O que Os Alimenta

TOBIAS E O CONSELHO CARMESIM 



Círculo Carmesim, 5 de novembro de 2005 - Série da Clareza
SHOUD 4: “O que Os Alimenta" 

Apresentando Tobias





E assim é Shaumbra, que nos reunimos uma vez mais neste belo e sagrado espaço, na energia que criamos todos juntos… a energia onde combinamos a dimensão humana, onde vocês vivem com a dimensão espiritual e celestial onde nós vivemos… neste precioso tempo uma vez por mês no seu tempo humano, este precioso tempo em que podemos nos sentar junto neste espaço. Parece que foi só há um momento atrás que deixamos o Centro de Serviços Shaumbra. Talvez, muitas coisas se passaram durante sua vida desde então. Nos pareceu só como um momento de tempo desde que partimos, quando nos separamos no último Shoud. E aqui estamos de novo, compartilhando esta linda energia e compartilhando este lindo, maravilhoso tempo.


Eu Tobias, amo estes poucos momentos que temos, enquanto sua música toca. Estamos fazendo uns pequenos ajustes no equipamento aqui. Amamos esta hora em que a sua música está tocando. E, é um tempo em que eu Tobias, posso falar com todos muito facilmente. Damos algumas risadas e fazemos algumas piadas. Falamos do que esteve acontecendo em suas vidas recentemente. Estamos preparando a energia para o dia, já que nossos convidados estão chegando para o Shoud que vamos fazer. É um tempo relaxante onde podemos simplesmente conversar por alguns momentos.


Agora, a energia está se movimentando. Possivelmente podem senti-la. A energia deste Shoud está se movimentando agora. E, vocês estão ajudando a movimentá-la também. As coisas estão acontecendo agora… sim, com certeza.


Uma das coisas que perguntam a todos de nosso lado… vocês perguntam: “Qual é a mensagem que os Shaumbra querem ouvir? Por que Tobias vem aqui? O que é que os Shaumbra gostariam que fosse lembrado mais do que qualquer outra coisa neste instante? Por que nós fazemos estes Shouds?”


E, Shaumbra, a resposta é completamente encantadora e simples. Muito do que temos a lhes dizer - tudo que vocês têm para dizer a si mesmos nestes Shouds, se voltarem a lê-los novamente voltando aos cinco anos passados, vão entender que o que estamos lhes dizendo é que têm a permissão de ser vocês mesmos. Esta é, realmente o cerne da mensagem de todas elas. Vocês têm permissão de ser quem vocês são.


Têm permissão de descobrir partes de vocês mesmos que estavam dormentes por muito tempo. Têm permissão de ser um Humano Divino, vivendo em uma Terra que é muito dual. Têm permissão de se movimentarem para a Nova Energia da sua própria maneira. Têm permissão de expressar-se. E, vocês não necessitam da nossa permissão. Vocês têm a sua própria permissão para ser quem são, de ser tudo o que são.


Agora, isso poderia parecer totalmente simples e evidente. Mas, é muito mais complexo. Vejam… a maioria dos humanos não se dá a permissão para serem quem são. Eles limitaram a si mesmos dentro de uma certa caixa, dentro de um certo conjunto de crenças pela vida. E seguem justamente esse conjunto de crenças. Eles não estão verdadeiramente sendo tudo o que são. Estão sendo limitados de certa forma de uma maneira muito estreita e rígida, onde vocês Shaumbra, querem a permissão para sair disso. A maioria dos humanos estão concentrados só neste particular tempo de vida, nesta particular identidade.


E vocês disseram: “Queremos permissão para ir mais adiante, para descobrir não só esta vida, mas também todas as vidas”. Quiseram a permissão para descobrir o que estava entre as suas vidas. Queriam permissão para se descobrir como um ser espiritual, assim como um ser humano. Queriam sua própria permissão para ir além das limitações, todas as normas e os regulamentos, todos os critérios que os outros lhes impuseram. Isto é o que verdadeiramente estavam pedindo a si mesmos durante estes Shouds: permissão de também ser Deus nesta vida. 


Esse é o motivo de tanto prazer para todos nós virmos aqui, para compartilhar este tempo com vocês, para encorajá-los de todas as maneiras para serem quem são. É difícil, porque algumas vezes o mundo não está preparado para vocês. Algumas vezes vocês não estão preparados para si mesmos. Algumas vezes o nível de mudança que vocês têm que passar para se descobrirem é tão grande, que vocês têm dificuldades para persistir nisso com todo o seu corpo, mente e espírito. 


Mas, vocês sabem, mais cedo ou mais tarde, cada humano – todo humano – terá que fazer o que vocês têm feito. Terão que dar permissão a eles mesmos de ver o seu ser total. Nada pode ficar escondido. Nada pode ser feito na escuridão. Nada pode se situar além dos muros e das barreiras que estão levantadas. Mais cedo ou mais tarde cada humano e cada anjo têm que descobrir o seu próprio Eu. Eles têm que fazer o que vocês estão fazendo.


Deem a si mesmos a permissão para ser quem são. Parece simples. Parece tão lógico. Mas Shaumbra, é uma das mais desafiantes e difíceis coisas que alguma vez fizeram. Requer confiança. Requer ser verdadeiro com si mesmo. Requer olhar para si mesmo, até as partes que não queriam olhar.


Assim, honramos e aplaudimos pelo que estão fazendo – dar permissão a si mesmos. Oh, às vezes, vocês batem contra a parede. Às vezes caem. Às vezes não se sentem confortáveis. Mas, de qualquer maneira estão fazendo isso. Estão dando permissão. Às vezes podem sentir que todo este programa de se dar permissão de ser quem são não esta sendo bem-sucedido.


Mas, deem uma olhada em como vocês julgam o sucesso. Algumas vezes sentem que talvez estejam falhando em fazê-lo porque se medem através de um velho conjunto de medida de valores. Meçam à si mesmos pelo seu nível mais elevado, pelo seu nível divino. Olhem para si mesmos e para o que estão fazendo nesta vida através de olhos divinos no lugar de olhar através dos olhos humanos e começarão a entender a enormidade do que estão fazendo.


Gastamos uma tremenda quantidade de nossa energia com vocês. Queríamos dizer “tempo”, mas o tempo é bem mais irrelevante, não é? Gastamos uma extraordinária quantidade de energia com vocês porque neste momento de suas vidas vocês necessitam disto. Necessitam deste tipo de reuniões. Necessitam da perspectiva do outro lado que podemos fornecer. Gastamos enormes quantidades de energias com vocês porque isso é muito importante.


Sabemos que às vezes pensam que o trabalho que fazem está tendo muito pouco efeito. Mas, se pudessem ver isto através dos olhos divinos, entenderiam como estão abrindo passagem para as barreiras da consciência, como estão movendo energia, o verdadeiro significado do que estão fazendo. Vocês não precisam liderar um país ou uma nação para fazer esse incrível trabalho a nível espiritual. Não precisam ser um diretor executivo de um grande negócio para criar um efeito sobre o mundo. Não precisam ser um sacerdote ou um rabino para fazer a diferença na vida das pessoas. Podem ser um Shaumbra e ter um magnífico impacto no potencial da consciência, não só neste, mas também em todos os reinos.


Bem, dito isto, vamos falar sobre os nossos convidados especiais. Há muitos, muitos convidados hoje que chegam, um ônibus cheio deles. Sim, evidentemente, tenho um ponto de ônibus do lado de fora da minha cabana. O ônibus parou ali e os recebemos há vários dias. Estivemos fazendo a trajetória do seu caminho. Estivemos nos envolvendo com a sua realidade.


Há 202 convidados neste dia. Sim, o salão está bem cheio, não é? Tivemos que deixar alguns assentos vazios para deixar lugar para todos (algumas risadas). Há várias centenas de convidados. E, a coisa interessante a respeito destes convidados é que muitos de vocês os conheceram antes. Vêm do que vocês chamariam a quarta dimensão, o que Adamus chama de as dimensões próximas. Eles estão desencarnados mas foram humanos não faz tanto tempo. Todos eles deixaram a Terra no final de 2001.


Estiveram estudando do nosso lado do véu. Eles não foram para a Ponte das Flores. Permaneceram nos reinos próximos para estudar, já que as energias da Terra estavam muito pesadas para eles – não de uma forma negativa – a não ser somente como parte de quem foram. Estiveram estudando a consciência. Estiveram estudando o que os grupos estão fazendo. E, especificamente estiveram estudando os Shaumbra todo este tempo. Sim, definitivamente vocês não estão sozinhos, já que há muitos, muitos que estão observando – não julgando – mas simplesmente observando o que vocês estão fazendo.


Eles têm várias coisas em comum: o fato que partiram no final de 2001 ou depois, o fato de que todos conheceram um Shaumbra, conheceram alguns de vocês, de uma ou de outra maneira. Alguns foram seus pais. Outros foram amigos queridos. Alguns foram aqueles com os quais trabalharam no mesmo local de trabalho. Alguns deles foram amigos de infância que perderam contato e logo vieram para o nosso lado. Mas, todos conheceram um Shaumbra em alguma parte ao longo do caminho.


Esse pequeno incidente, esse encontro com os Shaumbra em sua vida, ainda que os tenham conhecido por um curto período de tempo, teve um efeito tão significativo neles, uma palavra que vocês disseram, uma luz que fizeram brilhar. Oh, possivelmente eles riram um pouco de vocês. Ou melhor, os desafiaram. Possivelmente pensaram que vocês eram um pouco estranhos. Mas Shaumbra, vocês causaram um impacto em sua vida e tanto é assim que quando passaram para o lado de cima, quando deixaram o corpo físico e vieram para o nosso lado, decidiram que era tempo de estudar. Decidiram que não precisavam só saltar de volta para dentro de outro corpo. Sabiam que tinha que haver mais. E vocês Shaumbra, fizeram essa diferença e essa influência.


Eles estiveram trabalhando, estudando, e compartilhando juntos todo este tempo. Estiveram observando o progresso dos Shaumbra na Terra. Estiveram dando uma olhada nele. Estiveram observando como vocês estão trabalhando com a consciência em suas vidas. Vocês se tornaram um exemplo para eles.


Todos eles planejam retornar à Terra na próxima – como vocês chamariam – uma dúzia de anos no tempo humano. Todos estão planejando retornar. Estão planejando ir à Ponte das Flores, mas ainda não estão preparados. Estão planejando retornar aos reinos angélicos mais elevados.


Mas, com bastante franqueza, a consciência que eles tinham quando deixaram a Terra realmente não lhes permitia fazer todo o caminho de volta. Estavam – o que vocês chamariam – materialistas. Estavam aprisionados em suas velhas formas e velhos sistemas de crenças. Mas, havia algo que os despertou a querer entender mais, que havia mais além do que sabiam e o que sentiam em sua vida.


Assim, eles se reuniram. Têm estado juntos desde então, centenas deles olhando à si mesmos, dando uma olhada na consciência da Terra, dando uma olhada em vocês. E, agora foram transportados em um ônibus para esta reunião. Certamente, deve haver um ponto de ônibus ai fora bem no meio deste desfiladeiro que lhes permitiu descer. E, agora enchem o salão.


E, o que nós gostaríamos que todos vocês Shaumbra fizessem – se estiverem aqui em pessoa, ou nos acompanhando em outras regiões através da Internet – gostaríamos que inspirassem profundamente e lhes dessem as boas-vindas. Eles estão se sentindo um pouco nervosos neste dia, por estar na presença de tais mestres humanos. Estão sentindo possivelmente que talvez vocês pudessem se relacionar com isto. Possivelmente, não se sentem merecedores de estar aqui ainda. Sentem que eles são os estudantes e vocês os mestres. Querem saber se vocês vão dar-lhes as boas-vindas em seu espaço, nesta sagrada e apreciada reunião.


Sabem, é a palestra destes reinos celestiais, esta coisa chamada Shoud mensal (algumas risadas). Como disse anteriormente, há muitos que ficam na lista de espera do nosso lado que querem vir. Mas, só permitimos alguns. Este é um evento exclusivo.


Assim, vamos pedir à vocês que inspirem profundamente e que convidem às energias deles para dentro do seu espaço, para fazer essa mistura final, que convidem-nos a se sentar perto de vocês hoje, só para sentir sua essência e sua presença.


Efetivamente eles estiveram estudando a consciência. E eles dizem… eles têm feito a pergunta: “O que é a consciência?”, assim como vocês, têm feito essa pergunta: “O que é a consciência?”. Bem, é bastante simples: é um conjunto de sistemas de crenças que define a sua realidade. É o seu nível de percepção que se torna sua consciência. Vocês estão conscientes de um certo nível de atividade, de um certo entendimento.


A consciência também está limitada por um sistemas de crenças. E, particularmente quando vocês vêm à Terra, estes sistemas de crenças se tornam muito rígidos. E, eles definem tudo em sua vida. Definem como percebem a si mesmos. Os sistemas de crenças definem como se inter-relacionam consigo mesmos, como se inter-relacionam com o ambiente ao seu redor, com as pessoas ao seu redor.


E, a questão interessante é que seus sistemas de crenças… não vêm de sua mente... vejam vocês. Os sistemas de crenças, são muito mais profundos do que isso. Vêm do coração, do seu interior. Vejam vocês, pensam que têm certas crenças. Mas, algumas vezes suas verdadeiras crenças são muito mais profundas e muito mais poderosas. Algumas vezes vocês tentam alterar e corrigir ou mudar seus sistemas de crenças em sua mente. E, ainda assim sua vida continua igual como era. E desejam saber, que efeito real que os sistemas de crenças têm.


Mas, os sistemas de crenças… são algo muito mais profundo… muito mais profundo. Vocês podem acessá-los. Podem se aprofundar na compreensão, exatamente do que vocês acreditam verdadeiramente. Novamente, geralmente não é o que vocês pensam que acreditam. Hoje vamos falar um pouco sobre como dar uma olhada nisso, como mudar isso, como trabalhar com isso.


Basicamente, tudo é sistema de crenças. Só depende de quanto são amplos ou expansivos estes sistemas de crenças, inclusive do nosso lado do véu. Os anjos, as entidades… sua realidade está formada pelo seu sistema de crenças. Como Saint Germain fala disso tão lindamente na Escola do Caminhante Sonhador, inclusive as entidades que estão desencarnadas, não mais na forma humana, quando cruzam o nosso lado do véu, sua realidade ainda está configurada pelo sistema de crenças. Trazem isso com eles. Isso pode ser trabalhado, refinado, ajustado e expandido do nosso lado.


Mas, eventualmente qualquer entidade terá que retornar à Terra, inclusive com um conjunto de crenças expandido para basicamente manifestá-las aqui na Terra e ver como dão a elas uma forma prática. De qualquer maneira, nos reinos astrais tudo é um pouco etéreo. Tudo é um pouco temporário. Assim, trata-se de ser capaz de trazer os sistemas de crenças de volta à Terra de uma forma expandida, em uma consciência expandida para a alma, para que finalmente o divino ser capte, para finalmente mesclar tudo junto.


Assim Shaumbra, os sistemas de crenças – crenças que vocês têm – definem e criam a realidade. Essa é a sua consciência. Esse é o seu nível de percepção. A maioria dos humanos vive em um conjunto de sistemas de crenças muito limitado ou muito restrito. Eles são muito, muito concentrados e algumas vezes extremamente rígidos.


Vocês estão aprendendo a se expandir fora disso. Estão aprendendo que há esta coisa chamada imaginação que expande as crenças. Estão aprendendo que alguns sistemas de crenças bem literais que tinham a respeito de Deus, ou sobre o dinheiro, a respeito da comida e sobre o corpo físico eram muito limitantes. Eles estabelecem a consciência onde basicamente vocês estão incomodados, basicamente se sentindo como se usassem um conjunto de roupas muito apertadas. E, estão preparados para se expandir para fora e bem mais além.


Assim, nossos convidados de hoje estiveram estudando a consciência. Estiveram estudando seus próprios sistemas de crenças. Estiveram estudando como os sistemas de crenças literalmente os alimenta.


Se há um certo sistema de crença que vocês têm, este literalmente dá forma prática à si mesma externamente. Se acreditarem que a vida na Terra é basicamente um castigo, que são anjos caídos e que vieram aqui tentando ter a misericórdia e a graça de Deus… bem, isso se torna uma grande inconsciência, um profundo sistema de crenças. Vocês nem sequer pensam nisso. Nem sequer reconhecem que ela está aí.


E, então começam a por em pratica. Começam a colocá-la em ação. Vocês literalmente estão criando tudo ao seu redor porque é seu filtro, ou é sua inclinação. E, agora se torna realidade. Vêem agora o mundo através dos olhos do julgamento, através de olhos de ser um anjo caído e possivelmente, quem sabe através dos olhos da escuridão ou do maligno. Vêem o mundo como sendo um tipo de castigo. Vêem-no como um tipo de penitenciária ou prisão onde foram enviados até que aprendam o modo correto.


Literalmente, vocês vivem isso. E, não estamos falando especificamente para vocês. Estamos falando em geral sobre os humanos que se seguram nesse sistema de crenças. Literalmente vivem-nas. E, o que acontece é que reforça a crença porque agora tudo o que acontece ao seu redor parece cruel, parece um grande castigo, parece como se fosse um tipo de castigo divino que lhes foi enviado. Reforça o sistema de crenças, a consciência, que então se torna ainda mais rígida.


Essa é a forma que está com nossos convidados neste dia. Sabiam que tinham tido uma consciência muito limitada. Sabiam que necessariamente não gostavam, mas não sabiam como se mover através disso. Não sabiam o que fazer com isso. É por isso que eles pararam no caminho para a Ponte das Flores para estudar, para olhar para isso, para observar os Shaumbra, para ver como vocês estão mudando a consciência.


Uma das coisas que eles descobriram foi que há muitas, muitas coisas que alimentam o ser humano e espiritual. Estas coisas que alimentam o ser espiritual e humano… são como cordões ou conexões que literalmente alimentam o interior da consciência do ser humano na Terra. E, hoje vamos dar uma olhada no que alimenta vocês. Vamos olhar, igual o nosso grupo de convidados esteve fazendo.


Eles estiveram perguntando o que os alimentou quando estavam na Terra. O que os está alimentando agora que estão em outros reinos? Uma vez que vocês entendam o que os alimenta, o que os sustenta, então podem começar a entender os seus sistemas de crenças, sua consciência. Podem começar a trabalhar verdadeiramente para mudá-lo.


Assim, o que os alimenta Shaumbra? Vamos discutir isso neste dia. E, vamos falar sobre isso, não do ponto de julgamento, ou do certo ou errado, simplesmente o que os alimenta. Vamos pedir que cada um que está escutando, ou que está aqui hoje, que faça um dever de casa, depois que saírem daqui, observar na sua vida o que os alimenta.


Não, não estamos falando do seu corpo físico, já que sabem que seu corpo físico é alimentado pela comida que ingerem. Mas, como isso alimenta vocês? Queremos que observem as varias coisas que introduzem no seu corpo e o que estão pensando ou sentindo conforme as ingerem. Alimentam seu corpo físico com mantimentos com energia vital, como vegetais e frutas? Alimentam seu corpo com carnes, amidos, pães e grãos? Alimentam seu corpo com água? Alimentam seu corpo com álcool? Alimentam seu corpo com açúcar?


E, de novo pedimos que sejam os observadores. Não há nenhum julgamento, já que podem na verdade viver toda uma vida alimentando-se com muito açúcar e muito poucos nutrientes tanto das plantas como dos animais. E, podem sustentar seu corpo. Mas, estejam conscientes de como alimentam seu corpo, como entram, como sentem isso, o que estão pensando enquanto está entrando.


Freqüentemente nos fazem perguntas sobre o peso e sobre dieta. Não é necessariamente sobre a comida específica que ingerem. Trata-se da consciência que têm. Há uma relação direta com as crenças que têm conforme a comida está entrando.


Bem, agora sentimos que alguns de vocês quase se encolheram ou estremeceram quando falamos sobre nada menos do que açúcar. “Bom, isso não poderia estar certo”. Mas, essa é uma crença que têm. É unicamente uma crença. E, está sujeita a mudanças. Possivelmente em alguns anos a partir de agora, quem sabe haja novos livros e novos estudos científicos, daqui há 50 anos e digam que estas dietas, estas dietas de mantimentos saudáveis puros fizeram de fato, mais danos ao corpo físico que uma dieta de açúcar pura. Quem sabe? Tudo é uma crença, Shaumbra. E, estamos lhes pedindo que comecem a observar isso.


Como vocês alimentariam o seu corpo? Como seu corpo responde a isso? Há problemas digestivos? Há problemas de energia? Quando alimentam o seu corpo? Têm um sistema de crença de que vocês têm que tomar o café da manhã? Escutamos estes autores e estes supostos peritos falando sobre qual é o melhor momento para comer e de porquê o café da manhã é tão importante… possivelmente é… mas possivelmente não é.


Tudo isso são sistemas de crenças. Tudo isso é consciência. Trata-se de como estão se alimentando como um ser humano espiritual que está na Terra neste momento. A comida alimenta o corpo, mas também muito mais que isso. O que vocês estão fazendo é alimentar a consciência ao mesmo tempo. Estão digerindo um total conjunto de crenças que tanto pode servir à vocês ou não.


Assim Shaumbra, vamos pedir que deem uma olhada no que alimenta o seu corpo… como você está sendo alimentado… quando está sendo alimentado. Estas são coisas importantes e parte de uma crescente e expansiva percepção ou consciência. É sobre reconhecer o que estão fazendo agora mesmo em sua vida. Bem, uma vez mais pareceria óbvio. Vocês pensaram que estão muito conscientes das coisas em sua vida.


Mas, Shaumbra, temos que lhes dizer, que há muito mais que esta acontecendo. Não permitiram a si mesmos estarem conscientes de pensamentos e sentimentos que estão acontecendo a cada momento. De alguma maneira, se fecharam à respeito disso, em parte porque sua mente não podia lidar toda a entrada de informações. Mas, sua mente também está mudando, na maneira como trabalha. Já não trabalha mais da forma antiquada. Está mudando. Está se adaptando ao novo você. Está processando informação de uma forma completamente nova neste momento.


Assim, estejam conscientes, estejam informados do que está acontecendo. Como estão alimentando a si mesmos? Esse é um exemplo muito rudimentar de alimentar a si mesmo. Vamos dar uma olhada em muitas das outras maneiras em que vocês alimentam a si mesmos.


Lembrem-se, dos nossos convidados de hoje, eles estiveram estudando isto. Estiveram olhando. Eles vão começar a retornar à Terra no próximo período de doze anos, ou antes, com este entendimento, esperando mantê-lo em sua consciência, conforme retornam para cá. Eles estão olhando e estão fazendo as perguntas – o que alimenta a consciência… o que alimenta o eu… o que cria a realidade… como posso permitir a mim mesmo viver em uma ampla e maior realidade enquanto na Terra – porque a habilidade de fazer isto realmente provê a oportunidade para que mais da divina energia entre.


Shaumbra, com que estão se alimentando, agora? Deem uma olhada. Estão alimentando seu ser, a sua consciência, a si mesmos com irritação? Muitos fazem isso. A raiva é uma energia. Alimenta o ser. Traz energia interior.


É obvio, que a comida é uma parte importante da alimentação, mas não é nada comparada com algumas das - que chamariam – energias não tangíveis que trazem para dentro para sustentá-los. Do nosso lado do véu não comemos comidas. Não temos que fazer isso, a menos que queiramos. Não podemos comer da mesma forma que vocês fazem.


Assim, precisamos ser alimentados também. Nosso ser espiritual tem que se alimentar de coisas. Algo tem que sustentar a consciência. Portanto, nós ainda estamos sempre introduzindo coisas. Algo está nos alimentando. Basicamente, se querem ver a física nisso, estamos tomando energia do “campo”, que é neutra; de certa maneira, nem sequer existe. Estamos “dualizando” isto. Estamos então a desmembrando em elementos de dualidade. Estamos moldando-a para os potenciais.


E, então essa energia flui para – tanto se você for um anjo, como se for humana – essa energia flui para sua realidade. Alimenta-os e sustenta. Vocês são os únicos que determinam a vibração ou as características expansivas dessa energia que entra, que os está alimentando. Esta vem da Fonte do Todo, chega para vocês. Mas são vocês que dão forma a ela.


Assim, estamos pedindo à vocês uma vez mais, para que olhem o que os está alimentando em sua vida. É irritação? A irritação é uma energia, muito forte e muito dual que entra em sua vida. Sim, a irritação pode alimentá-los. Alimenta o espírito e a consciência.


Alguns de vocês se questionam por quê estão vivendo estas calmas e pacificas vidas. Pensam que têm que ser pacíficos para serem espirituais. E, isso é um monte de besteiras (algumas risadas). E, então trazem a irritação. Por que estão fazendo isso? Por que alimentam a si mesmos com irritação? Não há julgamento aqui. A irritação é – nós percebemos - é muito apropriada às vezes. Mas, o que ela faz por vocês? Como ela está servindo vocês, Shaumbra?


Algumas vezes alimentam a si mesmos com risadas. Ela sustenta o espírito. Vocês dão risadas de varias e diferentes maneiras. Contam piadas, ou se juntam com pessoas que são divertidas. Ou, possivelmente se sentam e olham um filme ou um programa de televisão que é uma comédia. E, dão muitas risada com elas.


A risada é uma energia, e os alimenta. Como as estão introduzindo? Por que as estão introduzindo Shaumbra? Como os alimenta? Novamente, estamos pedindo-lhes que sejam o observador aqui.


Todos são alimentados. Todos trazem para dentro energia, tanto se vocês forem humanos ou angélicos. Todos estão sendo alimentados. Uma vez que vocês entendam como estão sendo alimentados, como trazem para dentro esta energia, para a sua realidade, então podem entender como está formada a consciência, como os sistemas de crenças definem a realidade e como então, vocês podem se expandir fora do que acreditam ser as limitações da realidade.


Alguns de vocês alimentam a si mesmos com a capa de vítima. É uma deliciosa comida, não é assim? Gostam de ser vítimas. Os, queixam-se de ser a vítima. Lamentam-se a respeito de ser a vítima. Gostam de culpar os outros. Gostam de falar sempre a respeito das energias externas que os mantêm “destruídos”. Inclusive adoram inventar coisas a respeito de vidas passadas que os deixara continuar sendo a vítima nesta vida, mesmo se isto realmente não aconteceu à você.


Estão se alimentando com a energia de vítima. Não está tão errado. Isso permite à vocês desempenharem um papel incrível. Permite não ter que encarar o alto potencial que vocês são. Conseguem brincar com esta questão de vítima. Está os alimentando. É como um tubo intravenoso indo direto para o seu sistema, indo direto para a sua consciência. E, continuam se alimentando completamente disso.


Vocês ficam famintos. E, convidam à energia de vítima. Bem, o que acontece? Obviamente, vocês vão introduzir essas marcas profundas em sua vida. Vão criá-las e introduzi-las para que possam se por para baixo uma vez mais, assim isso lhes proporciona algo sobre o que se queixar. Dá-lhes uma razão para não fazer nada.


Não estamos dizendo que é ruim. De novo, não há julgamento nisto. Só estamos pedindo à vocês que olhem como se alimentam.


Alguns de vocês se alimentam através dos elogios dos outros, dos outros que elogiam vocês por ser um grande ser, elogiam por ser um amoroso e maravilhoso ser humano. Vocês necessitam dessa comida do lado de fora, daqueles que dizem que vocês são impressionantes, como eles nunca conheceram antes um humano tão incrível. Alguns de vocês alimentam a si mesmos dessa maneira.


Novamente, não há julgamento. Adoro fazer isso (algumas risadas). Mas, teria que dizer que em certo ponto vocês tem equilíbrio o bastante para saber que isto é só bajulação. A bajulação é uma energia. E, se envolve em vocês. Podem dar risadas seguidas, podem também mudá-la para que vocês não - como dizer – sejam explodidos pelo ego. Vocês literalmente podem mudar qualquer destas energias que alimentam.


Mas, alguns de vocês fazem isso. É uma coisa divertida de se fazer, a menos que fiquem presos nisso, a menos que se tornem tão viciados nessa energia de ter que receber elogios e agradecimentos e reconhecimentos dos outros, que tenham que continuar procurando-a fora. Bem, então começam a criar uma realidade onde sempre estão no seu “cavalo branco”, sempre tendo que salvar e ajudar os outros. Por que? Bem, não pelo benefício de salvar e ajudar aos outros! Estão fazendo isso para se alimentar completamente dessa energia e ter todos dizendo à vocês o quanto são maravilhosos. E, outra vez o encontramos incrivelmente encantados… se não se levarem muito a sério à respeito disso.


Alguns de vocês se alimentam criativamente. Esta é uma que eu amo. Adoram fazer coisas criativas porque isso produz uma energia. E os alimenta; sustenta-os. Vocês são no seu âmago um ser criativo, ou um ser Criador. Assim, quando fazem coisas como pintar, quando fazem coisas como um rabisco em uma caderneta de notas, perdendo tempo enquanto estão sentados em uma reunião aborrecida… bem, isso está alimentando vocês. Não estão fazendo para mostrar a alguém mais em um espaço. Não estão nem sequer fazendo isso porque pensam que são uns grandes artistas. Está alimentando um profundo desejo criativo em seu interior. Está de fato ajudando a conectá-los a esse centro criativo dentro de vocês.


Novamente, queremos deixar muito claro – e nosso grupo de convidados quer deixar muito claro – que não há julgamento em nada disto. Eles tiveram que olhar para isso em suas próprias vidas. Tiveram que passar por vários anos de lições aqui – discussões, estudos e verdadeiramente olhar para si mesmos – e se perguntavam ao mesmo tempo. “O que estava nos alimentando na nossa última vida na Terra?”


Possivelmente foi o dinheiro. O dinheiro é uma energia incrível dentro de si mesmo. O dinheiro pode viciar. O dinheiro pode ser também uma coisa linda. Há alguns hoje no nosso grupo de convidados que estiveram presos nisso. Toda a sua vida, da infância até a morte, foi fazer dinheiro. Nasceram dentro disso, de algum jeito. Foi seu carma. Passaram toda a sua vida tentando fazer dinheiro. Mediram à si mesmos e à sua consciência, baseados em quanto dinheiro fizeram.


Oh, o dinheiro em si mesmo é só papel, E, agora na sua nova sociedade é só um dígito indo através da Internet para um computador em um sistema bancário. Mas, eles estavam pegos na energia do dinheiro. Esta energia os alimentaria. A energia dos dólares, dos francos, ou do que queiram chamá-lo, os alimentaria. E, eles sentiram que tinham que continuar fazendo mais e mais dinheiro para fazer o alimento para si mesmos. Sendo assim, uma vez que pudessem estar satisfeitos com 100.000, então tinham que fazer 500.000, porque seu corpo, seu corpo espiritual, chamava para ser alimentado mais e mais.


Assim, o que os alimenta Shaumbra? O que os alimenta?


Status… um outro. O status é interessante, porque a maior parte do tempo daqueles que são alimentados pelo status não reconhecem isso. Nem sequer vêem, isto é tão inconsciente para eles. São alimentados por seu status na comunidade. É também a sua maneira de olhar para si mesmos, como os outros os consideram ser os melhores na vizinhança, os melhores na comunidade, os melhores no estado. Isso alimenta sua energia. E, eles continuam necessitando mais e mais disso, mais status, mais aceitação dos outros. Assim, o status pode ser uma maneira de alimentar a si mesmos também.


Pretensão é outra forma de se alimentar, tornando-se tão pretensiosos com tudo o que são, mesmo quando sabem interiormente que podem não estar certos. Nós somos obrigados a rir algumas vezes. Os pretensiosos estão gritando por dentro para alguém provar a eles que estão enganados, para poderem descer do seu estúpido cavalo (risadas). Mas, eles continuarão a apresentar esta pretensão. Estão sendo alimentados por ela. Esta é uma de maneiras deles validarem à si mesmos, mesmo quando, algumas vezes, não se sentem bem interiormente. Mas, eles se alimentam com este tipo de coisa. De novo, nenhum julgamento… a pretensão pode ser uma maravilhosa energia para se jogar, todo o tempo que reconhecerem que é só um jogo.


Como se alimentam, Shaumbra?


Talvez com um livro… talvez com a televisão… talvez com um filme. O que está acontecendo quando estão profundamente absortos em qualquer um destes entretenimentos? Quando a energia está retornando para vocês, vocês estão alimentando a si mesmos. Vocês permitiram se atirar no éter, e abrir a consciência e experienciar o que esta sendo escrito ou está em ação.


Mas, há algo que os está alimentando. O que é? Qual é a energia que está retornando à vocês? “Sim”, dizem a si mesmos freqüentemente, Só preciso de uma pausa. Preciso ler um livro ou ver um filme”. Pensam que vão a uma zona neutra. Mas, não é assim de maneira nenhuma. Muitas coisas estão ocorrendo.


Possivelmente, estão alimentando a si mesmos ao sair de sua mente por um momento e permitir ao seu coração e às suas emoções se abrirem. Possivelmente, estão se alimentando ao se desconectar do mundo exterior durante esse tempo para que possam voltar ao contato com si mesmos. Talvez estejam se alimentando a si mesmos ao ativar a sua imaginação, particularmente se estiverem lendo um livro, mas também vendo um filme ou olhando a televisão.


Se observarem o que está acontecendo, não só na sua cabeça, mas também em todo o seu ser, ela não está totalmente quieta, mesmo se estiverem vendo algum programa de televisão. Vocês estão se alimentando. Estão olhando a tela. Estão observando os atores e os personagens. Estão observando o ambiente, os papéis que eles estão desempenhando e vocês estão se realimentando dentro da sua consciência. Estão se realimentando dentro da sua realidade.


É como uma mangueira de gasolina, uma mangueira de combustível vindo direto para vocês, alimentando-os de algum jeito. Tudo seu mérito, maravilhoso valor. Não eliminem a alimentação. Vocês ficam muito, muito famintos. Isso tem seu mérito. Só queremos que estejam conscientes de como estão se alimentando.


Drama… alguns de vocês amam o drama. Alimentam-se ao largo dele. Ou estão intimamente envolvidos nele ou na periferia do drama dos outros. Algumas vezes dizem a si mesmos: “Mas eu sou um Shaumbra. Sou um ser espiritual. Não posso me envolver no drama”. Mas, mesmo assim estão sempre ao redor dele. Isso está sempre acontecendo com as pessoas ao seu redor.


E, vocês possivelmente dizem: “Bem, por que é que isso acontece? Por que sempre parece haver o drama ao meu redor?” É porque estão se alimentando muito dele. É uma energia forte, sedutora e dual. Ela alimenta o seu espírito. Alimenta a sua realidade e sua consciência.


Algumas vezes ficam presos nele. E, se aborrecem tanto consigo mesmos. “Eu não deveria ficar preso neste drama” Mas, estão se prendendo porque de alguma maneira isso está alimentando-os. Está dando à vocês algo. Estejam conscientes disso. Dêem uma olhada. Não façam nenhum julgamento.


Não podemos dizer que basta. Não façam julgamento sobre isso. Está aí por uma razão. Estão envolvidos nisso por uma razão. Não os queremos dizendo: “Bem, o drama é errado. A pretensão é uma coisa errada. Ou, ser uma vítima é errado”. Simplesmente queremos que entendam por que isso está aí. De que maneira isso os alimenta, Shaumbra?


Alguns de vocês se alimentam do trabalho. Trabalham muito, muito duro. Trabalham longas horas. Sempre estão trabalhando. Justificam. Dizem: “Mas tenho que. Tenho que trabalhar. Há tanto para fazer”. Nós dizemos que simplesmente estão se alimentando. Gostam dessa energia do trabalho. Gostam de trazê-la para dentro da sua vida. Está servindo à um propósito.


Qual é? Qual é esse propósito? Agora, estejam atentos aqui. Não se trata somente de que têm alguns objetivos para alcançar. Não se trata de que vocês têm um número limitado de anos, ou de que estão sustentando os membros da sua família e por isso tem que trabalhar tão duro. Tudo isso são questões e razões superficiais. Há algumas razões mais fortes. Como isso está os alimentando? Que energia é assim dura, que está lhes dando esse trabalho tão duro? O que isto está fazendo para sustentar o seu espírito e o seu ser?


Alguns de vocês amam a intriga. Adoram fofocar. Adoram falar dos outros. Há uma energia de fofoca que é muito real, muito potente, muito, muito forte. Parece que não podem evitar a intriga. Algumas vezes vocês se criticam duramente. Dizem: “Eu não deveria me envolver nessa fofoca”. Tudo isso não passa de alimento, alimento para a alma. Inclusive a intriga, é alimento para a alma. Como ela está alimentando vocês? O que ela está fazendo? Quais são as dinâmicas? É somente por ser uma energia altamente carregada?


Bem, agora não vão começar a intelectualizar aqui. As respostas não são tão profundas e não estão escondidas de maneira nenhuma. Algumas vezes é só uma injeção de energia forte que introduzem em sua vida. Algumas vezes sentem que necessitam dessa energia para mantê-los seguindo adiante. Muitas vezes depois de uma boa sessão de fofoca, sentem-se mais energizados, mais vivos que antes da sessão de intrigas. Assim, de alguma maneira isso os está alimentando.


Olhem. Não tentem analisar isso, Shaumbra. Apenas deem uma olhada. “Por que essa energia está me alimentando? O que é que está fazendo?”. Bem, provavelmente ela só esta inflando vocês, dando-lhes uma injeção de energia forte. 


Aqui esta mais outra – a depressão. Agora, muitos de vocês dirão, “Bom, a depressão não me alimenta em nada. Ela me tira de mim”. Oh, não de tudo, não de tudo. A depressão é como uma sopa muito espessa. É muito espessa, muito pesada. Mas esta os alimentando de alguma maneira. É um tipo de alimento espiritual.


Está aí por uma razão, não é porque sejam maus, não é porque vocês têm um desequilíbrio químico. Meu Deus, a última coisa que isso é, é um desequilíbrio químico! Isso é só o que a ciência vê, mas é algo muito diferente. É uma energia. E está os alimentando, inclusive quando pensam que está roubando energias vitais. Olhem novamente. O que há por trás desta energia de depressão? Por que está em sua vida? Por que é uma constante batalha e um desafio?


As relações - como elas alimentam vocês? Como os alimenta a energia do seu companheiro, do sócio… ou dos seus filhos? Muitas vezes vocês nos dizem que seu companheiro está evitando-os, mantendo-os atrás. Não, seu companheiro está alimentando vocês. De alguma maneira, de alguma forma, há uma energia que está servindo vocês. Está trazendo-lhes energia… realmente é assim. Está ajudando a dar suporte e sustentar a sua consciência e algumas vezes, até as suas ilusões. Está servindo a um propósito. Seus filhos, da mesma forma… estão alimentando vocês de alguma maneira. Que energia esta vindo disto?


Gaia os alimenta o tempo todo. É por isso que Gaia está aqui. Provê-los de uma energia, não só para o seu ser físico, mas também para seu todo, espiritual, mental e físico. Gaia é como uma planta produtora. Esta energia da Terra… ela continuamente está produzindo energia. Uma energia de base ou energia de raiz, algo que vai ajudar a sustentar o seu corpo físico. Mas, há outras energias associadas com Gaia, energias de consciência que constantemente está fabricando, constantemente tornando-as disponíveis para vocês. Alguns de vocês descobrem isso quando saem para caminhar pelo bosque, cavalgar pelo campo ou vão para o mar.


Mas, perguntem a si mesmos da próxima vez - como Gaia está me alimentando? Não há mal nenhum. Não há nada errado em ser alimentado. Toda entidade precisa ser alimentada de algum jeito, necessita de uma energia sustentável. Assim, como Gaia está servindo à vocês em suas vidas? O que Gaia está fazendo?


Alguns de vocês têm que ter sofrimento em suas vidas. Pode ser físico ou emocional. Dizem que não gostam. Mas, se não pensassem realmente assim, não quisessem de verdade isso, realmente não estaria aí. Até certo ponto, estão trazendo sofrimento porque os alimenta. É uma energia. Imaginem que é uma energia que flui ao longo de um tipo de tubo etérico, vindo direto até vocês, direto para sua consciência, no seu momento do Agora.


A alegria é uma energia. Pode alimentar muito bem. Muitos de vocês recebem alegria em sua vida. E, ela alimenta vocês como qualquer das outras energias fazem.


A religião - um dos alimentos mais tóxicos entre todos (algumas risadas) - a religião pode alimentar aqueles que estão nesse sistema de crenças. Ela continua reforçando o que eles sentem a respeito de si mesmos. Continua reforçando a sua realidade e sua consciência. Novamente, não estamos dizendo que há algo de mal nisso. É simplesmente uma energia, um alimento que se introduz dentro de seu ser. Particularmente aquelas religiões que têm uma grande quantidade de dogmas, um montão de regras, grande quantidade de livros e um montão para se estudar. Tudo o que isso é, Shaumbra, é alimento, alimento energético espiritual, alimento consciente. Isso é tudo o que é.


E, então escrevem mais e mais livros. Têm que escrever, porque vocês têm que continuar se alimentando. E, estão se alimentando de uma - o que chamaríamos – uma fonte limitada, uma fonte definida, vocês têm que continuar se alimentando mais e mais. Têm que continuar fazendo novas regras, escrevendo mais livros, criando mais leis, criando mais conceitos a respeito de Deus. É só alimento para a alma. Isso é tudo o que é.


Shaumbra, isto é um alimento. Estão sentados aqui agora mesmo, mamando na teta dos Shaumbra, alimentando-se a si mesmos (risadas da audiência). Esta energia dos Shaumbra, do Círculo Carmesim, de Tobias e do Conselho Carmesim, é um alimento. Novamente, nenhum julgamento. Por que as estão introduzindo em sua vida? O que isso está fazendo por vocês? De novo, isto não é uma questão de decidir o que esta certo ou errado. É simplesmente uma questão de olhar como estão sendo alimentados, porque uma vez que entendam como estão se alimentando, então compreendem como sua realidade é criada, então podem entender como mudar essa realidade, depois podem dar a si mesmos uma grandiosa permissão, vejam vocês.


Vocês se alimentam de tantas formas diferentes. Alimentam-se de ar, através da respiração. A respiração é uma maneira incrível de se alimentar. Ela alimenta a sua realidade. Alimenta seus sonhos e desejos. A respiração alimenta seu espírito.


É algo mais do que somente receber o oxigênio do ar. Há energia do espírito no ar. E, vocês respiram essa energia. Isso alimenta a base da sua realidade. Alimenta o seu sentido de ser. Quando fazem uma respiração espiritual profunda, ela alimenta em parte o seu próprio desejo por uma maior consciência, uma consciência expandida.


Dormir… isso os alimenta. Não se trata somente de descansar. Há uma energia associada com o dormir e com os sonhos que os está alimentando. Assim muitas vezes em seus sonhos, vocês saem fora para outros reinos. Saem colhendo ou comprando. Saem pegando basicamente a fruta celestial da árvore, e permitem que isso volte com vocês para sua realidade quando estão acordados. O que acontece quando estão dormindo?


Estejam conscientes de como estão se alimentando, como estão alimentando a sua consciência. Tudo o que fazem em sua vida… o trabalho de cura… o trabalho de facilitação… tanto faz se estão dando ou recebendo… é à respeito de alimentar a si mesmos. Se for a vítima ou o carrasco… se for o criativo ou o intelectual… se for o filho ou o pai… tudo isto está alimentando vocês de uma ou de outra maneira, criando a sua realidade. Assim, quando estão preparados para mudar a sua realidade, quando estão preparados para mudar a consciência, têm que estar conscientes de como a estão alimentando em primeiro lugar, como estão sustentando a si mesmos.


É isto que o nosso grupo de convidados hoje esteve trabalhando e estudando. Eles têm visto todas as diferentes formas das quais se alimentaram. Alguns deles realmente se envolveram levemente no que vocês chamam de energias escuras ou malignas. Alimentaram-se dessa maneira, esse é outro tipo de alimento, outra maneira de dar energia a si mesmo.


Alguns deles fizeram isso sendo o que chamaríamos trabalhadores sociais espirituais, sempre tendo que aconselhar os outros, sempre tendo que estar lá, escutando, sendo o orientador. Vocês conhecem o tipo. Vocês são o tipo, muitos de vocês são (algumas risadas). Vocês são aqueles que seus amigos podem se chegar para isso. Bem, eles estão se alimentando de vocês. Mas, vocês estão se alimentando deles.


Alguma coisa está acontecendo em uma troca de realidade aqui, entre dois de vocês. E, vocês pensaram que era só porque vocês são pessoas atentas e compassivas. Oh, com certeza foi, porque vocês simplesmente necessitavam desse alimento. Precisavam que essa energia entrasse em sua vida. Novamente, nenhum julgamento aqui… estas são observações de um ser espiritual.


Questões de saúde, saúde… alimentam a si mesmos através da saúde. Pensaram que a saúde era o subproduto de como se alimentam. Mas, se alimentam através da sua saúde e das questões de saúde. Se estiverem constantemente doentes, constantemente tendo resfriados ou a última enfermidade moderna, estão alimentando a si mesmos com essa energia de uma maneira ou de outra, tanto como se sempre estivessem saudáveis. Ela os está alimentando.


Sempre há entrada de energia dentro da sua base de realidade. E, isso cria a consciência, que cria a sua verdadeira experiência na vida. Como estão se alimentando, a si mesmos, Shaumbra? Sentados diante de um fogo à noite, só relaxando e bebendo um copo de vinho, é mais do que sentar-se diante de um fogo bebendo um copo de vinho. Há uma alimentação que está tendo lugar, energia se introduzindo para a sua consciência, para a sua realidade, modelando e definindo sua realidade.


Está acontecendo quando dirigem pelas ruas. Há uma alimentação que está tendo lugar nesse momento. O que está acontecendo quando dirigem pelas ruas? Possivelmente, a impaciência de precisar chegar a algum lugar… Possivelmente viver de acordo com o relógio, precisando se apressar para chegar a algum lugar... isso os alimenta igualmente. Possivelmente, sonham acordados quando dirigem pelas ruas. Isso os alimenta. 


Seja o que for, Shaumbra, olhem bem para isso. Para cada aspecto da sua vida, sintam. Sintam exatamente o que está acontecendo.


As conversas que têm com os outros são mais do que conversas que tem com outros. Quando se reúnem junto com os amigos, seres queridos… saem para jantar… quando simplesmente têm uma conversa por telefone… estão sendo alimentados. Eles são trocas de energia entre vocês e os outros. Mas, há diferentes tipos de energia entrando de outros lugares, outras fontes, uma vez mais ajudando a definir sua realidade.


O sexo… vocês sempre gostam de falar sobre sexo. Assim, vamos discutir isso. Isto não se trata de somente sobre sexo. Vocês estão alimentando a si mesmos de algum jeito. Estão introduzindo energia, possivelmente a energia do amor da outra pessoa, possivelmente a energia de satisfação física. Mas, há mais, há outras camadas e níveis, outras coisas que estão acontecendo.


Se vocês puderem - e não desonrem o seu companheiro – tomem um momento enquanto estão envolvidos no amor e o sexo. Tomem um momento e digam: “O que está acontecendo aqui?” Não digam ao companheiro que isto é o que estão pensando do momento (algumas risadas). Mas, digam: “Como estou sendo alimentado? Como está meu espírito, como esta a minha realidade, a minha consciência, sendo alimentada nesse momento?”.


Tudo o que fazem é sobre como estão sendo alimentados de uma forma ou de outra. É por isso que estão fazendo isto. Possivelmente, estão ensinando outros neste momento ou facilitando outros. Vocês estão sendo alimentados. Não se trata de trabalhar com eles. De alguma maneira vocês estão sendo alimentados também.


É uma coisa maravilhosa de se descobrir, é uma coisa maravilhosa se tornar consciente todas as diferentes maneiras que estão sendo alimentados. Vocês desejam fazer isto sem julgamento. Desejam fazer isto sem determinar se é certo ou errado. Abracem cada forma que estão se alimentando. Amem cada parte disso.


Possivelmente há contínuas lutas em sua vida. Simplesmente parece que não podem deixar isso para trás, como dizem. Bem, isso os está alimentando, de uma maneira ou de outra. Não é que Deus esteja passando isto através das gerações, dizendo: “Vamos fazer o caminho um pouco mais duro para a Maria hoje, só porque… bem, só porque (algumas risadas) alguém tem que ter um caminho difícil”. O Espírito não trabalha assim.


Vocês estão produzindo energia disto. Isso está ajudando vocês a moldar e formar a consciência e eventualmente a realidade. De uma maneira ou de outra estão sendo alimentados completamente por tudo… muito simples.


Estão neste ponto Shaumbra, onde precisam começar a observar de todas as maneiras. Mantenham um caderno de notas. Façam um registro disso no seu próprio ser. Sejam muito observadores e alertas de cada diferente maneira em que são alimentados, de todas as suas atividades. Por que fazem certas coisas da maneira que fazem? Não é porque são pessoas más, não é porque não tem força de vontade, não é porque outros estão levando vocês para isso. Isso está servindo vocês de uma forma muito direta e obviamente de uma forma muito bela.


O álcool e as drogas… eles podem servir à vocês. Podem alimentá-los. Oh, não se trata somente de se embebedarem, ou de fazer uma viagem se drogando. Há uma outra energia que entra quando usam álcool ou drogas. Não se trata só do quanto ficam ligados nesse momento. Isso é só o que vocês pensam que é.


Outra coisa está acontecendo aí. Estão se alimentando de alguma maneira. O que é? É que estão se alimentando com uma energia de fuga, ou possivelmente uma energia de descanso? Estão se alimentando de forma à expandir a sua consciência? Ou, estão se alimentando com uma forma de paralisar a sua consciência, ou quem sabe negá-la? Vocês têm que responder isso para si mesmos. Nós não podemos responder por vocês. Mas, de algum jeito estão sendo alimentados nisso.


Quando saem e fazem uma longa caminhada, algo está acontecendo. Estão sendo alimentados… Oh, e adoram ser alimentados, certamente… adoram… adoram ser alimentados. Esta é só uma energia que vem servi-los, para ajudá-los a formar a sua realidade. É basicamente a energia que estão chamando. É como se estivessem parados no topo de uma montanha, chamando um certo tipo de energia. E, então elas chegam, mesmo quando mais tarde vocês pensam que é negativa, que é dolorosa ou limitante. De algum jeito vocês as estão chamando.


Quando se exercitam, quando vão ao ginásio e fazem exercício… Oh, não se trata só de tonificar os músculos. Não se trata somente de manter o seu corpo em forma. Há outra coisa que está acontecendo aí. Como estão se alimentando disto? Perguntem a si mesmos. A resposta é bastante simples. Perguntem-se como esse momento os está alimentando.


E, de novo, amem isto. Não julguem. Não digam: “Bem, isto deve ser ruim. Possivelmente, sou um narcisista que tem que fazer exercício o tempo todo, que tem que manter um corpo firme”. Esse é um julgamento humano da Velha Energia. Quando perguntarem o que os está alimentando, perguntem do grandioso lugar de amor e do grandioso lugar de criação, não importando o quão baixo ou feio possam pensar que isso seja. É de fato, muito belo.


Assim, hoje iniciamos dizendo: “Deem a si mesmos a permissão de ser quem são”. Então, descubram através disto quem vocês realmente são, não só o limitado ser, mas também o Grandioso Ser. Todas as coisas os alimentam, de uma maneira ou outra.


Seus animais de estimação… eles os estão alimentando, não só com amor, não só com aceitação. Há outro intercâmbio tomando lugar. Como esse animal os alimenta? Pode ser que não seja possível à vocês analisar isso neste momento. Assim, apenas sintam a energia. Nem sequer tentem defini-la ou colocar palavras. Simplesmente sintam-na. “A energia deste lindo mascote está me alimentando. Eu me pergunto como”. E, então espere pela resposta. Ela virá a vocês. Oh, não é que o animal tem que servi-los e está passando por uma longa e miserável vida fazendo-os felizes.


Alguns de vocês entram nessa energia de baixa auto estima. E, é uma maneira de se alimentarem. Mas, por Deus, há uma comida mais saborosa do que essa lá fora!(algumas risadas). Algumas vezes não podem simplesmente aceitar que as coisas sejam simplesmente lindas e maravilhosas, não importando a forma que são. Possivelmente, esse animal de estimação fez algo para retornar e estar com vocês nesta vida, apenas por amá-los e por nenhuma outra razão. Não se uniu a vocês por contrato. Não é porque ele tinha que estar com vocês. Não é o seu mau carma que fez com que ele estivesse com vocês uma vez mais (mais risadas).


Mas, alguns de você alimentam-se dessa energia de humilhação. “Um cão não poderia querer retornar”, dizem vocês. “Ele provavelmente teve que retornar. Provavelmente sentiu-se tão mal por mim que tinha que estar aqui”. Bem, agora estão se alimentando de uma energia de baixa auto-estima, um dos temas preferidos de Kuthumi (mais risadas). Isso é só um alimento, Shaumbra. É somente algo que está alimentando vocês.


Assim, observem bem tudo nestas próximas - como dizer - não vamos nos reunir por um tempo, - vamos ver – por volta de seis semanas. Observem tudo. Essa é sua lição de casa: olhem tudo em sua vida que os esteja alimentando. Escrevam se quiserem. Cantem uma canção a respeito disso se quiserem. Oh, nós adoraríamos ouvir algumas canções Shaumbra… “O Que Me Alimenta”… ou um poema ou dois.


Conforme começam a se tornar muito conscientes - mas não julgando e intelectualizando - sobre o que os alimenta, vão ser capazes de entender o que é que está criando a sua realidade. E, quando entendem o que cria a sua realidade, então podem entender o que muda a sua realidade também. Querem mudar a realidade? Realmente é bastante fácil.


Algumas pessoas dizem: “Bem, como se muda a consciência?” A primeira coisa é questionando o sistema de crenças dentro do qual vocês existem. Vocês fizeram isso anteriormente. Por isso é que são Shaumbra. Em algum momento ao longo do caminho nesta vida questionaram o sistema de crenças, além do que estava sendo co-criado com os seus pais, seus professores, suas freiras, sacerdotes e rabinos. O que quer que fosse, questionaram isso em um ponto ao longo do caminho, em vez de só seguir em frente.


Vejam... vocês não pensam que isso é incomum, mas de fato é. A maioria dos humanos não questionam os sistemas de crenças. Combatem-nos. Irritam-se com eles. Tentam possivelmente, fugir deles. Mas, poucos humanos questionam, de fato, a realidade. Simplesmente a aceitam.


Saint Germain falou disto - a hipnose das massas. Não é algo ruim. É uma questão de aceitação geral de tudo. Mas, eles simplesmente acreditam que essa é a maneira que é. Pensam que se vocês estiverem em uma atitude elevada como esta, que há menos oxigênio no ar e é mais difícil respirar. Talvez… mas talvez não. Esse é um sistema de crenças. E, vejam...qualquer sistema de crenças está absolutamente sujeito ao desejo de mudar para alcançar um novo nível. Os sistemas de crenças nunca estão parados permanentemente. Só estão fixos por aceitação e desejo.


Conforme entendem o que os alimenta, compreendem porque sua a consciência está onde está. Então, quando começam a questionar os sistemas de crenças, questionam a sua realidade, toda a realidade que existe ao seu redor. Vocês se perguntam, ”Por que eu estou neste corpo? Por que este corpo tem que dormir durante oito horas de noite? Por que este corpo tem que consumir certos tipos de comida?”


Vejam.... começam a questionar os sistemas de crenças, inclusive em relação à lei. Bem, não estamos animando vocês a saírem e serem uns fora da lei (algumas risadas). Mas, estamos animando vocês a questionar o por quê vocês as aceitam. Quem escreveu estes sistemas?


Quem escreveu a Bíblia? Não foi Deus - Deus não sabe escrever (mais risadas). Deus é analfabeto (mais risadas) por escolha. Deus não quer aprender como entrar nessas questões intelectuais. Assim, o Espírito em si mesmo é bastante iletrado.


Quem escreveu a Bíblia? Há aqueles que pensam que foi escrita por Deus. Nós vimos que foi escrita por um homem. E, ela foi mudada demasiadamente muitas vezes, muitas vezes. É uma história maravilhosa, mas não tão maravilhosa que eu queira permanecer nela (risadas da audiência). Eu não quis justamente ser só outro personagem em um livro. Quis escrever meus próprios livros. Assim, Shaumbra, há aqueles que acreditam nisto e a energia do medo os alimenta.


Sim, a energia do medo os alimenta algumas vezes, não é assim? Vocês criam medos em sua vida e isso logo os alimenta. Vocês pensam que isso está os machucando. Está os ajudando de alguma maneira.


Alguns de vocês criam um alto nível de nervosismo quando têm que fazer algo. Ficam nervosos e o seu estômago fica derrubado. E ficam suando, e ficam estragados. Pensam que isto é algo ruim. De fato, é uma coisa maravilhosa. Está os alimentando de alguma maneira. Da mesma forma é o medo. Alimenta-os.


Agora, uma vez que começam a entender que não há nenhum cargo nisso, uma vez que começam a entender que simplesmente está vindo para servi-los para criarem a sua realidade e a sua consciência, então se torna muito divertido. Então, podem começar a jogar com qualquer coisa. Podem começar a mudar qualquer coisa.


Uma vez que questionam um sistema de crenças… como estivemos dizendo, a lei… bem, as leis são escritas pelo homem. As leis são escritas a fim de manter a harmonia com um grupo de anjos muito fortes vivendo na Terra. As leis foram destinadas a ser um consenso geral, mas agora tornaram-se ou agendas de pequenos grupos, ou agendas individuais. Assim, por que agir de acordo com as leis? Não estamos dizendo para fazer isso ou não. Mas, perguntem a si mesmos por quê. O que é este sistema de crença?


Como tem a lei, como tem as regras os alimentado? Como tem as regras criadas pelos seus serviços… essas são algumas das regras mais tolas que vimos ser criadas no ambiente de trabalho. Estão desenhadas para limitar a consciência - isso é tudo - limitar a consciência. Oh, isso não é algo ruim. É um alimento. A consciência limitada permite um foco que possibilita à todos - como vocês diriam - estarem na mesma página. E, os impede de partir em diferentes direções. Mas, sistemas de crenças como esses só podem durar por um curto período de tempo porque não estão apoiados em uma consciência elevada, especialmente o tipo de consciência que estão obtendo.


De maneira que, as leis… elas são um sistema de crenças. E, alguns têm inclusive medo de pensar além delas, para dizer, “Por que isso está aí? Bem, isso é bastante tolo”. Ou, possivelmente serve por uma razão. Mas, há uma energia, uma energia subjacente que sustenta a consciência. As leis - não importa a cidade e o país em que estejam. Elas estão definindo a consciência das massas.


E, disseram-lhes que tinham que aceitá-las, de uma maneira ou de outra, essa é a maneira que a lei é. Têm que acreditar nela e se não o fazem, são jogados na prisão. Bem, se vocês acreditarem nisso, então criarão isso. E seguirão todo o tempo com o jogo. É tempo de ir mais, além disso, Shaumbra, tempo de mover-se mais além.


Existem tantas crenças sobre a morte. Saint Germain esteve falando disto, de algumas das mais estranhas crenças sobre a morte. E, elas são verdade, porque no que vocês acreditam é o que trazem e experienciam quando chegam para o nosso lado. E, não há uma, uma única resposta correta… a não ser que o que vocês acreditam é o que vocês obtêm quando chegam do nosso lado. Vocês criarão isso.


Se acreditarem no inferno, vão estar no inferno. Se vocês pensarem, como Cauldre faz, que o inferno pode ser divertido, o inferno será divertido (algumas risadas). Vejam… inclusive há um sistema de crença ou alimento por trás da palavra “inferno”. Isto se tornou uma grande parte da consciência. Vocês dizem “Inferno”. Dizem “Satanás”. Isto imediatamente começam a alimentar. Essas duas palavras estão os alimentando agora mesmo, de uma forma ou de outra. O que os alimenta, Shaumbra?


Assim, nosso querido grupo de convidados esteve estudando isto. E, estão tão emocionados a respeito de retornar à Terra e entender como as coisas irão alimentá-los e criar a realidade, entendendo que quando não estão contentes ou satisfeitos com a realidade, eles podem questioná-la. Vocês podem questioná-la agora mesmo, a sua própria realidade. Não saiam por ai tentando questionar a realidade dos outros.


Questionem a sua própria realidade. Questionem como se encaixam em tudo isto. Questionem: “Esta realidade me serve?”. Não perguntem se é boa ou má. Ela serve à vocês, Shaumbra? Se vocês sentem que estão limitados porque não têm uma educação, isso é uma realidade e um alimento que estão usando para se alimentar. Isso ainda serve? Ou, é como os estilos de roupa da semana passada? Isto serve para vocês? Se não, questionem. Por que vocês estão aí? Isso tende começar a se romper.


O questionamento da realidade provocará o rompimento da forma em que estava moldada, se quebrará retrocedendo à forma da energia original, para que possam criar uma nova consciência. Assim, o que desejam que a consciência seja em sua vida? Bem, isso depende de vocês. Isso depende de vocês.


Novamente, recordem que a consciência não é da mente. Ela é um profundo sentimento e uma profunda parte intima de vocês mesmos. Está muito apoiada em experiências do passado que criaram o seu nível de crença e consciência. E, pode ser mudada a qualquer momento… se verdadeiramente acreditarem… se verdadeiramente permitirem que ela seja flexível e muito aberta. Questionem a crença e comecem a mudar.


Agora, quando ela muda, duas coisas interessantes ocorrem. Conforme sua a consciência muda, a sua realidade começa a mudar também. Duas coisas acontecem. Primeiro, ficam muito temerosos porque a mudança está aqui. Pensam que a mudança não é boa. Geralmente os humanos acreditam nisso. Muitos de vocês ainda acreditam que a mudança vai desfazer os planos, vai levá-los para áreas desconhecidas. E, algumas vezes é mais fácil permanecer na zona de conforto conhecida do que ir para o desconhecido.


Assim, mudem a consciência cercando a mudança (algumas risadas). A consciência neste instante e que os alimenta na palavra “mudança” em si mesma, é um tipo de medo. Oh, é uma energia emocionante e de medo que chega inundando vocês. Inclusive quando dizemos a palavra “mudança”, há uma excitação que recebem do velho hábito, mas um medo do que virá a seguir.


Assim, movam-se além deste medo da mudança. Movam-se mais à frente do temor do desconhecido. O desconhecido é simplesmente o potencial – isso é tudo o que é. O que vocês vêem algumas vezes como o vasto desconhecido – “O que vai acontecer amanhã, o que acontecerá em 10 anos?” – vêem como uma imensa escuridão, desconhecida, apavorante porque não entendem. É somente o potencial - é tudo o que é, só potencial.


De maneira que, permitam a si mesmos agora passar pela mudança. A mudança é natural… ou possivelmente não. A mudança é evolução, a energia procurando um novo nível, a consciência desejando se expressar de uma nova e diferente maneira. Assim, permitam que a mudança se introduza. Shaumbra, permitam que a sua consciência se abra.


O que acontece quando a sua consciência se expande e sua realidade começa a mudar tudo ao seu redor… começam a se alimentar de uma nova maneira. Começam a se alimentar de uma nova maneira. E, aqui é onde os mais incríveis – como dizer – drásticos resultados, as coisas mais tangíveis começam a acontecer. Vejam, vão ter que passar algum tempo observando como se alimentam. E, então vão permitir que a sua consciência mude… se assim desejarem. 


Assim, estejam conscientes de como começam a se alimentar de um jeito diferente. Vai ser surpreendente. Sentirão como o velho vocês tem estado conectado a milhares e milhares de tubos de alimentação vindos da irritação… vindos das risadas… vindos do amor… vindos da intriga… vindos do trabalho… vindos do sofrimento… todos estes tubos de alimentação fluindo para sustentá-los. Quando se mudarem para mais adiante, quando questionarem a realidade e permitirem à consciência mudar, vão descobrir que já não necessitam de todos estes tubos de alimentação. 


Vão descobrir que a alimentação de si mesmo provém de você mesmo. Vem do interior, como diriam, que o tubo de alimentação esteve sempre aí do divino em direção ao humano… do divino para o único… o único que sempre esteve aí… alimentando-os simplesmente do princípio… sustentando a sua vida… a pura, a única respiração do espírito que sempre os alimentou. Ela sempre está aí… entrando… saindo… entrando… saindo… previsível… sempre aí… sempre com vocês.


Depois, podem começar a desconectar todos aqueles outros tubos de alimentação. Foram só temporários. De fato, estavam só se metendo no caminho. Estavam só atrapalhando vocês.


Vocês não precisam produzir as suas energias de drama… de sofrimento… de fuga… de sexo… de nada. Agora, elas são o que vocês chamariam verdadeiras experiências de livre-arbítrio… vejam vocês. Agora, podem ir para fora e experimentar qualquer coisa em sua vida e não ter que depender disso para sua alimentação, para seu sustento e para sua base de realidade. Agora, estão fazendo simplesmente pela experiência. Agora, estão fazendo só por diversão. Simplesmente estão fazendo porque querem ou possivelmente porque não querem. Mas, não estão tendo que usá-la para apoiar ou sustentar a si mesmos.


Descobrirão que as coisas verdadeiramente começam a mudar. Vocês se alimentam do seu interior. Não necessitam do exterior. Agora, têm muito mais novas e livres opções. Não estão no cativeiro. Não são mantidos reféns por nenhum destes métodos de alimentação externos. Sua consciência então começará a mudar muito rápido. E, a sua realidade parecerá fluir tanto, estar tão aberta, tão maleável por vocês, o Criador. É muito simples, muito simples com certeza. 


Assim, agora vamos pedir para fazerem este dever de casa… se quiserem. Vamos pedir à vocês que estejam muito conscientes. Não tomem só este Shoud que deram a si mesmos, saindo pela porta e se esquecendo dele. Trabalhem com ele. Trabalhem com estas energias. Como é que algo em sua vida os alimenta agora mesmo?


Sejam pacientes com isso. Passem algum tempo e amem e ponham energia nisso. Simplesmente não deixem isso para lá até o próximo mês onde teremos de dizer, “Estão realmente conscientes do que os está alimentando?” Se verdadeiramente estiverem preparados para movimentarem-se mais para frente, para seguir adiante Shaumbra, estejam conscientes de tudo o que os alimenta. De novo, façam isto sem julgamento.


Há todo um grupo de convidados aqui hoje, centenas, que estão observando e prestando atenção, aqueles que tem dado uma olhada nisso do seu próprio ponto de vista de suas vidas passadas, mas desejariam possivelmente estar sentados hoje em suas cadeiras. Eles desejariam de fato, experienciar isso na Terra agora mesmo, tomando parte nisso. Eles têm que reencarnar. Eles têm que se permitir lembrar de fazer isto. Têm que retornar. Vocês estão sentados aqui neste momento. Têm a oportunidade de fazer isto e fazer uma tremenda diferença no modo que vocês criam a sua realidade.


Assim, foi um prazer estar com vocês hoje, Shaumbra, muito para digerir e muito que observar. Jamais estão sozinhos neste trabalho.


E assim é! 





Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, vulgo "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com. O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinhaultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.
O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutirsuas próprias experiências.
Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do CírculoCarmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.
As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.
O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luzinterior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar najornada da Ponte de Espadas.
Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos osmomentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.
Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados porescrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado.
© Copyright 2003 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.



Tradução para o Português:Thais Marzagão vipsara@bignet.com.br Janeiro de 2006

Revisão: Silvia Tognato Magini silvia.tm@uol.com.br