As Histórias de Tobias: Possua Sua Divindade

(...) Há uma trabalhadora de luz de nome Raquel. E este ser que chamamos Raquel... não é necessariamente seu nome real, mas ela é uma pessoa real. Também é composta de todos vocês. Ela representa partes e pedaços de todos vocês. Vamos contar a história de Raquel para ajudá-los a compreender a lição neste dia.

Raquel, como você, veio à Terra. Ela já vivera mil e dez vidas na Terra - não é muito, comparado a alguns de vocês que gostam de retornar indefinidamente. (risadas) Ela viveu mil e dez vidas, e escolheu esta vida para o aclaramento final. Ela escolheu, sabendo que havia o potencial para o fim da Terra, fosse pela mão do homem, ou pelo que chamariam mão de Deus. Mas ela também sabia – porque conversou longamente com seus guias e anjos em nosso lado do véu – ela sabia que haveria um forte potencial que poderia ser logrado, que este potencial de destruição poderia ser transmutado num potencial de ascensão, o potencial de seguir em frente.

De qualquer maneira, ela veio a esta vida para o aclaramento final. E ela era como muitos de vocês. Ela disse, “Esta será minha última vida. Não voltarei novamente pra Terra.” E nós rimos e achamos engraçado, quando sentamos aqui e olhamos vocês que voltaram no status ascensional!

Agora este ser chamado Raquel teve uma infância difícil, pois sua mãe abandonou-a em tenra idade. Seu pai tentou ser amoroso, mas era muito difícil cuidar das quatro crianças. Ele não achava tempo, entre seu trabalho e tentar mantê-los de uma maneira decente, cuidar de todos eles, assim que eles passavam muito tempo sozinhos. Pouco sabiam o que era uma babá, pois não podiam manter uma. Enquanto o pai de Raquel estava ocupado trabalhando, ela ficava em casa cuidando dos outros irmãos. Mas o mais importante, ela organiza oportunidades de ficar consigo mesma, criar seus próprios jogos, criar seu próprio divertimento, criar suas próprias expressões.

Havia pouca orientação de seu pai. De fato, mais tarde em sua adolescência, houve ressentimento, pois a família começava a se estabelecer financeiramente. Podiam agora ter uma casa de classe média num subúrbio classe média, numa cidade classe média. Mas agora o pai estava se cuidando, fazendo coisas que estivera sentido falta. Ela saía a noite, e tinha amigas. Ele passava pouco tempo com suas quatro crianças, e pouco tempo com Raquel. Na verdade, havia muita raiva e ressentimento por causa disso.

Durante o fim da adolescência e a entrada nos vinte anos, ela tentaria encontrar o amor, que não tinha recebido de seu pai, em outros homens, mas estas relações não funcionaram bem. Nenhum deles foi capaz de preencher algo que havia dentro dela. Algo havia acontecido a ela quando criança. Havia uma voz interna que se expressava. E necessitava ser preenchida. Necessitava de uma parceria. Nesta parte de sua vida, Raquel procurou por essa parceria em suas relações com homens.

Bem, ela era realmente uma pessoa brilhante, uma pessoa que estudou na universidade para poder viver por conta própria. E quando se formou, devido ao fato de suas relações serem tão pobres, ela entrou de cabeça no trabalho. Trabalhou duro. Trabalhou muito em grandes empresas, subindo na vida. Mas o tempo todo, havia algo incompleto dentro dela. Como dissemos, ela continuou tentando encontrar nos relacionamentos a realização, mas estas relações não duravam muito. Ela descartava os homens de sua vida muito rapidamente, porque eles não preenchiam o papel que ela desejava.

Ela teve muito sucesso na carreira. No início dos seus trinta, ela abriu seu próprio negócio e começou bem porque havia uma direção e uma luz em seu interior. Ainda assim havia este contínuo tormento, um sentimento, uma sensação de que tinha que haver algo mais, que algo estava faltando.

E um dia um de seus sócios lhe falou sobre esta coisa chamada Espírito. Ah, imediatamente a trabalhadora de luz Raquel evadiu-se, dizendo que não ligava muito pra igreja. Seu pai já a havia levado, e seus parentes e amigos a levaram a seus cultos e tentaram convertê-la. Tentaram fazer com que se engajasse e se envolvesse em suas igrejas, e nada disso a interessou.

Mas agora, depois de discutir com seu colega sobre o Espírito e sobre o eu, ela começou a se interessar. Começou a ler livros, como tantos de vocês, e começou a ir a encontros. Ela começou a emitir raios de luz de dentro pela primeira vez após um longo, longo tempo.

Ao longo do caminho ela encontrou um marido, caso estejam pensando sobre isso. Ela encontrou um marido, e teve muitas crianças, mas parte da razão em fazer isso, é que ela achava que devia fazê-lo. Ela achava que era parte do programa dos humanos. Ela pensava que era importante para seu negócio ter um parceiro para que as pessoas não a achassem estranha ou diferente.

Ela se envolveu profundamente no trabalho espiritual. Quanto mais se envolvia, mas se via, e mais descobria sobre aqueles anos que passara consigo mesma na infância...ela descobriu que havia muito mais coisas acontecendo naquele tempo. Ela descobriu que estava se comunicando com o Espírito. Ela conversava com os anjos. Ela sentia seus guias. Tanta coisa havia acontecido naquela época. Ela se lembrou, enquanto estudava cada vez mais estes materiais.

Ainda assim estava frustrada, mesmo com este material da Nova Era. Sentia-se frustrada porque embora tenha se sentido bem por um tempo, não havia preenchido o desejo que sentia internamente. Ela continuava sem saber como falar com Deus. A despeito das maravilhosas pessoas que encontrava, e todas as maravilhosas palavras que ouvia, ela ainda não tinha uma profunda conexão interna com o Espírito. Continuava a ser uma coisa ilusória e externa. Ainda não havia dado o clique internamente.

Ela ouviu todas estas palavras sobre ser o Criador, e de uma maneira geral, estava começando a compreender com seu intelecto o que isso significava. Ela leu a Série do Criadores, e achou algo de valor nas lições. Ainda assim havia algo roendo por dentro a trabalhadora de luz Raquel. Ela queria sentir. Ela queria aquela conexão com o que quer que fosse. "O que será?" ela ficava imaginando a noite. "Será Deus em algum longínquo lugar? Será meus antigos guias? São os anjos?" Ela não achava que era isso. Ela pensava assim, mas não sentia que era isso.

A querida Raquel estava frustrada com este processo e queria muito esta conexão, e nós do outro do lado sentávamos e a observávamos, e a você também. Isso nos provocou lágrimas, porque compreendemos que no nível mais profundo vocês são tão puros em suas intenções. Vocês são tão puros em seus desejos. Tudo que desejam é ser tocados pelo Espírito e estar cientes do amor do Espírito. Nós compreendemos isso. Nós sabemos, ouvindo suas preces, que não estão pedindo toda sorte de coisas mundanas. Você não está pedindo – a maioria de vocês – para ser trinta ou quarenta anos mais jovem. Não pedem para ter cérebros de Einstein. Sua prece, seu desejo e anseio é simplesmente ser tocado pelo Espírito.

Agora, observamos Raquel. Observamos você. Sabemos que você está trabalhando muito diligentemente em seu progresso. Mas nós vemos uma coisa – e isso se tornou muito óbvio após nossa última reunião, muito óbvio, queridos amigos, que todas estas coisas estão acontecendo com vocês. Vocês têm disponibilidade de energia como nunca antes existiu. Como eu disse mais cedo, não poderíamos nos reunir assim como hoje nos meus dias, há dois mil anos atrás, e ter o tipo de energia que vocês têm aqui. Não tínhamos nada parecido a isto! Vocês têm tudo isso a sua disposição. Vocês até mesmo nos têm, informando a vocês que entraram no status de ascensão. Vocês têm as ferramentas para criar.

Oh, sim, há muito mais para compreender e aprender. Mas antes de darmos mais um passo, e antes que a trabalhadora da luz Raquel realize seu verdadeiro desejo, há uma coisa que cada um deveria olhar bem de perto e acessar dentro de si mesmo no nível mais profundo. Queridos amigos, é muito simples. Não é uma prestidigitação o que estão para fazer. A Lição Dois da Série da Ascensão é "Possua Sua Divindade.” POSSUA SUA DIVINDADE! Tome posse dela neste momento, agora mesmo.

E você diz, "Tobias, mas como a possuímos?" Simplesmente a possua. Como você possui uma casa, ou um carro, ou um talento, ou um amor? Você simplesmente aceita-o dentro de seu ser. Por que tem sido tão difícil a você aceitar seu direito divino e sua herança divina que estão aí dentro?
Lição Dois da Série da Ascensão, antes de ir adiante: Possua sua Divindade. Tome posse dela.

Temos visto desde o mês passado que vocês não querem tomar posse dela. Vocês querem jogá-la pela janela! Vocês querem negar sua existência!

Vocês querem negar o próprio poder que possuem. Querem que um anjo apareça a sua frente – e eles fazem isso hoje, e há alguns que ainda não acreditam! Você quer que um anjo apareça a sua frente e o leve em seus braços. A única maneira pela qual você verá isso acontecer em sua vida na Terra é ao morrer. Não fique esperando que um anjo apareça e carregue-o embora.

Temos nos mantido de fora de propósito. Não temos nos manifestado ante você. Não temos aparecido em sua visão por uma razão. Oh, sim, há outras pessoas que nos vêem, quem vêem outras entidades. Há outros que se assemelham a nós de nosso lado. Nós não temos feito isso com vocês. E vocês sabem porque. É porque nós amamos vocês. É porque, queridos amigos, não queremos perturbá-los em sua própria jornada.




Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. A história de Tobias, do livro bíblico de Tobit, pode ser encontrada no site do Círculo Carmesim na rede – www.crimsoncircle.com O material de Tobias tem sido oferecido sem ônus aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra mundo afora desde agosto de 1999, data quando Tobias disse que a humanidade ultrapassou o potencial de destruição e entrou na Nova Energia. 
O Círculo Carmesim é uma rede global de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Energia Nova. Passando pelas experiências, alegrias e desafios do status ascensional, eles ajudam outros humanos em sua jornada compartilhando, cuidando e guiando. A cada mês mais de 40.000 pessoas visitam o site do Círculo Carmesim para ler os últimos textos e para discutir suas próprias experiências. 
O Círculo Carmesim realiza seus encontros mensais em Denver, Colorado, local onde Tobias apresenta as últimas informações através de Geoffrey Hoppe. Tobias afirma que ele e outras entidades do Conselho celestial Carmesim, estão na verdade canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles lêem nossas energias e traduzem nossa próprias informações de volta para nós de maneira que possamos vê-las de fora, enquanto as experimentamos por dentro. Os encontros de Círculo Carmesim são abertos ao público, embora RSVPs seja bem vindo. Não há custos ou taxas a pagar. O Círculo Carmesim recebe sua abundância através do amor aberto e da doação dos Shaumbra pelo mundo. 
O propósito último do Círculo Carmesim é servir como guias humanos e professores de humanos que percorrem o caminho do despertar espiritual interior. Esta não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior guiará as pessoas a sua porta para compaixão e cuidado. Você saberá o que fazer neste momento, quando o humano único e precioso – prestes a embarcar na jornada da Ponte das Espadas – chegar a você. 
Se você está lendo isso e sente a verdade e a conexão, então você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade floresça em seu interior neste momento e por todo o tempo a frente.Você nunca está só porque há a família ao redor do mundo e há os anjos nas esferas ao seu redor. 
Por favor distribua estes texto livremente sem base comercial e sem cobrar. Por favor, inclua a informação em seu todo, inclusive as notas ao pé de página. Qualquer outra utilização precisa ser aprovada por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado @copyright 2001 Geoffrey Hoppe, POBox 7328, Golden, Colorado, CO 80403. E-mail: Tobias@crimsoncircle.com. Todos os direitos reservados.
Tradução para o português: Sonia Gentil, setembro/2002