocês estão indo neste momento. É para onde estamos indo unidos como Shaumbra. Delicioso. É uma nova maneira de experienciar a alegria na vida de vocês.


Quero acrescentar mais um ponto à nossa discussão de hoje. Isto – como dizer – isto se origina da nossa discussão uma semana atrás sobre Geometria Sagrada, e nós falamos sobre os novos números, da nova maneira de como as coisas operam. 


Falamos sobre um processo muito simples por como as coisas são criadas e depois manifestadas. Quatro passos muito simples na nossa discussão sobre Geometria Sagrada, dizendo que no nível mais puro de vocês há o Desejo. Desejo. Desejo sem agenda, desejo sem um resultado em particular, mas somente desejo. Não é um querer. Um “querer” dá a entender que vocês precisam de algo. Desejo significa simplesmente que vocês desejam se expressar, expressar o espírito dentro de vocês. 


O Desejo então vem caminhando para o próximo nível no qual está a Ideia por trás do desejo. Vocês têm um desejo apenas para criar. Agora vocês propõe a ideia que preenche o desejo de criar. A ideia pode ser qualquer coisa... começar um negocio. A ideia pode ser bem ampla e geral. A ideia poderia ser uma invenção. Ela poderia ser qualquer coisa. Mas ela entra no estagio da Ideia. E a ideia agora são vocês dizendo, “Eu gostaria de, ou eu desejo, expressar a energia do meu espírito de certa maneira”. Novamente, sem se preocuparem com todos os detalhes. Ela é somente a ideia. Talvez a ideia de escrever um livro. Você não precisam saber como o papel é feito para escrever um livro, vejam vocês. 


A partir daí a Ideia surge agora dentro do estágio da Atração, e isto é muito importante. É aqui onde nós iremos passar só alguns momentos falando sobre isto. A sua ideia... baseada no desejo geral... a ideia agora começa a entrar em manifestação. A ideia tem certas características de energia para isso e ela atrairá as energias apropriadas. 


Se sua ideia é escrever um livro, agora vocês irão descobrir que estão automaticamente – como um imã – estão atraindo as energias. Até mesmo energias do nosso lado, entidades que irão apoiá-los enquanto escrevem. Nós não vamos escrever as palavras para vocês, mas vamos ajudar vocês a manterem as idéias fluindo. Vamos, talvez, atrair pessoas que irão apoiá-los financeiramente nisto, ou talvez vocês vão atrair algum tipo de emprego, ou uma falta de emprego, para permitir a vocês o espaço para escrever.


Vocês estão no estágio da Atração, e ela começa introduzindo todas as energias. Estas energias que querem servi-los e apoiam as suas idéias. Novamente, a ideia deve estar sem detalhes. Os detalhes tendem a chegar automaticamente, tendem a fluir muito naturalmente. 


E agora estão no estágio da Atração, apenas deixando tudo chegar, mas o que tende a acontecer é que o medo pula no meio do caminho. O medo de vocês do desconhecido. O medo de vocês quer saber se a ideia de vocês – seu livro, seu negócio, sua invenção ou seja lá o que for – talvez não valha a pena. Talvez as pessoas irão rir disto. Talvez vocês nunca irão ter o apoio que querem. Talvez vocês serão um fracasso. Vejam vocês, os medos começam a surgir neste ponto. Seus medos mudarão o nível da energia... a vibração e o nível de atração agora... da sua ideia. Vocês simplesmente sabotaram a si mesmos. A sua ideia permanecerá naqueles reinos da atração em algum lugar, não fazendo nada, não seguindo adiante, porque o medo surgiu e colocou um controle ou mudou a maneira que estavam atraindo as energias apropriadas para vocês. Assim, isso não irá a lugar nenhum. 


É por isto que estamos neste momento falando com a energia de Rafael – com o Rafa aqui – nós ajudaremos vocês a ter uma vista panorâmica destes medos, para ajudá-los a ver qual energia esta dentro deles, ajudá-los a manter o nível de atração muito aberto, ajudar vocês a manter atraindo energias muito puras. Quando vocês fazem isto, isto permite uma mais pura e completa manifestação das suas idéias. Vocês puxarão todas as energias apropriadas para fazer isto acontecer.


Observem em particular o que vamos dizer agora, observem neste momento o que acontece ao seu nível de Atração. Como vocês estão trazendo as energias e como estão os medos tendendo a sabotar o que estão tentando fazer? Observem como isto se desdobra dentro dos próximos meses. Prestem uma atenção especial no que vocês estão atraindo e no que vocês estão bloqueando. 


Assim... mais um lembrete Shaumbra, antes de fecharmos este Shoud neste dia. Mais um lembrete. Durante os próximos 30 dias, nós vamos pedir a vocês todos para que façam uma pequena lição de casa. Vamos pedir que cada dia conscientemente façam algo diferente. 


Vejam vocês, vocês são muito propensos a fazer as coisas da mesma maneira, repetidamente, mais e mais a cada dia, e nem mesmo têm a consciência disto. Cada dia façam alguma coisa de maneira diferente. Dirijam para o trabalho por um caminho diferente. Peguem um trajeto diferente. Mudem a sua rotina pela manhã – esta rotina que vocês têm assim que acordam. Façam-na um pouco diferente. Mudem sua agenda de exercícios ou até mesmo o seu habito de comer certos alimentos. A cada dia escolham alguma coisa diferente e façam de uma maneira diferente. 


Isso vai ajudá-los a entender como vocês criam as rotinas e os hábitos. Estas são também coisas que estão mantendo vocês presos ao Campo. Estas são coisas que estão conseguindo causar muitas dificuldades para vocês neste momento para se desconectarem. Ao conscientemente fazê-las diferente, vocês irão perceber uma energia diferente, irão achar isto muito fácil para começar a liberar mais e mais destas coisas que retêm vocês conectados ao Campo. 


Como dissemos, este exato momento é um período tão importante, tal como uma vida importante. Esta é A vida. Vocês estão de movimentando dentro de um novo território, o território da desconexão. Algumas vezes é muito fácil que os medos cheguem em abundancia, para que vocês queiram ir e se esconder ou parar o processo. Precisamente fiquem bem conscientes do que está acontecendo neste momento, do que está acontecendo enquanto vocês se desconectam. 


Nós retornaremos no próximo mês, novamente com Rafael, para mais discussões sobre desconectar.


E assim é.





Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, com o pseudônimo de "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com. O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.

O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.

Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.

As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.

O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.

Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.

Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com todo este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. Veja a pagina de contatos no website.




© Copyright 2006 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.

Traduzido por: Silvia Tognato Magini silvia.tm@uol.com.br