Incorporando a Nova Energia

TOBIAS E O CONSELHO CARMESIM

Círculo Carmesim, 7 de agosto de 2004 - Série da Incorporação

SHOUD 1: “Incorporando a Nova Energia”





E assim é, querido Shaumbra, que nos reunimos novamente na energia de nossa família, a energia do amor, e agora na energia incorporada e fundida do AH e do OH. É um prazer pra mim, Tobias – e todos os outros que estão em corpos não-físicos – se reunir com vocês nesse dia.


Um dos momentos mais prazerosos pra nós é logo antes de vocês começarem, enquanto estamos nos preparando... Oh, muito parecido com o momento que adoram quando vão pra cama... Logo antes de dormir... Quando estão atravessando... Quando estão liberando a forte concentração em sua humanidade... E permitindo-se então flutuar nos reinos etéreos para que seu corpo descanse... Deixando sua mente descansar... E permitindo a sua alma sair para brincar nesses maravilhosos sonhos que vocês têm... Também nesses momentos quando vocês flutuam para nosso lado. Sabemos o quanto gostam desse momento quando pulam atravessando... Assim como amamos este momento no início quando as energias se reúnem... O momento da respiração... A música... E a celebração da vida humana.


Nós, em nosso lado do véu, fazemos então nossa própria e profunda respiração e nos afinamos a vocês porque realmente seus corações estão abrindo. Seus corações estão abrindo agora, Shaumbra... Que mudança desde o tempo quando nos sentamos com vocês pela primeira vez cinco anos atrás... Que mudança... E o quanto vocês avançaram. Vamos discutir isso hoje.


É uma alegria pra mim, Tobias estar de volta aqui já que o mês passado foi um pouco diferente. As energias eram diferentes. Era – o que poderíamos dizer – foi a mais pura forma de Shoud que jamais fizeram. Que seja sabido que eu, Tobias e os outros – demos um passo atrás. Deixamos vocês falarem. Deixamos suas palavras virem da maneira mais pura e incondicional. Deixamos de lado nosso humor. Deixamos de fora nossa influência.


Queríamos ouvir vocês dizer as palavras. Queríamos ver vocês chegando a essa encruzilhada, a esse abismo, e atravessá-lo destemidamente. Queríamos que vocês expusessem a energia da escuridão pelo que verdadeiramente é.


Oh, foi um tipo diferente de energia enquanto estivemos sentados atrás em amor e alegria. E estávamos aplaudindo o tempo todo. Sabíamos que foi desafiante para vocês e, especialmente, para Cauldre e Linda. Sabíamos disso, mas vocês foram desafiados muito mais, sabendo que era o momento de trazer isso à tona para todo o mundo, colocar essa energia agora na consciência da humanidade.


Não se trata de pegar suas palavras do último Shoud e distribuí-las por escrito ou de outras formas existentes na Terra. Foi abrir seus corações e abrir à consciência da humanidade. Agora está colocado aí: um novo entendimento da escuridão... Da divindade...E do Deus interior... Um novo entendimento de aonde podem ir sem as batalhas... Sem toda a luta... Aonde podem ir com sua consciência em evolução com essa reintegração. Vamos falar mais sobre isso nesse dia.


Pedimos a todos que estão ouvindo e a todos que estão vendo. Sim, realmente eu, Tobias estou agora na televisão (risadas), realmente muito mais do que vocês pensam. Alguns de vocês acham que estão olhando pra Cauldre, os que estão vendo agora. Mas, quero que fechem seus olhos por um momento e respirem profundamente,também os que estão aqui em meu estúdio (muitas risadas). Respirem profundamente, inspirem as energias de Shaumbra e a divindade e tudo que são, inspirem na totalidade... Inspirem na segurança...Sim, realmente, inspirem todas as energias para dentro desse momento divino e precioso.


E, agora para aqueles que estão vendo, ao abrir vagarosamente seus olhos, olhem para além do óbvio. Permitam que seus olhos se abram de uma maneira diferente. E farei com que vejam minha energia, a energia de Tobias. Não é necessário procurarem por um rosto. Olhem para além de Cauldre, e com essa nova tecnologia que empregaram aqui, temos outra maneira de nos comunicar com vocês, outro jeito de estarmos juntos com vocês.


Observem para além dos olhos e dos ouvidos e verão a energia de Tobias. Verão a energia de nossos convidados desse dia. Sim, sua mente vai interferir; fechem os olhos e inspirem mais uma vez profundamente. Olhem agora. Permitam a seus olhos expandirem, não diminuam seu foco e sim expandam-no para ver as energias, paraver o redemoinho das energias por tudo em volta.


É mesmo gozado com toda essa sua moderna tecnologia. Oh, há coisas que jamais sonhamos em meus dias. É interessante como podemos nos conectar simultaneamente com o mundo todo com sua linda tecnologia, através do som energeticamente, através da visão. E isso ajuda a abrir todas essas outras percepções sensoriais – seus divinos sentidos – por onde agora podemos chegar a vocês de uma nova maneira. Flui pra dentro.


Antes chegávamos até vocês apenas através da palavra escrita. Depois, fomos capazes de ligar o áudio, agora o vídeo e todos os divinos sentidos entram. É como usar uma ferramenta que esteve latente por um tempo, ou qualquer ferramenta novinha em folha. Leva um tempo para se ajustar. Uma parte de vocês quer funcionar apenas com os velhos sentidos humanos. E aí é hora de inspirar profundamente para atualizar seu sistema, abrindo a imaginação e permitindo-se ver as energias que dançam.


Oh, você não tem que olhar para um determinado rosto. Alguns de vocês podem ver meu rosto, o rosto de Tobias quando escolho aparecer para vocês... Muito lindo, tenho certeza (risadas). Sim, realmente, alguns poderão me ver simplesmente como uma forma de energia. Outros apenas me sentirão em outros níveis. Mas isso de fato permite chegar ao círculo completo, na maneira como Shaumbra se reúne. Então, é um prazer estar aqui para essa primeira vez.


Querido Shaumbra, a gente realmente fica sem fôlego quando entramos assim em seu espaço, emocionados nesse dia depois de vocês terem passado por tantas mudanças em sua compreensão nestas poucas semanas. Alguns de vocês estiveram realmente muito, mas muito ocupados em eventos externos. Alguns foram perturbados por coisas externas a vocês em suas vidas... Coisas com amigos e parentes... Coisas de trabalho... Coisas que perturbam temporariamente a mente assim que muito das energias de nosso último Shoud juntos, puderam encontrar seu lugar dentro de seus seres... Assim sendo absorvidas e entendidas sem a mente tentar filtrá-las, ajustá-las e analisá-las.


Temos que dizer que de nossa perspectiva estamos deliciados por você não terem hiper analisado isso. Alguns de vocês de uma maneira linda e gentil ajudaram a orientar outros que começaram a analisar. Inicialmente é uma sensação e um saber, uma sabedoria que vem.


Essa coisa toda sobre a escuridão... Se vocês tentarem analisar, queridos amigos, vão estar jogando um jogo num labirinto muito confuso. Vão achar difícil sair dele. Sabemos que é difícil evitar o engajamento do cérebro nessas coisas todas. Foi-lhes dito, desde muito cedo que precisam pensar sempre. E, nós temos que voltar a dizer a vocês, “Não, primeiro sintam e depois pensem”.


Assusta um pouco não usar o filtro da mente. Mas, queridos amigos, a habilidade de sentir, de entender e compreender transcende tudo que a mente poderia fazer. A habilidade da divindade de associar as coisas – de mantê-los no espaço seguro e lhes dar entendimento – vai muito além da mente.


E, como dissemos antes, a mente quer ser liberada de seus próprios fardos de ter que ser o juiz e o júri de sua vida, de ter que tomar cada decisão. Ela quer ser um participante ativo em sua vida. Mas não quer estabelecer valores. Não quer fazer julgamento. O cérebro serve a um propósito essencial em seu tempo aqui na Terra.


Mas agora é realmente hora de deixar os sentimentos atuarem. Todo esse entendimento da escuridão vem primeiramente como uma sensação, um sentimento. Muitos de vocês o sentiram, o sentimento de incrível amor, o conhecimento emocionante da compaixão. Ah, e aí a mente tenta entrar correndo e analisar o escuro. Ele não quer ser analisado.


Ele quer ser aceito. Quer ser re-integrado. Esse amor maior, que você jamais tiveram, quer voltar e partilhar sua vida com você. Quer lhe mostrar as coisas que fazia enquanto você fazia suas coisas. Enquanto você fazia suas coisas, sem consciência das outras ao seu redor, a energia do OH, o mantenedor da escuridão, sua divindade,quer partilhar com você o que estava acontecendo...


Ah, ele não estava atuando aqui na Terra. Não participava de nada no universo físico que você conhece. A energia do OH estava abraçando você o tempo inteiro. Estava vivendo outras experiências por você, outros potenciais, coisas... Ah, meu querido, meus queridos amigos, coisas que não poderiam imaginar em sua mente. Que apenas podem ser imaginadas em sua alma, em sua divindade, na expressão completa de você.


Imagine o que se passou em todas as vidas, todas aquelas vidas que você viveu na Terra, incorporado a uma figura masculina ou feminina com dois braços, duas pernas,olhos e ouvidos, tendo todas as suas experiências, todos os seus conflitos, vivendo algumas das maiores jornadas e maiores experiências. Imagine agora por um momento o que sua divindade estava fazendo... Atuando em todos os potenciais que poderiam ter se apresentado, experimentado tudo isso por você. Essas são as coisas que ela gostaria de partilhar com você em sua vida agora.


É por isso que salientamos a imaginação. É por isso que dissemos que é hora de abrir o coração e a mente... Porque sabíamos que quando a divindade fosse incorporada,quando a essência da energia de OH fosse aceita e introduzida, haveria histórias a ser contadas, experiências a ser partilhadas.


Vocês estiveram separados de partes de si mesmos por um longo tempo. É como se você estivesse separado da família e dos amigos por um longo, longo tempo. O quevocê tem a fazer quando se reúne novamente com eles? Você quer compartilhar as histórias. Quer compartilhar a emoção. Quer compartilhar a energia. É isso o que adivindade - oculta pela escuridão – quer partilhar com você agora em sua vida.


Então, nos próximos dias você pode sentir uma tremendo sensação de informação, histórias, experiências e sentimentos entrando, que parecem estar dentro e fora de você ao mesmo tempo. Parece ser sua história, mas não sua experiência. Parece pessoal, mas você não consegue lembrar de onde vem. Elas estarão entrando correndo quando você aceitar a energia do AH e do OH, o casamento desses dois, novamente juntos. É uma coisa linda. A energia Oh tem estado ocupada assim como você tem estado ocupado. Há histórias a contar.


Querido Shaumbra, queremos ficar aqui por um momento sentados, só olhando pra vocês. Mesmo para os que estão olhando através do monitor... Queremos olhar pra vocês.


Sessenta anos atrás nesse mesmo dia – 60 anos atrás num dia que tem o número 33 – houve um grande encontro no maior salão da Ordem de Arc. E nesse grande encontro havia representantes de todas as energias da família, incluindo os da Ordem de To-bi-wah... A Ordem de Miguel... A Ordem de Sananda... A Ordem de Rafael... E todas as outras reunidas.


Todos vocês estiveram presentes em uma forma ou em outra. Alguns poucos de vocês já estavam de volta a Terra em corpo físico, bem jovens. Muitos de vocês ainda não tinham reencarnado. E, participaram nesse grande encontro, esse encontro da Ah-lah-oan, Allatone, como dissemos antes, significando criação, significando “Eu crio, Eu sou”. Era o encontro da Allatone, querido Shaumbra, no qual nos reunimos.


E, se situava ao redor do que poderíamos chamar o fim de sua grande Guerra Mundial. Eram dias onde se sabia muito bem que direção essa guerra tomaria; porque aguerra, essa sua II Guerra Mundial, foi um momento de decisão e de nova direção. Mas, nessa data, 60 anos atrás, a direção era conhecida pelo menos em nosso lado. Ah, realmente poderia ter mudado. Mas, as coisas estavam tão bem estabelecidas aquele ponto, que os participantes na Ordem do Arc enviaram um chamado a toda uma nova legião para reencarnar na Terra, ou para se reunir aos poucos que já tinham descido.


No encontro falamos sobre coisas como a Nova Terra. Falamos sobre a Velha Terra e as mudanças pela qual ela iria passar, os potenciais que teria nos próximos 60 anos de ser destruída e de terminar... Ou de revitalizar e renovar, uma re-emersão e uma re-definição. Nesse grande encontro, Shaumbra, foi que você deu um passo a frente e disse que estava pronto a retornar a Terra.


Alguns estiveram fora apenas por uns poucos anos ou, em alguns casos, uns poucos meses. Alguns de vocês partiram no tempo da guerra - mortos em ação, retornaram para nosso lado. Alguns ficaram aqui de volta por uns poucos anos, outros por muitos, muitos séculos esperando o momento certo. Aqueles já encarnados na Terra...Vocês estavam aqui conosco em espírito. Vocês partiram em primeiro lugar. Partiram mais cedo para ajudar – como dizer – a pavimentar os caminhos para os outros.


Assim nos reunimos, e você sabia que era momento de encarnar. E falamos sobre todas as coisas que poderiam ser feitas. Falamos sobre – como dizer – tipo uma grande missão. Falamos sobre grandes mudanças na Terra. Falamos sobre alguns dos desafios e dificuldades que você teria quando retornasse. Falamos sobre todas esse tema de relembrar.


Nós conversamos sobre – como dizer, dizemos simbolicamente – encontrar a rosa no quadro, o quadro da vida na Terra com todas as suas dificuldades e desafios, toda a não-lembrança. Em algum lugar ao longo do caminho você encontraria a rosa novamente. Em algum lugar ao longo do caminho você tornaria a se ver com “o fruto da rosa” de que falamos anteriormente, a paixão e a renovação. Você planejou isso para si mesmo, encontrar “o fruto da rosa”, a lembrança e o despertar.


Você sabia que seria uma vida difícil, cheia de coisas como uma infância muito, muito desafiadora. Vocês escolheram, tantos de vocês, encarnar em – vocês as chamam –famílias problemáticas, muito difíceis. Realmente, parte disso era entender isso de estar nesse tipo de família... O entendimento de como a luz e a escuridão funcionam... Como você pode cair nesse jogo todo... Como pode estabelecer a batalha da dualidade em si mesmo... Como isso pode ocasionar tanta dor e sofrimento.


De uma certa maneira, você se deu o que seria um tipo de catapulta, um tipo de mecanismo que detonaria sua entrada no serviço de Shaumbra, de professores, sem permitir que você ficasse muito confortável na forma humana. Então vocês escolheram vidas difíceis em muitos casos. E, temos que dizer que muitos de vocês fizeram terapia e cura e todas essas coisas, num esforço de se ajudar. E realmente foi de ajuda.


Mas, queridos amigos, vocês já se deram a rosa, a lembrança. Foi maravilhoso o esforço realizado para a cura e o rejuvenescimento. Mas compreendam que já deram asi mesmos o presente. Já deram a si mesmos o presente do total entendimento e lembrança.


Era uma simples questão do momento certo de sua parte quando então estaria pronto para escolher.


Assim, queridos amigos, 60 anos atrás conversamos longamente. Gastamos grandes energias em torno desse encontro de Allatone. É realmente uma combinação de saber que vocês reuniriam o AH e o OH, o saber que muitas, muitas coisas aconteceriam entre o agora e o então. Estávamos juntos 60 anos atrás. Tantas coisas diferentes poderiam ter acontecido.


Oh, realmente muitos que são Shaumbra decidiram em algum momento ou outro não continuar a jornada. Alguns retornaram para nosso lado. Alguns simplesmente caíram fora, não totalmente, mas estão esperando o primeiro grupo para seguir. Era muito difícil e muito desafiador, assim que eles saíram deixando espaço para os outros, pra vocês.


Então, esse dia é de celebração para todos nós em nosso lado pela Ordem do Arc saber que poderíamos apresentar – e que vocês poderiam vir a apresentar – essa informação que nos permitirá agora ir a novos níveis... Ter toda uma nova visão de sua vida...Por que está aqui... E o que você fará para liberar um pouco da Velha história que tem a respeito de si mesmo.


Todos vocês carregam uma história, vocês sabem. Ela é uma ilusão. Você achava que tinha um certo tipo de educação. Você pensa que tem que se tornar um certo tipo de pessoa. Estamos hoje aqui para lhe dizer que isso é uma ilusão, muito potente e que parece muito real. Mas, você não é limitado por ela. Você não está travado nela. Você não está preso a ela.


Com o Shoud do mês anterior, com sua concordância em liberar essa informação, é oferecida uma oportunidade de deixar essa história ir. Essa informação dá a oportunidade para a lembrança de quem você é. Oferece a oportunidade para que a energia OH retorne a você e compartilhe tudo sobre si mesma – que é também você.


Nos dias à frente a energia de OH vai sendo integrada de uma maneira muito segura e cuidadosa; ela não entrará de uma vez e completamente. Ela não deseja deixar você sem fôlego. Ela entrará com segurança, lentamente e gentilmente em seu ser. Você vai se sentir cheio, com seu corpo lotado. Alguns de vocês vão pensar que estão engordando, mas a balança vai mostrar que não estão ganhando peso. Mas você se sentirá com o corpo cheio.


E, uma coisa engraçada acontece quando seu corpo se sentir cheio, seu corpo físico. Ele não precisa armazenar... Não precisa consumir grandes quantidades dealimento. E, realmente isso provê a energia perfeita para a perda de peso. Seu corpo vai se sentir cheio porque você está introduzindo todos os aspectos de si mesmo. 


Sua mente vai se sentir repleta. Sim, sabemos que está muito cheia agora mesmo. Mas se sentirá cheia de uma nova maneira, não se jogando de lá pra cá, tentando encontrar respostas. 


Mas sentindo-se repleta de um jeito apaziguado.


As respostas estão aí. Talvez nem sempre na ponta da consciência, mas você vai ver que inspirando profundamente essa plenitude entra na mente. As respostas estão aí.


Seu espírito... Quantos de vocês já sentiram realmente seu espírito? Algumas vezes, sim... De vez em quando, para muitos...


Em geral tem sido apenas em ocasiões raras. Mas, apenas no que chamam algum tipo de estado alterado. Mas agora seu espírito entra. E se sente pleno. Sente-se como se tivesse introduzido tudo, e aceito todas as partes de si mesmo. Não sente necessidade de andar procurando respostas, de encontrar partes perdidas.


Uma completude entra em sua vida agora porque você atravessou a barreira, cruzou a linha e chegou a um novo entendimento de quem realmente é. Enquanto estão aqui sentados, ouvindo, vendo esta mensagem ou talvez lendo-a... Queridos amigos, é um momento seguro com uma oportunidade segura de deixar ir a Velha história de quem pensavam ser... A Velha história de um humano que teve uma infância ruim... De quem teve casamentos ruins... E foi pego pela bebida ou pelas drogas... De quem foi pego até no vício das religiões e espiritualidade...A Velha história do humano que se sentiu sem controle de sua própria vida... E especialmente a Velha história do humano que pensava que era menos do que perfeito.


Esta tem sido sua história, Shaumbra, e a história da humanidade, achando que era menos do que perfeito. Vocês levaram essa história com vocês. Atuaram nela. Toda vez que se cansavam dela e desejavam sair fora dela, eram pressionados de volta, achando que tivessem âncoras em volta de suas pernas devido a sua Velha história,devido àquela infância triste e aos casamentos ruins. Vocês acharam que estavam presos nesse sulco.


E gritavam, tentando sair disso... Pedindo aos gritos que chegássemos para salvá-los... Clamando por algum tipo de intervenção divina em sua vida... Frequentemente sentindo raiva de nós, sabemos. Isso não nos incomoda muito (risadas)... Vai chegar o dia em nos veremos novamente face a face (mais risadas).


Mas vocês estiveram com raiva da gente.


Então, muitos de vocês se sentiram sem nenhuma esperança, imaginando de onde viria salvação, pensando quando teriam um pouquinho de informação que os ajudasse. Tantos de vocês, que conhecem suas histórias, até participaram dessas aulas espirituais. Passando de canalização a canalização, lendo e lendo, tentando ganhar um lampejo de energia, um pouquinho do açúcar divino em sua vida para seguir adiante, porque a desesperança era profunda.


Queridos amigos, uma das coisas mais difíceis para nós em nosso lado véu tem sido não sermos capazes de puxá-los disso, de sermos capazes de lhes dar esperança quando estavam desesperançados, sem condições de intervir. Não éramos capazes porque a física não permitia, e nosso acordo com vocês impede isso. Mas ao trabalharem, especialmente nesta vida, seguindo o encontro de Allatone 60 anos atrás, hoje... Ao trabalharem... Ao olharem para seu interior... Ao trazerem seu próprio eu através desses momentos difíceis e desafiadores... Ao apresentarem as palavras de que a escuridão é sua divindade, o divino é a escuridão – tudo é o mesmo – ah... Agora podemos chegar a vocês de uma maneira diferente.


Você pode ser de um jeito diferente. Você pode desprender-se de sua Velha história, assim como uma cobra se desprende de sua pele. Você pode deixá-la sair. Não lhe pertence mais. Oh, realmente você a criou, mas não tem que vesti-la mais. Pode deixá-la partir. Ah, e quando fizer isso, o quê acontece? Como você sabe, ela é liberada. Você não está mais preso a ela e a energia retorna para servi-lo numa maneira da Energia Nova.


Sim, a Velha história é liberada e conseqüentemente retorna, mas de uma Nova maneira, plena de sabedoria e cheia de amor, repleta de todas essas coisas maravilhosas, Shaumbra. Agora que você atravessou essa linha – chegando ao novo entendimento da luz e do escuro – agora você pode ser liberado de sua história. Você pode deixá-la ir.


Você não é o que pensava ser. É o que estamos tentando dizer a você. Você é muito mais que isso.


Você se concentrou em sua história bem linear. Alguns de vocês até trazem as vidas passadas e se concentram nelas. A energia delas atuam às vezes, mas você agora está mesmo além delas. Você não está seguindo um caminho linear e um caminho cármico de vida após vida. Já concluímos isso com você.


As Velhas histórias também. Se você esteve amarrado em uma... Se você ainda está seguindo a energia, tentando chegar a algum tipo de salvação da energia ou entendimento... É hora de deixar essa história partir também. Quando fizer isso, vai compreender que as histórias são limitadas. Há tanta coisa a mais, tanta coisa mais por trás e ao redor de cada uma de suas vidas passadas... Assim como tem havido nesta vida.


Você achava que tinha crescido numa família muito problemática em algum lugar no mundo. Pensou nos certos tipos de relacionamentos que teve, e foi para certas escolas e seguiu certa carreira. Estamos aqui, queridos amigos, para dizer que olhem para mais além disso. Foi apenas um aspecto, o que chamamos uma ilusão,apenas um aspecto do que realmente estava acontecendo.


Sabemos que alguns de vocês estão coçando a cabeça. Sabemos que alguns de vocês na verdade estão começando a sentir. Sabemos que estão realmente prontos,prontos para ir além da Velha história, prontos para começar a entender o que realmente estava acontecendo.


Então, sabemos que passaram por mudanças tremendas nos últimos cinco anos em que estamos falando com vocês nessas suas canalizações e shouds. Nós vimos; estivemos com vocês. Como sabem, vocês nunca, jamais estiveram sozinhos. Quando deixaram o encontro do Allatone, foram dados a cada um de vocês auxiliares celestiais, runners e anjos que estariam aí apoiando as energias, mantendo todos os aspectos interdimensionais e todos os potenciais juntos enquanto você foi experimentar um na Terra, uma realidade, uma ilusão.


Mas havia muitos outros ao redor. Vocês vão começar a encontrar alguns desses anjos. Vão começar a encontrar alguns desses runners. Começarão a ter lembranças de algumas – o que vocês chamariam – das experiências paralelas, aspectos multidimensionais do que estava acontecendo. Começarão a sentir e ouvir e conhecer algumas das experiências pelas quais OH passava.


Vocês estão prontos agora. Teriam um baita susto, se passassem por isso um, dois ou cinco anos atrás. Mas agora estão prontos e não vai ser uma coisa assustadora. De uma certa maneira será engraçado. E, Shaumbra, realmente vai produzir aquele “ah, ha”.


Então sabemos que você está pronto pra o próximo grupo de mudanças. E, como dissemos antes, as mais difíceis já estão para trás. Você pode deixar sua história. Deixar que cure a si mesma. Toda energia busca e encontra resolução. Você pode deixar sua Velha história.


Quando você deixa sua Velha história ir, não é que se torna um nada, um neutro, invisível. Não, de fato, você vai ver algo muito diferente acontecer. Na verdade ocorre mais um entendimento de sua verdadeira identidade. E temos que ressaltar aqui a palavra “verdadeira identidade”. Antes você estava vivendo numa identidade limitada e numa consciência limitada. Agora você pode ter um entendimento da nova.


Haverá mudanças em sua vida. Inspire-as. Alegre-se com elas. Pare de se preocupar sobre acontece com seu emprego, ou em se mudar ou quaisquer dessas coisas. Haverá mudanças em sua vida, mas elas estarão num novo nível agora.


Tínhamos que dar alguns passos muito difíceis nestes últimos cinco anos, alguns passos para basicamente ajudá-los a ir além do ser humano linear, tirando-os de sua humanidade e algumas vezes vocês se rebelaram. Na verdade queriam mais humanidade. Queriam mais do que estavam tendo. Por um lado queriam mais limitação. Oh, sim, você queria uma casa maior, um emprego melhor e um(a) esposo(a) mais bonito (a) (risadas).


Mas, querido Shaumbra, tivemos que resistir a tentação de ajudá-lo nisso. Tivemos que ajudá-lo a ultrapassar – mesmo sendo tão difícil – para que chegássemos a esse ponto, esse espaço seguro no momento Agora onde você é multidimensional, onde o AH e o OH estão novamente unidos, integrados.


Assim, queridos amigos, nesse lindo dia que passamos junto, introduzimos a energia de nosso querido, querido amigo, Yeshua, nosso convidado hoje...Ah, Yeshua vem trabalhando aí com você através da Ordem de Sananda. Ele está presente hoje, sempre presente na sala e para aqueles assistindo em seus pequenos monitores. Sim, é possível que vocês tenham visto algumas pequenas e engraçadas coisas acontecendo em seu monitor...A energia de Yeshua chegando.


Sim, mais uma vez para os que estão assistindo ao vivo ou na tela, se você fechar os olhos por um momento e respirar profundamente o divino unido a sua humanidade... Respire profundamente... Deixe seus sentidos se abrirem... Permita-se sentir e ver a energia de Yeshua, não como o homem barbado de cabelo comprido, andando por aí de túnica, mas a verdadeira energia de Yeshua que se apresenta. Ele está aqui nesta sala. Ele está aí em sua sala, se você está assistindo.


Você vai reconhecer como uma energia que esteve aí, uma entidade que está aí porque Yeshua entende. Você tem que dizer, de uma certa maneira – Yeshua é você. As experiências dele estão próximas e são queridas porque você ajudou a criar essa entidade chamada Yeshua. Alguns de vocês sentem repulsa ou rejeitam as experiências dele porque elas também são suas, coisas sobre si mesmo com as quais teve dificuldade.


Não é o Yeshua da Bíblia. Sim, um aspecto de Yeshua foi publicado nela. Alguns são histórias, mais uma vez, histórias escritas sobre ele. Algumas são influenciadas por energia canalizada, enquanto as histórias eram escritas. Algumas são totalmente fabricadas. A energia de Yeshua que se reúne conosco nesse dia não é a da Bíblia. Ponha essa de lado.


Sim, realmente, é um livro velho (risadas). É TÃO passado no tempo, Shaumbra que nos faz rir nesse lado. Esse livro foi planejado para dois mil anos atrás. Planejado para durar talvez uns mil anos. E, depois era para se seguir adiante. Mas, eles esqueceram de escrever um novo livro. Tinham medo. Mas, Yeshua, como dissemos, adoraria ser liberado da Bíblia. Não achamos que isso vá acontecer (mais risadas).


Yeshua vem aqui porque entende essa coisa toda de enfrentar a escuridão. Ele os ajudou nessas semanas desde nosso último Shoud. Ele tem sua própria experiência com a escuridão. Como sabem um pouco da história, ele foi e ficou no deserto 40 dias e 40 noites – olhem o número “4” novamente – para lutar com o demônio... Ah, assim diz o velho livro. Não era de maneira nenhuma para lutar com demônio.


Ele foi para o deserto para se afastar das multidões que, na verdade, estavam-no levando a loucura (risadas). Eles adoravam milagres. Como vocês descobriram, ou descobrirão em suas vidas, os humanos adoram milagres. Amam um bom show. Oh, mas pode ser tão perturbador porque você dá um e querem dois (risadas). Dê a eles peixe e pães e eles vão querer vinho tirado da água. E, isso vai aumentando cada vez mais. E o que temos então é nada mais que seres humanos sem capacitação para o poder.


Então, queridos amigos, Yeshua foi para o deserto por 40 dias e 40 noites. E, vocês foram com ele num nível próprio a vocês. Estiveram lá com Yeshua. Estiveram lá para dar uma olhada no que era e não era realmente a escuridão porque até então ela não era muito compreendida.


Sim, ela foi pintada como aqueles demônios. Nomes foram dados a ela com identidades próprias. Eram desculpas ruins para o que os humanos não gostavam em si mesmos. Assim como colocaram a energia do todo poderoso em deuses exteriores, em ídolos e muitos, muitos deuses, eles também colocaram energias do que não gostavam em si mesmos nesses diabos todos e nessa entidade chamada Satanás e Lúcifer.


Yeshua não aceitou nenhuma dessas coisas. Não aceitou que houvesse deuses em – como dizer – todos esses tipos de ídolos. Não aceitou nem mesmo que houvesse um deus lá longe no céu. Não, ele não aceitou. Ele foi tão citado erroneamente na Bíblia. Ele não aceitava que houvesse todos esses demônios. E não aceitou que houvesse essa energia de Satanás que iria controlar todo mundo se não seguissem certas regras malucas. Então, ele foi para o deserto para descobrir por si mesmo.


Oh, ele acreditava no que vocês chamariam Espírito ou Deus. Mas, ele não acreditava no modo como as igrejas ou quaisquer desses cultos, ou grupo estava pintando a escuridão. Ele estava muito confuso. O sininho tá tocando, Shaumbra ? E vocês estavam com ele.


Então ele foi ao deserto para contemplar, para estar numa energia quieta. Como vocês descobriram em suas vidas – todos vocês – lhes faz bem estar na natureza, fora da energia das cidades e das famílias.


E, assim Yeshua foi ao deserto para dar uma olhada no que parecia ser o certo pra ele, para o que era real. Ele não lutou contra o diabo. Ele chegou ao entendimento de que o diabo era parte dele. Veio a entender que deveria haver uma razão para isso. Não estava ali como um teste pra ele. Não estava ali para fazê-lo sentir-se menos humano ou menos angelical.


Por que aquilo estava ali? O que era essa escuridão? E, realmente, Yeshua – e todos vocês naquele tempo – compreenderam que a escuridão era tudo que era rejeitado pelo eu humano. A escuridão era tudo que era rejeitado pelo eu espírito.


Yeshua chegou à mesma compreensão que vocês ouviram no outro dia. A escuridão é sua divindade. As duas seguem juntas; as duas têm que seguir unidas. Yeshua veio a entender que não havia demônios para desviar uma pessoa, não havia nenhum demônio de quem fugir ou se esconder. Mas sim que se tratava muito mais de abraçar tudo aquilo internamente.


Shaumbra, você estava ali energeticamente, espiritualmente. Todos vocês ajudaram a partilhar essa entidade chamada Yeshua, ajudaram a manifestá-la nesse corpo físico na Terra. Por 2000 anos vocês têm caminhado com esse saber. Vocês o tinham dentro de vocês. Vocês tinham esse entendimento. E, sabiam que haveria um momento no tempo em alguma vida para retirar isso de dentro, viver isso e incorporar isso. O momento não era correto 1500 anos atrás ou 1000 anos atrás.


Isso tem estado aí. Vocês sentiram. Sabiam que algo, que estava sendo ensinado pelos mestres espirituais, pelas igrejas não estava muito certo. Tentaram fazer isso certo. Tentaram se reunir e partilhar. Tentaram sentir o que talvez os outros estivessem sentindo, mas não podiam porque sempre souberam algo diferente.


A partir de 2000 anos atrás vocês compreenderam internamente o que era toda essa coisa da luz e da escuridão. Entenderam que não eram diabos externos... A não ser, é claro, que vocês queiram, percebem?


Oh, eles criaram essa coisa – Satanás, Lúcifer. Isso não existe em nosso lado, Shaumbra. Dê um pulo até aqui... Quando estiver pronto (risadas). Você não vai encontrar a energia de Satanás e Lúcifer.


Agora, você vai achar esse – como dizer – esse tipo de demônio aqui que é criado na consciência dos humanos que querem acreditar nele. E ele os serve. Ele os serve como mestre. E vem brincar com eles. E vem para tornar suas vidas miseráveis. Ele os serve. Eles o estão criando. Eles o desejam. Eles o criam.


Você não precisa mais disso em sua vida. Não precisa mais de forças confrontando-se. Não precisa lutar contra nada. Você passou disso.


Yeshua tem andado por aí ultimamente para ajudá-lo através dessa coisa muito difícil. Sim, é difícil porque está muito impregnada em você, essa coisa toda de luz e escuro, percepções errôneas do que são essas coisas. Assim que Yeshua tem estado aí a seu lado. Ajudando-o a lembrar-se do tempo no deserto, ajudando-o a lembrar o que é cura real e o que são verdadeiros milagres.


Como dissemos antes, o milagre – o verdadeiro milagre – é a consciência aberta. E a consciência aberta permite a você ultrapassar essa condição humana linear, entrando no multidimensional enquanto continua presente, totalmente presente, totalmente presente e vivo no momento Agora.


Mas agora sem a Velha história, agora sem a Velha bagagem é possível você puxar as energias do Oh para dentro de sua vida. É permitido a você literalmente re-experimentar tudo que jamais experimentou. Com essa nova sabedoria e esse profundo entendimento das energias de OH e AH que vocês articularam, verdadeiramente é permitido re-experimentar tudo por que você passou.


De uma certa maneira, você poderia dizer que sua iluminação brilha através do tempo e do espaço de tudo que você jamais passou. Não modifica a seqüência dos eventos de vidas passadas ou coisas nesta vida. Mas, verdadeiramente muda a maneira como você experimenta isso. Você vai ver nesses dias que você pode voltar e re-experimentar memórias que foram muito difíceis e dolorosas.


Oh, sabemos que alguns de vocês são perseguidos por essas coisas. Elas parecem se repetir vezes sem conta em suas vidas. Vocês não as querem aí. Agora, serão capazes de voltar e re-experimentar com todo um novo entendimento, assim que não será uma obsessão. Não vai atormentá-los. Não vai ficar seguindo seu caminho, em sua escuridão. Vocês serão capazes de re-experimentar com alegria. Serão capazes de voltar como – como dizer – se estivessem selecionando um programa de televisão e ver partes de seu passado e experimentá-las novamente. Serão capazes de ir e voltar tanto quanto queiram.


Querido Shaumbra, a escuridão não é mesmo tudo que você pensava ser. Tem sido um espaço de grande paixão, um grande amor e um enorme mal entendido. É um dos maiores jogos já jogado nessa Terra. É tempo disso terminar.


Vocês são os primeiros a passar por isso enquanto um grupo. Alguns de vocês tiveram uma noção mental disso no passado. Mas, ainda não a tinham incorporado. E há uma grande diferença aí.


Durante este próximo ano vamos falar com vocês. Você falará consigo mesmo através dos Shoud sobre a incorporação. E, vamos chamar essa nossa série “A Série da Incorporação”, introduzindo-a em sua vida, não a mantendo lá fora, nem a intelectualizando.


Oh, tantos de vocês têm tantos conceitos intelectuais que nem sequer pensaram em vivenciá-los em suas próprias vidas. Vocês gostam de falar sobre eles, e esquecem de vivê-los. Este ano o assunto é viver. Este ano se trata de incorporar as energias de AH e de OH, a totalidade. Dissemos que “você vai se sentir cheio”, é plenitude em sua vida, introduza-a. Você não pode ser um mestre espiritual, uma super estrela espiritual se mantém sua vida e seus conceitos em separado.


Alguns dos que mais pontificam são os maiores perdedores na vida. Realmente, eu posso dizer isso porque eu, Tobias era um mestre nesta arte (risadas). Ah, eu adorava pontificar nos meus dias de Tobias. E, as pessoas me ouviam (mais risadas). Engraçado como a coisa acontece... Se você fala, em geral eles escutam, não escutam? Muito pouco discernimento da parte deles! (mais risadas) Ah, eu adorava pontificar. Eu citava as escrituras. Eu citava a sabedoria de Moisés e a sabedoria de Abraão.


E nunca soube sobre o que diabos eu estava falando, mas as pessoas escutavam e pensavam que eu era algum tipo de homem sagrado porque eu citava as escrituras. Eu não vivi minha vida. Oh, eu brinquei com ela. Eu a usava como uma defesa, especialmente contra minha esposa. Algo para mantê-la afastada (risadas). Eu digo isso com o devido respeito.


Eu costumava pontificar porque pensava que Deus iria apreciar se eu usasse o que achava ser as palavras dele. Eu pontificava para as pessoas. E isso as tocava de tal forma que jamais sequer me questionaram ou a minha vida, a qual como ainda se não bastasse a alienação, fiz a escolha de me tornar cego, cego por causa de uma titica de passarinho. Que insulto para um homem sagrado!


Mas, isso me fez ir pra dentro e refletir sobre a vida. Sim, a cegueira me fez refletir sobre por que continuar a viver. Eu estava cego. Todo meu poder foi levado embora. Minha audiência com o rei perdida.


Então, eu tive que pensar sobre a vida. Tive que entrar fundo. E, percebi que idiota eu tinha sido. Ah, foi engraçado fazer esse papel. Mas eu percebi que não tinha incorporado nada daquilo. Eu não trouxe para dentro de mim. Eu sempre expressava o tema para os outros, mas nada via dentro de mim. E a coisa mais engraçada é que eu não tinha a mínima ideia do que aquilo tudo significava. Apenas soava bem.


Então, eu posso falar sobre as pessoas que pontificam e que não vivem o que pontificam porque aprendi ao longo do caminho. Aprendi mais tarde naquela vida como Tobias e na vida seguinte – quando passei muitos anos na prisão. Eu aprendi como incorporar. Aprendi como incorporar o Espírito numa prisão dentro de meu ser. Aprendi a viver isso em todos os momentos. Aprendi a alegria maior que jamais havia sentido como humano atrás daquelas quatro paredes. Eu tinha que fazer isso. Eu tinha que aprender a incorporar o Espírito.


Shaumbra, tantos de você pulam fora diante da dificuldade... Quando estão frente a frente de situações duras... Quando estão face a face com sua escuridão. Vocês caem fora. Vocês deixam seus corpos. Vocês abandonam sua consciência. Vão pra algum outro lugar. Você se esconde.


É o momento de incorporar. É hora – quando situações complicadas e difíceis passam pelo seu caminho – respirar profundamente e inspirar tudo pra dentro, incorporando. Nesse momento não pense... Apenas incorpore... Introduza dentro de si.


Vai acontecer todo um novo jeito de olhar para as coisas... Sim, as situações difíceis no trabalho, nos relacionamentos, mas especialmente as difíceis situações consigo mesmo. Ao incorporar tudo, mantenha-se em perfeita aceitação, a completa integração em sua realidade física, em seu momento Agora. Ao puxar tudo pra dentro, haverá toda uma nova maneira de olhar pra tudo.


Ultrapasse o medo. Vá além de suas próprias trepidações. Vá além das limitações que pensava ter. Ao incorporar, você vai ver tudo de uma nova maneira. Quando uma situação difícil se apresentar a você, respire profundamente e incorpore-a completamente em seu ser. E, depois vai ver algo diferente quando abrir os olhos.


Alguns de vocês não gostam de certas coisas. Não apreciam certas comidas. Acham que faz mal a vocês. Ah, respire profundamente. Olhe pra ela com uma luz completamente diferente. Oh, você já criou categorias em sua mente – bom e ruim. “Ruim” faz você ficar doente. Sim, fará, se você escolher jogar o jogo. Respire profundamente.


Ah, sim, usamos o exemplo da comida porque aí há uma verdadeira incorporação. Ponha ela pra dentro de seu corpo. Vá além. Dê uma olhada. Há algo que você não está vendo aí, em alguns dos alimentos, os quais tem julgado. 


As pessoas, por exemplo... Vocês criam categorias – boas pessoas e pessoas más... Ah, pessoas iluminadas... E pessoas vazias, um lixo (risadas). Algumas delas tem lhe dado trabalho. E, entendemos... Você está se abrindo e se tornando mais sensível.


Realmente, mas agora queremos que vocês olhem pra elas de uma maneira diferente. Incorporem todas as energias... Situações difíceis... Inspirem... Incorporem tudo isso... Introduzam isso. Então, vocês começarão a se abrir para um novo entendimento. Ao incorporarem, verão além do que jamais viram antes.


Seu próprio eu... Inspirem seu corpo. Essa é uma das coisas que tem sido difícil pra vocês. Inspirem. Vocês vão começar a ver algo diferente sobre seu corpo... A alegria e a beleza dele... Como lhes têm servido... Como lhes serviu de tantas maneiras quando vocês o detestaram... Quando odiaram estar aqui na Terra e quanto abusaram de seus próprios corpos...E permitiram que ele se tornasse um reflexo de seu desprazer em estar aqui.


Ah, sim, desagrado por estar aqui... Vocês tentaram rejeitar a humanidade para encontrar a espiritualidade. Jamais, jamais acontecerá dessa maneira. Buda pode lhes dizer isso. Ele descobriu isso. Ele tentou rejeitar sua humanidade para se tornar santo. E acabou com nada a não ser buracos em sua espiritualidade... (risadas).


Então, queridos amigos, trata-se de incorporar tudo, tudo que você pensou ser errado ou ruim, tudo que não gostou de si mesmo, toda a escuridão. Incorporar significa entrar em acordo, aceitando que há uma razão, aceitando que há mais além do que você pode ver e sentir e ouvir. Incorporar significa introduzi-la nessa realidade.


Incorpore sua humanidade. Incorpore essa terrível e grandiosa aventura de ser um humano. Não há nada como isso. Todos nós temos que vir assim. Todos nós seguiremos vocês. Então, ao incorporar abrace sua humanidade, você verá coisas nela – nessa jornada – que jamais poderia ter imaginado antes. Verá como é uma benção, quando por tanto tempo pensou que era uma maldição.


Toda essa área da escuridão, amigos... Tantos mal entendidos, tão mal entendida. Vocês estão atravessando um novo território com um novo entendimento. E é muito simples.


Assim como uma nuvem carregada traz consigo gotas de água, pronta para entrega-las no momento apropriado, sua divindade tem mantido sua escuridão, mantendo-a como faz a nuvem carregada com as gotas de água. Isso não faz a nuvem parecer errada. Não torna a nuvem carregada má. Ela está servindo a um propósito.


Sua divindade tem mantido a escuridão – pequeninas gotas de experiência, as gotas de energia e gotas de amor – agora prontas para voltar, prontas para cair sobre sua vida humana de toda uma nova maneira. Ah... É a incorporação. É a liberação. É a aceitação de que tudo muda.


E, Shaumbra, eu, Tobias estou aqui pra lhe dizer – você não tem que forçar a mudança... Percebe? Você ouve a palavra mudança e começa a pensar no que tem que fazer quando sair daqui desse lugar, quando desligar esses monitores e parar de me ver... Nada... Nada. Energia busca resolução. Mudança encontra seu próprio nível. Está apenas começando.


O que você deveria fazer então? Tire o pé do freio! Percebe?... A mudança começa a surgir e você põe o pé no freio. E, aí para tudo. E, tudo reage a você e diz, “Bom, sem mudança”. E aí você fica com raiva da gente porque não há mudanças em sua vida. (risadas).


Então, Shaumbra, a mudança vai acontecer, e será um novo tipo de mudança. Não podemos classificá-la como boa ou ruim. É mudança da Nova Energia. Não há mais necessidade de sentir medo, preocupação, necessidade de saber se está fazendo a coisa certa ou a coisa errada. Deste dia em diante imagine – sem coisas certas ou erradas. Há apenas “coisas”. Há apenas o “ser”, não tem mais o “fazer” em sua vida. Você pode talvez dar a si mesmo o privilégio de que isso seja simples, a dádiva da simplicidade?


Ah, sim, realmente, se você talvez liberar essa Velha escuridão, essa Velha batalha e essa Velha história sobre si mesmo, e mais do que tudo... Shaumbra, você pode permitir a si mesmo a dádiva de mergulhar mais uma vez em sua humanidade? Ah, sim, o batismo da Nova Energia... Re-mergulhar a si mesmo agora de volta a sua humanidade.


Você tem estado de fora faz um tempo, acredite ou não. Oh, você pensou que estava bem no meio. Você se retirou. Você se retirou. Você tinha que se retirar. Era parte de seu plano, nosso plano.


Você estava existindo. Você estava vivendo. Você passava pelas mudanças, mas parte de você se retirou para que pudesse estudar alguns desses conceitos. De maneira que pudesse estudar a Nova espiritualidade e a Nova Energia em outros níveis. Você não estava – como dizer – completo, inteiro, mas isso foi intencional. Você não estava totalmente aqui. E, sabemos que isso, algumas vezes foi dilacerante. Sua humanidade ficava chateada com isso. Uma parte de você estava fora nessas outras regiões, fazendo outro trabalho.


Agora é hora da re-imersão na humanidade. E, quando você está re-imerso, é diferente. É novo. É equilibrado e é seguro. É uma energia segura. Vem com um novo entendimento da luz e do escuro. Vem com uma incorporação total. Bem parecido a um batismo.


Você percebe... Depois que Yeshua foi para o deserto, ele voltou para o rio Jordão onde João, o Batista estava batizando, e ele permitiu esse batismo, não para limpá-lo dos pecados, bem pelo contrário. E ele falou depois com João e explicou que não se tratava de lavar os pecados ou tirar os demônios. Tratava-se de sua própria re-imersão no corpo humano, no plano físico, a completa incorporação do Espírito na humanidade.


Parte de você tem estado de fora por um longo tempo. E está pronta pra voltar agora. Querido Shaumbra, vamos agora juntos – se você está pronto – no espaço seguro que criamos com a energia de Yeshua. Ah, sim, alguns de vocês estão lembrando como Yeshua foi batizado por João.


Se você está pronto neste espaço, vamos re-imergir. Vamos retornar à completa incorporação na dimensão humana no corpo humano, a total aceitação da humanidade, completa aceitação da biologia, total aceitação deste momento Agora brilhante em que estamos. Permitindo-se re-imergir, está permitindo a si mesmo o retorno a totalidade. Não é uma batalha. Não é um vai e vem. Sequer é uma missão.


Quando você se permite re-mergulhar, retornar agora, você traz todas as energias de AH e OH, nada é rejeitado, nada é deixado pra trás. Não pode haver nada pra trás. Você permite que tudo entre. Também permite todas as experiências de OH entrar para partilhar com você no momento apropriado. Você permite todo seu ser neste momento Agora, sem se envergonhar da humanidade e de sua humanidade, sem vergonha dessa coisa linda chamada “realidade humana”. Agora, você pode deixar entrar tudo, tudo neste Agora. Através da respiração, uma profunda respiração, vamos re-imergir de uma maneira totalmente nova.


Você fica pensando... Às vezes, pergunta pra gente, “Qual é o significado da vida? Qual é o propósito da vida?” O propósito é simplesmente viver. Simplesmente estar aqui. Você não precisa ter uma missão agora.


E, vazio como isso possa parecer, você não precisa ter um propósito. Propósitos, de uma certa maneira, são limitantes. Sem um propósito você pode ser pleno. Quando você é pleno, pode ser um Criador. Quando você é um Criador pode fazer qualquer coisa que queira. Você não tem que ter uma missão ou um propósito nesse momento.


Então, simplesmente esteja pleno, re-imerso nesta vida. E, alguns de vocês já adivinharam, quando isso acontece... Ah, você não tem que ter um propósito definido. Não tem que ter na ponta do lápis alguma missão. Não tem que ter mais uma missão de aniquilação da escuridão. Não, quando você chega a este ponto, tudo se torna óbvio.


Neste momento de ser sem propósito, de repente você começa a entender. De repente uma nova paixão surge. Você não tem mais que tentar criar ou fabricar uma paixão. Você simplesmente sabe dela. A paixão surge. O “fruto da rosa” surge, re-imerso também de uma maneira nova.


Ah, então você entende como é ser um Criador. Então, você entende que – qualquer coisa que escolha criar e qualquer coisa que escolha fazer – todas as ferramentas estão aí... Nada está escondido de você... Nada é deixado pra trás. Você não tem mais que adivinhar. O saber vem.


Não force, Shaumbra. Não force. Tudo vem a você. A incorporação, a plenitude, as energias, as fontes... Vêm a você. É uma nova maneira de viver, diferente daquela que já experimentou.


Tudo vem a você.


Shaumbra, você passou por muitos, muitos anos difíceis. Você teve que liberar seus guias. Você se tornou um “sem-guias”. Teve que liberar os salvadores. Ninguém poderia salvá-lo e não havia necessidade de salvá-lo. Você teve que liberar as muletas. Teve que liberar as Velhas histórias. Teve que liberar tudo. Você atravessou a Ponte das Espadas para chegar a este lugar, para alcançar este lugar de total incorporação e re-imersão.


Agora, não pense mais como um humano da Velha energia. Imagine-se como um humano divino da Nova Energia. Libere o Velho jeito e permita a imaginação soar.


Queremos que você sinta por um momento, antes de encerrarmos, as legiões que estiveram presentes com você, apoiando-o em diferentes níveis. Você ficou pensando de que lugar da Terra seriam eles. Você estava na expectativa de que estivessem aqui. Eles estão em muitos outros níveis, em outras dimensões.


Nós queremos que você sinta seu grupo por um momento, os membros de seu time, o que eles andam fazendo por você em outros níveis para manter a integridade divina enquanto você passou por seu próprio processo. Ah, sim, você pode senti-los, não pode? Você praticamente pode nomeá-los. Praticamente pode vê-los.


Eles são os que estão servindo você. Você não deve nada a eles. Não deve nada. O serviço prestado a você foi o pagamento... O serviço que prestaram a grandes líderes, as grandes famílias dessa criação. Você jamais está só.


E assim é!



.......................................................................................................



Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, vulgo "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com <http://www.crimsoncircle.com> . O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.

O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.

Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.

As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.

O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.

Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.

Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado.

© Copyright 2004 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.

Tradução para o português: Sonia Gentil outubro de 2004
manso@dstech.com.br