O Dom da Clareza

TOBIAS E O CONSELHO CARMESIM

Círculo Carmesim, 16 de julho de 2005 - Série da Incorporação

SHOUD 12: “O Dom da Clareza"

Apresentando Tobias

 
 
  
E assim é, Queridos Shaumbra, que nos reunimos nesta sala de aula da Nova Energia. Oh, vocês nos recebem tão docemente e carinhosamente neste dia, sem nem mesmo saber o que vem por ai (alguns risos). Nós literalmente passeamos em nossas próprias ondas, nossas próprias carruagens de energia aqui hoje. Oh, sim, nós estivemos com vocês por semanas antes que vocês chegassem aqui. Nós estivemos com vocês durante estes últimos dias.

Mas, agora nós podemos realmente estar com vocês, não só se sentando na cadeira próxima a vocês ou atrás de vocês, mas nos sentando dentro de vocês porque você vieram de tão longe. Vocês permitiram a incorporação completa. Vocês se abriram tanto e deixaram ir os medos que vocês podem incorporar qualquer coisa sem temores. Vocês podem nos aceitar. Vocês podem aceitar qualquer coisa em seu espaço, dentro de sua realidade, sem temer que isso vai levar vocês, sem temer que vai distrair vocês, sem temer que de alguma maneira vai aniquilar vocês. Oh, isto é a verdadeira marca de um Humano Divino quando eles puderem incorporar como vocês estão fazendo nesse momento.

Nós estamos falando de dentro de vocês. Nós estamos falando ao redor de vocês. É um momento precioso que nós compartilhamos aqui com vocês neste encontro anual dos Shaumbra com todos aqueles que se encontram nesta sala, todos aqueles que estão ouvindo, todos aqueles que serão tocados por esta energia dos Shaumbra nos tempos vindouros.

Nosso Shoud de hoje está um pouco diferente, talvez, daqueles que vocês estão acostumados. Isso tudo depende realmente de vocês. Isso tudo depende de vocês. Neste momento reunidos nesta sala junto com vocês estão as energias de Mark, Ohamah, Águia Branca, O Conselho, Quan Yin. Realmente, é uma energia também que convida à Maria – a bendita, sagrada, energia feminina de Maria – nesta sala Maria é a energia de mãe desta terra mesmo. Até os nativos, as Primeiras pessoas da Nação, conectaram-se nesta energia de Maria. Eles a chamavam por um nome diferente, mas era o mesmo ser. Todas estas energias vem inundando a sala agora mesmo para estar conosco neste 12° Shoud desta série.

Agora, estamos entrando, e estamos reunindo a energia dos Shaumbra para um Shoud. Estas são as suas verdadeiras palavras, sua energia, sua consciência. Nós simplesmente reunimos isto e apoiamos. Nós estamos aqui para servir vocês. Então freqüentemente vocês sentem – e às vezes muitos dias antes do tempo – o que é que se dirá, porque são vocês. Hoje é um pouco diferente, porque há dois textos que foram escritos para este Shoud 12. E, ainda não se decidiu qual dos dois vai ser entregue (algumas risadas).

Há dois textos, Shaumbra. Vamos transmitir um deles no dia de hoje, mas não os dois. Vamos transmitir um. Isso é com vocês e depende deste momento do Agora. Sejam claro nisto. Sejam claros sobre isto. Depende de vocês. Façam essa profunda inspiração. Agora, pode ser que vocês queiram que nós descrevamos o que são estes dois textos. E, não podemos. Tem que vir dos seus sentimentos.

(Mudança repentina de energia aqui):

Namaste… namaste… namaste. Sou eu, Kuthumi, entrando (risadas da audiência), interrompendo esta canalização de Tobias. Namaste... (esperando que a audiência responda).

AUDIÊNCIA: Namaste.

KUTHUMI: Alguma coisa deu errado. Eu, Kuthumi, estava examinando o programa desta conferência e vi os nomes de Tobias, e vi os nomes de todos os outros... Águia Branca... e Mark. E inclusive, Ohamah foi convidado este ano (mais risadas). E examinei cada página, uma depois da outra, mas não pude encontrar Kuthumi (mais risadas). Eu disse, “Onde está Kuthumi? Tem que haver um engano!” E, eu me inscrevi com Tobias. E, ele me ignorou (mais risadas).

Interrompi isto para dizer que estou um pouco alterado por tudo isto. Não posso imaginar um evento Shaumbra o qual eu não seja convidado, assim cheguei de repente (mais risadas). Estou tão perturbado com o curso dos eventos que decidi criar meu próprio workshop (seminário). E, vou promovê-lo exatamente aqui (mais risadas). Eu coloquei Tobias para fora, de lado.

E, vou criar um workshop (seminário) porque me sinto tão mal pelo que aconteceu aqui. E, vou chamar este workshop... Eu vou chamá-lo “O que Eu Sou... Estrume de Vaca de Qualquer Maneira?” (muitas gargalhadas). Vai ser um workshop sobre auto-estima. E, vamos tratar de questões como... como se sente ao ser tirado da Internet (mais risadas)... como se sente ao chegar a um restaurante, estando muito, muito faminto, e que eles decidem fechar, não servir mais comida... o que é o que se sente se seu par o deixa plantado.

Ei… o que eu sou… estrume de vaca de qualquer maneira? É assim como me sinto neste instante… uma falta de auto-estima aqui, porque não fui convidado à conferência. Assim vou criar meu próprio evento. Vamos ter este “Ei, O que Eu Sou?... Estrume de Vaca de Qualquer Maneira”, um workshop sobre auto-estima. Nós vamos organizá-lo em Cleveland (muito mais risadas) no meio do inverno (mais risadas)

E para aqueles que estiverem presentes… eu tenho que dizer que vai ser muito, muito caro, assim realmente vão se sentir deixados de lado se não puderem pagar por ele (mais risadas). E quando se graduarem no meu workshop vão ter um diploma. Vão ser um lacaio oficial (mais risadas)... sem duvida, sem duvida como o monstro do “lack-ness” (trocadilho referindo-se ao Monstro do Lago Ness)... que foi meu também. Assim tive que entrar de sopetão. Tive que tirar Tobias de lado para poder fazer minha apresentação na conferência. Namaste...

AUDIÊNCIA: Namaste...

(Outra mudança de energia neste ponto quando Tobias retorna).

TOBÍAS: Duas escolhas que vocês têm no dia de hoje (risadas da audiência), pois Tobias continua como se nada tivesse interrompido seu fluxo de conversa)... e depende de vocês qual delas escolhem. Pedimos à vocês para irem profundamente ao seu interior para sentir estas duas escolhas. É uma encruzilhada. Chegou o momento de ir dentro de si para sentir as diferentes direções que não somente vocês, como Shaumbra, podem ir, mas também aqueles que vão lhes seguir.

Vamos pedir que façam uma inspiração profunda. Possivelmente, quando vão para dentro, vocês saem da mente e penetram na energia do coração. Não há uma escolha que seja melhor ou pior do que a outra. Qualquer das escolhas os levará ao mesmo lugar, somente de duas formas diferentes, Shaumbra, de duas formas diferentes. Aqui não há certo ou errado. Somente há duas escolhas. As duas foram bem preparadas para este dia. Deixe-nos sentir sua energia agora, a energia de todos os Shaumbra, antes de continuar.

Durante os doze últimos meses e 11 Shouds falamos a respeito da incorporação. Falamos que incorporação é a aceitação sem temores... tirando aqueles bloqueios... liberando aquelas coisas que os estão retendo... incorporando tudo sobre vocês mesmos... incorporando o que gostam e o que não gostam... incorporando as energias de vidas passadas... incorporando todos os potenciais que nunca foram postos em pratica, nunca manifestados. A incorporação é a aceitação destemida.

E isso é o que estivemos fazendo durante 12 meses. É a liberação da história que vocês pensaram que eram. É uma bela história. Vocês a criaram. É uma obra-prima. Mas, chega-se a um ponto onde igualmente chega a hora de liberar isso... Oh, não jogando-a fora na rua, não negando-a. Quando nós dizemos “liberar” – cada vez que dizemos “liberar” – estamos falando a respeito de tirar as estruturas energéticas, as limitações e os controles de suas criações.

Tal como falamos por todo o ano, quando o Espírito, a energia pura do Espírito, cria, não há limitações. O Espírito cria, na mesma hora abençoa a criação e deixa que essa criação continue se expandindo e evoluindo sem controlá-la, sem arrastar velha bagagem, sem agenda e sem limitação. Essa é a forma que vocês têm que recordar para criar.

Vocês criam a história. Vocês dão um nome a ela nesta vida, e dão um corpo a ela para que caminhe nele. Logo, chega um ponto no qual se dão conta que já não continuam sendo vocês; é um aspecto de vocês. E vocês deixam que essa história se vá. Oh, é obvio, quando vocês fazem isto, as coisas mudam.

Mas, isto realmente permite à vocês se expandir e ir para os próximos níveis. Permite ir além desta 3-D em que se encontram, uma 3-D que podem sentir tão real e que pode parecer tão real mas que foi somente uma realidade, esta 3-D que é tão densa, tão pesada que verdadeiramente fica turva depois de um tempo. Perde a claridade. Vocês perdem sua claridade a esse respeito. Vocês perdem o caminho.

Assim na incorporação, na aceitação de tudo o que vocês são e de tudo o que os rodeia, cada pessoa, cada coisa... Oh, isso libera uma energia que quer se expressar de uma nova forma. Deseja avançar para a Nova Energia. E isso é o que estiveram fazendo durante um ano. E nós os amamos e os honramos por isso.

Vocês aprenderam a respeito de cuidar de si mesmos. Parece estranho que estas palavras precisassem mesmo que ser ditas. Mas, precisaram. Vocês estavam começando a se esquecer de cuidar de si mesmos. Vocês estavam esquecendo de honrar seu corpo, honrar a mente e honrar o espírito.

Honrem sua viagem. Cuidem de si mesmos. Como um professor, têm que cuidar de si mesmos. Têm que dar presentes a si mesmos. Não há nada errado de estar em uma forma auto-determinada, em uma forma de amor-próprio. Não há nada errado. De alguma forma a consciência humana tem feito disto uma coisa errada.

Imaginem-se sair caminhando daqui e ver que cada um no mundo ama a si mesmo. Que benção seria! Bem, isto pode começar bem aqui com vocês. Cuidem de si mesmos. Amem-se a si mesmos. Nutram a si mesmos. Não há nada mau nisso.

Vocês lhe têm medo de mimar-se em demasia. Vocês estão avançando além disso. Vocês têm medo disso pois é possível que no passado consentiram em demasia. Vocês estivavam em uma forma desequilibrada. Mas agora, sua energia volta a se equilibrar.

Lembrem-se do que dissemos, “A Energia procura resolução. A energia procura sua própria forma de equilíbrio”. Quando está desequilibrada ela se encontra em um estado de ser que não é natural. Não temam amar a si mesmos. Não temam às coisas que lhe aconteceram no passado quando pensaram que se consentiram em demasia.

Alguns de vocês ainda continuam carregando a energia de ser um alcoólatra. Vocês propuseram esse bloqueio. Vocês continuam dizendo, “Eu sou um alcoólatra”. Neste momento, neste lugar seguro e sagrado que nos encontramos, vocês podem deixar isso ir e amar a si mesmos? Vocês não são alcoólatras. Vocês são um anjo que se embebedou muito (risadas da audiência). E agora, estão avançando mais além disso. Vocês sabem que já não serve mais à vocês se embebedar desse jeito.

Não serve mais à vocês comer muito, mais nada - em excesso. Há um tipo de equilíbrio agora. Esse equilíbrio está em vocês e com vocês atualmente. E, à propósito, temos algo a dizer para alguns de vocês – o equilíbrio não é entediante; o equilíbrio é conclusão e expressão de uma maneira única.

Durante o percurso do ano falamos a respeito da liberdade da alma. Vocês tiveram a honra de escutar à Adamus em varias ocasiões – como dizer – sendo sacudidos umas poucas vezes por Adamus, mas para fazer que essa energia começasse a se mover, aquela energia de Saint Germain fluindo, a energia da alquimia e transmutação. Falamos extensivamente a respeito da liberdade da alma. E na liberdade da alma vocês se tornam os radiantes seres sincrônicos que escolhem ser, que desejam ser.

Oh, vocês estão irradiando neste momento. Há uma energia que está entrando e através de vocês, sendo abençoada por vocês, produzindo uma irradiação tremenda neste salão e para todos os que estão ouvindo. Vocês são lindos seres radiantes.

Vocês ouviram inclusive no dia de hoje – e de ontem – mais a respeito da vida sincrônica. A vida sincrônica é quando vocês se abrem... quando vocês incorporam... quando amam a si mesmos... quando concedem liberdade a si mesmos... quando saem da incomoda maneira de pensar e avançam para a maneira de ser da Nova Energia... tudo é sincrônico. Isto acontece nesse momento. Parece que todos os eventos fluem. Literalmente as respostas estão aí antes que a pergunta tenha sido formulada.

Essa é na realidade a forma verdadeira e natural da Nova Energia. As respostas estão aí antes que as perguntas tenham sido formuladas. Esta é a forma que é suposta a ser. Como ela saiu da polaridade, nós não estamos totalmente seguros. Chegou o momento para voltar à esse estado de ser onde todas suas necessidades se encontram aí, inclusive antes que vocês saibam que as necessitam. Bem, então verdadeiramente se elimina a necessidade de necessitar.

Vocês passaram o último ano incorporando, liberando, permitindo. Chegamos a este ponto no Shoud 12, a este ponto em que vocês agora escolheram uma direção para
este Shoud. Temos que dizer que é um dia especial. É um dia de sete triplo. Não que vocês estejam governados ou controlados por números, mas algumas vezes vocês por algum acaso apanham certos atalhos energéticos – tal como é o triplo sete – como em um momento, como em um evento, possivelmente inclusive podem chamar isso de uma cerimônia. É onde nos encontramos no dia de hoje – um triplo sete, querendo dizer que vocês têm um potencial significativo neste dia, que se encontra sentado bem aqui com vocês. Vocês têm como um potencial adicional que flui adentro... sete sendo sagrado, místico, transformador. Não é um milagre que estejamos sentados aqui justo no dia de hoje, neste momento.

Agora, antes que nós cheguemos ao coração da verdadeira razão pela qual estamos aqui, deixe-nos falar a respeito de três importantes elementos, três atributos importantes que se entrelaçam com tudo isto, três coisas que literalmente serão levadas por vocês durante no próximo ano. Os mesmos são “ismos” muito simples, mas que são a própria chave para o trabalho que vão estar fazendo.

Em primeiro lugar, Shaumbra, compreendam que Deus não é poder. A consciência humana atualmente se iguala ao poder de Deus. Ela diz que Deus pode criar nuvens, relâmpagos e árvores. Deus pode mover objetos. Deus pode fazer todas estas coisas poderosas.

A humanidade ainda se encontra dentro da consciência de que Deus é poder. Há um elo energético diretamente relacionado entre estes dois conceitos – Deus e poder. Quando se chega ao fundo disso, as religiões do mundo ainda sentem que Deus é igual a poder. Eles temem Deus e seu poder.
Isto parece ser uma coisa pequena, Shaumbra, mas é grande. Vai lhes ajudar a compreender a consciência. Vai lhes ajudar a compreender como é que as pessoas atuam da forma que fazem e como vocês vêem as coisas que vocês fazem. A Velha Energia é: Deus é poder. A Nova Energia, a nova consciência, diz que Deus é simplesmente expressão... expressão... criando constantemente, e uma criação que não necessita de um poder por detrás dele. O poder é um conceito da Velha Energia.

Agora, nós vamos para a física da energia com vocês. Aqui está um breve aviso. Não há energia. Ela não existe. Não há nada mais que potencial. “O Campo”, a rede – qualquer que seja a maneira que vocês o chamam – não é nada mais que potencial em um estado neutro de ser, esperando ser ativado pela consciência, tanto grupal, familiar ou individual.

A verdadeira fonte de tudo se encontra em um estado de ser neutro, todo potencial, tudo neutro. Não tem agenda... não tem desejos... não tem movimento por conta própria até que seja ativada pela consciência. Quando ela é ativada, assume atributos de energia. Assume diferentes tipos de equilíbrio do que vocês poderiam chamar positivo ou negativo, mais ou menos, masculino ou feminino... da forma que quiserem chamar. Mas, assume atributos da dualidade. E então, começa a trabalhar.

Sempre há um equilíbrio deste positivo a menos. Geralmente, tal como dissemos nos Shouds anteriores, há um equilíbrio de dois terços/um terço. Mas, isto sempre está mudando. E tem a tendência de voltar para equilíbrio de dois terços/um terço, desde que seja um equilíbrio para positivo ou um equilíbrio para o menor. Mas, isto é um atributo da Velha Energia. Esta é a forma em que o mundo da Velha Energia literalmente opera e é abastecido.

Mas agora, o Deus da Nova Energia simplesmente é expressão. Não necessita do poder. Nem sequer necessita do velho negativo e positivo. Imaginem e sintam por um momento, um existir e criar em seu mundo que não precisa ativar o negativo e o positivo. Não necessita dos equilíbrios da Velha Energia. Ele opera com um tipo de expressão da Nova Energia.

Vejam vocês, a expressão e força ou poder, são duas coisas diferentes. Nós sabemos que nos estamos lidando com semântica aqui. E às vezes, o idioma inglês é muito limitado. Mas, imaginem... sintam por um momento que estão operando em uma vida sincrônica em que não têm poder. Ela é simples expressão, pura e clara. Essa é uma coisa muito importante que têm que recordar. Deus não é poder. Deus é expressão.

E quando a consciência chega a esse ponto de compreensão, ela vai mudar as religiões e vai mudar a forma em que a humanidade trata uns aos outros. Vai mudar a forma em que os humanos interagem uns com os outros. Até agora tem sido uma luta de poder. Cada um está tentando assimilar, reunir e roubar poder, ou para construir sua história ou para tentar retornar ao Lar, algumas vezes as duas.

O segundo ponto a recordar, Shaumbra, é que… falamos sobre a Muralha de Fogo como uma metáfora. Do momento em que deixaram o Lar, podem chamá-lo como quiserem – o grande Sol Central, o Reino, a unidade com o Espírito – quando deixaram o Lar e escolheram deixar o Lar, e quando foram abençoados pelo Espírito para abandonar o Lar para que pudessem ir a fim de explorar o que o Espírito não conhecia, vocês passaram através dessa coisa que nós chamamos a Muralha de Fogo, e na Muralha de Fogo sua identidade individual foi criada. criou-se o que vocês chamam de seu ser de alma, seu ser Criador, foi criado.

Mas vocês também se fragmentaram em bilhões e bilhões de pedaços quando atravessaram a Muralha de Fogo. E nessa experiência, ao atravessar a Muralha de Fogo, a fragmentação, vocês também experimentaram cada potencial que alguma vez pudesse surgir. Agora, isso é muito... é muito. Vocês experimentaram os potenciais dentro dos potenciais. Imaginem tudo isso que lhes chegou e o que pareceria ter sido um simples ponto no tempo e uma só experiência. Todos os potenciais dos quais alguma vez poderiam escolher, fluíram para seu interior. Imaginem isso.

Agora não queremos tirá-los muito de sua ancoragem. E nós sabemos que isto levará a certas discussões ao redor das mesas esta noite. Mas, de certa forma, vocês Shaumbra, ainda se encontram dentro da Muralha de Fogo. Todos nós ainda estamos. Ainda continuamos experimentando a Muralha de Fogo.

Vocês escolheram um potencial e saltaram dentro dele. E esse potencial parecia ser a realidade de deixar a Muralha de Fogo e ir para essa grande aventura de criar um universo físico, e todas as dimensões, e terminar sentados justo aqui nesta reunião dos Shaumbra. Mas este foi um dos tantos potenciais que vocês escolheram. Há muitos, muitos outros que são de um equilíbrio igual ou significativo.

Assim em certo sentido, vocês estão ainda dentro da Muralha de Fogo. Os potenciais estão ainda justamente aí. Os potenciais estão fluindo para dentro e através de vocês como uma corrente de sonhos, penetrando e fluindo para fora.

Uma das coisas que todos os anjos do universo, os arcanjos, chegaram a sentir e a conhecer foi que em certo ponto tínhamos que desacelerar tudo isto. Tínhamos que chegar a esta existência na forma material... o que vocês chamam a Terra... matéria... energia desacelerada... terceira dimensão... a fim de ter uma compreensão maior, mais verdadeira, de nós mesmos... a fim de nos liberar... ou de certo sentido, nos reintegrar nesta Muralha de Fogo.

Assim, uma das coisas que estamos literalmente experienciando bem agora é que ainda estamos na Muralha de Fogo. E, ainda continuamos escolhendo outro potencial para estar em uma realidade material de terceira dimensão que escolhemos, como uma forma de re-integrar o que sentimos ser todas essas partes e peças que foram fragmentadas, fragmentadas a propósito, fragmentadas com grande amor. Mas, para voltar a trazê-los de volta, sentimos que o caminho da 3-D, um mundo material, seria o melhor.

Isto fará que talvez sua cabeça dê voltas um pouco mais ao pensar que ainda se encontram na Muralha de Fogo. Mas seu coração compreende sobre o que estamos falando. Seu coração compreende.

Este seria o segundo atributo importante que continuará à retornar durante este próximo ano. Vocês compreenderão bem mais o significado do que vocês estão dizendo e do que nós estamos dizendo no dia de hoje.

O próximo atributo a recordar – e isto realmente fará com que sua cabeça dê voltas mas que seu coração se abra – vocês já chegaram lá. Vocês já completaram tudo isto. Isto é tão verdadeiro. O que estão fazendo agora, é que estão se divertindo com a experiência de chegar lá, vejam vocês.

Vocês já chegaram. Vocês já ascenderam. Vocês já se integraram. Vocês fizeram. Oh, não estamos falando metaforicamente, estamos falando literalmente. Vocês fizeram a transição para dentro da Nova Energia. Vocês já receberam sua plena nave-Criadora... seja como for que queiram chamar isto. Vocês já fizeram todo o ciclo. Vocês fecharam o círculo.

E, vocês dizem, “Mas então, porquê tudo está da maneira que parece estar? Porquê parece estar incompleto?” Porque é uma parte do seu brilhante e magnífico desejo criativo. Vocês agora desejam experienciar isto, percebam... Assim estão atravessando a experiência.

Agora isto deveria lhes dar um certo tipo de consolo. Possivelmente agora possam desfrutar da experiência, no lugar de se preocupar com ela todos os dias. Vocês já chegaram lá, Shaumbra. Desfrutem da experiência agora. Não há armadilhas ao longo do caminho entre lá e cá. Não há um bicho-papão. Não há nada que os vá devorar. Não há nada que tirará algo de vocês.

Assim, quanto desejam experienciar? Como desejam experienciar isto? Essa é basicamente a pergunta que fizemos à vocês anteriormente. Dois textos... depende de vocês.

Basicamente os textos foram – se quiserem resumir – os textos foram: o caminho difícil ou o caminho fácil (risadas da audiência). Que é colocar isto de uma forma muito simples. Mas, um dos caminhos foi mais difícil. Um dos caminhos foi o caminho do mártir, o de carregar a cruz em seus ombros. Um dos caminhos foi o do sofrimento. Um deles foi o de passar por grandes traumas e dramas.

E, vocês sabem que isso pode ser divertido às vezes (mais risadas). Mas também pode ser a sua própria armadilha. E nós adoramos quando ouvimos o “não”. Pode ser a armadilha. Pode ser... pode ser que fiquem presos. E nós pensamos que já tiveram o suficiente disso, vidas inteiras disso. E possivelmente, chegou o momento de avançar (muitos na audiência dizendo que “sim”).

O outro atalho é o caminho da facilidade e sincronicidade (mais “sim” da audiência)... o caminho da simplicidade... o caminho de não ter medo... o caminho da abundância... o caminho de ser um radiante professor. Vocês estão agora no planeta porque assim escolheram. Vocês não tinham que estar. Vocês estão aqui porque escolheram ser um professor. Vocês deram a si mesmos algumas tremendas experiências (certas risadas), pensando que isso ajudaria a serem inclusive melhores professores. Vocês jogaram o jogo de Adamus – “Meu sofrimento foi pior que o seu (muitas risadas); meus problemas são maiores” – porque vocês sentiram: A) este é um jogo divertido para se jogar e, B) porque vocês sentiram que isto daria à vocês a maior empatia e amor e conhecimento por aqueles com que vocês estão indo trabalhar.

Assim que vocês escolheram o caminho fácil, não é assim? E, ainda continuam tendo esta profundidade de sabedoria. Vocês não sacrificaram isso. Vocês ainda têm um mar de conhecimentos. Vocês ainda têm um universo de sentimentos dentro de vocês. Sendo assim, é pelo caminho fácil que iremos então. E isso é bom, porque de certa maneira estamos cansando do caminho difícil (mais risadas).

Assim agora vamos para o próximo nível. É um tempo de se dar um presente, um presente que vocês têm embalado para si mesmos na história fácil. Não foi na história difícil, mas sim na história fácil. Vocês nem sequer desejam saber o que é que estava embalado para vocês na história difícil (mais risadas). Mas, algo tinha a ver com esta pequena escola de falta de auto-estima de que ouvimos (mais risadas). Nós temos que dizer que apreciamos nos divertir do nosso lado do véu, fazer piadas. Nós pensávamos que tínhamos trancado Kuthumi à chave pelo resto do dia (mais risadas)

Assim é o momento agora. É bastante simples. É o momento de um presente. É o momento para o dom da CLARIDADE... da claridade. Vocês merecem isto, Shaumbra. Vocês deram isto de presente a si mesmos no dia de hoje. Ela se encontra aqui como uma linda, brilhante, radiante gema no centro desta sala, no centro deste lugar seguro que criamos. É um dom que também está dentro de cada um de vocês.

Vocês tem mantido esta claridade com dificuldade. Vocês a mantiveram afastada de si mesmos até que fosse o momento certo. E agora, neste dia do triplo sete, vocês sentem que o momento é o certo. E vocês sabem que o tempo é o certo. E vocês escolheram este dom. Assim é a claridade. A claridade é a habilidade... é, à propósito, não simplesmente o despertar. Esse foi possivelmente o primeiro passo dentro da claridade. Mas, este é um tipo diferente de claridade, a claridade da Nova Energia em sua vida.

Tal como dissemos antes, algumas vezes as coisas são muito turvas. É difícil vê-las pelo que realmente são. Algumas vezes vocês são pouco claros. Algumas vezes se perdem muito no que estão fazendo.

Mas agora, dão à si mesmos, conferem a si mesmos o dom da claridade. E, ela chegará à vocês de maneiras diferentes. Não tenham expectativas quanto a maneira que ela virá. Para alguns de vocês será literalmente uma claridade de visão, ou de audição. Para muitos outros será simplesmente uma claridade de conhecimento, de ver além do que pensam que é óbvio, de ver além desta realidade e dimensão.

Vejam vocês, inclusive com uma árvore... vocês olham para ela como a uma árvore... e dizem, “Ela tem casca e tem raízes, e tem folhas”. Ah... deixe-nos ser claros a respeito do que é isso. Vamos a outra camada ou nível. Deixe-nos por de lado algumas das ilusões que incluem à árvore e que vocês têm à respeito da árvore. Dentro da árvore há uma força dinâmica de energia vital. E vocês podem vê-la, ou senti-la, ou ter o conhecimento dela, se vocês permitem a si mesmos saltar de um nível de realidade – o que vocês chamam 3-D – e se expandir para os outros.

E, sim, podem se expandir facilmente dentro disso se saltarem em cima de um destes fluxos de energia de que falamos outro dia, se vocês saírem da caixa. Saltarem em uma espiral. Apelar por um círculo. Flutuem ao longo de uma energia que sobe e desce. Algumas vão para dentro e para fora, vocês sabem. Algumas destas energias vão dentro e fora, um momento aqui, o próximo momento não. Vocês sentem que estão dentro, e vocês sentem que não estão. Saltem em uma dessas.

Sejam simples… sejam simples. Digam a si mesmos que estão escolhendo a claridade, e vão ser capazes de ver a árvore pelo que realmente ela é. Vocês verão que esta ilusão – que tem uma casca e raízes e folhas – é nada mais que uma camada e nível, nada mais que uma ilusão.

E quando estão tratando com as pessoas, vocês às vezes são pouco claros. Vocês somente vêem uma energia que eles estão projetando para fora. E pensam, que esse é o único aspecto deles. Sejam claros. Invoquem a claridade. Tal como dissemos, é uma gema no centro do salão. E agora, está fluindo dentro do seu chacra único, justamente neste instante, em que estamos falando.

Inclusive se vocês não estão sentados neste salão ouvindo, se estão lendo ou escutando isto mais tarde, há uma razão; vocês pediram por isto. Esta claridade é sua. Pertence à vocês. Vocês a criaram. E agora, vocês escolheram conduzi-la.

Esta claridade dá à vocês a habilidade de ver além do óbvio nas pessoas com que vocês lidam. Oh, elas jogam jogos. Eles têm as suas fachadas, não é assim? A claridade lhes permite ver a energia delas. A claridade lhes permite ver quem realmente são. A claridade permite à vocês serem claros então, sobre quem vocês são em seus relacionamentos com eles.

Esta claridade permite que este velho jogo de brigar por energia e poder, de roubar us aos outros e de manipular uns aos outros... seja eliminado. Vocês não vão ter os outros tirando a sua energia, ou vocês tentando tirar a deles. Vocês não precisam disso. E no final das contas, eles não precisam disso.

A claridade vai ajudar vocês a verem todos os potenciais que existem em sua vida atualmente. Eles os cercam. Eles estão revoando ao seu redor... potenciais que vão se passar no próximo momento... potenciais que podem ser manifestados em suas vidas nos dias que virão.

Muitos de vocês não são claros, camadas de barro ou piche, camadas e camadas disto tudo ao seu redor. E vocês apelam à nós. E nos perguntam, “O que é que eu deveria saber?” Nós dizemos que amamos vocês.

Nós queremos que saibam que podem ser claros. Não é uma coisa mágica. Não é nada que tenham que se esforçar para alcançar ou que tenham que tentar fazer. Deixem de tentar em suas vidas, Shaumbra. Tirem essa palavra do seu vocabulário... não mais tentativas. Isso simplesmente é. É um potencial. Vocês escolheram através da claridade da sua alma trazer para a expressão nesta e em muitas outras realidades... vejam vocês... não mais tentivas. O tentar traz a energia de se esforçar, de lutar. E vocês escolheram o fácil agora. Portanto vocês desejam a vida fácil.

Isto não é sobre tentar. Isto é sobre escolher. Isto é sobre permitir, deixar entrar, a claridade de suas próprias escolhas e potenciais. Há um numero quase infinito de potenciais revoando ao seu redor neste instante. Aqueles que são os mais próximos, são os que têm maior probabilidade para vocês escolherem. Mas, não têm que fazer isto. Vocês podem mudar em um momento e escolher outro potencial.

E, sim, nós sabemos que com freqüência dizem, “antes de escolher o potencial, tenho que saber exatamente o que contém dentro dele (certas risadas). Desejo ler o texto. Desejo saber o que está escrito nos pormenores. Quero saber todos os detalhes e ramificações. Quero analisar tudo isto antes que eu faça a escolha”.

Vocês acabam de perder o potencial. Ele sai fora do seu alcance neste ponto... vejam vocês... porque agora vocês estão tentando transferi-lo para a cabeça; vocês estão tentando analisar; estão tentando esmiuçar. E, perde-se o momento do Agora, a espontaneidade e sincronicidade que se encontram contidas em seu interior.

Vocês podem sentir cada potencial… vejam vocês... tal como o fizeram anteriormente, uma linda, linda experiência. Vocês tiveram dois potenciais de roteiro para o dia de hoje. Vocês se permitiram sentir. Sim, sabemos que sua mente se meteu no caminho um pouco, mas nas suas entranhas, em seu coração e em seu chacra único, vocês já sabiam... vocês já sabiam. Vocês sentiram... assim é, a claridade em seus potenciais.

Nós temos a dizer que vocês têm que sair da cabeça. Escolham aquele que sentirem como o melhor dos sentimentos de alma e chacra, aquele em que se sente melhor. Escolham e expressem-no.

A claridade está lidando com todas as energias ao seu redor. E, há muitas, muitas energias. Há muitas energias, energias externas da consciência humana e desta realidade de 3-D em volta de vocês. É como uma auto-estrada congestionada. E, isto fica confuso, e fica difícil e frustrante, e literalmente os esgota.

É uma dinâmica interessante. Quanto menos claros vocês são, mais se cansam. quanto mais se cansam, menos claros são. Quanto menos claros são, mais se cansam. É um ciclo interminável. Alguns de vocês literalmente estão fatigados.

Agora o que acontece em um certo ponto, é que vocês estão tão fatigados que têm que deixar ir. Tem que deixar ir o controle. Tem que retornar à fonte do espírito dentro de vocês. Isto renova vocês por um período de tempo, e vocês inspiram um suspiro de alívio. E depois, retornam ao velho ciclo.

Shaumbra, vamos sair disto agora. Vamos ter claridade... claridade. A claridade é a habilidade de saber antes que aconteça. Claridade é a habilidade de ver dentro de qualquer coisa, quer seja material ou espiritual, e entendam o centro da sua essência, entendam o centro da sua energia... vejam vocês É muito simples. Não recorram ao seu cérebro para tentar analisar isto. É tão simples.

E nós rimos. Entendam, tudo está composto de energia... tudo. O microfone que estamos falando... é feito de energia que foi criada para ter uma certa forma física e para executar certas funções. Mas, sejam claros a respeito disto por um momento. Sejam claros a respeito disso. Não é o que parece ser.

Isto não é a única coisa que parece ser. Pode ser também outras coisas. É a energia de todos aqueles que falaram através dele. Isso é – na forma mais clara de ser – a habilidade de transmitir e distribuir energias mais alem do alcance da audição humana, e que está fazendo neste momento. Sejam claros. Entrem nela. Entrem dentro das camadas e camadas. Desçam ao simples centro das camadas de energia.

Vocês começarão a ver claramente para que isso serve. Já não continuará enganando vocês por sua presença, quer seja uma pessoa ou um objeto, ou uma árvore, ou uma planta. Vocês irão ver... vocês vão ter tamanha claridade para começar a ver a energia Criadora original qualquer que ela seja... seja uma pessoa... seja um objeto... ou inclusive um dos incontáveis anjos que estão flutuando por aí neste momento.

A claridade, sim, vai precisar da sua imaginação. A imaginação simplesmente é o veículo da criatividade a ser expressa. Assim invoquem sua imaginação.

Vocês dizem, “Mas, Tobias, eu não compreendo. Como eu faço para ser claro?” Escolham claro... vejam claro... entendam claro. Nestes dias, semanas e meses que virão olhem para cada objeto ou pessoa. E logo, deixem claro... e podem fazer isto mediante a respiração... clareiem. E, usem isto para esclarecer a velha maneira de olhar, as velhas pré-condicionadas maneiras da terceira dimensão de observar tudo. Sejam claros. Em certo sentido dissolverá a camada ou a fachada que está aparecendo, se apresentando para vocês. E agora, vocês podem verificar isto mais adiante. Clareiem novamente, e poderão ver mais profundamente e mais longe.

Isto não é um exercício psíquico. Não se trata de tentar entrar e ser invasivo. Trata-se de ver as coisas na sua maior autenticidade, na mais simples forma de energia, avançando e saindo da caixa da 3-D, da maneira que estavam olhando para ela.

Este dom da claridade que estão dando a si mesmos no dia de hoje... Oh, é uma bênção. É uma bênção há muito esperada. Vai servir à vocês para o que vem a seguir nestes tempos que chegam. Na verdade, o lugar para onde vocês estão indo a partir de agora exige claridade. Já não vão mais ser enganados pelas aparências, já não vão mais ser enganados pelo que vocês pensam que é e não é realidade. A habilidade de ter claridade para ir aos fundamentos mais simples dos blocos essenciais de energia em algo que vai ser importante. Vai ser muito importante.

Não nos chamem para fazer seu trabalho de clarear. É um dom que estão dando à si mesmos. É um dom que estão dando à si mesmos. E recebam-no neste dia. Não têm que fazer nada para ativá-lo. Não têm que re-ativá-lo. Não têm que negociá-lo. Sempre vai estar lá agora. Somente têm que relembrar como usá-lo. Isso toma um pequeno tempo, mas depois se faz mais e mais natural. A claridade... quanto mais vocês a usam mais vai vão ter... por exemplo, para quando estiverem escrevendo um livro.

Oh, sim, alguns de vocês se turvaram tanto, estão tão pouco claros que literalmente permitiram que todas as energias de consciência externas entrassem e, de certo modo, deixaram as coisas turvas, pouco claras, porque isso é com isso que a consciência se parece atualmente. É como um rio turvo. E, está tudo bem. Ela escolhe ser um rio turvo. Mas vocês, estão escolhendo ser um rio claro.

Isso nos lembra desta história do Shaumbra, uma história curta (algumas risadas porque Tobias diz que suas histórias muito longas são “curtas”). E, não haviam sete; somente havia uma. E, seu nome era Clara. E ela foi chamada para ir à uma festa. Um amigo a chamou e disse, “Todos estaremos nos reunindo. Vamos ter uma festa. Haverá dúzias de nós. Mas, vai ser um baile de mascaras. Vamos pedir que ponha uma fantasia e junte-se à nós”.

Assim realmente Clara fez. Ela colocou sua fantasia. Vestiu-se como uma bruxa, o que de certa maneira era adequado para um Shaumbra, imagino (certas risadas). E ela foi para a festa. Ela passou a noite ali. E ela observou a todos os outros vestidos com suas fantasias.

E no dia seguinte ao tomar café com um amigo dela, seu amigo disse, “Bem, Clara, como foi a festa?” E Clara disse, “Havia uma comida maravilhosa, bebidas maravilhosas e bela música. Mas foi difícil. Não conheci ninguém ali”. Embora todos fossem seus amigos, eles estavam disfarçados. E ela sentiu como se não conhecesse ninguém. Ela se tinha caído tanto na sua realidade e ilusão que não reconheceu a ninguém, embora ela conhecesse muitos deles durante anos.

É uma maneira gentil de dizer, Shaumbra, que isso é como a vida na Terra tem sido. Foi uma festa de disfarces. Tudo está se disfarçando de alguma coisa... as pessoas se disfarçando como suas identidades... plantas e animais se disfarçando como plantas e animais (risadas)... tudo parecendo ser algo em especial. Mas isso não é tudo o que é, e isso certamente não é sua energia central. Na claridade vocês podem ir além da ilusão, diretamente passando pelos disfarces. Assim sejam muito claros com o que está se passando na sua própria vida e com tudo o que lhes rodeia.

A claridade também é facilidade, seja dito de passagem. É tão fácil. Comecem a utilizá-la. Comecem a trabalhar com ela. Reúnam-se em grupos. Um par de coisas acontece quando vocês trabalham com claridade... não deveria haver esforços. Simplesmente é uma escolha. É a escolha de ir além da ilusão para a energia central, de ir além da superfície e para a verdadeira realidade. Olhem para os objetos. Olhem para as pessoas. Tudo o que têm que fazer é inspirar e dizer, “Eu escolhi a claridade”.

Agora, há uma coisa interessante que poderia acontecer aqui. Sua mente ainda não alcançou ainda. A mente física humana não alcançou ainda perceber uma informação como a que vão estar recebendo agora. Assim ela não compreende um pouco da informação que está chegando. É duro para vocês sequer entender à fundo o conceito de não compreender algo através de sua mente.

Mas é aqui onde outro lindo benefício da claridade da Nova Energia se apresenta. Ah... vai fazer que vocês comecem a utilizar a Inteligência Divina, o ser de alma, o conhecimento interno, o chacra único. Vai tirá-los das suas cabeças e entrar nesse lugar centrado.

Vocês vão começar a receber informação quando olham para outra pessoa. Vocês fazem uma inspiração... vocês clareiam... vocês vão para a essência deles... é obvio, não de forma invasiva. Mas vocês penetram na sua essência para ver a verdadeira natureza deles. Agora, no princípio em sua cabeça pode ser que não compreendam o que está transparecendo. Mas seu coração sabe... seu coração sabe. Sua mente, sua mente física – que simplesmente é como um dispositivo rastreador, gravador e analítico – irá captar tudo. E seja dito de passagem, também vai literalmente crescer. Sua mente crescerá e se expandirá nisto. Simplesmente recebam a informação. Está lá. É justamente não se chegar através da mente.

Claridade em tudo com o que vocês lidam… vai ser tão importante para onde nós estamos indo daqui em diante... vejam. Tal como mencionei com antecedência, nenhum de vocês tem que estar justo aqui neste momento. Vocês saíram dos ciclos carmicos de vidas passadas. Vocês estão escolhendo estar aqui para fazer entrar a Nova Energia, para ensinar e simplesmente para desfrutar da vida. A claridade ajudará vocês a ver as coisas como elas realmente são.

Agora, para todos os Shaumbra que estão preparados, vamos nos movimentar para o próximo nível. E isto é uma coisa boa e uma coisa fácil. Para todos os Shaumbra que desejam ir a essa próxima etapa da viagem, como sabem, nós estamos rapidamente nos aproximando do 18 de Setembro de 2007, o salto quântico da consciência humana. É por isso que as coisas parecem ser tão erráticas e caóticas ultimamente.

E novamente dizemos que isto é um evento abençoado. Não é o fim da Terra. Somente é o fim da consciência como vocês a conheceram. Literalmente é o começo dos novos tempos, o começo do caminho da Nova Energia. Assim as coisas estão mudando bastante agora.

Nós estivemos trabalhando com vocês por um período de seis anos, indo para o sétimo. Nosso chamado inicial para o serviço, nosso pedido inicial da parte de vocês era que nós descêssemos para lhes ajudar através do seu despertar pessoal e individual. Também era para lhes ajudar através de todo este tempo de liberação e de permissão. Eles vão de mãos dadas, despertando, chamando para liberar e permitir. O liberar significa tirar a estrutura energética fora do que vocês tinham se moldado.

De certa maneira, poderia se dizer que nós chegamos a conclusão do nosso serviço perante vocês. Nós temos feito o que nos pediram para fazer. Nós cumprimos o compromisso de estar com vocês até o final de 2007. E basicamente depende de vocês nesse ponto se continuamos a trabalhar com vocês desta forma ou não. De qualquer maneira, sempre vai haver aqueles que virão trabalhar com vocês, anjos e grupos... sempre. Mas a maneira que estabelecemos entre nós e os Shaumbra é única.

Tal como dissemos, nos comprometemos a trabalhar com vocês até o final de 2007. Se vocês encolherem avançar para o próximo nível, nós vamos ficar. Eu, Tobias, pessoalmente vou permanecer até um ponto aproximadamente dez anos a partir de agora... e não mais... e guardem minha palavra nesse sentido. Neste dia eu me comprometo a dez anos, não mais. Não há... isto é claro. Não há se’s, e’s ou mas’s a respeito disto. Meu corpo já estará encarnado na Terra. Já estará deixando seus pais loucos (risadas da audiência). Durante tanto tempo ansiei voltar para a Terra. Eu tenho assim... eu sinto saudades de vocês... e sinto saudades da Terra... eu anseio o que a vida pode oferecer.

Eu vou atrasar a minha re-entrada por pouco tempo, se os Shaumbra escolherem avançar. Mas, o avançar se parece com isto. Chegou o momento de sair da caixa. Chegou o momento de sair das cadeiras. Chegou o momento de fazer algo, Shaumbra. O mundo está clamando por isso. O mundo deseja isto. Chegou o momento de reunir as energias Shaumbra.

Nós estivemos nos preparando do nosso lado. E, de fato temos que dizer que Kuthumi tem tomado a liderança nisto. Nós estivemos nos preparando do nosso lado, trabalhando uns tantos de vocês, do seu lado, para tornar isto realidade, em tornar os Shaumbra em uma expressão de fluxo dinâmica, mais que somente os Shouds uma vez por mês.

Mas, chegou o momento, Shaumbra. Nós estamos - como dizer – dando indícios disto. Nós estivemos pressionando isto em alguns de vocês, virtualmente os tornamos loucos com isto. Chegou o momento de serem os professores... os autores... os escritores da música... os escritores das peças... os inventores das novas tecnologias... os conselheiros... os facilitadores... e os curadores.

Chegou o momento de levar vocês de retorno ao Fruto da Rosa, a paixão. Vocês já não podiam falar mais disso simplesmente. Já não podem mais sonhar com isso somente. Chegou o momento de manifestar e expressar isto agora em realidade.

Uma estrutura foi criada por parte dos Shaumbra à níveis potenciais. E é – como dizer – uma estrutura que tem um fluxo e um movimento que não se parece com as estruturas que vocês têm na Terra. É uma estrutura para que os Shaumbra criem no seu interior. Deixe-nos chamar isso de incubadora dos Shaumbra, o dispositivo para o nascimento, o útero dos Shaumbra. Isto tem sido criado em níveis potenciais. Tem sido acompanhado por um número de Shaumbra no seu nível de realidade. E agora chegou o momento para fazer isto entrar agora.

O introduzir isto fará que – como dizer – haja certa resistência da parte daqueles que ainda se encontram na Velha Energia. O introduzir produzirá – como dizer – um ceticismo do interior dos Shaumbra, definitivamente do interior dos círculos da Nova Era, e dos círculos fundamentalistas. Não há nada assustador ou que cause terror à respeito desta energia. Simplesmente se trata de energia Shaumbra pronta para se
Manifestar, pronta para ser expressa na Terra.

Deste útero todos vocês podem atrair apoio e abundância, criatividade. Podem utilizar este útero como um lugar para dar a luz à sua própria paixão em sua própria vida. Com a claridade que vocês introduziram no dia de hoje vocês saberão o que fazer, quando fazer isto, como fazer isto. E depois, passam através da experiência dela. Do útero provém a sincronicidade que trará tudo o que precisam nos seus intentos

Sim, o que estamos pedindo aqui para os Shaumbra que estão preparados... estamos pedindo à vocês que agora façam seu trabalho da alma aqui na Terra, seu trabalho da alma da Nova Energia. E, vocês entram em pânico e dizem, “Mas, eu não sei o que isso é”. Ah... claridade, Shaumbra, claridade. Claridade... é como tirar o pó de alguns itens que estiveram incubados aqui durante muito tempo... clareando o pó. É como ir para as camadas interiores, as camadas multidimensionais para ver o que a energia realmente é.

Sua paixão está aí. Seu trabalho da alma está aí. Possivelmente vocês tiveram medo, possivelmente vocês pensaram que não são merecedores disso. Nesse caso possivelmente tenham que ir às aulas do Kuthumi (certas risadas) – “O que... pensam que eu sou estrume de vaca de qualquer maneira?”. Nós gostamos disso.

Chegou o momento de sair e de fazer seu trabalho. Não se trata de evangelizar. Trata-se de expressar e criar. Vocês não tentam converter alguém ou mudar alguém. Vocês os honram exatamente pelo que são. Mas, eles chegarão a vocês, tal como dissemos. Eles chegarão à vocês em maiores e maiores números, grandes números. Eles vão querer experienciar o que vocês estão criando... quer seja um livro... quer seja uma peça de música... quer seja um negócio.

Oh, e tal como vocês escutaram ontem, vocês inclusive podem dirigir uma oficina de reparação de escapamentos, e pode ser espiritual. Vocês sabem que tudo são metáforas. Um silenciador é algo que desfaz algo desse – como dizer – escape ruidoso tão difícil que se produz com o processo do despertar humano. Alguns de vocês precisam literalmente da oficina de silenciadores porque também estarão fazendo as reparações metafóricas e espirituais do silenciador. Vocês precisam controlar algumas destas emissões e gases que estão largando (mais risadas).

Não tem que ser dando workshops. Poderia ser a pintura. Sabem vocês quanta energia pode estar contida em um quadro pintado por um Shaumbra? É algo matemático. Clareiem por um momento aqui... clareiem por um momento... ponham sua energia em uma pintura... uma que vêem... uma que viram recentemente. Clareiem... vão mais fundo para as energias ao nível raiz. É uma série de matemática e de geometrias sagradas. Não é somente colorir sobre uma tela. Poderia ser uma maneira do pintor curar á si mesmo. Há muito mais. Uma vez que se tornem claros, vocês irão ver alem do obvio.

Shaumbra, chegou o momento para que vocês façam seu trabalho da alma. Vamos pedir – com a indulgência de Cauldre - alguma explicação a respeito disto amanhã. Ele teve um pouco de – como dizer – seus próprios medos à respeito disso. Mas, chegou o momento. Chegou o momento para que ele também esteja claro. Chegou o momento para que ele compartilhe isto com todos.

Nós estamos preparados. A questão, nas grandes palavras de Metatron, “ Vocês estão prontos agora? Estão prontos para a Nova Energia e para o caminho fácil?” (a audiência responde com um “sim”) Não se sintam – para alguns de vocês que não foi possível tirar esse sim da sua boca – não se sintam envergonhados do fácil. Do
nosso lado não há julgamento pelo fácil ou difícil. Vocês não recebem nenhum pontos extras pelo difícil (risadas da audiência e aplausos). Vocês não receberão um aposento melhor de nosso lado. Vocês não chegarão a estar sentados em primeiro lugar em nossos restaurantes. E, não vão obter um fim de semana especial na minha casa de campo.

Na verdade, balançamos nossas cabeças e algumas vezes temos algumas lagrimas quando vocês escolhem o caminho difícil. Isto não tem que ser. Deus não transmite mais favor ou amor a aqueles que escolhem o caminho difícil. Aqueles que escolheram o caminho difícil literalmente, em geral, perdem o contato com Deus.

Assim, Shaumbra, temos dois anos de preparação. Isto não é uma coisa atemorizante. Essa é uma coisa que alegra. Este não é nenhum tipo de demanda. Vocês não vão ficar deixados para trás. Eles somente fazem isto em outros grupos (risadas da audiência a respeito da referência de Tobias à série de livros “Deixados para trás”).

Sempre haverá uma cadeira na mesa dos Shaumbra para vocês... sempre... sempre... ainda se vocês se levantarem por um pouco tempo e saírem para qualquer outro lugar. Em qualquer momento que escolherem retornar, haverá uma cadeira para vocês. E nós, sempre estaremos lá para lhes servir.

Vocês nunca estão sozinhos porque vocês são Shaumbra.

E assim é!




Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, vulgo "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com. O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.
O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.
Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.
As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.
O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.
Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.
Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado.
© Copyright 2003 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.

www.crimsoncircle.com
Tradução para o português: Silvia Tognato Magini - Julho de 2005 - silvia.tm@uol.com.br