Liberdade da Alma - Parte III

TOBIAS E O CONSELHO CARMESIM

Círculo Carmesim, 5 de março de 2005 - Série da Incorporação 

SHOUD 8: “Liberdade da Alma - Parte III”






TOBIAS: Sou eu, Tobias, hoje aqui com vocês. Mas, não se enganem, as energias de Adamas, Saint Germain, também estão incorporadas em Cauldre. Está bem apertado aqui hoje (muitas risadas). Tivemos que arrumar um espaço extra. Estamos dando risadinhas enquanto introduzimos nossas energias para incorporar com as de Cauldre e as de vocês. Sim, também estamos incorporados a vocês. Estávamos brincando, enquanto tocavam a música, com o DNA de vocês. Sintam por um momento como é ter não apenas a sua própria entidade DNA, mas também a nós incorporados em vocês.


É um prazer pra mim, Tobias estar de volta ao Shaumbra. Hoje Saint Germain vai falar. Mas, eu queria abrir essa discussão para que sentissem minha energia... Para sentir a sua... Para ficar um tempinho juntos como sempre fazemos... Partilhar o amor de Shaumbra.


Shaumbra é família. Shaumbra é um despertar. Shaumbra é o saber quem são e onde estiveram. E, deixe-me lhes dizer – é grandioso. É grandioso o que realizaram. Vocês estão num tipo de dinâmica muito interessante agora, onde estão saindo do Velho e entrando no Novo. Mas, ainda há aspectos pendurados do Velho. Ainda há os Velhos jeitos de fazer as coisas.


Saint Germain vai focalizar esses aspectos hoje para ajudar você a entender melhor algumas das coisas que está passando. Mês passado ele falou sobre o que é energia,ou o que não é, tentando leva-lo a entender que tudo isso é uma ilusão – uma ilusão linda e maravilhosa – mas uma ilusão que é tão real que se você correr de encontro à parede nesse instante, você provavelmente vai se machucar (risadas), mas não realmente. A dor, o sofrimento, as vidas... Tudo é uma ilusão... Nada além de experiência adquirida... Percebe?


Não diminua a ilusão, dizendo que não é nada porque apesar de ser uma ilusão, algo se ganhou ou se aprendeu com ela. Ela literalmente permite a você expandir. Permite que entenda quem você é no nível mais profundo de seu ser – um Criador, a que foi dado o mesmo do que chamariam Deus ou Espírito. Foi-lhe dada a habilidade de Criador e os direitos de Criador, igual ao Rei e a Rainha, igual a energia de Casa. Então, você vai passando por essa incrível experiência, essa ilusão em que está, para obter uma melhor compreensão do que é um Criador e do que não é um Criador. Você aprendeu todas essa coisas maravilhosas.


Shaumbra, estamos juntos por um longo tempo. Acho que sabe disso e pode sentir isso. Estivemos juntos no Templo de Tien. Estivemos juntos no tempo do despertardo Cristo, o tempo de Yeshua. Voltamos a nos reunir para caminhar, talvez correr para saltar pra dentro da Nova Energia. Oh, é difícil eu sei. Eu sei porque falo comtodos vocês. É difícil ser tanto uma parte de sua história nessa realidade que o envolve. É difícil liberar. É difícil entender como a ilusão funciona.


Alguns dizem, “Mas porque é tão difícil? Eu passo momentos tão duros com as coisas, e quando acho que estou fazendo progresso, parece que dou dois passos pra trás!Como é que acontece isso, mesmo que chore e reze por mudanças, não consigo o que peço”.


Talvez, Shaumbra, só talvez, seja porque você ama demais sua história. Você ama tanto que talvez tenha dificuldade para liberá-la. Pense nisso. Sinta isso pelo resto desse Shoud. Dê uma olhada no amor que sente pela sua própria história. Sim, falamos sobre amor em alguns encontros recentes de Shaumbra. É sempre difícil para os amantes dizer adeus, é difícil para os amantes liberar suas energias.


Recentemente falamos que o amor não tem conexão... Você percebe? Você sempre pensou que amor fosse conexão. Amor não tem nenhuma conexão. Ele liga você a nada. Ele não te conserva numa forma ou estado de ser. O amor deixa você ser quem é e expressar quem é do jeito que você quiser. O amor não tem conexão.


Vocês amam uns aos outros. Você ama outra pessoa. Você se apaixona por ela. E, o que faz então? Bem, você se conecta com o outro. E pensou que isso fosse normal e natural. Vocês estabelecem laços e ligações uns com os outros. Vocês limitam e restringem uns aos outros. Essa é uma forma de amor, mas não a verdadeira liberdade da alma e a liberdade do amor. Amor não tem conexão.


Então, talvez você tenha ficado profundamente apaixonado por sua própria história. E, talvez seja agora o momento de liberar essa conexão. Talvez, a maneira de liberara conexão seja a total aceitação, a total incorporação de que você é o Criador da história, a total responsabilidade de que você é o Criador, criando a cada instante. 


Nós sabemos, é difícil ver às vezes, porque você tenta o que você chama “criação”. Você tenta – como dizer – soprar uma vela sem realmente soprar, sem tocá-la. Você tenta com a mente, luta e faz força. Depois cai pra trás e diz, “Não devo ser um Criador. Não entendo porque Tobias continua a dizer que eu sou”.


Talvez você esteja olhando para criação de um jeito da Velha Energia. Talvez, uma enorme parte de sua energia esteja sendo usada para fazer sua própria história funcionar... Percebe? Às vezes você não consegue o que pede, consegue? Às vezes você reza pra Deus e para os anjos para que certas coisas aconteçam. Talvez você esteja apenas tentando fazer sua história ainda maior...


Talvez, no nível interno da alma haja um desejo mais profundo, um entendimento mais profundo. E, talvez agora seja o momento de trazê-lo para sua consciência. Bem, você diz, “O que me retém? O que me detém”?


Bem, Saint Germain vai falar sobre isso hoje.


Então, Shaumbra, dê uma olhada em sua história. Dê uma olhada na quantidade de energia que está gastando para manter essa história. Como disse um sábio recentemente, um sábio Shaumbra, “Nós tentamos fazer nossa história funcionar. Trabalhamos em nossas histórias o tempo todo. E quando nossa história não funciona ficamos frustrados e com raiva. E ficamos nesse vai e vem, repetindo os ciclos de encarnação na Terra”. Talvez seja a hora de deixá-la partir. Talvez, você não tenha que usar volumes tão tremendos de energia para tentar apoiar uma história que nada mais é que uma ilusão, apenas uma ilusão.


Então, com isso, minha energia estará bem presente na sala hoje. Vou me manter incorporado em Cauldre e em cada um de vocês. Mas agora vamos mudar a energia. Vamos virar para Adamas.


SAINT GERMAIN: Eu Sou... Sim, Eu Sou. Eu sou a energia de Adamas. Estou em cada um e em todos vocês hoje. Eu me introduzo novamente nesse grupo de Shaumbra para continuar de onde paramos. Estou fundido a Tobias. Estou fundido com os outros aqui presentes conosco hoje. Minhas energias chegam a cada um de vocês com mais suavidade e graça.


No último encontro eu tinha que chamar a atenção de vocês. Tinha que fazer você entender que há algo diferente acontecendo. Tinha que fazer você entender que não vamos... Não vamos ficar satisfeitos em só alimentar você com uma energia de bons-sentimentos. Não ficaremos satisfeitos em apenas encher vocês uma vez por mês e depois ver vocês retornarem, precisando de mais energia. Eu tinha que chamar sua atenção para que soubesse que as coisas estão mudando. E, talvez alguns saiam. Talvez, agora outros venham pra cá se reunir. Mas nós vamos entrar nos Novos reinos. Vamos dispersar algumas das coisas que você pensou ser realidade.


Estive com vocês por uma eternidade. Viajamos juntos. Estivemos juntos em vidas. Vocês reconheceram minha energia quando entrei. E, alguns bajularam. Alguns não queriam lembrar quem sou. Alguns de vocês trabalharam intensamente comigo, com Tobias. Deram as boas-vindas a energia. Alguns de vocês não estavam prontos para dar o próximo passo. E isso evaporou no mês passado, vemos agora que vocês entendem... Vocês lembram o que está acontecendo.


Há muitos de nosso lado apoiando esse trabalho, apoiando vocês. Vocês estão no ponto limite. Vocês estão caminhando pra dentro da Nova Energia. E todo o resto de nós está servindo como sistema de apoio.


Sim, realmente há coisas que eu fiz e você não. E há coisas que você fez, com as quais apenas sonhei. E é por isso que nossas energias são tão compatíveis nesse tempo da chegada do “salto quântico”.


É um tempo muito delicado e frágil e queremos chegar ao âmago. Faltam apenas uns poucos anos. E anos, no nosso lado, não significam nada. Sequer existem em nosso lado. Eles passam tão rápido. Não é uma situação para pânico ou desespero. Mas sabemos que está acontecendo um importante evento energético – o “salto quântico” onde uma porção significativa da consciência de massa alcança um nível para transcender a energia vibracional e entrar na energia expansível, e que isso afeta tudo a seu redor.


Em minha vida como Conde Saint Germain trabalhei com vários diferentes e pequenos grupos. Eu os chamei meus “grupos de radiação”. Muitos de vocês participaram neles. Nessa vida trabalhei com grupos como os Rosacrucianistas, os Franco-maçons. Trabalhei com os Cavalheiros Templários, os amigos do Templário, e os Illuminati... E muitos outros.


Nossa teoria era ter esses pequenos – como são conhecidos – e secretos grupos dispersos por toda a Europa com uns poucos na América, para fornecer um tipo de radiação, um tipo de energia contínua que manteria os iluminados, que chamamos “Mestres andarilhos”... Não quero nunca ouvir vocês me chamarem “mestre”. Vocês são os Mestres, os Mestres andarilhos. Esses grupos de radiação eram dispostos para mandar energia para vocês, estivesse você envolvido naquele grupo ou não. Eram como um poste de luz ou uma tomada de energia ao longo do caminho. Então, o trabalho era difícil.


É interessante notar que esses grupos eram formados. Essas sociedades secretas eram formadas porque o poder da igreja era muito forte na época. O braço da igreja era poderoso, brutal e violento. E tínhamos que ter esses grupos secretos para manter um tipo de equilíbrio de energias na época.


Muitos de vocês participavam deles. Vocês eram – o que agora considerariam – mantenedores de energia para esses grupos. Vocês ascenderam ao status de Movimentadores de energia. Mas foram Mantenedores de energia. Sei que alguns de vocês podem lembrar das reuniões, das reuniões dos Cavaleiros Templários – a sineta está tocando em alguns de vocês? – a reunião dos Franco-maçons.


Por que Franco-maçons? Era uma piada interna, de uma certa maneira. Nós nos chamávamos os Maçons, os Franco-maçons (n.da t.: maçons livres) porque havia um grupo que não era livre. Eles eram controlados pela igreja. E a igreja tirava todas as energias dos maçons, os construtores, os arquitetos, os construtores de energia, e as guardavam para si. A igreja tinha todos os escultores, todos os maçons, construindo monumentos, igrejas de pedra, lugares que diziam ser para adoração. Mas também eles eram para segurar e perverter energia.


E os Maçons que estavam sob o controle da igreja não eram livres. E era difícil para quase todo mundo construir seu próprio lugar porque todos os Maçons eram amarrados pela igreja. Em muitos lugares era ilegal fazer qualquer trabalho, a não ser que fosse para a igreja.


Então começamos os Franco-maçons. Conversávamos sobre a geometria verdadeira, a geometria sagrada e as energias. Muitos de vocês participaram. Hoje as energias têm pouca ou nenhuma semelhança com as que tínhamos nos Franco-marçons.


Illuminati, um grupo maravilhoso que ganhou uma péssima reputação até que um de seus mais recentes livros foi publicado, ajudando a entender o propósito todo, Illuminati... Radiação, radiância, Shaumbra... Radiância... Uma luz... Uma luz que penetrou as paredes da igreja.


Cauldre está discutindo um pouco aqui sobre a igreja (risadas).


Mas é importante que você entenda que não importa. Sabemos que alguns de vocês hoje, que estão mantendo as energias das igrejas, estão ouvindo. Há uma mensagem implícita pra vocês. Não é uma mensagem de ódio, medo ou erro. Está dizendo a vocês das igrejas, que estão escutando – deixem ir agora... Você pode liberar agora. Viu que não funciona. Há uma Nova energia espiritual desejando vir pra Terra, como a 2.000 anos atrás, mas agora ela é diferente.


Os Illuminati eram um grupo que entendia que havia algo além do que a igreja propunha e expunha. Havia algo além das regras estabelecidas pela igreja. Os Illuminati entendiam que o espírito, a luz está dentro de cada homem, mulher e criança na Terra. Não estava contido nas paredes da igreja. Não está contido num único livro. Quando os humanos começarão a entender que cada um e todos são também Deus? Quando os humanos irão parar de lutar em nome de Deus, parar com essas guerras e lutas em nome de Deus? Deixem a Velha Energia ir-se.


Eu estava envolvido na formação ou ajudando a encorajar essas sociedades secretas naqueles tempos. Muitos de vocês ainda conservam essas energias em seu interior. Muitos de vocês são atraídos de um certo modo pelo cintilar de uma joia que atinge seus olhos, provocando uma lembrança dos tempos nessas sociedades secretas.


As sociedades secretas, de um certo modo, chegam até as origens de Shaumbra nos tempos de Yeshua onde nos reuníamos. Nós nos reuníamos em segredo. Nos reuníamos enquanto essênios, e até como um subgrupo dos essênios para introduzir realmente a semente crística aqui na Terra, para introduzir o despertar da consciência há muito adormecida.


Trabalhamos juntos por um tempo muito longo. Nossos momentos vão até Atlântida. Vocês estavam lá; eu estava lá. Estávamos juntos nos templos. Estávamos junto sem nossas vidas passadas em Atlântida. Experimentamos do melhor e do pior. É daí, Shaumbra que vem nossa conexão.


Nos tempos de Atlântida eu não era um rei. Não era um sacerdote. Eu não era um transgressor do poder. Eu não era um dos mágicos das energias. Era simplesmente um garoto escravo. É tudo que eu era. Vocês eram a realeza. A maioria de vocês aqui ocupava cargos elevados nos templos. E entendiam como as energias funcionavam.


Muitos de vocês aqui eram do Templo de Tien e entendiam como libertar as energias de suas estruturas de maneira a poder entrar em espaços multidimensionais mesmo existindo no espaço da Terra física. Muitos de vocês trabalharam com as grandes energias de Atlântida. E sabiam como capturar o tempo. Sabiam como manter seu corpo sem envelhecer. Sabiam como curar. Sabiam como transportar objetos materiais sem tocá-los. Muito dessa tecnologia foi utilizada mais tarde na construção das pirâmides. E sabemos que alguns estão indo lá em breve.


Tudo era ilusão, energia como uma ilusão. No Templo de Tien vocês entendiam isso. Eu era um simples escravo da classe trabalhadora introduzido nos templos para servi-los, levar suas refeições e fazer a limpeza. Eu estava lá para tornar sua vida e seu trabalho mais fácil.


Interessante é que fui pego no meio de seus experimentos. Literalmente, um dia quando um de seus experimentos com energia estava espiralando de um modo que vocês não conseguiam entender, e não podiam mais controlar, aconteceu de eu entrar pela porta errada na hora errada, esse pequeno garoto escravo, e fui pego na espiral. Fui levado ao vórtice de energia que vocês tinham criado e basicamente fiquei preso num espaço – que vocês chamariam – uma estrutura cristalina, da qual não podia sair... Vocês percebem... E vocês não podiam me tirar dali.


Eu fiquei exposto diante de cada um e todos vocês, preso no cristal. E vivi neste cristal por semanas, dias, vidas e eras. É de onde conheço vocês porque que estava ali com uma expressão horrorizada na face quando vocês me olhavam. Vocês sabiam como trabalhar com energias. E eu estava bem no meio delas.


Então, lá estava eu, impossibilitado de morrer, de viver e preso. E vocês não sabiam como me libertar. Até mesmo quando Atlântida caiu, eu continuava preso no cristal. Eu continuava a ser parte de seu carma. Agora eu era parte de sua linhagem. Nós estávamos conectados. E é por isso que eu irritei tanto muitos de vocês na última vez quando souberam de mim assim agora (risadas).


Oh, sim, eu escapei depois de um tempo longo e terrível naquele cristal... Sem poder morrer quando desejava morrer... Ninguém para me escutar quando chamei... O corpo suspenso congelado... Minha mente ativa. Ninguém podia me ouvir, nem em outros reinos. A estrutura cristalina que suas energias criaram não permitia que nenhuma energia externa me ouvisse. Qualquer possibilidade estava cortada. Nenhum anjo no céu sabia onde eu estava. E dizer da solidão e do inferno em que me colocaram! Não estou aqui para me desforrar (mais risadas). Estou aqui para partilhar.


Que experiência vocês me concederam... Ficar isolado daquela maneira... Sem poder morrer... Preso na armadilha. Que experiência ter apenas minha voz para ouvir. Que experiência estar preso de um modo que vocês jamais poderiam imaginar. Eu literalmente vi Atlântida sucumbir... O Templo de Tien desaparecer... As chamas correndo pelo que costumava ser os grandiosos vestíbulos de Tien. Eu literalmente afundei até o chão do oceano e lá permaneci. Alguns dizem que voltei. Alguns dizem que eu atormentei os marinheiros por centenas de milhares de anos... Uma certa verdade.


Minhas energias queriam ser liberadas e libertadas do cristal onde me colocaram. Mas o que eu aprendi foi como estar comigo. O que aprendi foi como liberar a mim mesmo de uma ilusão. E isso era o seu cristal. Ele era uma ilusão. Levei um tempo enorme pra descobrir isso. Você poderia medi-lo em centenas de milhares de anos humanos. Foi um inferno, Shaumbra. Mas através dele eu aprendi que era uma ilusão. Eu tinha que aprender. Eu tinha que aprender como sair.


Então aqui estou... Liberado. Oh, e desde então eu amo os cristais. Eu amo as jóias. Adoro pegar objetos materiais e transmutá-los porque percebi como é fácil fazer isso.


O que aprendi foi em prol de todos nós. Eu entrei na sala do Templo de Tien no meio de seu experimento com total conhecimento, em pleno conhecimento. Não foi um engano. Eu disse que tinha sido o lugar errado e a hora errada. Mas, eu sabia perfeitamente bem o que estava fazendo.


Eu havia observado vocês. Observei os sacerdotes e sacerdotisas de Tien trabalhando. Eu queria o que achava que vocês tinham. Desejava esse elixir. Eu queria a longevidade. Queria a saúde e a energia. Então, não foi por acaso que eu entrei ali. Não esperava o que acabei conseguindo. Mas foi lindo. O que aprendi no Templo de Tien eu aprendi para todos nós. E eu retorno agora nesse tempo e energia sagrados para partilhar com cada um e todos vocês.


De um certo modo, você está trancado em seu cristal, não está? De uma certa maneira você entrou numa espiral de energia no momento errado e no lugar errado... Mas talvez o lugar perfeito. E você ficou trancado. E agora aqui está você dentro e eu fora (risadas). Eu digo isso com o maior amor e compaixão. Mas você está; você está preso aí dentro.


Você está trancado no que eu considero ou chamaria hipnose. Você se encontra num estado de hipnose... ‘Hipno’ – significa sono. Está completamente adormecido. Você foi hipnotizado. Foi levado a crer que isso é real e que você é menos do que é na realidade.


Vamos dispersar o feitiço em que se colocou. Sim, vamos dispersar o feitiço que colocou sobre si mesmo. Vamos liberar esse estado de hipnose em que você está existindo.


Sim, há uma parte de você que se relaciona muito bem com minha história do cristal – preso dentro de seu próprio ser, dentro de sua própria criação. Alguns dias você não se sente como se estivesse gritando e ninguém pode te ouvir?... Como se estivesse numa armadilha...? Suspenso...? Congelado...? Olhos completamente abertos... A boca gritando... Mãos para cima... Congelado? Eu sei como é. Eu sei o que é estar tão hipnotizado, adormecido, mesmerizado que você acredita em todas essas coisas que não lhe servem mais.


Agora, isso não quer dizer que qualquer das experiências por que passou fosse errada. Elas não foram erradas. Eu não lamento nem por um instante o tempo em que fiquei suspenso em minha prisão cristalina. Eu não lamento. Não lamento de jeito nenhum. Eu passaria outras centenas de milhares de anos naquele inferno para saber o que eu sei agora.


Então, vamos falar um pouco sobre por que você está hipnotizado. O que está causando isso? Por que você está nesse estado de ser?


Primeiro de tudo há a influência das igrejas. Passei muito de meu tempo e energia nisso porque, como disse, as igrejas carregam a energia mais doente na Terra nesse momento. A energia das igrejas – ou da religião em geral, a maioria delas, não todas, mas a maioria delas – encerram tanto medo e tanta dualidade. E elas seguram as pessoas.


Elas mantêm as pessoas hipnotizadas. Hipnotizaram as pessoas, acreditando que há um certo e um errado. Nesse momento há pessoas caminhando na Terra que literalmente acreditam em demônio, crianças que estão aterrorizadas por essa coisa chamada Satanás.


São pessoas inteligentes com boa intenção que acreditam que há esse lugar chamado “céu”. Acreditam literalmente neste ser chamado São Pedro, que tem esse registro que olha, quando você parte da Terra para ver se você foi travesso ou bom (risadas)... Ou talvez seja Papai Noel (mais risadas).


Nessa crença, Shaumbra, a realidade acontece; acontece. Realidade acontece porque o sistema de crença está aí, porque há essa hipnose estabelecida e as pessoas caem nessa armadilha. Então existe um inferno e existe um céu. E há julgamento nos outros reinos porque os outros reinos estão cheios de nada mais do que um grande potencial.


Você quer uma experiência? Você pode tê-la em outros reinos, nos reinos não-físicos. Você pode ir pro céu. Você pode ir pro inferno. E há milhões de almas em descanso, esperando ser julgadas, esperando Yeshua. É difícil. E vocês trabalham com elas à noite. Vocês são tipo os trabalhadores do exército da salvação para elas,tão presas em suas crenças e em seu próprio tipo de hipnose. A hipnose funciona em ambos os lados do véu. Funciona.


As igrejas da Terra dispuseram essa energia de medo, essa energia do mal. E ela continua tão pesadamente sobre a humanidade. É uma criação e invenção relativamente nova. Verdade, foi somente nos últimos seis ou sete mil anos da humanidade que apareceu essa hipnose da religião. Anteriormente não tínhamos nada disso.


Em Atlântida, em Lemúria não havia religiões. Não entendíamos o conceito de Deus. Compreendíamos a unidade. O amor. Entendíamos a evolução e todas essas coisas.


Mas, Deus é uma invenção relativamente nova. Dualidade nas igrejas é uma forma de hipnose. E, neste exato momento em seu mundo, ela detém bilhões de pessoas pelo medo.


Você fez parte disso. Tantos de vocês sentiram isso em suas vidas. Lutaram com isso e ainda lutam. Você continua a pensar se está agindo corretamente. Ainda pensa se talvez não devesse retornar as raízes das primeiras religiões.


Havia um certo conforto, não havia? Eles cuidavam das coisas pra você. Eles respondiam as perguntas pra você. Eles diziam como viver sua vida. Eles diziam a você quem ser e especialmente o que não ser. E ainda produzem efeito em você. Produzem um efeito em parte porque você continua a ser tão amoroso, sensível e aberto.


Essa hipnose da religião detém tanto a consciência da Terra nesse momento. Não estou falando mal das igrejas. Estou apenas tentando estabelecer os fatos. Não posso falar mal das igrejas. Você e eu ajudamos a criá-las. Nós as criamos com um propósito diferente, especialmente 2.000 anos atrás. Criamos algumas das primeiras igrejas, alguns dos caminhos iniciais da humanidade, quando estávamos dando nascimento a semente divina, essa consciência crística na Terra.


Quando você encarnou, percebeu como era difícil manter a semente divina, a consciência crística num mundo deveras hostil e duro. Então, você começou a construir igrejas, lugares físicos que podiam ser sagrados, que podiam manter a energia sagrada, que podiam manter a energia crística divina até que chegasse o tempo para realmente espalhar pelo mundo inteiro. Então você ajudou a construir as igrejas físicas.



Você ajudou a construir algumas das estruturas das igrejas, estruturas de modo de vida. E, isso era tudo que tentava fazer. E é tudo que Yeshua estava tentando fazer -um modo de vida, regras que as pessoas pudessem olhar. Mas eles não podiam decidir se queriam ou não usá-las - peças de iluminação e sabedoria disponíveis se assim escolhessem. Mas essas energias foram distorcidas. Essas energias foram distorcidas.


Os ladrões de energia da Terra e de outros reinos tomaram as igrejas e as usaram para sugar a energia da humanidade. E estão fazendo isso na Terra nesse momento. Falam palavras de amor. E recitam propositalmente palavras que Yeshua falou. Mas como eles agem? Que guerras eles criam? Que ódio guardam em seus corações? Eque medo eles têm em espírito?


Enquanto um grupo de Shaumbra, vocês podem prover uma radiação. Nós não estamos tentando mudá-los. Estamos apenas tentando mostrar um caminho que vai além do caminho que evoluiu das igrejas. As igrejas vêm hipnotizando as pessoas a um longo tempo. Vai ser muito difícil – muito difícil – para a consciência liberar isso. Vocês estão vendo as lutas acontecendo nesse momento.


Como eles chamam vocês, as pessoas que tem alguns pensamentos e idéias diferentes, as pessoas que levam amor em seus corações, que agem com amor em suasvidas? Eles as chamam “pessoas do mal”, não chamam? Eles chamam vocês “desencaminhadores”. Talvez achem que Satanás controla vocês. Oh, novamente essemedo. É hipnótico. E a maior parte do mundo caiu enfeitiçado.


Outra forma de hipnose vem dos governos. Agora, você tem que entender que os governos – e há muitos, muitos, centenas de diferentes governos na Terra – os governos são estritamente uma representação da consciência do grupo de pessoas a que está ligado. Mas essa consciência produz sua própria forma de energia de vida. O governo veste-se de seu próprio tipo de persona. E influencia as pessoas. Hipnotiza-as. Tudo é isso, Shaumbra – hipnose. Não estamos dizendo que seja ruim. Estamos apenas dizendo que é uma estrutura de sistemas de crenças que é tão forte que você não pode cair fora dela.


Você fica pensando porque é tão difícil às vezes. O governo verdadeiramente envia um sinal hipnótico incrivelmente forte. Agora, não estamos falando de pequenos aparelhos mecânicos. Não estamos falando nada que seja uma conspiração.


Conspirações não funcionam porque a maioria dos humanos não é brilhante o suficiente (risadas) – tenho que ter toda uma conversa sobre isso qualquer hora (mais risadas) – porque eles verdadeiramente não entendem no fundo como a energia funciona. São como crianças. Tentam roubar as energias uns dos outros o tempo todo. E fazem isso da maneira mais ingênua possível. Não, não estamos falando sobre alguma grande conspiração onde o governo emite certos tipos de freqüência de rádio, ou ondas, ou polui os céus com coisas supostamente para matar vocês... Não é esse tipo de coisa.


O governo está enviando uma consciência. E mais uma vez o governo é o povo. O governo envia uma consciência sobre coisas como impostos. Vocês caíram num sistema de crença que têm que pagar impostos porque o governo acredita que tem que tirar energia de vocês para manter seu próprio eu.


O governo tem regras sobre como viver. Ele diz a você o que é certo ou errado e você cai na conversa. Você tem sido parte disso desde que nasceu na Terra nesta vida. “Aqui está o que é certo e aqui está o que é errado”. O governo tem até mesmo um elo hipnótico até você sobre o que comer, o que fazer.


Vou lhes dizer uma coisa, um exemplo. Tudo em sua realidade agora é um estado hipnótico. Você acredita nela. Você cai nela. E depois fica pensando como sair fora. Vou lhe dar um exemplo. Esse é um exemplo que mexe com Cauldre.


A nicotina nos cigarros – não é vício. Não é vício! Vocês fumantes não acreditam em mim, acreditam? (risadas) Vocês não fumantes não querem acreditar em mim (mais risadas). Não é viciante. Nicotina por si mesma tem um incrível efeito hipnótico. Tudo relacionado a ela tende ao exagero. Então se alguém diz que a nicotina nos cigarros é perigosa, ela é intensificada e torna os cigarros perigosos. A nicotina é uma das substâncias a que se tem maior reação na Terra. Ela preenche seus sistemas de crença. É maravilhosa.


Agora, há muitos que acreditam no que lhes foi dito... Que a nicotina causa dependência. Então ela se torna altamente viciadora. Em si mesma, não é. É estritamente um intensificador de crença. É tudo o que é. Mas o efeito hipnótico difundido leva você a crer que ela é ruim, que é viciadora, que tem que lutar contra ela. Há pessoas entre vocês que largam o cigarro e continuam lutando e sonhando com ele porque estão hipnotizadas.


O governo ajuda a regular os efeitos hipnóticos dos alimentos, das atividades, do dinheiro, da moral. O governo cria esse incrível efeito hipnótico. Agora, você pode senti-lo especialmente se vai a um centro de governo, seja uma cidade, seja seu governo nacional. Vá até a capital de seu país e fique por lá um tempo. Você vai sentir o seu efeito hipnótico. Vai sentir-se atraído. Vai sentir a intensidade da dualidade por toda sua volta, com seu governo insistindo nela de todas as maneiras.


Agora, não é interessante que as igrejas e os governos algumas vezes são a mesma coisa, mesmo quando dizem que não são? Mesmo quando fingem haver uma separação, eles trabalham juntos. Mais uma vez, isso não é uma conspiração. É apenas algo que acontece. É simplesmente um grupo de sistemas de crença com o qual você concordou... Do qual você pode cair fora.


Então, vocês têm governos e igrejas trabalhando juntos. Alguns países são controlados. Seu governo é sua igreja. Outros têm um governo infiltrado por aqueles com fortes crenças religiosas, fingindo não tê-las. Então essa é a segunda forma de hipnose.


A terceira – e é interessante que esta esteja ocorrendo agora no planeta – é chamado negócios. Os negócios – que coisa maravilhosa – hipnotizam você todos os dias quando entra em seu trabalho, e lhe dizem que não merece uma promoção ou um aumento. Dizem que você não é nada daquilo que verdadeiramente é. Dizem que há uma certa maneira de se fazer as coisas... Que você tem que seguir uma determinada fórmula... Que tem que passar por fases de desenvolvimento e pesquisa... E que apenas um pequeno grupo de pessoas aparecem com idéias.


Dizem a você que você tem vir e gastar um número determinado de horas para fazer uma determinada quantia de dinheiro. Você caiu no mais engraçado de todos os sistemas de crença. Dizem a você que está limitado pela quantia de dinheiro que consegue. Você cai num sistema de crença que faz com que acredite que você tem que ter uma certa educação... Ou treinamento... Ou experiência... Ou talvez que venha das famílias certas.


Esse efeito hipnótico dos negócios está crescendo muito rápido, mais rápido do que os outros. É uma nova hipnose que está tomando conta do mundo. Está ajudando a levar o mundo. Está estabelecendo novas categorias de humanos. Estabelece novos padrões de moralidade. Estabelece o padrão da vestimenta, como você deve se vestir e como agir.


Os negócios estão hipnotizando o mundo. Oh, isso é feito muito abertamente. Veja sua televisão; verá os anúncios. Hipnotiza você, levando-o a acreditar que precisa decertas coisas em certos momentos. Os negócios estão dando forma a maneira como o mundo opera. Está dando forma ao ritmo e ao pulsar da consciência humana nesse momento. Os negócios estão tentando controlar o mundo. Estão. As energias da religião já são suficientes. Mas aí você acrescenta o governo e os negócios e o produto é um coquetel muito, muito tóxico, um efeito hipnótico que está funcionando em cada um e em todos vocês.


Você tenta cair fora. O que você faz? Você pega suas próprias ferramentas e tenta cair fora. Tenta usar as ferramentas da religião, dos negócios ou do dinheiro para cair fora desse efeito hipnótico. Isso apenas faz você ir mais fundo nele. Você vai mais fundo. Você cai na armadilha dentro daquele cristal. Eu estou aqui fora; eu posso ver você.


Quando é que você quer sair? Quando é que deseja deixar tudo isso? Antes que responda, há algumas considerações. Sabemos que você pode cair fora. Existem algumas considerações. O quanto isso vai mudar sua vida? O quanto mudará sua história? Aonde isso levará?


Vamos falar sobre o quarto efeito hipnótico mais forte a ter influência sobre você. É sua família. Agora, esse efeito hipnótico – como dizer – é estreito – é muito estreito,mas muito forte. Ele não tem profundidade. Não tem o fator medo da religião. Não tem o controle financeiro dos negócios. E não tem os outros controles que a hipnosedo governo possui.

Mas a hipnose de sua família possui um efeito muito direto sobre você. Sabe como mexer com você. O efeito hipnótico familiar começou muito cedo, é claro. Ajudou adar forma a alguns de seus sistemas de crença que você ainda carrega, especialmente as crenças sobre o que você não é.


Não lhe serviu muito bem enquanto um ser radiante em seus primeiros anos de vida porque você tentava brilhar e se abrir. Você tentava introduzir a consciência crística nessa realidade. E isso foi bloqueado pelos membros da família que fizeram você saber rapidinho que não devia projetar sua luz... Que você devia ser humilde...Pequeno... Insignificante... Que não devia ser pomposo, como fui chamado (risadas)... Que você não devia estar tão certo de si mesmo.


A maioria de vocês experimentou isso – um efeito hipnótico muito forte que ainda está com você. Você ainda ouve aquelas vozes – não ouve? – as vozes da mãe/pai. A psicologia moderna tem momentos maravilhosos, tentando acessar e entender tudo isso. Eles tentam entender tudo isso. É muito simples. É um efeito hipnótico colocado sobre você por seus pais. E agora você os vê como figuras arquetípicas, e eles têm esse controle sobre você. É apenas hipnose. É tudo que é.


O efeito hipnótico familiar entra em outras vidas, em vidas passadas. Tobias falou sobre carma ancestral. Entendemos que ele vá fazer todo uma sessão sobre o assunto. Estarei com ele. Há um carma que segue a linhagem de seus antepassados. E esse tipo de hipnose afeta toda a árvore de sua família. E você é parte de sua árvore familiar. Você volta várias vidas atrás onde você provavelmente foi o avô de seu bisavô ou bisavó. Você é parte de sua árvore genealógica. E você carrega essa hipnose com você e através de você.


Então Shaumbra vocês têm essas fortes valores, esses efeitos hipnóticos, esses sistemas de crença tão profundamente enraizados que parece que não podem sair fora. Estão trancados nessa estrutura cristalina... Congelados nela... Gritando... Tentando sair. Você literalmente – devido ao efeito hipnótico – você literalmente continuar atentar trabalhar sua história, achando que se consertar sua história, ficará livre. Não vai ficar livre. Vai continuar a tentar construir em cima de uma história que já teveseu momento.


VOCÊ NÃO É O QUE VOCÊ PENSA QUE É. É tudo ilusão. Estou aqui sentado do outro lado de sua ilusão, dando risadinhas, rindo, sabendo que você vai sair dela, sabendo que é tão mais fácil do que você imagina, do que você acha, sabendo que é tão fácil se livrar desses efeitos hipnóticos.


É interessante que os sistemas de crenças perpetuam-se por conta própria. Falamos antes, que tudo que você cria, de um certo modo, você dá vida própria e deixa que continue a viver por conta própria, permitindo liberdade própria. Os sistemas de crença são assim também. Os sistemas de crença tentam manter sua integridade própria. Tentam construir sobre si mesmos e expandir.


E é o que está acontecendo agora mesmo com você e com sua sociedade. Devido à hipnose, o efeito do sistema de crença que você leva consigo, suas histórias tentam se proteger e defender e construir histórias. Então até mesmo nesse momento enquanto falo com você, sua história está tentando se proteger. Sua história está tentando encontrar um erro no que estou dizendo... Tentando encontrar buracos... Tentando pensar que o que estou dizendo é para outro qualquer e não pra você.


É pra você. Estou olhando pra você e estou do lado de fora. Você está na arapuca aí dentro. Mas mesmo que você esteja na arapuca, mesmo que eu esteja indo até sua cápsula, sua pequena concha, sua estrutura cristalina, dizendo “Eu estou aqui. Eu sou livre”, ainda há algo dentro de você – aquela hipnose – tentando proteger sua concha. Ainda há algo dentro de seu ser que tenta decidir se estou errado. Continua sendo um aparelho de proteção. O efeito hipnótico sob o qual você se encontra está tentando fazer sua história ainda maior... E sua estrutura cristalina ainda maior...


Sua prisão ainda mais reforçada. É o que a hipnose faz. É o que os sistemas de crença fazem.


Toda vez que você estrutura energia, ela tenta manter sua integridade. Por que? Porque ela te ama... Você a criou... Você fez essa história... Você fez você. Tudo vai tentar proteger isso porque é o que acha que você quer que seja feito. Você treinou a energia pra fazer isso pra você. Você treinou seus sistemas de crença para proteger você constantemente. Você os treinou para construir sistemas de crenças maiores.


Você é incrível. Você criou um pequeno sistema de crença e deixou que se tornasse uma grande crença. E agora você não pode sair dela. Mesmo que eu diga que pode.Seus sistemas de crença entram em modo defensivo nesse momento, como estão fazendo agora mesmo, entrando no modo defensivo. Eles não sabem como lidar comessa barragem que Tobias e eu estamos enviando. Eles querem correr, não querem? Não têm muita certeza do que fazer.


Há uma pressão. Um sentimento de desconforto. Você quer que esse canal termine agora mesmo (risadas). Estamos falando para seus sistemas de crença. Eles não sabem o que fazer. Nunca lhes foi dirigida a palavra desse jeito antes. Eles sabem que é verdade, mas não conseguem entender; não conseguem lidar com isso. Estão tentando te proteger porque te amam e querem servir a você.


Agora, aí está você nesse incrível estado hipnotizado... O estado de aceitar a realidade em que se encontra e pensando que não pode sair dela... O estado de ser controlado pelo efeito hipnótico das igrejas... Dos governos... Negócios... Religiões... E famílias... E amigos. Olhe pra você... Está tão hipnotizado que se vê através dos olhos dos outros. Você se preocupa com o que eles pensam a seu respeito. Que hipnose! Você está completamente hipnotizado, um sinal real de hipnose é quando você se preocupa com o que as outras pessoas pensam a seu respeito. É assim que você vê a si mesmo.


Outra hipnose – você está hipnotizado quando se preocupa se está ficando louco (risadas). Você fica um bom tempo se preocupando se está ficando louco. Por que? Por causa desse efeito hipnótico que mantém um freio em você, que tenta manter você no cabresto porque te ama. Aí vem com essa coisa de “checar a loucura”. (mais risadas) Você diz, “Eu acho que estou ficando maluco, então vou me segurar. Vou voltar ao meu estado hipnótico porque estou saindo fora do normal. Estou saindo fora da consciência de massa. Alguém pode perceber (mais risadas). Tenho que ser discreto”.


Deixe-me dizer uma coisa, Shaumbra, eu sou completamente louco. Existem reis e rainhas, banqueiros e bispos que vão dizer a você que eu sou doido. Mas, mesmo assim me chamaram para os aconselhar. Chamaram-me para ajudar a mostrar a eles como sair de suas prisões de cristal.


Simples... Eu digo a eles. Eu digo aos reis e rainhas, príncipes e líderes de governo e legisladores – “Saia desse estado hipnótico em que se encontra. Permita-se sair 100 por cento - não um pouco, não alguma coisa, não 90 por cento – 100 por cento”.


Ah, aí está o desafio. Você vai sair 10 por cento. Vai liberar 10 por cento de sua história. Mas, tudo o que está fazendo é liberar para tentar fazer sua história ainda maior. Sob a influência da hipnose você vai tentar defender e proteger e construir sua história. É assim.


Sistemas de crença... Qualquer sistema de crença tentará se provar e crescer. É por isso que você está aqui. Você é a vítima – ou o destinatário sortudo – de seus próprios sistemas de crença. Você tem que desejar liberar 100 por cento.


E foi isso o que eu fiz. Eu não tinha escolha. Estava preso nessa energia, após entrar em sua espiral no Templo de Tien e congelar, abandonado por vocês. Vocês não sabiam o que fazer. Não sabiam como me tirar dali. Então vocês correram. Eu me tornei parte de seu carma.


Então eu tive que aprender a liberar tudo... Tudo... 100 por cento. Eu tive que aprender a largar cada sistema de crença. E foi aí que entendi o que é hipnose. Nunca tínhamos falado sobre essa coisa chamada hipnose na época, nos templos. Mas é exatamente isso que era – sistemas de crença podem ser como demônios, como monstros... Precisando ser alimentados de mais energia... Precisando cada vez mais energia... Precisando que você crie mais histórias... Em outras palavras, pegando um estado neutro de ser e transformando-o em energia.


É um círculo louco e vicioso. Um sistema de crenças precisa de alimentação contínua. Então precisa que você continue a criar histórias. Precisa que você torne sua história maior. Você percebe... Você vê como isso funciona? É uma dinâmica muito interessante... Até que você caminhe pra fora dela... Até que você saia fora.


Agora, para sair de todo sistema de crença, sair desse estado de hipnose é necessário o mais incrível nível de confiança. Você tem que querer deixar tudo. Tem queestar desejoso em saber que você vai morrer no momento em que sair, não apenas morrer, mas deixar de existir porque você não vai mais existir do jeito que existia.


Você tem que querer deixar tudo e ao mesmo tempo incorporar tudo. Liberar e aceitar simultaneamente. Isso não é para o fraco de coração. Não para os que estão tentando tornar suas vidas um pouco melhores. Isso é para quem está pronto para estar onde eu estou. É para quem está pronto pra sair do estado hipnótico da realidade em que se encontra.


Se você gosta de sua realidade, e quer apenas tornar sua realidade um pouco maior, isso é fácil. Podemos mostrar a você como fazer mais energia para tornar sua história maior. Isso é o que a maioria de vocês, a maioria dos humanos faz. Você está constantemente trabalhando em sua história, não está? Tem medo de largá-la. E a hipnose justifica seu medo.


Então, vou parar a discussão neste ponto. Vou retornar na próxima reunião de Shaumbra. E vamos falar mais detalhadamente sobre como sair fora... Como caminhar além... Como desistir de tudo... De maneira que você verdadeiramente tenha de volta o que é seu de direito. Lembre-se Shaumbra, no próximo mês você está num estado de hipnose. Lembre-se que isso não é ruim. É apenas o que está enclausurando você no momento.


Você se encontra numa hipnose maravilhosa. Vamos trabalhar com você nestas próximas semanas, ajudando-o a ver por si mesmo como está hipnotizado, a ver por si mesmo o medo de deixar o sistema que mantém você prisioneiro. Você vai ver seus próprios medos do que é deixar o sistema, não apenas para ficar um pouquinho melhor dentro do sistema, mas deixar o sistema.


Vou voltar essa conversa para Tobias. Continuarei a aparecer pra você em várias formas pelo próximo mês. Eu sou o que eu sou.


TOBIAS: E assim é, querido Shaumbra, que continuamos com a energia de nossa reunião. E Cauldre, às vezes, fica imaginando quem ele é e o que virá em seguida.


Pedimos a Saint Germain pra falar com vocês sobre liberar crenças energéticas. E em nossa próxima reunião ele vai falar sobre como dar o passo pra fora, como sair fora desse sono em que você se encontra.


É interessante observar que você se encontra num estado de sono, num estado de hipnose nesse momento, tão completamente confortável nele que questiona se o quer deixar. Mas, ainda assim em seu – o que você chamaria – seu estado de sono, quando você adormece a noite, você está muito mais livre do que agora, muito mais livre. Algumas dinâmicas muito interessantes estão acontecendo, você está fazendo um trabalho muito, muito intenso.


Nesse mês que se segue você vai ser confrontado com questões sobre o que é real. Isso é real? Continuamente, vezes sem conta você vai ouvir estas palavras. Sim, nós estamos hipnotizando você! (risadas) Você ouvirá essas nossas palavras repetidamente (implicando, Tobias fala num tom de voz como se estivesse hipnotizando). Isso é real? Isso é real? Pode parecer real, mas é real? Vamos questionar o próprio tecido da realidade com o que você vai descobrir como as realidades são criadas e como você, em última instância, tem liberdade de alma.


Nós amamos vocês ternamente, e estamos juntos numa excitante jornada.


E assim é!



O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam asalegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantesvão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.


Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parteda canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.


As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.


O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é umamissão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nessemomento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.


Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindadecresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão aoseu redor.


Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com este pé de página.Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado.


© Copyright 2004 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.


Tradução para o português: Sonia Gentil- março de 2005manso@dstech.com.br