O Novo Entendimento do Amor

TOBIAS E O CONSELHO CARMESIM

Círculo Carmesim, 2 de março de 2002 

Série da Ascensão

Lição 8: O Novo Entendimento do Amor




TOBIAS: E assim é, queridos amigos, amados Shaumbra, que nos reunimos novamente em nossa energia sagrada, com a Família, os Amigos e Todos Aqueles que são ternamente amados. E hoje temos muitos assuntos para conversarmos a respeito! Vemos suas energias se transformarem tanto, na medida em que abrem seus corações e nos permitem adentrar juntos este espaço! E nós já o fizemos muitas e muitas vezes, enquanto Família e Grupo que somos. Vocês estão se acostumando a permitir nossa visita e o afluxo de nossas energias. Atravessar a porta, por assim dizer, e chegar até vocês e visitá-los é tão mais fácil para nós agora! Não mais precisamos de todo tipo de senhas e rituais especiais... Não mais precisamos implorar a vocês... Não mais precisamos lhes reafirmar tanto que aquilo que estão sentindo dentro de seu ser... que tudo aquilo que estão experimentando ao seu redor... as compreensões e a sabedoria a que vocês estão chegando com esta “Linguagem do Ah”... é real. Definitivamente real... A dúvida, que lhes têm acompanhado e assombrado, está se esvaindo. Sim, dela ainda permanecem traços e resíduos, mas aquela dúvida de que vocês poderiam estar com a Família e Shaumbra num espaço como este, e sentir Deus dentro de vocês… está vagarosamente indo embora. 

Há cinco anos atrás teria sido difícil para que vocês verdadeiramente aceitassem a real essência e a efetiva presença do Espírito, de sua própria Divindade e dos anjos do outro lado do véu... de que estes pudessem estar com vocês agora, presentes neste lugar... mas vocês aprenderam a literalmente inspirar tudo isso, através da respiração... pois seu intelecto não está agindo aqui. É algo que simplesmente é. Vocês aprenderam a respirar sua própria divindade e a inspirá-la para dentro de si. Aprenderam também como segurar e manter esta preciosa energia que pertence a vocês. 

Enfim, caros amigos, aprenderam a infundir-se com sua própria Divindade. E, de fato, como ela procede de dentro de vocês mesmos, estão conscientes de todas as outras energias que a acompanham. Vocês estão conscientes de mim, Tobias. Vocês estão conscientes dos visitantes que conosco compartilham cada uma de nossas reuniões. Vocês estão conscientes de todo o potencial do Espírito. Contudo, a consciência de seu próprio Eu Divino e de sua Divindade vêm à frente, em primeiro lugar. Todas as outras conscientizações, percepções e entendimentos vêm depois. Puxa... como vocês aprenderam isso bem! Todos nós já buscamos outros mestres. Todos nós já buscamos outros gurus. 

Ah, nos meus dias, sobre os quais adoro conversar... naqueles tempos seguíamos mestres e profetas. Seguíamos outras entidades, assim como os humanos ainda hoje fazem. Mas este grupo - Shaumbra - aqueles que pegaram a longa estrada, o caminho às vezes solitário e silencioso... ah, vocês aprenderam tão bem que há somente um mestre. E eu, Tobias, estou olhando para este mestre neste momento. VOCÊS são este mestre. E à medida que vocês seguem o seu próprio saber e sua divindade, começam a ver o quadro maior. Vocês vêem os anjos. Vocês vêem as outras entidades. Vocês vêem a Verdade. E também ouvem coisas que nunca ouviram antes. Vocês aprenderam a não mais seguir algo fora de vocês. E é por isso que amamos vocês tanto assim. E é por isso que hoje esta sala se enche de amor. 

Há muitos, muitos visitantes conosco este dia. A energia desta sala se eleva, especialmente para Cauldre [Geoffrey Hoppe], de forma que ele não fique tiritando aqui em cima [no palco, num dia particularmente frio]! Mas esta sala se aquece para todos vocês, à medida que tantas entidades afluem para este espaço. Sim, iremos apresentá-los em um instante, mas antes de o fazermos, vamos lhes pedir algo simples, e que o façam sem agenda. 

Pedimos a vocês que ajudem a definir a própria energia deste lugar no dia de hoje. Queridos amigos, vários de vocês já sabem o que vamos dizer: “Fiquem de pé, respirem e abracem aqueles próximos a vocês.” Isto vai ajudar a dar as boas-vindas a todas as energias. [risos da platéia] Levantem-se, respirem e abracem aqueles ao seu redor, sem agenda! [Tobias faz uma pausa enquanto as pessoas da platéia se levantam e compartilham abraços umas com as outras, rindo e conversando.] 

Agora, queridos amigos, Cauldre sempre se preocupa com o quê iremos fazer! [risos da platéia] E quando ele soube que a hora dos abraços estava se aproximando, ele disse: “Oh, Tobias, você os perderá aqui e agora.” [mais risos da platéia] “Você quebrou esta energia maravilhosa que vocês iniciaram.” Mas nós sabemos mais. Nós conhecemos Shaumbra. Nós sabemos que, ao invés, vocês intensificaram a energia. Vocês eliminaram a tensão do ar, de forma que pudéssemos verdadeiramente trabalhar com vocês hoje na Lição Oito, para que realmente possamos trabalhar com vocês a energia desta lição. E isto é o mais importante, mais que em todas as outras lições nas quais trabalhamos juntos, pois a energia desta lição é especial e única. 

Trata-se de uma lição simples, sobre a qual falaremos. E não haverá dever de casa. [risos da platéia] Não haverá desafios acompanhando esta lição. Ela simplesmente é o que é. De fato, estivemos aguardando por ela durante algum tempo. Certamente, há compreensões que virão com ela. Mas basicamente trata-se de uma energia especial: em parte para se sentir e apreciar, e em parte para que vocês a integrem e assumam, como sua própria energia, neste dia. 

Mas antes que avancemos nas discussões de hoje, vamos apresentar nossos convidados. Vocês mais tarde compreenderão o porquê da vinda deles, e o fato de ela ser tão importante. Na verdade, conforme muitos de vocês o sentem, a energia de Metatron está aqui. Ah sim, esta energia é tão importante agora... pois ela é parte daquilo que todos estamos fazendo juntos, pois à medida que a grade magnética da Terra é ajustada, em resposta à evolução da consciência de vocês, o véu se reduz. Existe uma influência magnética, proveniente tanto da Terra - que vocês chamam Gaia - assim como da correspondente grade eletromagnética que envolve o seu planeta. Existe uma outra grade ainda maior, que circunda a própria região que vocês ocupam no espaço, a qual não se restringe especificamente ao seu sistema solar. É uma grade energética que abrange uma ampla região, que abarca todos os planetas e o seu sol, e o espaço além destes. 

Metatron se aproxima mais e mais. Não lhe foi possível chegar tão perto em toda a história da humanidade. Ele chega cada vez mais perto agora, em resposta direta ao entendimento de vocês e à crescente conscientização de sua divindade, bem como sua habilidade em percebê-la e sustentá-la. Na primeira reunião, quando da chegada de Metatron, foi necessário estabelecermos vários filtros energéticos. A energia era muito forte, e teria sobrecarregado vocês. Mas agora, após apenas alguns meses de seu tempo terrestre, quase não precisamos mais de tantos filtros energéticos. 

Metatron pode ir e vir de forma relativamente fácil. Ele pode se sentar junto a vocês agora. Metatron pode facilmente comunicar sua energia e seu amor a vocês. E, de fato, vocês sentirão esta energia chegar cada vez mais perto… cada vez mais próxima a vocês. Tudo porque vocês estão sustentando e mantendo sua divindade. Talvez vocês ainda não a compreendam em sua mente humana. Talvez vocês ainda lutem para entender - “O que será tal coisa, tal divindade?” Entretanto, queridos amigos, nós podemos ver que vocês estão começando a sustentá-la. Aquele nível de dúvida está desaparecendo. Vocês ainda enfrentam muitos desafios. Vocês estão atravessando uma época muito desafiadora na história de sua alma, na história do omniverso, na história de Tudo O Que É. Vocês olharão para trás algum dia, e entenderão o que estamos falando. Vocês estão atravessando uma época bastante desafiadora e, contudo, estão seguindo adiante. E isso é o que amamos tanto em vocês. Vocês continuam a se expandir e crescer. 

Sim, há momentos, nós sabemos, em que vocês percebem ser importante assentar-se à margem do caminho por uns instantes, mas logo retornam à caminhada da evolução de Tudo O Que É, contribuindo para a jornada avante. Este é o porquê de Metatron estar chegando mais e mais perto de vocês. Pois Metatron É vocês, queridos amigos. Vocês são parte dessa energia, desta família ou grupo energético que compõe Metatron. Na verdade, não se trata de um “ele”. Metatron não é um indivíduo. É uma consciência divina. É uma consciência de amor. Também se encontram aqui hoje aqueles que pertencem ao Conselho Carmesim. Esta é a família com a qual vocês se reúnem quando retornam a este lado do véu. É como um Lar longe do Lar para vocês. 

Quando vocês se reúnem com aqueles que conheceram nesta mesma vida... e abraçam suas avós... e abraçam aquele cão que tanto amaram quando crianças... então compreendem que tudo está bem, que todas as coisas estão em seu lugar... E compreendem que nas coisas do Espírito existe propósito, significado e um constante fluir. Quando vocês voltam para este lado, geralmente retornam para a família energética Carmesim. Vocês retornam para este grupo, com o qual passaram tanto tempo juntos - este grupo que esteve trabalhando nas compreensões da Energia do Ensino. Vocês retornam àqueles que conheceram desde o princípio dos tempos, com os quais trabalharam para ajudar a criar este universo e este lindo lugar chamado Terra. 

Quando vocês voltam para cá e se assentam conosco, queridos amigos… ah, não existe nenhuma hierarquia que vocês precisem atravessar - a menos que o queiram. Pois vocês se sentam à mesa conosco. Nós nos sentamos como iguais. Ah, e nós ficamos admirados! Estamos em assombro com o que vocês recentemente fizeram sobre a Terra. E ficamos reunidos com vocês por um longo tempo, fazendo-lhes perguntas como essas: “Como vocês se sentiram em tal e tal momento? Como foi passar por aquela sensação de medo? Como foi ter aquele sentimento de alegria? O que fez vocês tomarem determinada decisão em tal ocasião?” Ah, nós ficamos intrigados com as estórias que vocês contam. Sentados em grupo, conversamos sobre elas por longo tempo...

E as energias do Conselho Carmesim estão aqui hoje, pois este é um dia importante e digno de nota. De fato, este é um verdadeiro ponto de mutação e transição. Não é o que vocês pensam que é, mas definitivamente um ponto de grande transformação. Nossos convidados especiais de hoje trazem a energia de real entusiasmo! Talvez vocês a tenham sentido, antes mesmo de se assentarem em suas poltronas. Talvez vocês possam perceber os cochichos e ouvir as risadas e sentir a excitação deste grupo de visitantes que aqui chegam no dia de hoje. Existe algo que eles desejam aprender de vocês. Eles desejam conectar-se energeticamente a vocês. 

Há um grande grupo de almas se preparando para vir à Terra nestes próximos quatro ou cinco meses de seu tempo. Eles se encontram em seus estágios finais de preparação para retornar à Terra. E eis que eles vêm visitar este grupo hoje. Eles querem observar um grupo de humanos que são a ponta de lança neste trabalho de integração divina. Eles querem observar este grupo que atravessou o portal da ascensão, pois eles sabem que logo estarão realizando isto também. Cauldre nos pede para especificar o número de crianças que aqui estão presentes. Há milhares aqui hoje, mas numa forma de energias combinadas, para que o ambiente não fique sobrecarregado ou tumultuado. Estes que estão para nascer vêm aqui hoje para assistir e observar. Não, eles não o fazem de forma simplória e sim plenos de admiração. Eles sabem que estarão seguindo um caminho semelhante ao de vocês dentro em breve. Estes que logo nascerão como humanos já estão adotando a energia da criança humana. Mesmo muitos deles sendo velhas e sábias almas, eles entram nesta sala como crianças, porque estão em sua preparação para retornar à Terra. E este é o porquê da manifestação de tal energia de inocência. Este é o porquê de haver tanto riso e singeleza na chegada deles. 

Queridos amigos, alguns destes que em breve nascerão são aqueles que vocês conheceram e que foram seus professores nesta mesma vida… sim, aqueles que foram seus avós… aqueles amigos especiais que vocês perderam em tenra idade, mas com os quais vocês se mantiveram conectados em outros níveis. Muitos dos que em breve serão crianças são aqueles que vocês conheceram em existências anteriores, ou nesta mesma vida. Eles se juntam a nós hoje para compreender a jornada e a caminhada de vocês. Eles aqui chegam para estar com estes que são, nas palavras deles mesmos, os “desbravadores” e os “pioneiros”. Muitos de vocês aqui presentes serão os professores deles. E eis que para estar com vocês hoje há aqui uma enorme multidão - a energia de Metatron, a energia do Conselho Carmesim e a energia das novas crianças. Todos vêm para aprender sobre o novo equilíbrio, para aprender sobre como liberar a dualidade. Assim como vocês, eles experimentaram inúmeras vidas sobre a Terra, assumindo o intenso contraste da dualidade e aprendendo a jogar o jogo da polaridade. Enfim, todos viemos para observar um grupo de humanos que estão liberando a dualidade e sua agenda. 

Sabemos que nossa última lição [Lição Sete: “Sem Agenda”] foi difícil e desafiadora. De fato, para alguns foi tão desafiadora que, tendo ouvido aquelas palavras, as puseram de lado e disseram: “Ainda não é o meu momento. Não compreendo este conceito e não pensarei nisso por ora.” E isto foi maravilhoso, porque sua simples conexão com a energia daquela lição foi suficiente para que se iniciasse um processo interno, que lhes está ajudando a liberar sua agenda. Sim, nossa última lição foi definitivamente difícil, e será difícil para que vocês a ensinem aos outros. Eles, assim como vocês agora, não compreenderão bem o que significa ter e apegar-se a uma agenda. Eles precisarão mergulhar em seu próprio interior para chegar a um entendimento mais profundo. 

Queridos amigos, aqueles a quem vocês ensinarão sobre não ter agenda... também colocarão, por assim dizer, o livro de lado, e se afastarão de vocês, dizendo, “Isto não é o certo para mim. Não compreendo bem estes professores e o que eles estão pedindo de mim!” Sabemos que muitos de vocês tiveram esta reação. Mas aquela foi uma lição-chave para a compreensão daquilo sobre o quê iremos conversar hoje. E trata-se de algo lindo, maravilhoso e alegre. 

Agora, antes que prossigamos, é importante falarmos deste momento em que vocês se situam… onde o seu mundo se encontra… sobre as coisas que estão por vir em seu caminho... e de como vemos tudo isso a partir de nosso lado do véu. Como dissemos, vocês estão presentemente atravessando um período realmente desafiador. Vocês estão aprendendo a integrar sua própria divindade. Vocês estão aprendendo a liberar as maneiras da Velha Energia. Vocês estão aprendendo a liberar a Velha Energia com honra, e não lançando-a fora na lata de lixo. Honrem as maneiras da Velha Energia, mesmo aquelas a que vocês chamaram sua “Nova Era”, porque elas os trouxeram a este ponto. [Tobias graceja.] 

Ah, nós sabemos que alguns de vocês nos acharam loucos quando lhes pedimos para liberar tantas destas coisas da Nova Era - os cristais, as orações, as meditações, os alienígenas. Nós sabemos que estas coisas lhes trouxeram algum conforto, como se fora um confortável cobertor para vocês. Nós os desafiamos a liberarem tais coisas, pois que elas constituíam verdadeiras agendas, grandes rochedos obstruindo o leito do rio... Muitos se afastaram quando ouviram algumas destas nossas palavras. Eles não querem se desapegar destas coisas. Eles não desejam renunciar a estas coisas, que são maravilhosas por um lado, mas distrações por outro. Ao liberarem as maneiras da Velha Energia, vocês liberam suas agendas. Ao liberá-las, vocês se forçam a olhar para dentro de si mesmos - algo difícil de se fazer! É mais divertido analisar o mapa astrológico de alguém que olhar para dentro de si mesmo... É muito mais prazeroso, queridos amigos, sentar-se para meditar, esvaziar sua mente e concentrar-se numa única coisa, do que ter de usar a Linguagem do Ah e todos os seus sentidos, a fim de se conectarem com quem vocês realmente são. Nós sabemos que estas coisas são desafiadoras e este é o porquê de nós os amarmos tanto. Vocês aprenderam a gentilmente colocar na prateleira as maneiras da Velha Energia. Vocês aprenderam a continuar avançando na Nova Energia ao liberarem as coisas da Velha Energia.

Isto lhes permitiu efetivamente começar a realizar a conexão divina interna. E esta é na verdade a razão de tudo isso. Este é o motivo pelo qual vocês nos pedem para vir até aqui e falarmos a respeito todas as vezes. “Amado Espírito, querido Tobias, Tudo O Que É, venham até nós e conversem conosco sobre como realizar a conexão divina enquanto ainda estamos em forma humana. Falem conosco sobre como, uma vez mais, realizar a conexão com a energia de Casa.” E este é o porquê de nós estarmos lhes falando destas coisas. Vocês estão começando a sustentar sua divindade e a mantê-la dentro de si. Ah, isso é tão importante! Ao invés de lampejos e manifestações repentinas de energia em um momento ou outro, vocês a estão verdadeiramente mantendo em seu interior. 

O que se reserva para vocês neste próximo período de tempo? Vocês continuarão a ter experiências. E, certamente, enquanto vocês estiverem em forma humana e residirem na energia da dualidade, sempre haverá desafios. Mas vocês passarão a ter um novo nível de confiança em si mesmos, e as peças do quebra-cabeças começarão a se juntar. Coisas pelas quais vocês estiveram ansiando vão começar a chegar de estranhas e misteriosas formas, porém formas que VOCÊS estabeleceram e puseram em movimento. Vocês compreenderão como vocês mesmos podem verdadeiramente ser seus próprios guias. Vocês não precisam de um guia que seja um anjo. Vocês não precisam de um guia humano que professe determinada filosofia ou que esteja vendendo um programa ou pacote do tipo “Sinta-se Bem”. Sua alma é o seu próprio guia. 

À medida que forem liberando a energia da dualidade ao seu redor, chegarão a novas consciências e com elas virão os novos potenciais de tudo aquilo que pode vir a ser. Vocês manifestarão uma nova maneira de criar. E não estamos falando, caros amigos, de meses ou anos no futuro. Está acontecendo agora. Estas mudanças já estão dentro de vocês. Vocês já estão experimentando estas coisas. Não se trata de uma distante promessa dourada a se cumprir em algum tempo futuro. Isto está lhes acontecendo agora. Sabemos muito bem o quanto estão cansados de ouvir repetidamente tais promessas daqueles que professam serem seus líderes e guias espirituais. Sabemos o quão cansados estão de ouvir sobre futuros amanhãs. Este é o motivo de termos exigido tanto de vocês. Esta é a razão pela qual vocês mesmos exigiram tanto de si próprios. E este é o porquê de tudo isso estar acontecendo com vocês e continuará a acontecer. 

O que vemos adiante para todos vocês e Shaumbra? Uma nova maneira de viver que já existe dentro de vocês e que está começando a tomar forma. Todo um novo jeito mais fácil de viver. De alguma forma mágica e misteriosa, as coisas mais mundanas da vida se resolverão por si sós. Vocês não mais precisarão aplicar determinadas energias nos detalhes específicos da vida, pois estes como que assumirão vida própria e parecerão trabalhar automaticamente para vocês. E vocês saberão que não se trata de um milagre. Quando as pessoas ao seu redor quiserem saber como tais “milagres” lhes acontecem, vocês irão rir, pois saberão o quanto tiveram de batalhar para chegarem a este ponto. Há tal alinhamento e fusão de energia ocorrendo agora, ajustando-se de maneira realmente divina! E esta é a SUA energia, o SEU próprio Eu Divino. Não é algum Eu Superior que vocês nem mesmo conhecem tão bem. É ALGO DENTRO DE VOCÊS MESMOS. É O QUE VOCÊS SÃO AGORA. 

O que vemos adiante para vocês e para Shaumbra é uma superação da aspereza da vida e, com ela, uma nova sabedoria de como utilizar estas novas energias. Sim, para aquele que agora está indagando... vocês certamente compreenderão tudo isto, porém não em sua mente, mas em seu espírito, e como trazer de volta o equilíbrio aos seus corpos físicos. E isto é o que já está acontecendo a tantos de vocês. Quando seus corpos passarem por transformações e mudanças, saberão que não devem combatê-las. Vocês irão entender o que estamos dizendo. Seus corpos estão passando por todo um processo de reequilíbrio, mas vocês não ficarão tão preocupados e ansiosos quando tais ajustes ocorrerem. Trata-se de algo perfeitamente natural, particularmente nesta época em que se encontram. Seus corpos precisam passar por estas mudanças. Honrem-nas e parem de combatê-las. Se seus corpos pedirem descanso, ouçam-nos e respeitem-nos. Se seus corpos estiverem purgando de várias maneiras, através de processos a que vocês dão o nome de gripes e resfriados, permitam-lhes passar por isso. Eles precisam disso agora, a fim de liberar tanta Velha Energia... Todas as noites, quando vocês se deitam, seus corpos físicos se transformam em verdadeiras fábricas. Suas máquinas internas são postas em funcionamento, dando início a toda uma série de mudanças dentro de vocês. Seu próprio DNA e níveis ainda mais profundos são literalmente alterados. Os pisos são efetivamente varridos; ocorre toda uma faxina na casa e o lixo é posto para fora. E este lixo tem de sair por algum lugar! Às vezes ele o faz através da pele, às vezes pelo sistema muscular. E às vezes de formas através das quais Cauldre não quer que falemos a respeito! [muitas risadas da platéia] 

Mas vocês sabem de quê falamos. Permitam que estas coisas ocorram. E pelo que passará sua própria Terra neste momento? De certa maneira, pelo mesmo tipo de mudanças energéticas pelas quais VOCÊS passaram ao longo dos últimos 10, 20, 30 anos. Observem as energias e os ciclos do Planeta Terra, e verão naquilo que nela ocorre o que aconteceu em sua própria vida pessoal nestes últimos anos. Pensem naquilo pelo que passaram há 10, 20, 30 anos atrás - toda aquela turbulência… toda uma busca para compreender quem vocês são… a busca por sua própria identidade e seu significado. A consciência da humanidade está neste ponto agora. Lembrem-se de sua própria adolescência, da época de seus vinte e poucos anos. Lembrem-se de como era a vida então. Lembrem-se de como vocês buscavam respostas, e nem sempre as encontravam. Lembrem-se de quão profundamente ansiavam então pelo significado de suas vidas, numa jornada que os trouxe a este preciso lugar, neste exato momento. 

E é por isso que a Terra e toda a humanidade estão vivenciando agora todas essas inúmeras mudanças e a busca de um significado. Quando a consciência global descobrir que aqueles que estiveram ocupando posições de liderança e autoridade utilizaram mal a confiança neles depositada... oh, meus caros, haverá muita raiva… aquela sensação de se ter sido invadido, gerando desconfiança…! É isso que está acontecendo agora. Olhem para suas próprias instituições e corporações. Observem suas igrejas. Já falamos disto antes. Os muros delas estão vindo abaixo, juntamente com a confiança que nelas existia. É o que está acontecendo agora sobre a Terra. 

O que estamos dizendo é que haverá caos e turbulência ao seu redor, o que continuará por alguns anos, e às vezes de forma intensa. Quando isso acontecer, quando vocês lerem as manchetes, ou assistirem ao noticiário, ou virem estas coisas acontecerem, lembrem-se do próprio turbilhão pelo qual vocês passaram há 10, 20, 30 anos atrás, em busca de sua própria verdade. Vocês continuarão a testemunhar extremos de dualidade em sua Terra nestes dias. Não estamos dizendo que haverá forçosamente grandes desastres ou eventos como o 11 de Setembro de 2001 ocorrendo novamente, mas certamente este é um momento de extrema dualidade. Certamente não é hora de meio-termo. Neste exato momento, todas as energias estão se enfrentando umas às outras de forma realmente intensa. Vocês estarão vivendo num mundo em pleno crescimento, tal como vocês cresceram ao longo de tantos anos desde o seu primeiro despertar. Sua Terra passará por muitas coisas, tentando compreender esta nova consciência e as energias envolvidas. 

Particularmente nesta estação e nos meses subseqüentes, vocês testemunharão todo um desenvolvimento destas energias. Registrem as manchetes em seus diários para referência posterior. Anotem também toda a série de eventos a se desenrolar. E enquanto estiverem escrevendo, verão que podem sublinhar cada um destes acontecimentos com a seguinte observação: “dualidade extrema em ação.” O aquecimento destas energias se intensificará ao longo do ano, porque à medida que se concluem os ajustes finais na grade magnética do planeta, os extremos virão à tona. A Velha Energia não quer mudar. A Velha Energia não deseja partir. Ademais, nova energia tem de ser criada, a fim de propelir a consciência adiante. 

Como se cria esta energia? Mediante fricção! Quando ocorre a batalha entre as forças da dualidade! Este é o porquê de vocês estarem testemunhando tais coisas. E vocês são sábios o suficiente para compreenderem que o seu mundo não está entrando em colapso. Vocês são sábios o suficiente agora para liberarem aquela ansiedade que mantiveram por tanto tempo, de que talvez este fosse o fim, o Armagedon. Vocês agora são sábios o suficiente para compreenderem que as energias da a dualidade estão atuando de forma extrema, assim como as crianças às vezes brincam chegando aos extremos. Elas estão tentando encontrar os limites, testando suas próprias habilidades. Elas estão tentando descobrir as fronteiras, se é que estas existem, e assim jogam chegando aos extremos. É o que está acontencendo em sua Terra agora. É o que vocês podem esperar. 

E como dissemos no início desta Série da Ascensão, não tem mais a ver com vocês. Realmente não tem. O mundo está evoluindo e se expandindo e, de nossa perspectiva, isso é algo lindo e maravilhoso. É tudo parte de um processo. Há eventos de que exatamente não gostamos, como o seu 11 de Setembro de 2001. Estávamos tristes porque vocês estavam tristes. Ficamos tristes de que as coisas tenham chegado àquele extremo mas, em última instância, vocês têm a sabedoria para compreender que todas estas coisas são apropriadas nestes tempos de mudança. Estas transformações continuarão a intensificar-se até o fim do ano. 

Queridos amigos, não tenham agenda com relação a elas, e poderão perceber o que está verdadeiramente ocorrendo, com plena sabedoria. Entrementes, depois do término deste ano e após a conclusão dos ajustes da grade magnética, haverá um número extraordinariamente grande de humanos que escolherão deixar a Terra. Estes têm sido ancoradores energéticos. Eles têm aguardado o momento apropriado. Não estamos fazendo quaisquer previsões de como isso ocorrerá, mas para aqueles que estão perguntando, “Será através de doença? Será através de guerra?”, dizemos que será provavelmente uma combinação de eventos - desastres naturais e certamente guerras e doenças. E será em grande número... e mais intensamente do que tem sido até agora. Estes são aqueles que têm ancorado essa energia e sabem que é hora de partir. E, à medida que o fazem, abrem caminho para os novos humanos que estão para nascer, para aqueles que são como as crianças presentes hoje nesta sala. 

Ademais, eles também partem porque sabem que com a nova energia da grade magnética seria cada vez mais difícil para que eles sustentassem suas antigas maneiras de viver. Como vocês sabem, às vezes é mais fácil partir e recomeçar do que prosseguir no caminho em que vocês se encontram agora. Às vezes é mais fácil retornar ao nosso lado, descansar e renovar-se antes de voltar para a Terra. Isto é o que vemos acontecendo em seu próximo período de tempo. 

Queridos Shaumbra, assumam e possuam sua divindade. Sustentem-na dentro de si. Descartem suas agendas. Vocês chegarão a novas e grandes compreensões. [pausa] 

Os visitantes de hoje, aqueles que são as crianças que logo irão nascer, aproximam-se ainda mais agora. Eles estão entusiasmados por voltar à forma humana. Ah sim, eles experimentaram várias existências de desafios e dificuldades, mas eles estão excitados, pois há algo de novo no ar. Não se trata de algo acontecendo amanhã ou na semana que vem. Está acontecendo neste instante. Para lhes ajudar a entender de que se trata, voltemos ao tempo em que vocês estavam em Casa e no Reino, de volta a quando vocês se encontravam no Primeiro Círculo da Criação, a fim de que vocês compreendam a física espiritual daquilo sobre o que falaremos hoje. 

No Primeiro Círculo existia a energia que “Era”, a energia do “Era”. Ela simplesmente era, simplesmente existia. Aquela energia do Espírito não conhecia o amor, pois nada havia que se lhe comparasse. Tudo O Que É... simplesmente era. Tudo O Que É não era consciente de Si, não era ciente do Eu. E não precisava “ser”, pois simplesmente “era”. Era uma energia que existia e fluía. Nem mesmo era uma energia “una”, do “Um”, como vocês poderiam nela pensar ou imaginá-la, pois para que houvesse o “Um”, vocês precisariam ter algo que se pudesse comparar a ele. O Espírito simplesmente era. 

E assim como já falamos a respeito disso em nossa estória do Príncipe Jack, em determinado ponto algo aconteceu - e sim, falaremos sobre isso algum dia em grande detalhe - aquilo fez com que esta energia do “era” quisesse compreender... o que ela era! Queria compreender tudo o que podia realizar e todos os potenciais. Quando isso aconteceu - quando houve, da parte do Espírito, a mais leve contemplação de quem o Espírito era, as energias então se tornaram espelhos uma da outra. Houve um tipo de cisão. Não era ainda o que vocês agora chamam “dualidade”. Isto veio depois. Mas era uma imagem especular do Eu. E como já conversamos a respeito em nossas estórias, aquilo criou as energias do Rei e da Rainha. E eles se amaram um ao outro profundamente. Mas nem mesmo eles compreendiam o que verdadeiramente era o amor. Eles buscaram compreender este novo sentimento, aquela nova energia. Pois para eles, no Primeiro Círculo, era difícil até mesmo entender o amor. E desta união, e naquele amor a ser descoberto entre o Rei e a Rainha, vocês foram gerados. Vocês nasceram de uma energia que era parte do Rei e da Rainha, porém diferente e separada. Vocês, a criação do Espírito, foram enviados para fora do Primeiro Círculo, o que por si só é algo fabuloso! Pois como vocês poderiam sair de Tudo O Que É? Como se pode ir para fora de um círculo que continha toda a energia conhecida e ter a capacidade de se expandir dentro daquele círculo? Abordaremos todas estas coisas, todas elas assuntos fascinantes. 

E eis que vocês partiram para o vazio e, ao fazê-lo, isto criou a dualidade. Vocês se dividiram em bilhões de partes, as quais, em determinado ponto, reuniram-se novamente. Vocês tinham agora sua própria identidade única. Mas naquela identidade única, vocês também se esqueceram de como voltar para Casa. Vocês estavam livres, fora do domínio do Lar Primordial, livres para explorarem e criarem. A fim de o fazerem, vocês assumiram a energia original da dualidade. Falemos dela em termos das metáforas do mármore branco e do mármore negro, aquelas duas forças que se transformam uma à outra e uma a partir da outra. 

A dualidade foi criada em sua consciência para ajudá-los a entender quem vocês eram. Sem a dualidade, queridos amigos, como vocês poderiam descobrir quem vocês são? Como vocês poderiam vir a conhecer a si mesmos? Tinha de existir um espelho. Tinha de haver opostos, para que vocês verdadeiramente pudessem compreender. Esta energia da dualidade esteve com vocês desde que partiram do Lar. Ela tem sido a ferramenta que vocês utilizaram, possuíram e com a qual tanto se familiarizaram, que lhes ajudou a ver aspectos de si mesmos. Vocês usaram esta energia da dualidade para criar o universo e para explorá-lo. Vocês a usaram para compreender a profundidade das trevas e as alturas da luz. O vai-e-vem destas energias trouxe um novo significado e uma nova identidade a quem vocês eram. E elas também trabalharam no sentido de se impelirem uma à outra. Pois se vocês não tivessem a energia das “trevas”, a “luz” seria estática. Se vocês não tivessem a energia da “luz”, as “trevas” cairiam num abismo. Elas trabalham conjuntamente! E à medida que estas energias da dualidade puxavam para trás e para a frente, certamente desaceleraram todas as coisas em seu universo, este universo que vocês tão grandiosamente criaram. 

Vocês sempre carregaram consigo estas energias da dualidade. Sempre fizeram parte de quem vocês são. E quando chegou a hora da criação daquilo a que chamamos a Ordem dos Arcanjos, quando a Terra foi criada, e vocês vieram para a Terra, mais uma vez vocês carregaram estas energias da dualidade consigo - a energia da polaridade do “mais” e do “menos”, do “escuro” e do “claro”, do “acima” e do “abaixo”. E também havia o véu, o qual lhes proporcionou um novo nível de experiência. 

Agora, não somente vocês tinham se esquecido da energia do Lar Primordial, como também tinham se esquecido da energia de Casa, longe do Lar Primordial. O véu lhes propiciou a oportunidade de vir a este grande lugar chamado Terra, a fim de assumirem corpos físicos, desacelerando as coisas, de forma que vocês pudessem tomar decisões conscientes e fazer escolhas conscientes, tudo para lhes ajudar a compreender quem vocês verdadeiramente são. 

E estas energias da dualidade têm atuado dentro de vocês durante todo este tempo e, como tais, permanecido polarizadas. Há momentos em que vocês são mais influenciados por aquela energia que chamaríamos de mármore branco, e outros em que são mais influenciados pela energia do mármore negro. Isto é o que lhes permite profundidade em suas experiências em ambos os lados. Quando vocês transitam de uma condição de 2/3 de energia luminosa e 1/3 de energia sombria para uma outra condição de 2/3 de energia sombria e 1/3 de energia luminosa, tal movimento lhes ajuda a chegar a novos entendimentos e compreensões. Vocês têm utilizado as energias opostas da luz e das trevas para ajudá-los a propeli-los para a frente, para mover adiante sua consciência. Elas têm sido elementos importantes para vocês. 

É por isso que dizemos: “Atentem para quando vocês se auto-denominam Trabalhadores da Luz”. Todos vocês são trabalhadores. Vocês são Trabalhadores Divinos. Cuidado, queridos amigos, quando falam de si mesmos como sendo Guerreiros da Luz, porque vocês também são Guerreiros da Escuridão. Negar sua própria dualidade - ambas as energias dos mármores branco e negro… significa negar parte de quem vocês são. Vocês entram em desequilíbrio energético, e não se sentem muito felizes. É o equilíbrio destes elementos que é tão importante, e especialmente relevante neste exato momento. Vocês têm um medo intenso da escuridão, mas vocês estiveram lá. Vocês atuaram nela, tendo ido às suas próprias profundezas, até mesmo nesta vida, e certamente em outras existências. 

No mês passado lhes falamos sobre agendas. Quando vocês têm uma agenda com relação a qualquer coisa, ela energiza um dos elementos da dualidade. E isto é ótimo e maravilhoso, enquanto vocês ainda estão jogando aquele jogo da dualidade. Tenham uma agenda o dia inteiro, e vocês verão e sentirão os efeitos! Vocês polarizam um dos extremos, e isto provoca uma reação igual e oposta da outra parte da dualidade. Quando vocês colocam toda a sua ênfase na luz, isto alimenta a escuridão, e vice-versa. Esta é a razão pela qual nenhuma das polaridades, a luminosa ou a sombria, tem sido capaz de vencer a outra em todo o curso da história da humanidade, assim como na história do universo, e mesmo da história de sua própria alma. 

Tenham uma agenda com relação a alguma coisa, e isto terá reação energética igual em direção ao seu oposto. Não, isto não é “carma”. Isto é física espiritual. Isto é jogar o jogo! Isto é curtir e se divertir! Ah, não seria um tédio, se somente houvesse luz? O que vocês fariam? Vocês não teriam experiências. Assim, quando vocês polarizam um dos mármores, isto também afeta o outro. 

Igualmente falamos do terceiro elemento, o componente “cinzento” que se move para trás e adiante. Isto cria momento, ou seja, energia cinética, energia de movimento. Este é o chamado “efeito pendular”, ou o que agora chamaríamos “oscilar para trás e para a frente”. Todo este efeito de vai-e-vem entre os pólos da dualidade é apropriado, continuamente criando momento e energia. Durante todo este tempo, meus caros, nós e vocês estivemos em nossa busca pelo amor. Sim, é isso que estivemos fazendo. O Espírito, por si só, não compreende o que é o amor. 

Este é o porquê de vocês, o próprio Espírito, estarem nesta jornada. E vocês assumiram os elementos da dualidade, a física espiritual do “2” e a puseram para trabalhar tão bem em sua vida. Vocês têm estado numa busca pelo amor, tentando compreender, aprender, sentir. Vocês, que são o próprio Espírito - vocês, os Divinos, também estiveram aprendendo a entender sua própria identidade. E, à medida que o fazem, e vêm a compreender a identidade de sua própria divindade, vocês começam a compreender Deus. 

Tem sido dito que vocês jamais poderiam imaginar e entender Deus em sua cabeça, em sua mente. E, de fato, isto é verdade. Pois Deus surge a partir de seu coração. E esta compreensão vem depois que vocês aprendem a entender sua própria divindade. E quando isto acontece, queridos Shaumbra, o Lar vem até vocês. Como já lhes dissemos, vocês nunca vão para Casa. Não foi este o propósito de tudo isto. Vocês não voltam para o Lar. O Lar vem até vocês. 

Por que estamos falando hoje disso tudo? Porque vocês chegaram a um ponto de grande sabedoria e grande entendimento. Vocês estão aprendendo a liberar suas agendas. Quando o fazem, desligam da energia da dualidade aquele pêndulo em movimento, com o qual lidaram desde o princípio. Não mais ocorre aquele oscilar para trás e para a frente. E quando a agenda é interrompida, tal ação cria algo novo. Um novo amor é criado, queridos amigos, um novo amor. Quando vocês põem de lado suas agendas, e a isso combinam a enorme sabedoria por vocês adquirida ao longo de muitas e muitas vidas... os elementos da dualidade podem então se fundir um com o outro, cada qual com suas próprias marcas e características intactas, porém não mais como forças que se opõem. Eles podem se fundir e criar, não o Um, a Unidade, mas o quociente espiritual do 4 [quatro]. 

Este é motivo pelo qual temos repetidamente falado sobre o 4. A dualidade é a energia do “dois”, a qual trouxe vocês até aqui para lhes ajudar a compreender quem vocês são. Estes mármores branco e negro foram como que brinquedos e ferramentas para vocês. E quando vocês liberam sua agenda, não mais imprimem um movimento de rotação a qualquer uma destas energias, pois elas passam a se combinar, num certo sentido. Como vocês mesmos diriam, elas fazem amor uma com a outra, e isso cria o quociente de energia do “quatro”. E este é o novo entendimento do amor. 

E ESTA É A LIÇÃO OITO DA SÉRIE DA ASCENSÃO: O NOVO ENTENDIMENTO DO AMOR! [Tobias ri.] Por um lado, não se trata de uma lição. Nada há que vocês precisem fazer. Já está acontecendo dentro de vocês. Não há a necessidade de se aplicar sobre isso qualquer trabalho mental. Vocês não precisam sair desta sala, ou deixar esta página que lêem, e ir fazer alguma coisa. Basta que vocês aceitem estar chegando a um novo entendimento do amor. Isto está ocorrendo e vai continuar a acontecer dentro de vocês. 

No passado, o seu entendimento do amor era algo limitado. Ele era parte de sua própria busca pelo amor. Vocês procuravam outro indivíduo que fosse compatível e que verdadeiramente preenchesse o vazio dentro de vocês e lhes ajudasse a equilibrá-los de diversas formas. Certamente que havia fortes laços emocionais quando se conectavam a esta pessoa mas, em última instância, vocês não se encontravam a si mesmos através dela. Vocês somente descobriam parceiros ou companheiros com quem compartilhar a jornada. Eles não traziam consigo qualquer energia da divindade de vocês. O seu antigo entendimento do amor é muito, muito limitado. 

Ah, e vocês às vezes tentaram tanto amar! Vocês diziam a si mesmos que deveriam amar os outros… que deveriam amar o que estivessem fazendo... Contudo, não tinham qualquer pista a respeito do que verdadeiramente fosse o amor. Mas o novo entendimento do amor vai além das palavras. Não é o que vocês pensam que é. É uma liberação da dualidade. Significa não ter qualquer agenda com relação às coisas e apego aos resultados. 

E agora, aqueles elementos da dualidade que sempre estiveram com vocês… se despem de suas velhas energias. Sim, vocês podem fisicamente sentir em si mesmos alguns dos efeitos disto. Permitam que isto ocorra. As energias da dualidade são como ondas, ou comprimentos de onda. Há altos e baixos. Elas se estimulam uma à outra. Os pontos baixos os lançam para os pontos altos. Os altos os trazem a novas percepções e novos “insights”, os quais poderiam às vezes ser chamados de períodos de baixa. Eles trabalham em parceria.

Agora, a tarefa é abarcar e abraçar a TODOS, os altos e os baixos, o mármore branco e o mármore negro, o positivo e o negativo. Aceitem e abracem tudo isso. NÃO COLOQUEM SEU FOCO EM SOMENTE UMA DAS ENERGIAS DA DUALIDADE, MAS ABRACEM-NAS EM SUA TOTALIDADE. ISTO LHES DARÁ UM NOVO ENTENDIMENTO DO AMOR. Este novo amor começará primeiro dentro de vocês. Comecem consigo mesmos em primeiro lugar. Este novo amor começa com vocês. Não sintam que precisam partir e divulgá-lo pelo mundo imediatamente. Isso virá. Falaremos mais sobre isto. 

Alimentem-no dentro de si, tal como nutririam uma criança, que nasce em seu interior. Vocês tanto fizeram para evitar os baixos, as dores, a escuridão, o negativo e o “ruim”, mas tudo isto têm sido parte de vocês mesmos. Tudo tem sido parte deste grande jogo, se vocês o quiserem chamar assim, ou o Grande Experimento. Abracem agora a tudo isso. Liberem suas agendas e conceitos de “certo” ou “errado”. Liberem suas agendas sobre o que os outros “precisam” ou o que o mundo “necessita” neste momento. Abracem os altos e os baixos, porque eles SÃO parte do mesmo todo. 

Este é o motivo pelo qual temos falado tão VEEMENTEMENTE sobre estas drogas e medicamentos que vocês usam. Eles neutralizam e afastam tanto a luz como a escuridão. TODOS estes elementos são importantes. Vocês precisam das subidas e das descidas. É assim que eles se encontram polarizados agora. É a maneira através da qual eles atuam dentro de vocês. Pois há um novo amor surgindo em seu interior, que se expressa como um novo entendimento e, num certo sentido, como sabedoria e sentimento. Para nós, torna-se às vezes difícil expressar tais coisas na forma de palavras... mas ESTE NOVO AMOR ESTÁ EMERGINDO, e nada há que vocês precisem fazer. 

Este é o porquê de a lição de hoje ser tão fácil, e um ponto de mutação tão relevante. Esta é a razão pela qual há tantos convidados aqui neste dia. Vocês não precisam voltar para casa e quebrar a cabeça com isto. A energia do novo amor foi plantada neste espaço. Ela já se encontra dentro de vocês. E agora ela foi ancorada aqui. E este é o motivo da presença daqueles que logo nascerão como crianças: eles querem compreender isto também. Eles têm toda uma jornada adiante deles. Mas eles desejam testemunhar um grupo de humanos que chegaram ao ponto em que a dualidade pode ser liberada. Eles querem ver um grupo de humanos que transcenderam as velhas maneiras energéticas da dualidade. Eles querem ver como este novo grupo aceita as trevas e a luz, os altos e os baixos... aceita a todos eles... sem mais se esforçar ou lutar para escapar do vazio... sem mais tentar galgar os pontos altos... mas compreendendo que todos estes ritmos são apropriados e, quando vocês os aceitam, não mais se energizam os velhos elementos da dualidade. 

Este sim é um novo amor, mas ele não é nada daquilo que vocês pensaram que seria. Ele não tem a ver com outra pessoa, pelo menos não neste exato momento. Tem a ver com o seu próprio ser e sua própria alma. E já está acontecendo a vocês, como já dissemos antes, e não amanhã ou depois de amanhã. Já está acontecendo. Simplesmente permitam que ocorra. Simplesmente permitam que assim seja, queridos amigos. 

Este novo entendimento do amor continuará a florescer e a crescer. E como isto é gratificante para nós! Com que honra passamos a vocês hoje esta lição! Pois na verdade, não há qualquer lição... Trata-se do simples reconhecimento de onde vocês se encontram agora. De fato, estas são palavras para as quais vocês devem atentar, para que elas lhes possam ajudar a compreender onde vocês se situam. Mas o importante é que vocês aqui estão. O mais importante de tudo isso, mais do que qualquer outra coisa… é que, à medida que se liberam as agendas, ocorre esta fusão, esta reunião... há uma nova dinâmica daquilo que costumava ser a dualidade, que agora se expressa mais através da energia do “quatro”, mais que a energia do “dois”. 

E o que acontece neste novo entendimento do amor é que o Reino Primordial, o Lar, pode finalmente chegar até aqui. É o que realmente está acontecendo. E é por isso estamos tão fascinados. É por isso que aqueles que logo serão crianças estão tão excitados. Pois pela primeira vez desde que todos nós saímos do Lar, o Lar está começando a vir até vocês. Num certo sentido, o Lar está começando a redespertar, a se expandir, para vir encontrar vocês. 

É por causa de tudo isso que todos nós temos estado tão excitados desde quando nossa jornada se iniciou. Nós todos nos perguntávamos, “Onde ficará nossa Casa? Onde será o Lar? Onde está o Espírito?” E todos imaginávamos quando chegaria o tempo em que o Lar viria nos encontrar. E vocês pensavam que o Lar os salvaria. Mas não é bem assim. Não existe “salvação”. O Lar está chegando para lhes saudar e abraçar vocês e lhes agradecer por esta longa jornada que mudou a própria natureza de Tudo O Que É. Pois o “Era” não é mais “Era”. O “Era” agora É. 

Queridos amigos, quando dizemos que vocês nunca estão sós no dia de hoje, nós o queremos dizer como jamais antes, pois o Lar finalmente pode começar a chegar. E o Lar vem através de vocês, de sua divindade e através do fato de vocês dela assumirem posse. Vocês nunca estão sós, pois o Lar está agora tocando e abraçando vocês!

E assim é! 


 
Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. A história de Tobias, do livro bíblico de Tobit, pode ser encontrada no site do Círculo Carmesim na rede – www.crimsoncircle.com O material de Tobias tem sido oferecido sem ônus aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra mundo afora desde agosto de 1999, data quando Tobias disse que a humanidade ultrapassou o potencial de destruição e entrou na Nova Energia. 

O Círculo Carmesim é uma rede global de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Energia Nova. Passando pelas experiências, alegrias e desafios do status ascensional, eles ajudam outros humanos em sua jornada compartilhando, cuidando e guiando. A cada mês mais de 40.000 pessoas visitam o site do Círculo Carmesim para ler os últimos textos e para discutir suas próprias experiências. 

O Círculo Carmesim realiza seus encontros mensais em Denver, Colorado, local onde Tobias apresenta as últimas informações através de Geoffrey Hoppe. Tobias afirma que ele e outras entidades do Conselho celestial Carmesim, estão na verdade canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles lêem nossas energias e traduzem nossa próprias informações de volta para nós de maneira que possamos vê-las de fora, enquanto as experimentamos por dentro. Os encontros de Círculo Carmesim são abertos ao público, embora RSVPs seja bem vindo. Não há custos ou taxas a pagar. O Círculo Carmesim recebe sua abundância através do amor aberto e da doação dos Shaumbra pelo mundo. 

O propósito último do Círculo Carmesim é servir como guias humanos e professores de humanos que percorrem o caminho do despertar espiritual interior. Esta não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior guiará as pessoas a sua porta para compaixão e cuidado. Você saberá o que fazer neste momento, quando o humano único e precioso – prestes a embarcar na jornada da Ponte das Espadas – chegar a você. 

Se você está lendo isso e sente a verdade e a conexão, então você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade floresça em seu interior neste momento e por todo o tempo a frente.Você nunca está só porque há a família ao redor do mundo e há os anjos nas esferas ao seu redor. 

Por favor distribua estes texto livremente sem base comercial e sem cobrar. Por favor, inclua a informação em seu todo, inclusive as notas ao pé de página. Qualquer outra utilização precisa ser aprovada por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado @copyright 2001 Geoffrey Hoppe, POBox 7328, Golden, Colorado, CO 80403. E-mail: Tobias@crimsoncircle.com. Todos os direitos reservados.

Traduzido por Estêvão Veríssimo Dias dos Santos em abril de 2003