Não Faça Concessões

O MATERIAL DE TOBIAS

Série do Professor:

SHOUD 8: "Não Faça Concessões" 

Apresentando Tobias canalizado por Geoffrey Hoppe 

Apresentado ao Círculo Carmesim
3 de Março de 2007

 
 

E assim é, queridos Shaumbra, que nos reunimos nesta sala de aula da Nova Energia da Terra, a Nova Energia de todo o Cosmo. Estamos aproveitando o momento para sentir todos vocês; para permitir que você sinta a minha energia; a energia de todos os Shaumbra conectados neste momento por todo o mundo; a energia dos anjos que participam nestas reuniões. Nós dizemos que eles estão no segundo círculo ao seu redor. Eles são observadores. Observam o que está acontecendo nesse planeta Terra.
 
Não há planeta mais grandioso. Não há planeta mais inteligente. Não há planeta mais avançado. E sabemos que às vezes vocês olham para as coisas – poderíamos dizer - de uma perspectiva interessante. Eu acho que há um termo que usávamos na minha época. É chamado “a traseira do burro”. (risadas) Vocês tendem a olhar pras coisas como não tendo as respostas, como se fossem meros – como vocês diriam – humanos fracotes, que estão num tipo de busca, uma busca tipo Moisés. Quarenta anos vagando pelo deserto, em alguns casos, 40, 400 vidas, fingindo vagar, vagar por este lugar chamado Terra.
 
Você sabe, não é realmente tão difícil, mas há uma consciência que faz tornar difícil. E mais, de fato, vocês têm coisas como forças gravitacionais, forçar magnéticas bem estranhas e outras coisas que fazem parecer difícil. Mas a jornada é realmente muito simples. A jornada, em última instância, é sobre auto-descoberta. Uma relação com seu Eu e, portanto uma relação com outras energias – com outras entidades existentes. É realmente muito simples. De uma certa maneira não tem que levar centenas ou milhares de vidas para conseguir. Por outro lado há uma escolha do caminho, do qual vamos falar hoje. Mas agora, aproveite o momento para sentir a reunião Shaumbra, sim realmente.
 
Há interessantes aspectos astrológicos ocorrendo no momento. Eles não dão as regras. São ferramentas para vocês. São ferramentas que você toca, arranca e usa em sua vida. Quando as energias como a lua ou um eclipse, ou coisas como o aspecto de Virgem ou de Peixes... Tudo isso são oportunidades ou potenciais para você. Se você olha a partir da traseira do camelo, parece que todas essas coisas estão guiando sua vida, que você está num – como você diz – Mercúrio retrógrado. Eu ouço isso o tempo todo, “Deve ser o Mercúrio retrógrado”. Sim, e realmente, às vezes é, mas você pode entrar nelas, recolher seus potenciais e usá-los em seu trabalho de criação na Terra. Elas não têm que deixar você pra baixo. Elas podem capacitá-lo para o poder. Abençoar você.
 
Tremendos eventos estão acontecendo agora, no que vocês chamam estrelas ou cosmo. Vocês sentem estes eventos, mas realmente o que estão sentindo, mais do que tudo, não é apenas os eventos, mas o efeito deles sobre os não despertos – as outras pessoas – a maneira como estão de pé na traseira do bode ou da ovelha, e sentindo os efeitos. Ao invés de ser criadores, ao invés de perceber que esses eventos são ferramentas, eles pensam que de alguma maneira são vítimas, de alguma maneira há um tipo de destino, de alguma maneira eles tem que sentir o peso ou a carga ou talvez a leveza destes eventos. Eles são ferramentas – ferramentas que vocês criaram para si mesmos. Esqueceram?
 
Astrologia, uma bela ferramenta para vocês, mas no correr do tempo, com o peso da consciência, muitas pessoas têm a tendência a achar que estas são coisas que regulam vocês – casas que regulam vocês. De maneira nenhuma. Elas são ferramentas que você colocou em seu caminho para servi-lo. Toque e arranque da Lua, do eclipse agora mesmo. Arranque o que precisa. Um eclipse é um tempo de mudança, um tempo de sombra, um tempo de entrar num novo ciclo. Pegue e arranque exatamente a energia que você escolher nele para a sua vida. Mas esteja ciente. Estas energias são potentes porque você as ativou. Você as trouxe à vida e elas realmente funcionam.
 
Shaumbra, nós vamos parar agora por um momento antes de entrar no cerne de nossa discussão de hoje. Temos um pouco de equilíbrio biológico que queremos fazer com você – precisamos fazer com você. Você vê... Ah sim, a maioria de vocês, estas dores em seu corpo, estas questões sobre o que está acontecendo em você... Você tem um pé na Velha Energia. Você tem o outro pé na Nova energia. Há uma – com chamam – imagem aqui que vem a mente. Você já a teve? Você está em pé com um pé num barco a remo e outro pé em outro barco a remo, e às vezes as correntes parecem estar indo a diferentes direções, que podem provocar seus efeitos no curso.
  
Então aqui estão vocês, despertos, humanos conscientes, cientes de que a Nova Energia está agora em suas vidas – não por aí em algum lugar, não escondida embaixo de uma pedra, não armazenada em alguma caverna secreta ou num cálice especial. Ela está aqui agora, disponível pra vocês, para seu uso. Mas vocês ainda estão lidando com o mundo da Velha energia pro toda a sua volta e ele tende a te por pra baixo. Tende literalmente a drenar sua energia.
 
Então junto vamos tirar um momento aqui, para rejuvenescer a biologia, para deixar a biologia alcançar a sua consciência. Você vê, às vezes elas ficam fora de equilíbrio. Sua consciência corre a frente e seu corpo não tem certeza do que fazer, em parte porque você não tem ainda o tipo de relacionamento com seu corpo que seja totalmente equilibrado e harmonioso; em parte porque seu corpo ainda está funcionando e caminhando através de seus padrões enquanto assimila a Nova Energia; em parte porque todo seu DNA e outros aspectos de seu ser-partícula estão mudando neste momento. 
 
Então vamos usar este momento lindo... Juntos com as energias de Shaumbra, esteja você aqui neste momento, ou tenha se reunido conosco via sua mídia eletrônica, ou esteja você lendo ou ouvindo isso mais tarde, nós trouxemos seres angélicos muitos especiais que trabalham com o equilíbrio de energias entre os outros reinos, entre os reinos físicos... E vamos levar só um momento. É tudo que demora, a propósito. Só um momento para permitir que seu corpo fique em pé de igualdade com sua consciência.
  
Respire profundamente.
 
(Pausa)
 
Sua consciência tem avançado muito rapidamente. Está se expandindo, não apenas nesta dimensão, mas em outras dimensões. Seu corpo tem tido – como dizer – o trabalho de carregar você na forma física. Está realizando tarefas mais mundanas necessárias ao seu eu entidade. Seu corpo pegou muito da disfunção energética que está acontecendo por toda a sua volta e dentro de você.
 
Então usamos este lindo momento, reunidos aqui com Shaumbra para respirar profundamente...
 
(Pausa)
 
Para permitir o corpo se nivelar. É como tomarmos juntos um banho espiritual, deixando as energias destes seres, que entram hoje para ajudar, suavizar o corpo... Liberar quaisquer energias não utilizadas no corpo... Deixar que o corpo se re-equilibre por si.
 
Neste momento há muita energia desequilibrada no que vocês chamariam seu coração físico. Não estamos falando de ataque de coração, estamos apenas falando sobre a energia – a energia de força de vida – que é bombeada a cada minuto, toda hora de seu coração para seu corpo. Não é apenas sangue que seu coração bombeia. É energia de força da vida, circulando por toda sua biologia.
 
Vamos focar as lindas energias, energias equilibradas, aqui na área do coração. Sim eu sei, suas costas devem estar doendo, talvez tenha dor de cabeça, talvez sinta sintomas no estômago. Mas vamos tomar um momento... Abra seu coração... Deixe se re-equilibrar... Deixe que envie energias suaves a cada parte de seu corpo físico.
 
(Pausa)
 
Este trabalho de professor da Nova energia – é difícil em corpo físico, você sabe. Não apenas a mente, mas o corpo físico tende a captar tanto de energia em excesso, muito de energia em desequilíbrio. Então vamos juntos respirar profundamente mais uma vez...
 
(Pausa)
 
... Deixando o corpo alcançar a consciência... E liberar.
 
(Pausa)
 
Temos muito a discutir hoje com Shaumbra. Temos alguns convidados especiais conosco, um em particular. Vamos pedir que vocês sintam a energia. Agora não estamos fazendo adivinhação aqui, isso é uma experiência de sentir. Não estamos tentando adivinhar um nome. Sinta a energia desta entidade que entra hoje como nosso convidado muito especial.
 
(Pausa)
 
A energia começou a se movimentar vários dias atrás. Ela atua em um papel importante na transmissão de energias hoje no Shoud. A energia entrou quase que – vocês diriam – como um cavalo com asa durante a música. A energia que você associaria ao masculino, embora saibamos que vocês são ambos – masculino e feminino, mas a associação que você faz é com o masculino.
 
A energia de nosso convidado... Apenas sinta a energia aqui – sem tentar adivinhar – esteve na Terra antes... Esteve na Terra recentemente cerca de 70 anos atrás. A energia foi importante em relação a alguns de seus avanços científicos e vai ser muito importante em alguns de seus avanços científicos da Nova Energia.
 
E a energia de fato, como muitos de vocês já sentiram e sabem, é Nikola Tesla. Ele entra em visita neste dia e será nosso convidado pelos próximos Shouds. Tesla está andando pela sala agora, praticamente correndo ao redor da sala, tocando, sentindo, deliciado por ser um convidado deste Shoud. Tesla tem um passado muito interessante, como sabem, de sua vida enquanto Tesla. Nascido na Áustria de uma família servia, um incrível – não só uma mente – mas com um incrível senso criativo e criador. Incrível e adiante de seu tempo.
 
Tesla na verdade entrou com dois outros seres, de uma certa um encontro de similaridades em suas vidas embora nem todos tenham se encontrado em vida. Tesla foi o brilhante num time que entrou, mas de fato era necessário o time para o trabalho que foi feito na época e, depende de um time mesmo agora para uma parte de seu trabalho. Tesla entrou na mesma época daquele que conhecem como Thomas Edison. Eles entraram juntos de propósito. Ah, sim, eles tiveram suas discussões. Passaram por um dos debates mais fenomenais do avanço científico moderno: corrente alternada versus corrente direta.
 
Muito do que foi feito por Tesla e Edison agora dá conta da maneira como vocês são capazes de viver, da tecnologia que são capazes de usar. Ela sobrepuja muitas das tecnologias até mesmo de Atlântida, pelo menos das tecnologias mecânicas ou físicas. Tesla na verdade trabalhou para Thomas Edison por um período de tempo, ambos no laboratório, produzindo alguns dos maiores avanços no uso de energia, no uso da eletricidade, e no desenvolvimento da tecnologia motor. Mas ambos sabiam que não poderiam continuar a trabalhar juntos. Não era parte de seu acordo anterior. Eles tinham que estar separados. Em outras palavras, eles tinham que partir para suas maneiras próprias.
 
Edison teve o papel não só de ser um inventor por direito próprio – e, nem de perto tão brilhante quanto Tesla – mas Edison foi o que manifestou ou que o que vocês chamam o fomentador. Edison foi capaz de introduzir – muitas das tecnologias que surgiam através de Tesla – introduzi-las, adaptá-las a Terra e depois torná-las disponíveis para todos os humanos, distribuindo conscientemente os produtos. Os produtos que vocês usam hoje – lâmpadas, filmes, fonógrafos – que levou a outros desenvolvimentos e invenções. Edison foi o que vocês chamariam uma mente mais comercial ou mais dos negócios. Olhem o que aconteceu com as companhias que ele ajudou a iniciar muito tempo atrás. Eles provêm um fluxo de energia baseado na invenção original. Então foi muito importante que Tesla e Edison entrassem juntos, que se encontrassem, trabalhassem juntos por um curto período de tempo antes que Tesla partisse para fazer outro trabalho.
 
Há um terceiro aspecto que entrou, parte desta trilogia para equilibrá-la, porque eles precisavam de outro ser que fosse capaz de circular multi-dimensionalmente e ainda assim trazer tudo de volta para essa realidade. É a pessoa que vocês conhecem como Harry Houdini. Eles entraram aproximadamente no mesmo tempo. Entraram com uma ligação energética muito próxima e era necessário os três para funcionar. Eles precisavam o que Houdini tinha a oferecer – seu entendimento da ilusão – e da paixão de Houdini pelo entendimento do como os outros reinos funcionavam.
 
Houdini passava muito tempo em outros reinos – no nível da consciência, é claro – e depois utilizava um bocado da informação que adquiria, trazendo-a para esta esfera. Ele não tinha tolerância, não tinha paciência com aqueles que manipulavam e fraudavam porque ele entendia as verdades básicas. Ele tinha que ser muito cuidadoso porque ele sabia mais do que mostrava. Ele tinha que ser cuidadoso por uma série de razões. A consciência, a humanidade não estava preparada ainda. Ele sabia que seria preso senão executado pelo o quê sabia sobre o funcionamento das dimensões, como a física de outras dimensões poderia se introduzida aqui.
 
Ao invés de revelar alguns do que vocês chamariam segredos que ele entendia, ele na verdade conectou-se energeticamente com Tesla, em especial, e alimentou muito dessa consciência e informação que conseguia através de Tesla enquanto Tesla fazia um tipo de trabalho muito avançado e esotérico em seus últimos tempos. Neste meio tempo, Tesla deixou os laboratórios de Edison e seguiu por conta própria. Não era muito do tipo homem de negócios, diriam, mas um baita de um inventor. Um gênio por direito próprio.
 
Tesla veio para esta área, trabalhou em seu laboratório nas montanhas por um longo tempo, na área que vocês chamam de Colorado Springs. Invenções incríveis foram realizadas neste lugar. Ele era capaz de se ligar nas energias das montanhas nesta área em especial, que ainda são muito, muito fortes. Não é por acaso, com estas três incríveis energias, que tenham sido atraídas para esta área coisas como os militares e as religiões. Mas temos que ressaltar que até mesmo Tesla chegou a conclusão que essas energias são tão fortes que por um tempo pareciam assim como um esteróide energético – um super alimento energético. Mas vocês têm que ser muito cuidadosos porque estas energias são tão fortes que se não forem tratadas com um certo respeito e com o pé no chão, elas podem literalmente abrir fogo sobre aqueles que tentarem abusar delas.
 
A propósito, para alguns de vocês, vivendo aqui, isso não é surpresa. Vocês foram levados a esta área por sua incrível infusão de energia, que vocês a utilizam em suas vidas diárias pessoais, mas a estão usando também para seu próprio crescimento espiritual e desenvolvimento. Não significa que tenham que permanecer aqui, que tenham sido designados pra cá a um nível espiritual para manter a energia porque vocês já foram muito além disso, mas esta área detém – ainda detém - uma tremenda energia.
 
Tesla trabalhou em muitos experimentos enquanto esteve em Colorado Springs. Ele compreendeu como criar certos campos de onda, certos campos de luz, que ultrapassou em muito, muito aquilo que a tecnologia da corrente conhece. Ele era capaz de trabalhar com a própria energia da luz, as partículas de luz e as ondas de luz. Ele era capaz de trabalhar com o magnetismo e o eletromagnetismo, e descobriu coisas sobre eles, sobre o funcionamento do magnetismo enquanto energia e fonte de força, que jamais foram duplicadas novamente.
 
Tesla era capaz de criar um tipo de... Não era uma máquina, mas era o que vocês chamariam um campo ou força energética... Onde ele podia literalmente brincar com o que vocês chamariam as limitações de tempo e espaço. Ele produzia distorções temporais, distorções espaciais em seus experimentos. Era capaz de usá-las como um tipo de portal interdimensional.
É claro, ele estava tão à frente de seu tempo e conhecia as implicações de seu trabalho, especialmente numa época quando o mundo se dirigia a grandes guerras, que basicamente suprimiu muito da informação e do material. Ele se permitiu ficar meio maluco. Ele se permitiu ser visto como um cientista maluco e assim não foi tomado seriamente, embora soubesse dentro de si o que tinha sido capaz de realizar com parte do trabalho que fez.
 
Tesla não reencarnou desde então, mas ele... Quando deixou seu corpo físico no meio da II Guerra Mundial. Ele na verdade saiu para o que Saint-Germain chama esfera cristalina. Ele saiu pra lá a fim de explorar mais suas criações e descobertas. Sua energia retornou a esfera terrena de uma maneira muito presente e direta nestes últimos anos. Ele agora está trabalhando com cientistas – uns poucos cientistas, um grupo em especial, e com outros individualmente - em alguns dos mesmos trabalhos que desenvolveu em vida. Algumas das mesmas coisas que vão ter um efeito na energia e no combustível para esta Terra. Não queremos dizer que ele tem o segredo, mas ele foi capaz de ir além das barreiras do tempo e deter um profundo entendimento de como a energia realmente funciona.
 
A energia não funciona – como dizer – apenas no nível que os cientista e físicos e outros conhecem no momento. A energia entra e sai desta dimensão, entra e sai da realidade percebida. A energia, em si, é um riacho constante ou um fluxo constante sempre disponível, mas raramente utilizada. A energia é uma série de potenciais criados nas – o que vocês chamariam – esferas mais elevadas e então trazida para a Terra como ferramenta – ferramenta para aqueles que estão cientes de como trazê-la e como usá-la. 
 
Vocês estão entrando no tempo da Nova Energia, então Tesla retorna agora para trabalhar com os desenvolvimentistas, cientistas e o que vocês chamariam metafísicos – Shaumbra. Ele entra para ajudar com algumas das sementes e para inspirar agora algumas das mentes a ir além, sair da caixa. Não apenas procurando respostas para a crise de combustíveis por que passam agora em coisas como petróleo, em coisas como o vento e energia solar. Há coisas que são muito mais eficientes e mais eloqüentes do que aquilo que está sendo trabalhado no momento, porque as pessoas que fazem muito da pesquisa tendem a se fechar e se limitar. E, se não por isso, algumas das demandas dos beneficiários, das companhias os limitam em termos de seu – o que você chamariam – objetivo de trabalho e da extensão de seu trabalho. Há um grupo de cientistas em especial... Não vamos nomear... Que ultrapassou o sistema da Velha Energia. Eles foram em frente por conta própria, verdadeiramente trabalhando em algumas dessas muito engenhosas e na realidade muito simples resoluções energéticas.
 
Tesla planeja retorna a forma física um pouco depois do Salto Quântico, mas no momento ele está ocupado trabalhando. E de uma certa maneira ele tem um pedido para todos vocês, Shaumbra, pelo mundo todo, o pedido que entendam a natureza do trabalho que ele e vocês estão fazendo. Vocês provêm uma plataforma de consciência. Vocês provêm um fluxo e uma energia de consciência.
 
Vêem, ele pode se comunicar de uma maneira não verbal com alguns desses cientistas e físicos, com alguns desses inventores, mas ainda assim a maioria deles trabalha tanto com a mente que não escutam, sequer sentem a energia entrando. Às vezes é difícil para aqueles de nós de outras esferas, fazer a conexão. Nós podemos, num certo sentido, gritar e berrar o que sabemos, tentando comunicar o conhecimento, mas se há seres que não estão abertos pra isso, a informação não é recebida. Entretanto, quando há um grupo de humanos na Terra que estão abertos em consciência, com os pés nesta realidade, mas expandidos para outras, isso pode ter um benefício direto sobre os pesquisadores e desenvolvimentistas além de apenas nós em outras esferas.
 
Nikola entra hoje e pede que tenha conhecimento consciente do trabalho que está fazendo com aqueles que estão desenvolvendo novas fontes de combustível, novas fontes de alimento, novas fontes de energia para este mundo. Nikola está entrando para pedir que vocês, peritos na movimentação da energia, trabalhem com ele para ajudar a mover a energia, expandir a energia para aqueles que estão trabalhando agora nos laboratórios, para os que estão tentando entender como levar esta informação disponível para a esfera terrena em prol da Nova Energia para este mundo. Eles estão cada vez mais perto, mas permitiram que algumas coisas criassem barreiras. Eles não entendem uma parte da física multi-dimensional. A propósito, eles na verdade estão se esforçando demais mentalmente para encontrar a resposta. Você vê, a resposta está ali bem ao lado deles agora, mas eles estão pesquisando tão duro que não a vêem.
 
Com o saber consciente dos Shaumbra, trabalhando com as energias de Tesla, nós podemos ajudar a trazer esta energia pra Terra e prover o grande “aha!” para alguns desses inventores. Podemos ajudar a introduzir a verdadeira Energia Nova, novas fontes de combustível neste mundo, porque o mundo vai precisar delas. A população está aumentando. A demanda de energia está crescendo rapidamente em todos os níveis. Vocês estão esgotando rapidamente as fontes da Velha Energia, não importa o que leiam de alguns pesquisadores. Não vamos – como dizer – buscar no solo e ver reservas de petróleo. De nossa perspectiva, vemos em padrões de energia e vemos o quanto desse combustível fóssil restou na Terra – pelo menos viável e disponível para uso – e ele está acabando. Há praticamente – não um botão de pânico, mas uma - como dizer – uma faísca dizendo “Querido mundo, queridos humanos ele está acabando”. Sim, vocês têm ainda uns bons 20 ou 30 anos, mas durante estes 20, 30 anos há o potencial, com a situação do combustível de haver guerras, conflitos e mais desequilíbrio nos sistemas de fluxo de energia, incluindo as finanças.
  
Então neste momento há humanos na Terra trabalhando em novas soluções, mas você, Shaumbra, pode participar nisso hoje. Você pode ou não ser aquele que surge com a resposta, com a solução. Mas não é tão importante, pois é, que seu nome esteja relacionado a isso? Que você foi o grande inventor? A coisa importante é que você foi parte de um processo de rejuvenescimento e expansão na Terra neste tempo da Nova Energia.
 
Então Nikola vai estar vindo, conversando com você, partilhando coisas com você. Sua energia não esteve tão presente no passado. Ele a está tornando muito mais disponível agora. Alguns de vocês que têm uma habilidade científica, ele ficaria feliz em entrar e discutir alguns de seus conceitos, especialmente aqueles que passaram do estágio de conceito para o estágio de manifestação.
 
Temos várias coisas para falar com vocês hoje. Temos um bocado de informação, estamos apresentado-as em vários níveis, não apenas na língua falada. Vamos falar primeiro sobre toda essa ilusão do tempo. Já discutimos isso antes, mas a questão se torna mais pertinente agora para o trabalho que estão fazendo.
 
Você poderia dizer que, de uma certa maneira, está voltando no tempo. Está voltando através do tempo. Este é o princípio da energia de Merlin... E, a propósito, Merlin foi muitos indivíduos diferentes. Ele foi quase que agraciado de um para outro através das eras. Merlin não foi apenas um ser. Foi um título – era um título de feiticeiro dado a muitos, mas há toda uma energia, você poderia dizer, uma ordem de Merlin.
 
Merlin entendeu todo esse conceito de voltar no tempo. É um conceito muito simples. De uma certa maneira você poderia dizer que já chegou. Dissemos muitos anos atrás que você já ascendeu. Você já chegou na Nova Energia. Você já chegou a total reintegração de todos os seus aspectos. E você chegou a toda essa nova relação entre seu EU, sua alma, seu corpo físico – cada e toda parte de você – a uma nova relação holística. Você já chegou aí. Então você diz, “Bem Tobias , se eu cheguei, por que fica parecendo que estou sempre tentando achar isso, entender isso?”
 
Bem há uma dinâmica muito interessante que transcende o tempo. Primeiro você faz a escolha. Você chega à linha final em primeiro lugar porque você escolheu, e depois volta no tempo para ver como é chegar até aí. Um princípio muito simples. Você faz isso o tempo todo, apenas não percebe. Você levanta de manhã e diz, “Vou chegar ao trabalho”. Você fez a escolha e de uma certa forma ela já foi criada. Você vai chegar ao trabalho. 
 
Agora, como parece a experiência de ir para seu trabalho? A experiência vai ser de pegar um tráfego pesado? A experiência vai ser de uma direção tranqüila e meditativa? A experiência vai ser uma de conversar com Tesla no caminho, de manhã? Quando você viaja para algum lugar você olha o mapa e diz “Eu quero ir do Cold Creek Canyon para Incline Village em Nevada”. Você já chegou, você já está lá. Mas você volta no tempo para experimentar a alegria de ir para o aeroporto, passar pela segurança, (risadas) de sentar num espaço minúsculo e restritivo, sentindo como é sentir seu corpo espremido, como é voar sobre o lindo campo, e como é passar por turbulências. O avião sacode de lá pra cá e você fica pensando se vai cair e se você vai morrer! (risadas) Tudo parte da experiência – voltar no tempo. 
 
Este é um importante princípio, um princípio essencial e é um dos princípios que todos vocês professores – Shaumbra – deveriam entender quando estiverem fazendo seu próprio trabalho e quando trabalhando com outros humanos. Parte do problema é que a maioria dos humanos nunca faz a escolha sobre onde vão chegar, então ficam imaginando numa zona sem tempo, imaginando o que estão fazendo, para onde estão indo. Eles não têm idéia da destinação final e do que é voltar no tempo. Eles são aqueles que estão por aí imaginando energeticamente à noite durante o sono. Em geral, Shaumbra não fica apenas vagando à noite. Você tem lugares a ir e anjos a ver! (risadas)
 
É um ponto muito importante para se lembrar em seu próprio trabalho e mais uma vez, no trabalho com outros humanos. Quando você olha para eles nos olhos, quando você os ensina, quando você os guia através de seu processo próprio de despertar, essa é a chave quando eles tiverem feito a escolha. Em algum nível – em seu mais profundo nível interno ou em seu nível de consciência humana – eles escolhem despertar, como vocês chamariam – tornar-se consciente, como vocês dizem – e experimentar a transformação em sua Nova Energia própria e a realização de sua própria divindade.
 
Agora eles selecionaram uma destinação. Eles fizeram uma escolha. A escolha, às vezes, pode ter sido feita ao nível da alma ou o que chamariam a um nível de consciência superior, mas o aspecto humano e, às vezes, o aspecto espírito fica travado, resiste, fica teimoso. Então agora você tem um ser vagando, imaginando sem objetivo. Mas quando o humano diz “Eu escolho a iluminação. Eu escolho estar ciente. Eu escolho...” Como quer que digam, Nova Energia, ascensão, qualquer dessas coisas, agora eles já chegaram. Agora eles vão passar pelo o que é experimentar chegar lá em primeiro lugar. É o que chamamos voltar no tempo. É uma física do universo e não necessariamente uma crença ou um entendimento ao nível humano.
 
Basicamente, o tempo não existe. Tempo é uma criação artificial dos humanos para ajudar a entender como ir de um momento para o próximo em sua jornada diária. Tempo... Se todos vocês tirassem seus relógios e estivessem sentados numa sala totalmente fechada onde não vissem o sol ou a lua, perderiam todo o sentido de tempo, o tique-taque dos minutos e das horas, e entenderiam que tempo é apenas um sistema de crença – o tempo no qual dividiu a energia e, definitivamente em outras esferas, o que vocês chamam tempo é uma questão de seqüência de eventos que ocorrem, ou uma seqüência do que chamamos pontos de separação que acontecem. É uma série de escolhas ou seqüências construída uma sobre a outra. Mas como a escolha final já foi feita, a seqüência de eventos, em um sentido, é apenas andar pra trás no tempo.
 
A benção aqui é que você está escolhendo como experimentar suas própria ascensão e sua própria reintegração, uma vez que já aconteceu, agora você entende, enquanto um criador e um ser que escolhe, como você quer vivenciá-la, percebe. Não há um destino. Não há um caminho predeterminado pra você. Você não está amarrado por carma ancestral. Não está ligado por seu próprio carma pessoal. O criador pode escolher como quer experimentar, em primeiro lugar, como quer chegar lá.
 
Então como você deseja experimentá-la, Shaumbra? Depende de você. Você faz a escolha. Quer experimentá-la abundantemente? Quer experimentá-la com boa saúde? Então experimente! Escolha! Ou você quer cair na trama da dualidade e da velha consciência e fazer a coisa lutando, de um jeito difícil. Depende de você. Vou lhe dar uma dica. Eu fiz da maneira difícil! (risadas) Fiz tão difícil quanto pude – diferente de Saint-Germain, é claro (risadas) – e também da maneira fácil. Com Sam, vamos de um jeito fácil. Vamos passar por ela jovialmente. Vamos mostrar ao mundo, vamos mostrar a todos como pode ser feito com facilidade.
 
A propósito, Sam não vai ser o que vocês chamam inteligente demais. Não vai ser um estudante brilhante. Dando uma olhada pra ele agora, provavelmente vai ser um estudante nota “B”. Não vai ter um QI de 160. Provavelmente no... Ah, ele não quer que partilhemos (risadas, Tobias dá risadinhas). Sam escolheu não ser brilhante intelectualmente de maneira que possa ser brilhante conscientemente, você vê. Uma grande diferença. Ele não quer a mente se metendo no caminho daquilo que quer realizar. Toda essa coisa intelectual de qualquer jeito tende a meter a pessoa na latrina e a ficar muita presa a mente.
 
Nesta vida de vocês haverá tremendos avanços no entendimento do que é a inteligência e como ela não vem só da mente. Não é como alguém fazer testes e lembrar de fatos e figuras. Mas nesta vida você vai ver como a consciência transcende o intelectual. Agora mesmo há um foco tão grande nas qualidades intelectuais da vida, as pessoas com grandes mentes, os inteligentes. Nesta vida você vai ver como a consciência se sobrepõe a inteligência, como as pessoas apreciam a consciência. Vai haver esses tentando medir a consciência, e não estamos recomendando isso de maneira nenhuma porque aí a coisa vira um jogo. Passa a ser pessoas tentando se sobrepor a outras. Consciência apenas é.
 
Esse é um fato importante para se lembrar, Shaumbra. Você está andando pra trás no tempo. Não voltando a vidas passadas, nada desse tipo de coisa. Mas você teve a experiência, você escolheu o potencial da consciência no mais alto nível, e agora está experimentando a maneira como chegou lá em primeiro lugar.
 
Agora vamos falar por um instante sobre consciência, sobre como ela está mudando no mundo neste momento. Como viram nos últimos poucos anos tem havido uma rápida aceitação do novo pensamento. De novo pensamento. Sim... E sabemos que alguns de vocês estão tremendo aqui porque também vêem ao mesmo tempo uma constrição ou restrição das velhas energias – grupos da Velha Energia e indivíduos que estão se ligam às coisas da Velha Energia como a um amado deus, querendo voltar ao que ... Eles sempre dizem, “Volte ao básico.” O que estão dizendo é “Fique no passado”. Isso é parte de um equilíbrio, parte de uma dinâmica energética, mas na maior parte você está vendo a consciência se abrir numa tremenda velocidade.
 
A aceitação de medicinas alternativas; a aceitação de estilos de vida alternativos; a aceitação, até um certo grau, de espiritualidade alternativa está tendo lugar rapidamente na Terra. E tinha que ser assim. Você tem ajudado a plantar as sementes e abrir caminhos e portas para outros humanos agora entender que há mais na vida do que eles pensavam há 20 anos atrás, 50 anos, 200 anos atrás. A consciência agora está mudando numa velocidade impressionante.
 
Há aqueles que tentam medir o que vocês chamariam níveis de consciência ou níveis divinos de energia, e basicamente eles têm um tipo de escala que vai de zero a 1.000, 1.200 ou o que seja. A consciência está acelerando tanto agora que há grupos e indivíduos que estão saindo direto dessas escalas, que estão se abrindo tão rápido que as velhas maneiras de medir não se aplicam mais. Isso vai continuar Shaumbra. Você ajudou a começar isso. Você ajudou a abrir esses caminhos, e isso vai continuar na Terra. A nova consciência, um novo entendimento chegará a muitos, muitos, muitos.
 
Uma das coisas que queremos assinalar nisso é que vai haver uma tendência na consciência – na expansão da consciência – de se ver pego no pensamento... Pego no pensamento... Porque os humanos atualmente estão tão programados que a mente é o mestre. Eles são programados na crença de que não há nada além da mente – e realmente a mente é tão pequena comparada com o que chamariam a consciência toda. Então eles vão ficar presos a mente e quando a consciência em rápida evolução se vê pega na mente isso ocasiona uma tremenda colisão. Muitos de vocês experimentaram isso em suas próprias vidas. Tentaram entender, tentaram analisar sua nova consciência, e não funcionou. Vocês tiveram problemas. Basicamente deram a si mesmos uma experiência que chamariam de colapso, ou se arrebentaram de maneira a permitir-se ir além de suas velhas limitações mentais.
 
A humanidade, pelo menos nos países desenvolvidos, vai experimentar isso também. Quando você tem a consciência se movendo tão rápido, mas com a mente a limitando alguma coisa se quebra, alguma coisa se dá. Uma das dificuldades e dos desafios agora na Terra é que seus sistemas de crença psiquiátricos e psicológicos, as instituições, os médicos, toda a consciência em torno da saúde psiquiátrica e psicológica é muito antiquada – muito antiga. Baseia-se em algumas premissas muito, muito velhas e não leva em conta coisas como o aspecto, o aspecto total de uma pessoa.
  
A psicologia lida apenas com um aspecto. É tudo que sabe. Ela conhece apenas uma dimensão, e tenta relacionar tudo a eventos ocorridos na infância. Tenta relacionar as coisas aos pais e aos irmãos e a experiências ao longo do caminho. Mas é como tentar tratar o fogo com um pouco de gasolina. Tende a não funcionar. E então o que acontece, como falamos antes, quando os psicólogos, psiquiatras não conseguem encontrar uma solução, eles ficam frustrados e dão medicamentos aos pacientes. E as medicações, é claro, simplesmente causam outro acúmulo na energia que está tentando se abrir e se movimentar.
 
A psiquiatria e a psicologia hoje estão tentando analisar tudo. Trabalham com a mente. É importante agora, Shaumbra, para aqueles entre vocês que estão atraídos para estas áreas, começar a trabalhar em novos sistemas, em novos caminhos de Nova Energia. Vocês sequer desejam chamá-los psicologia. Há um modo da Nova Energia de desenvolver o relacionamento com o Eu. Isso é tudo que é.
 
Essa indústria toda e esse campo todo precisam ser renovados. Tem que haver uma nova solução, e acredito firmemente assim como Saint-Germain, Kuthumi, Kwan Yin que será Shaumbra – não um outro grupo, não as organizações atuais – será Shaumbra que ajudará a desenvolver essa nova psicologia e psiquiatria, o novo entendimento da relação com o Eu. Isso vai envolver... Como sabem, isso deve ser posto em forma de métodos ou entendimentos ou currículos, como quer que chamem. Mas encampará muito mais coisas do que o que está sendo feito agora.
 
Há uma dinâmica de energia pedindo por isso porque os sistemas atuais não estão satisfazendo as necessidades da consciência em evolução da humanidade. Então há um chamado vindo dos humanos dizendo “Queremos um jeito diferente. Não queremos uma religião. Não queremos a velha psicologia. Não queremos algum tipo de livro de auto-ajuda repetitivo. Precisamos do entendimento, da nova psicologia do entendimento e do trabalho com o Eu.” E isso virá de Shaumbra. Pode ser que sejam alguns poucos indivíduos, talvez um grupo. Não interessa realmente como surgirá. Estamos dizendo a vocês que agora é a hora. Através desse que grupo que reuniram, que é vocês, A Companhia Crimson Circle da Nova energia, isso pode surgir na Terra agora. Há pessoas pedindo. Os professores da consciência – Shaumbra – vocês são os que pode ajudar a introduzir isso na Terra. Vocês terão que empacotar de uma maneira que seja compreensível e palatável para os que estão necessitados, mas vai sair.
 
Um dos sinais da nova consciência é que as pessoas começam a desenvolver um novo saber incrível, ao que a maioria de vocês Shaumbra dá risinhos porque já passaram por isso cinco ou dez anos atrás. Uma das coisas que está varrendo o mundo agora num passo acelerado – e é um bom sinal embora tenha seu potencial de desvantagem – é o pensamento focado. Pensamento focado. Faz algum tempo que está por aí. Alguns chamariam de controle da mente. Há pessoas sendo ensinadas que coisas como pensamento positivo, ter bons pensamentos vai ter efeito em suas vidas. E terão a um certo grau...

A um certo grau. Terá um efeito inicial e então vai parecer ter um efeito reverso. Ter um efeito negativo, porque o indivíduo está tentando focalizar apenas no pensamento feliz – no bom pensamento, no pensamento positivo. Bem primeiro de tudo, é um julgamento dizer que há um pensamento positivo. Controle do pensamento ou focalizar no pensamento não leva em consideração o que chamaríamos de um mau pensamento. Falamos no mês passado sobre a habilidade de falhar assim como a habilidade de ser bem sucedido. Isso causa, quando combina as duas, isso causa uma verdadeira expansão.
 
Então assim é que muitos vão trabalhar com o foco no pensamento. Vocês verão isso cada vez mais. Vocês mesmo passaram por isso. Brincaram com isso 10, 20 anos atrás, mas vocês sabem agora que a coisa vai além do pensamento focalizado na mente. Isso pode trazer resultados marginais, mas em geral deixa você vazio. Todos vocês sabem disso. Vocês estiveram lá e fizeram isso. Suas afirmações não funcionaram. Bem funcionaram no primeiro, talvez no segundo mês. Apresentaram resultados interessantes e depois parece que caíram por terra. A propósito, nesse ponto você perdeu um pouco da confiança em si mesmo. É um ponto a que vamos voltar em outro Shoud. Vocês tentaram as afirmações, a visualização e não funcionou. Por que? Porque a coisa veio das limitações da mente. Veio do mesmo lugar que o manteve, por longo tempo, num tipo de sistema de crença hipnótico. Pensamento positivo é apenas pensar. Tem suas limitações. A verdadeira consciência vai muito além do que a mente pode imaginar hoje.
 
Nós não estamos desfazendo da mente. Estamos dizendo que há muitas coisas muito mais grandiosas. A consciência, sua inteireza, seu centro, seu ser, como quer que o chame, transcende a mente e na verdade a mente não se importa. Ela não quer segurar. Não está tentando dizer que é a forma mais elevada. Vocês verão essa troca interessante acontecer com a abertura da consciência, e como as pessoas a limitam em suas mentes. E depois verão o – com dizer – quando a energia dá o retorno, ela tem a tendência a explodir. É por isso que dizemos mais uma vez a vocês, o trabalho que fazem com professores, o trabalho que realizam movimentando energia, e o trabalho que realizam enquanto Shaumbra é de importância vital. Porque as pessoas vão precisar dele. Elas vão precisar dele.
 
Então isso leva ao terceiro ponto de nossa discussão hoje: desenvolver a relação com o Eu. Vocês são mestres nisso. Mestres nisso. Vocês vêm trabalhando nisso cada dia dessa vida.
 
Em geral, o humano começa no nível mais inferior da sobrevivência pura, e quando a sobrevivência pura é alcançada, ele trabalha na melhoria de sua condição humana – um carro maior, uma casa maior, alguns dólares extras no banco – é nisso que sua energia vai. Os humanos tentam ser maiores, mais gordos, mais verdes. Querem mais conforto, ainda assim eles percebem, quando estas necessidades são providas, eles percebem que continuam desassossegados. É muito desconcertante porque eles se levam a acreditar que, se tivessem todo o conforto, seriam felizes. De fato, percebem que estão muito menos felizes. E ficam deprimidos. Agora não têm certeza do que querem ou como chegar lá. Achavam que tinham a resposta – conforto, riqueza como quer que chamem – e eles não chegam lá. Então entram em depressão. Ficam com ansiedade. Muitas vezes, se tornam auto-destrutivos.
 
E no nível seguinte eles começam a adquirir mais consciência, mais saber espiritual, desejo de entender como funcionam as coisas além da condição humana normal. Todos vocês passaram por esse processo. Qual é a próxima resposta? Muitos de você tiveram vidas anteriores influentes. Alguns de vocês tiveram vidas influentes em sua juventude nesta vida, depois permitiram a energia seguir a fim de poder centrar no espiritual e no saber da consciência. Vocês vêm trabalhando com essa energia por um bom tempo.
  
Finalmente, o humano chega a ponto de querer desenvolver uma relação consigo mesmo. É uma independência ou um apartar-se do despertar espiritual e do despertar da consciência. Ele começa a tentar saber quem ele é. Shaumbra, você sabe exatamente o que estou dizendo aqui. Porque, mais uma vez, essa é a sua história. Mas, freqüentemente o humano fica travado aí. Não tem havido qualquer treinamento para desenvolver uma relação com o Eu, uma relação com seu corpo, uma relação com sua identidade nesta vida.
  
Você tem uma relação muito, muito estranha consigo mesmo... Não estamos falando apenas de você Shaumbra, estamos falando da humanidade em geral. Ela tem... Shaumbra tem feito um trabalho fenomenal – temos que dizer aqui – no desenvolvimento de sua relação consigo mesmo. Você continua lutando de muitas maneiras, porque está chegando ao próximo grande passo, do qual falaremos num momento... Depois dos comerciais (muitas risadas, Tobias dá um risinho). Então Shaumbra, você está começando a desenvolver essa relação com o Eu e outros humanos vão por esse caminho. Estamos dizendo isso a vocês, professores, para que saibam, que entendam o que está acontecendo. É o seu caminho, mas às vezes você não sabe como articulá-lo.
 
Uma das primeiras coisas que você aprende a fazer é desenvolver uma relação com seu corpo. É muito difícil porque há uma associação, mas também um desgosto ou um querer ter uma dissociação do físico. Você xinga seu corpo porque ele o mantém aqui na Terra. Você passou por nascimentos difíceis. Você esteve em acidentes de carro. Você apanhou algumas vezes e culpa seu corpo. Então isso cria uma relação muito pervertida. Você se pensa como sendo seu corpo, mas você não admira necessariamente seu corpo por inúmeras razões. Então parte do processo todo de desenvolver a relação começa com o corpo.
 
Professores, quando você tem um humano que começa a falar com o corpo ao invés de fugir do corpo, você deu um grande passo. Quando você o faz inspirar para o próprio corpo, esse é um passo enorme. Os humanos resistem a respirar. Vemos isso o tempo todo. Eles respiram um pouco e dizem, “Ok, terminei. (risadas)Chega de Andra por hoje!” porque a verdadeira respiração exige estar no momento presente e por isso muitos humanos estão fora de seus corpos. Fazer respiração exige estar na realidade agora. A verdadeira respiração começa a abrir a consciência e o saber e embora isso possa soar bem a você, a maioria dos humanos tem muita dificuldade ao lidar com a consciência limitada em que estão. Eles não querem mais consciência. Não sabem o querem, mas não querem mais consciência. Para eles é insuportável.
 
Quando o humano desenvolve a relação consigo mesmo ele também começa a desenvolver uma relação com sua mente a ponto dela não ser mais sua dona, a mente não é mais sedutora, a mente não é mais o jogo. Ele entende sua mente pelo o que ela é – uma parte dele, mas não todo ele. A mente não é mais o campo de batalha, a mente não é mais a coisa que está constantemente desorientando-o.
 
Percebe, a maioria das pessoas culpa a mente. Ela não é culpada. A mente serve a um propósito muito sagrado e abençoado. Não é a mente que causa a desorientação. É por isso que dizemos que os humanos em um certo ponto vão ficar travados nessa consciência em evolução porque se firma no foco mental, porque não conhecem nada além da mente. Jamais sentiram suas almas ou seus espíritos. Quando falarem sobre isso... Escute-os falar sobre suas almas, alguns deles. Eles não têm idéia. A coisa vem da mente e a mente não sabe. A mente ainda não experimentou o espírito.
 
Quando uma pessoa desenvolve uma relação com seu corpo e sua mente, a próxima coisa que vão desenvolver é a relação com seu – o que vocês chamariam – espírito ou divindade. É aí que você está agora, Shaumbra. Você está aprendendo a desenvolver essa relação total com seu Eu, com o que vocês chamariam sua alma. Nós iremos mudar este nome num próximo Shoud e iremos explicar a vocês mais tarde porque estamos fazendo isso.
  
Você está desenvolvendo uma relação que vai além da identidade que você é hoje. Você está desenvolvendo uma relação com seu Eu completo e ele não é o que você pensava que fosse. Não vai ser o que você pensa mesmo hoje. Seu Eu, seu divino, sua alma é algo muito diferente. Você está no processo de desenvolver uma relação com ela. Às vezes, parece que você nunca irá encontrá-la, que você está fora de sincronia, fora de equilíbrio com ela ou talvez sua alma esteja em algum lugar por aí. Bem, na verdade ela tem estado fora. (Tobias dá uma risadinha) Mas agora você está desenvolvendo uma nova relação com seu Eu, com sua alma, com seu espírito, como quer que o chame. Isso transcende as relações humanas que você tem. Transcende o que você pensava que fosse.
 
Vamos discutir mais sobre isso nos próximos Shouds e você vai encontrar uma interessante correlação neste novo relacionamento com o Eu pelo qual passa e também a progressão e a evolução da tecnologia – a razão do porquê Tesla estar hoje aqui conosco. Quando essa nova relação com o Eu estiver desenvolvida, você vai perceber incríveis insights de sua parte, incríveis - o que chamariam – entendimentos interdimensionais. 
 
O quarto e último ponto de nosso Shoud, um ponto que vai dar o que falar, vai produzir tremendo mal-entendidos. Tremendos. Colisões, tudo o mais que pensarem. Vamos jogá-lo aí porque adoramos ver a energia em movimento! (risadas) você vai ver como haverá debates intelectuais e uma falta de verdadeiro sentimento e senso. Já sabemos disso, vemos as tempestades no horizonte.
 
Vamos partilhar algo com vocês que partilhamos em um pequeno grupo de Shaumbra recentemente, algo que – como dizer – vai contra o cerne da consciência contemporânea. Vamos dizer a você Shaumbra para não fazer mais concessões. Não se comprometa mais. Uma das razões para a dissociação com sua alma, entre o eu humano e o eu alma tem sido a propensão humana de se comprometer sem parar. Suas energias e seu corpo estão altamente comprometidos. As energias e sua mente estão tão comprometidas que você sequer sabe ou lembra quem é. Você tem se comprometido.
 
Agora , é aqui que o debate começa. Há uma diferença entre ser teimoso (risadas) e não se comprometer. Estamos falando de você com seu Eu, com seus valores fundamentais, suas crenças fundamentais, sua essência. Não faça concessões com seu Eu ou com os outros. Não estamos falando sobre o dia-a-dia quando você está no sinal de trânsito e – o que chamam de sinal de atenção, pare e você diz, “Esta manhã não vou fazer concessões. Vou passar direto!” (risadas) Uma certa cooperação é necessária.
 
Estamos falando sobre quando você compromete seus valores básicos seja para acalmar outras pessoas ou em geral porque você está com medo de ser seu próprio EU SOU e porque está buscando seu Eu, sua ciência em outras pessoas ou fora de você. Você faz concessões quando busca fora de você. Ponto. Quero por isso numa caneta (risadas) porque os humanos adoram canetas por alguma razão. (mais risadas, Tobias dá risadinhas)
  
LINDA: Vamos ter uma caneta na próxima semana. 
 
TOBIAS: Isso! (risadas) Você se compromete quando busca fora de você as respostas. Você faz concessões quando está sempre dando para outras pessoas e deixando que elas venham e se alimentem de você. Você se compromete quando tem uma crença central ou uma paixão fundamental, algo que o emociona, mas que tem medo de expor ao mundo e aí você faz 20 pontos pra trás. Você se compromete quando sabe algo, mas depois vem a dúvida. Você se restringe.
 
Você sabe o que acontece quando você restringe a energia na Nova Energia? Ela se libera de qualquer maneira. Ela explode, ela não se importa. Ela quer a alegria da expressão. Ela deseja a alegria da expansão. E se você a prende porque está se comprometendo, ela vai sair de qualquer jeito. E Saint-Germain e eu teremos que entrar e pegar todas os pedaços e tentar juntá-los novamente, Humpty Dumpty. (risadas)
 
Sem concessões! Não comprometa seus valores básicos. Mais uma vez, isso não significa não cooperar com os outros, mas muitas vezes recentemente, nos últimos anos, quando estamos observando você, ligados em você e o vemos tão pra cima, tão excitado, tão sabendo das coisas... E no momento em quem sai pra fora de sua casa, você faz concessões. Por que? Talvez você não acredite em si mesmo o suficiente. Talvez não tenha desenvolvido aquela relação consigo mesmo. Talvez não tenha confiança em si mesmo. Talvez você tenha medo que o mundo lá fora vá esborrachar você, vá ridicularizá-lo. Bem, eles já estão ridicularizando você de qualquer maneira. O que importa agora?! (risadas, Tobias dá risadinhas) Isso tem a ver com ser verdadeiro consigo mesmo. Ser verdadeiro com seu Eu.
 
Agora, vai ser interessante ver como vocês vão debater esse assunto, o que vocês percebem como ‘comprometer-se’. Seu trabalho de casa por este próximo mês é ver com que freqüência você está se comprometendo. Com que freqüência você está desistindo de sua energia. Com que freqüência você procura lá fora as respostas ou confia em outras coisas ou pessoas – incluindo nós, os seres angélicos.
 
Depois de uma olhada, cada vez que se comprometer, no que isso provoca em sua energia, percebe. Veja com a energia é depenada, como ela cai e você volta a velha consciência. Você foge de volta para os velhos e fracos sistemas de crença, você se esconde por trás deles como um covarde se esconderia atrás das árvores.
 
Não faça concessões, Shaumbra. Não se comprometa.
 
E assim é.
 


Tradução para o Português:  Sonia Gentil     soniagentil@uol.com.br


Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, com o pseudônimo de "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com. O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.

O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.

Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.
 
As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.

O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.

Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.

Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com todo este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. Veja a pagina de contatos no website http://www.crimsoncircle.com/

 © Copyright 2007 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.