As Histórias de Tobias: A Nova Terra

Caros amigos, nós adoraríamos lhes contar uma história, uma pequena história. Nós a encurtaremos. Cauldre não acredita muito em nós. [Risos da audiência] Para ajudá-los a compreender parte de onde vocês estão, nós contaremos a história de Joe, a história que contamos há algumas semanas na terra de Orion, que vocês chamam de Coréia. Foi dito lá e nós a contaremos novamente para todos os Shaumbra ouvirem porque é a sua história. É sobre vocês.

Joe é um Shaumbra, como vocês, passando por muitas mudanças em sua vida... aprendendo a compreender que é Deus também... aprendendo a liberar as velhas coisas que não servem mais para ele... passando por mudanças que em alguns dias o deixam confuso e imaginando o que ele está fazendo... mas sabendo que há orientação... sabendo que nunca está sozinho. Como vocês, Joe está buscando a iluminação. Joe está procurando compreender sua divindade e sua conexão com o Espírito.

Em uma noite, em um sonho lúcido, Joe se encontrou no interior do Templo da Divindade, o Templo da Divindade em seu interior. Ele sentiu que estava viajando pelo tempo, pelo espaço e pelas dimensões. Mas, entretanto, ele estava realmente, verdadeiramente, apenas fazendo uma viagem interior, indo ao interior de seu próprio ser.

Em seu sonho lúcido, Joe foi ao Templo da Divindade. Ele abriu a porta. E, vejam, ele viu um hall magnífico e belo, cheio de luz, luz que parecia não ter fonte. Tudo estava iluminado, brilhante, dourado e faiscante.

Joe caminhou pelo Templo da Divindade e olhou em volta. Ele notou que o perímetro inteiro estava cheio de anjos. Ele reconheceu muitos deles como sendo aspectos seus do passado. E ele reconheceu muitos dos anjos que se reuniam no Hall da Divindade como sendo aqueles que tinham caminhado ao lado dele em vidas passadas ou nesta existência.

Os anjos eram todos familiares a Joe. Havia centenas e centenas de anjos. Eles estavam reunidos porque sabiam que Joe estava chegando.

Joe viu uma cadeira solitária, no centro do hall. Ele sabia que era o momento de se aproximar da Cadeira da Divindade e sentar-se nela. Ele se aproximou vagarosamente da Cadeira da Divindade, olhando para todos os anjos que estavam presentes, sabendo que aconteceria algum tipo de cerimônia.

Ele se aproximou da Cadeira da Divindade, sentou-se e perguntou: "Querido Espírito, eu estou pronto para a minha iluminação? Eu estou pronto para a minha divindade?" Um silêncio instalou-se por todo o hall.

Um anjo destacou-se do grupo. Um anjo grande, belo, poderoso, incandescente, aproximou-se da cadeira onde Joe estava sentado e disse: "Joe, nós estamos honrados de tê-lo aqui no Templo da Divindade. E, Joe, você não está pronto ainda para receber a iluminação."

Uma tristeza apoderou-se de Joe, confusão e raiva. Sua raiva incitou-o a acordar de seu sonho lúcido, a acordar, lembrando-se de todos os detalhes, de chegar ao Hall da Divindade, do descontentamento quando o anjo lhe disse que ele não estava pronto. Ele ficou acordado durante a noite toda e no dia seguinte e no outro dia, imaginando o que ele precisava fazer para receber a iluminação.

Ao fim do segundo dia, Joe concluiu que ele não tinha estudado o suficiente e que não tinha aprendido o suficiente. Então, Joe começou um programa muito incisivo, lendo livros, participando de workshops, e aprendendo tudo o que podia. Nos seis meses seguintes, Joe leu, estudou e escutou. Cada momento de suas horas despertas era gasto absorvendo material, tentando encontrar novas pérolas de sabedoria.

Após seis meses difíceis, exaustivos e cansativos de acumular a mente com informação, ele voltou ao Templo da Divindade, em uma noite, em seus sonhos lúcidos. Mais uma vez, ele abriu a porta do templo. E mais uma vez o templo estava repleto de centenas e centenas de anjos, todos a quem Joe reconheceu.

Mais uma vez ele aproximou-se da Cadeira da Divindade e se sentou. O magnífico anjo caminhou em sua direção, sabendo o que Joe perguntaria em seguida. Com um pouco de nervosismo na voz, fatigado, cansado, Joe disse: "Eu estou pronto para a minha iluminação?" E mais uma vez o magnífico anjo disse: "Joe, você ainda não está pronto para a iluminação."

A emoção da resposta do grande anjo lançou Joe de volta ao mundo humano comum. Ele despertou na cama transpirando, recordando de cada detalhe do sonho. Mais uma vez, Joe passou acordado o resto da noite e os dois dias seguintes, imaginando o que estava impedindo sua iluminação.

Ele finalmente imaginou. Ele tinha muitas posses que o estavam retendo, muitas coisas materiais em sua vida estavam impedindo sua iluminação. Ele sentiu que eram âncoras em torno de suas pernas, deprimindo-o, impedindo a iluminação.

Joe saiu e desistiu de tudo o que tinha – sua casa, seu carro, suas economias, tudo exceto as roupas do corpo. Ele saiu e viveu como um mendigo nas ruas, comendo somente o suficiente para a sobrevivência do corpo físico, aceitando somente o suficiente daqueles que lhe davam dinheiro ou comida, aceitando somente o suficiente para conseguir sobreviver. Por seis meses, Joe passou por uma vida de pobreza, uma vida de carência, liberando tudo o que fosse material ao seu redor, de maneira que não tivesse âncoras.

Após seis meses, Joe mais uma vez estava em um sonho lúcido, onde viajou para o Templo da Divindade. Ele abriu a porta, entrou, desta vez muito cansado, magro, faminto, sem carregar quaisquer bens materiais com ele, exceto as roupas do corpo. Joe se sentou na Cadeira da Divindade com muita ansiedade, quando o anjo se aproximou. Mais uma vez, Joe perguntou: "Eu estou pronto para a minha iluminação?" Desta vez, o anjo alto e belo não emitiu palavras, mas apenas sacudiu a cabeça: "Não, não."

Esta resposta não verbal lançou-o repentinamente do sonho lúcido de volta ao mundo humano. Ele se encontrou estendido na esquina, pois não tinha cama... estendido na esquina, imaginando, imaginando, imaginando, o que ele deveria mostrar. Ele ficou estendido na esquina por um longo tempo, até que alguém veio e o empurrou como um fragmento de lixo ou de sujeira.

Joe pensou acerca de sua existência, pensou sobre a sua jornada. Ele subitamente elucidou que ele não tinha se colocado à disposição dos outros o suficiente. Sua vida tinha sido sobre si mesmo. Ele sabia que era egoísta, que ele tinha perdido muito tempo em sua própria jornada espiritual e em seu despertar. Com certeza, com certeza, a razão de não estar pronto para a iluminação era que ele não tinha dado o suficiente para os outros.

Então, Joe embarcou em um programa totalmente novo para estar à disposição dos outros. Ele encontrou cada oportunidade de ajudar alguém. Ele ajudou os mais velhos com gêneros alimentícios. Ele ajudou as crianças no parque que caíam e se feriam. Ele ajudou os casais que discutiam. Ele procurou cada oportunidade possível de estar à disposição dos outros, de ganhar "pontos de iluminação".

Após seis meses, doando-se em cada situação que fosse possível, Joe voltou ao Templo da Divindade em uma noite. Ele abriu a porta, viu todos os anjos, mas desta vez ele não se deteve para sentir o amor e a energia, pois no momento ele estava um tanto zangado. [Risos da audiência]

Ele queria a iluminação. Ele caminhou para a Cadeira da Divindade e se sentou. Antes que o anjo pudesse se aproximar, ele disse: "Eu estou pronto agora para a minha iluminação?" Um silêncio caiu sobre o grupo, e, em uníssono, centenas e centenas de anjos disseram: "Não, não, Joe, você não está pronto ainda." [Risos da audiência]

Neste ponto, Joe irrompeu em lágrimas e disse: "Eu desisto, eu desisto. Tentei de tudo que fosse possível para conquistar minha iluminação. Eu desisti de todos os meus bens materiais. Eu estive à disposição dos outros. Eu estudei acerca da espiritualidade e das religiões. Eu, então, volto aqui e vocês me dizem "não", mais uma vez.

Joe sucumbiu. Lágrimas caíam dos olhos. E ele sucumbiu, liberou todas as Velhas Energias que tinham se acumulado dentro dele.

Um anjo alto, magnífico, aproximou-se, colocou a mão no ombro de Joe e olhou para ele com olhos de compaixão. Mesmo através da compaixão, Joe podia ver que o anjo estava sorrindo, rindo até. Isto enraiveceu Joe mais ainda, ao pensar que o anjo estava rindo dele.

Joe perguntou: "O que eu deveria saber? O que eu preciso fazer para conquistar a minha iluminação?" O anjo riu e lhe disse: "Joe, era muito simples o tempo inteiro. Você poderia ter apenas perguntado. Nós teríamos lhe dito. Mas agora que você tentou de tudo, agora que você experimentou todas essas coisas diferentes, agora é que você pergunta. Nós lhe mostraremos seu reflexo no espelho. Nesse reflexo você verá a resposta."

Joe olhou fixamente para o anjo e pôde subitamente se ver na face do anjo. Ele pôde subitamente ver seu próprio ser refletido no magnífico anjo que estava diante dele. Então, a resposta chegou a ele. Ela era simples. Era tão simples que Joe, por um momento, se sentiu envergonhado, e irrompeu em risos.

A resposta, caros amigos, era que Joe não tinha autoestima. Joe não se valorizava nem valorizava o que fazia. Então, como ele poderia ter a iluminação? Joe sentia que ele era imperfeito e inferior a Deus. Cada vez que se sentava na Cadeira da Iluminação apresentava a falta de autoestima. Quando Joe se sentava na Cadeira da Divindade e perguntava se ele estava pronto para a iluminação, todos os anjos tinham que responder: "Não, você não está pronto ainda, porque você não tem autoestima. Você se percebe como algo inferior a Deus, como algo imperfeito."

Joe também viu em seu próprio reflexo que tudo o que ele tinha feito em cada existência tinha sido perfeito. Tudo tinha sido parte de um aprendizado e de uma experiência crescente. Tudo o que ele tinha feito contribuiu para Tudo o que É. Tudo o que ele tinha feito tinha criado novas experiências para a sua alma. Tudo tinha sido perfeito.

Não houve curvas erradas no caminho... nunca. Não houve estradas inferiores. Não houve erros ao longo do caminho... nunca. Mesmo nas existências em que ele fora um ladrão, um bandido ou um assassino... tudo foi apropriado. Sim, também nas existências em que ele foi um curador, um médico e um professor, aquele que trabalhava com outros... foram apropriadas também.

Sentado na Cadeira da Divindade, Joe percebeu que ele não tinha que perguntar se estava pronto para a iluminação. A resposta já estava lá. Ele não tinha que perguntar aos anjos. Tudo o que ele precisava fazer era aceitar-se com total compaixão e amor, assim como os anjos o aceitavam. Mas ele precisava fazer isso interiormente.

Nesse momento, Joe conquistou a iluminação. Nesse momento, sua divindade brilhou intensamente dentro dele. Ele percebeu, nesse momento, que tudo era perfeito e certo. Então, aqui termina a história de Joe, Shaumbra como vocês... que estão sentados nestas cadeiras hoje... que estão sentados nas cadeiras, ouvindo ou lendo hoje.

Vocês não têm que perguntar se estão prontos para a iluminação ou divindade. Sua divindade está aqui no momento, pronta para prosseguir, pronta para que vocês compreendam a perfeição de tudo o que já fizeram. Sua divindade está esperando por vocês para reconhecer que vocês não precisam ter um emprego com um grande cartão de visitas, com um grande cargo, a fim de serem dignos. Vocês não têm que falar para centenas ou milhares de pessoas para serem dignos.

O trabalho que vocês têm feito interiormente é que faz a diferença. O trabalho que vocês têm feito para alcançar novas compreensões sobre quem vocês são tem feito a diferença.

Vocês são dignos. Nós não queremos ter que lhes falar disso. Nós queremos que vocês compreendam isso interiormente. Nós queremos que vocês aceitem que tudo o que já fizeram tem servido a um propósito e tem sido feito com amor e perfeição. Vocês são tão rígidos com vocês mesmos.

Neste momento, vocês estão passando por mudanças em sua vida e pensam que estão cometendo erros. Vocês se preocupam com as pessoas que vocês afetam com as decisões que tomam. Queridos amigos, vocês não podem afetá-las. Não podem.

Vocês pensam que ferem os outros com as coisas que estão fazendo para vocês, neste momento, em seu caminho espiritual. Compreendam que não ferem. De certa forma, vocês estão sendo o melhor professor possível para eles. Vocês se preocupam que passam muito tempo com vocês mesmos. Vocês se preocupam que deveriam estar à disposição de todos os demais, como Joe.

Vocês pensam que viver uma vida de pobreza lhes trará a iluminação. Então, nos níveis internos, vocês escolhem uma vida de pobreza. Caros amigos, neste trabalho do Espírito na Nova Energia, vocês precisam de abundância. Permitam-na em sua vida. Vocês já viveram na pobreza por muito tempo.Vocês já viveram na carência por muito tempo. Isso lhes trouxe iluminação? Não. Isso lhes trouxe somente dor. Isso apenas esgotou a sua força e a sua energia.

Vocês estudaram, estudaram e estudaram, até que os olhos ficassem vesgos e embaçados, achando que iam encontrar uma resposta num livro ou em outra pessoa. Ainda não funcionou. Vocês são os professores.Vocês são aqueles que deveriam escrever os livros e não estudar os velhos livros. Vocês aprenderam tudo que deveriam. Agora comecem a praticar. Pratiquem. Ensinem. Sejam os orientadores. Sejam os Guias Humanos Divinos.

De certa forma, caros amigos, vocês se esconderam por trás dessas coisas das quais Joe estava se escondendo. Vocês se esconderam por trás do fato de que precisavam se punir com a pobreza e por isso ficaram na pobreza.Vocês se esconderam por trás do fato de que precisavam fazer todas essas coisas pelas pessoas, estarem à disposição delas.

Caros amigos, nós vamos colocar uma pergunta difícil para vocês: "Como vocês vão chegar à Iluminação se não permitem que as pessoas sigam sua própria jornada, que pode incluir dificuldades e desafios? Se vocês tentam interferir, colocando bandagens na vida delas, como vocês vão chegar à iluminação?"

Vocês não estão aqui para curar nem resgatar ninguém. Vocês estão aqui para facilitar o processo de cura. Vocês estão aqui para serem um guia compassivo, mas não para fazerem a jornada pelas pessoas. Vocês não recebem "pontos positivos" do nosso lado do véu por estarem em serviço dos outros. Vocês recebem a iluminação quando chegam ao próprio senso de autoestima.

Nós não queremos ter que dizer isso para vocês novamente! Vocês precisam descobrir isso sozinhos. VOCÊS SÃO DIGNOS. VOCÊS SÃO DEUS TAMBÉM. Tudo o que vocês já fizeram foi em nome do amor... tudo... tudo... tudo.

Vocês são Deus também. Vocês nunca mataram ninguém. Ah, vocês destruíram o corpo físico, e eles tiveram que renascer. [Risos da audiência] Mas a energia deles ainda estava lá. Eles estão sentados próximos a vocês agora. Como vocês poderiam matá-los? Eles estão sentados próximos a vocês. Vocês nunca causaram dano ao espírito e ao amor de Deus. Vocês somente construíram experiência.


Leia a mensagem completa aqui


Traduzido por: Regina Drumond    reginamadrumond@yahoo.com.br
Revisado por: Inês Fernandes      mariainesfernandes@globo.com


Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, vulgo "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com <http://www.crimsoncircle.com> . O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.
O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.
Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.
As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.
O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.
Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.
Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado.
© Copyright 2002 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.